História Obsessão - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jensen Ackles, Lucy Hale
Tags Terror
Exibições 55
Palavras 1.385
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo para vocês...
Espero que gostem..
Boa leitura <3

Capítulo 11 - Texas


Fanfic / Fanfiction Obsessão - Capítulo 11 - Texas

Eu olhei de um lado para o outro, procurando por alguém..

-Dean...? –ouvi alguns passos e me virei rapidamente, suspirei aliviada ao ver ele ali-

-Desculpe Les, não quis assustar você.. –ele veio me abraçar-

-Tudo bem... descobriu algo? –ele me soltou devagar e olhou em meus olhos segurando minhas mãos-

-Arrume suas malas, nós vamos ao Texas visitar minha mãe....

***

Após pagarmos nossas passagens e embarcarmos rumo ao Texas, Dean me olhou, deve ter reparado que eu estava aflita..

-Você está bem Les? –ele perguntou sorrindo fraco, balancei a cabeça negativamente- qual o problema? –a preocupação era refletida por seu tom de voz-

-E se realmente não existir a cura? E se sua mãe não souber nada a respeito? E se ela não gostar de mim? –Dean riu após minha última fala- não tem graça tá bom... –cruzei os braços e fiz bico-

-Ahh.. tem graça sim! Leslie.. com tantas coisas para se preocupar, você vai pensar logo que ela não vai gostar de você? Deixa eu te explicar uma coisa.... não tem como não gostar de você.... tudo bem que a dona Michele tem as maluquices dela, mas você Les é... perfeita, em hipótese nenhuma passaria pela cabeça dela que você não é um tipo de garota correta.. –eu simplesmente sorri pela forma de como ele havia falado-

-Então... sou perfeita? –levantei uma sobrancelha, Dean me olhou com um pouco de raiva, mas riu em seguida-

-Apenas... aproveite a viagem.

***

Michele nos aguardava no aeroporto, assim que descemos do avião, olhei para Dean e respirei fundo, ele riu fraco balançando a cabeça negativamente, dei um empurrão leve nele...

-Precisa de mais força para me derrubar Leslie... –Dean disse rindo, franzi o cenho o olhando-

-Não me subestime, se eu quisesse te derrubar, derrubaria –peguei minha mala e saí andando na frente, Dean me segurou pelo braço e me olhou-

-Você deveria me esperar, já que não conhece o rosto de minha mãe, não acha? –quando abri a boca para responder, fui interrompida por uma voz feminina, olhei para trás e me surpreendi com o que vi, Dean abraçou Michele com todas as suas forças, ele conseguia transmitir todo o carinho que ele sentia por ela. Como eu sabia que era ela? Não era tão difícil adivinhar, Dean é o xerox de Michele..

-Ah meu bem.. que saudade.. –Michele acariciava os cabelos de Dean, enquanto ele a abraçava-

-Senti sua falta mãe..

Aquelas palavras realmente me comoveram, se fosse
à alguns dias atrás, eu realmente pensaria que não passava de apenas um teatro do Dean, mas agora não.. eu vejo que é verdadeiro, ele realmente pode ser capaz de amar alguém, coisa que nunca passou pela minha cabeça enquanto ele tentava me matar, interrompi meus pensamentos quando os vi se aproximarem de mim.

-Mãe, essa é a Leslie, ela vai passar um tempo conosco.. –Michele se aproximou e me examinou bem, foi como se todas as partes do meu corpo tivessem travado, e então ela disse:-

-É um prazer conhece-la querida.. você é  muito bela... –tais palavras foram como um alivio para mim, sorri em agradecimento-

-O prazer é todo meu... –ela me abraçou meio que me cumprimentando melhor-

-Vamos? A viagem foi bem cansativa, queremos descansar um pouco –Dean disse sério, como se algo estivesse acontecendo, para não questionar, assenti com a cabeça-

-Ah.. claro! Tenho uma surpresa para você meu bem.. –disse Michele entrando em um carro preto, Dean pegou nossas malas e as colocou no porta malas-

Seguimos o caminho todo em total silêncio... Michele parou o carro em frente a uma casa bem grande, por fora parecia até aquelas casas de filme, olhei para Dean indignada por ele não ter falado nada sobre ele ser de família rica, tudo bem que não era obrigação dele nem nada mas... ele poderia ter avisado... Dean nem se quer me olhou de volta, ele estava completamente estranho desde aquela hora no aeroporto, talvez eu precise conversar com ele depois..

