História Obsessão - Lutteo - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Sou Luna
Visualizações 214
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 34 - Maratona - capitulo 09


Fanfic / Fanfiction Obsessão - Lutteo - Capítulo 34 - Maratona - capitulo 09



Luna Valente

Chegando no apartamento de Ruggero, descemos do carro e subimos até o último andar , o apartamento ficava de frente pra praia maravilhosa , voltar a ver tudo isso bateu até aquela saudade da minha comunidade , onde eu morei toda a minha infância e adolescência, claro que não foi um lugar muito fácil de viver , mas foi onde eu cresci

Ruggero : fique a vontade Luna....disse ele abrindo a porta do apartamento e me dando passagem , entrei e olhei em volta , era incrível, maravilhoso , muito aconchegante , um apartamento um pouco grande só pra ele

Ruggero : gostou ?

Luna : sim , é lindo

Ruggero : espere até ver a vista da sacada....disse ele....bom , venha Luna , vamos nos sentar

Luna : sim ...eu disse e nos sentamos na sala

Ruggero : Bom, preciso te explicar algumas coisas

Luna : Não precisa explicqr, eu sei que você quer uma esposa , que gostou de mim é que me comprou

Ruggero: calma , calma Luna, isso foi o que Matteo lhe disse

Luna : e não é isso ?

Ruggero : que eu quero uma esposa é verdade , mas eu não vou lhe obrigar a casar comigo, eu não comprei você, eu comprei a sua liberdade, você está livre Luna...disse ele eu fiquei paralisada

Luna : o que ? Como assim? Porque fez isso?

Ruggero: é isso , eu estava investigando sobre algumas meninas daquela casa e eu soube da sua história e fiquei indignaro com o jeito que Matteo a tratava , é Você era a única mulher que não estava ali por querer então eu quis lhe ajudar

Luna : mas você não me conhece e gastou todo esse dinheiro, porque ?

Ruggero: porque eu quis te ajudar ,é muito bom a gente ajudar as pessoas , e esse dinheiro não vai fazer falta , alem do mais dinheiro não trás felicidade , ao menos Quand o você usa pra ajudar as pessoas que precisam

Luna : nossa , você é um anjo, obrigado por isso, eu não seinnem como agradecer e nem sei se vou conseguir agradecer um dia

Ruggero: que isso , não precisa agradecer , ale m.dobmajs eu gostei de você, você é gentil e muito educada , é muito linda tambem ....tudo que você aguentou ao lado do Matteo só mostra o quão Boa você é

Luna: obrigado , obrigado do fundo do meu coração....eu disse pegando em suas mãos

Ruggero : eu vou ficar mais 1 mês aqui no México e depois volto pra Índia, até la preciso encontrar uma esposa

Luna: eu sei que vai encontrár alguém que mereça tudo que você é , muito bom e honesto

Ruggero: espero que sim....te aconselho a ficar aqui esse mês e depois decidir o que fazer , pra ninguem desconfiar de nada , entende ?

Luna: Sim,entendo...vou fazer isso...r aproveitar pra te ajudar a achar alguém digna de você....eu disse e ele sorriu

Ruggero: nossa, que bom, obrigado...preciso me casa se não tudo que eu tenho ser a passado pra um home nada bom e não ajudaria a cuidar do meu país como eu ajudo , mesmo tendo qhe ficar longe

Luna : isso é admirável sabia , mesmo sem lhe conhecer bem tamb acho que você cuida muito bem de tudo e todos a sua volta

Ruggero: teremos tempo pra nós nos conhecer

Luna : teremos sim....eu sorri ...e mas uma vez , obrigado , obrigado mesmo senhor Pasquarelli

Ruggero: me chama de Ruggero, somos amigos agora não é?

Luna : claro, claro que sim Ruggero...eu dis se sorrindo e ele sorriu tambem

Ruggero: Bom , eu vou te mostra seu quarto...disse ele se levantando

Fomos até o final do corredor e ele me mostrou o quarto, era lindo espaçoso e aconchegante como a casa