-Dean, você se lembra do Dave? –Michele perguntou enquanto entravamos na casa-

-Ah.. o idiota que te comeu? Claro que sim! –Dean disse com raiva, Michele o olhou, eu realmente não sabia o que fazer-

-Dean! Você sabe que não foi bem isso que aconteceu... –Michele, tentou parecer calma, mas... foi em vão- eu só queria dizer que.. estamos noivos agora, e Dave está morando comigo... –Dean se aproximou dela, com os olhos totalmente avermelhados-

-Noivos? Michele! O cara te come, te engravida depois some sem dar nenhuma satisfação, e você ainda volta com ele? Ou ele é bom de cama, ou tem mais grana que John tinha, antes de você dar o golpe nele também..–antes que ele continuasse eu o olhei e o interrompi-

-Dean... pare! Isso não vai te levar a nada, vamos subir está bem?! –ele pareceu não ouvir uma só palavra que eu dizia-

-Não foi assim que te eduquei Dean.. –Michele disse enquanto as lágrimas rolavam por seu rosto-

-Não foi mesmo! Quem me educou foi minha avó, enquanto você ficava nos hotéis baratos dando pra qualquer um!

-Já chega! –disse um cara alto, loiro e forte vindo em direção ao Dean-

-Ahh.. chegou quem faltava para o circo ficar completo... –Dean disse batendo palmas ironicamente- Como vai, Dave? 

-Dean, por favor, me escute... –eu disse virando seu rosto para mim, o que me deu a impressão de que por um único momento, ele realmente estava me escutando- se controle.. por favor.. –sussurrei enquanto eu segurava em seu rosto-

-Foi um erro ter vindo, vamos para casa Leslie.. –ele disse me encarando-

-Michele, seria muito pedir um momento à sós com ele? –Michele fez que não com a cabeça, sendo assim, ela e Dave deixaram o local- Dean... você tem que aprender a se controlar... –eu disse baixinho olhando em seus olhos-

-Eu não sei o que acontece comigo Les.. por mais que eu tente.. não consigo me controlar... eu sinto muito...

-Eii... se acalme, vai ficar tudo bem, você sabe que estamos aqui para te ajudar não sabe? –ele fez que sim com a cabeça- o que costumava fazer quando ficava em casa?

-Normalmente, eu saia com meus amigos, mas.... –Dean fez uma pausa, a raiva que eu achava que teria passado, estava aumentando cada vez mais, olhei para ele sem saber ao certo o que dizer, Dean começou a dar socos em sua própria cabeça saindo totalmente do controle-

-Dean.. Dean.. pare!! –eu gritava tentando segurar suas mãos, mas tudo estava sendo em vão, eu me desesperei e lágrimas já se formavam em meus olhos-

-Eu sinto muito Leslie.. eu.. sinto.. muito... –Dean dizia enquanto se sentava no chão, abraçando suas próprias pernas, sentei ao seu lado, sem entender o que se passava por sua cabeça-

-Dean.. o que houve? –eu não sabia ao certo se realmente deveria perguntar, mas.. eu não tinha outra opção já que eu realmente queria ajuda-lo-

-Eu matei... matei todos eles Leslie.... todos.... –eu esperava por outra coisa, nada tão grave assim, me calei por completo, tendo certeza que ficar quieta era minha melhor opção, eu observava as lágrimas querendo sair dos olhos de Dean, assim como queriam sair dos meus, engoli em seco, ele retomou sua fala- você não precisava saber disso.. eu sinto muito- ele disse completamente seco se levantando e me deixando ali, Dean saiu rua à fora, apenas o deixei ir-

***

Saí do banheiro enrolada na toalha, quando abri a porta avistei Dean sentado na cama me olhando..

-Me desculpe por ter te deixado... –ele disse me olhando, balancei a cabeça negativamente-

-Não tem que se desculpar Dean... eu só queria entender o que se passa na sua cabeça... –eu disse  me sentando ao seu lado, Dean não parava de olhar meu corpo, me causando total desconforto, tossi falso, ele desviou o olhar-

-Leslie.. poderia por favor.. por uma roupa? Michele e Dave saíram, eu queria sair também... vamos à um restaurante, pode ser? –Dean emendou tudo o que queria dizer, demorei um pouco para entender ao certo o que ele queria, dei uma pequena risada e assenti com a cabeça-

-Me espere pronto lá em baixo, desço daqui uma hora.. –vi o espanto em seus olhos quando disse “uma hora” mas ele nem sequer tocou no assunto, apenas assentiu e deixou o quarto.

 


Notas Finais


Eu gostaria que os leitores fantasmas aparecessem, adoraria conhece-los..
Até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...