Ruggero: se precisar de alguma coisa estou no quarto ao lado

Luna : ok, mas uma vez obrigado Ruggero, por tudo

Ruggero : disponha ....disse ele sorrindo e saindo do quarto

Eu não podia acredigaf que haviam pessoas assim no mundo, que ajudam umas as outras sem interesse algum , não podia ser verdadr que ele queria me ajudar só porque soube da minha triste história e senti compaixão, ser a que era só isso mesmo? Ele me pareceu muito sincero, não parecia ser um homem que mente e que manipula , se fosse verdade eu jamais teria como agradecer a ele pelo que fez por mim , ao menos vou poder ajuda-lo a encontrar alguém que valha a pena , afin ele precisa de casar , é ent ao depôs dele encontarat sua noiva e voltar ao seu país eu estarei livre pra seguir a minha vida , a tão esperada vida que planejei pra mim ...eu fiz uma promesça que vou cumprir , vou apagar Matteo da minha vida e do meu coração , eu vou encontarat alguém que me mereça e que me ajude a esquecer ele e tudo que ele me fez pra sempre...eu perdoei muitas coisas que ele fez, mas isso eu nunca vou perdoar, e espero que ele não se arrependa do que fez, pois não terá volta , eu estarei bem longe e ele nunca mais vai saber de mim...bom , já chega por hoje , preciso de um bom banho e uma boa noite de sono, e foi isso que fiz , tomei um banho quente e me vesti com uma blusa e é um short que deviam ser de Ruggero , já que eu nao tinha levado nada pois tudo que eu tinha lá naquela casa não era meu , depois me de irei e peguei no sono bem rápido

No dia seguinte acordei e fui pra sala , Ruggero estava tomando café na sacada e quando me viu me chamou pra sentar com ele

Ruggero : Bom dia

Luna : Bom dia ...eu disse me sentando.. .olha eu coloquei suas roupas por que eu não trouxe nada

Ruggero : ah sim , sem problemas...disse ele...me lembre de levar você pra comprar algumas coisas

Luna : que ?

Ruggero : levar você pra compara roupas

Luna ta Bom vai , eu aceito , mas nao pense que eu estou me aproveitando

Ruggero : claro que não, eu sei que você não é assim Luna, vejo nos seus olhos ...disse ele me olhando e eu fiquei envergonhada

Luna: bom...estou morrendo de fome sabe...eu disse mudando de assunto e ele riu

Ruggero : tome cafe que depois nos vamos ao shopping

Luna : está bem senhor Pasquarelli... eu disse e ele riu

Depois do café eu vesti a roupa que havia vindo pra cá e fomos ao shopping, Ruggero me deu um cartão e disse que eu comprasse o que eu precisava , ele iria resolver uma coisas e já voltava para me buscar , disse ta bem pra mim ir ao salão de beleza e depois escolher uma roupa pra irmos almoçar e foi o que eu fiz , comprei algumas coisas e ame aprontei pra sairmos

Ruggero : nossa você está lindíssima...disse ele vindo até mim

Luna : obrigado...sorri

Ruggero : vamos , temos reservas no restaurante indiano, quero que você prove nossa comida

Luna : ai que chique , vamos sim

Seguimos para o restaurante e logo chegamos, Ruggero estacionou e descemos do carro , entramos no restudante e havia muitas pessoas , muitas mulheres bonitas Tam bem, boa opotunifafd para Ruggero ver sr gosta de alguma

Luna : huuum, tem moças bonitas aqui....djsse me sentando

Ruggero : é mesmo? Disse ele me olhando

Luna : você não achou nem huma interessante?

Ruggero: sim , tem uma muito interessante

Luna : Cadê ? Qual delas ? Perguntei procurando

Ruggero : essa aqui na minha frente ...disse ele pegando na minha mão

Luna : ai Ruggero, eu tava falando das moças ao redor...eu disse envergonhada

Ruggero : Sabe que nem reparei...disse ele rindo e eu ri tambem

Luna : o que vai pedir ?

Ruggero : posso pedir pra nós dois ?

Luna : deve , pois eu nao conheço nadinha

Ruggero : ok então

O almoço foi muito bom e divertido, Ruggero me fez provar de tudo um pouco , depois foram as sobremesas e foram as melhores , gostei de todas, quando terminamos fomos pra casa

Luna : nossa , estou exausta...eu disse me sentando no sofá

Ruggero: Agora eu preciso ir para a minha empresa Luna, fique a vontade a casa é sua lembre disso

Luna : ok

Ruggero: mas tarde estou de volta...disse ele saindo

Aproveitei pra arrumar as minhas coisas que eu havia comprado e depois dormi um pouco, pois eu estava mesmo cansada de tanto andar e de comer tanto também...sera que agora as coisas iriam seguir bem ? Sempre que as coisas estão tomando um rumo bom acontece algo pra estragar tudo , eu nunca consegui ficar em paz....mas , algo me diz que dessa vez vai ser diferente  


Notas Finais


Até mais pessoal ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...