História Obsessão!!! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Exibições 32
Palavras 2.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vamos continuar.

Capítulo 10 - Vamos fazer arte!!!


Fanfic / Fanfiction Obsessão!!! - Capítulo 10 - Vamos fazer arte!!!

Conforme os dias passavam, os meninos ficavam cada vez mas preocupados comigo, pois por várias vezes o poderoso chefao me atacou, ele me perceguia cada vez mas, os meninos eram obrigados a me dar seus sangues um a cada dia, pois só assim o pai deles não podia me tocar, minhas veias tinham que estar calmas pra ele poder me possuir. Em uma manhã depois que acordamos e fizemos nossa higiene pessoa, nós fomos tomar café, nós estávamos conversando quando meu celular tocou, era uma mensagem me informando que eu precisava comparecer ao curso de arte e não podia mas adiar, eu então resolvi ir e informei os meninos.

Kami: Ei pessoal, eu preciso comparecer no curso de arte oh.

Chanyeol: Arte? 

Kami: Anrham.

Baekhyun: No de maquiagem ce nunca mas apareceu né, tá me devendo uma make.

Kami: Vai te lascar garoto.

D.O: Eu levo você.

Kami: Ótimo, kd o Chen e o kai hein? - eu perguntei assim que senti falta deles.

Baekhyun: Saíram mas cedo. 

Kami: Ata. - eu notei que D.O não tava muito legal, parecia tá doente.

Kami: Ei D.O você tá bem?

D.O: Sim. - ele respondeu com a cabeça deitada na mesa.

Chanyeol: Cara não mente, você sabe que não tá bem.

Kami: O que ele tem gente?

Baekhyun: Ele precisa satisfazer seus desejos sexuais, mas faz tempo que fica evitando, ele precisa de você Kami.

D.O: Não preciso não. - ele cravava as unhas na mesa e arranhava.

Kami: Mas o Chanyeol falou que eu não posso ainda.

D.O: Você nao pode e nem vai ceder aos meus desejos, eu já falei que não quero me envolver com você, agora vai se arrumar e vamos sair,eu preciso trabalhar.

Kami: Tá bom. - eu fui me arrumar e quando terminei eu fui pra sala e fiquei esperando o D.O, não demorou muito e ele começou a buzinar do lado de fora, eu entao fui até o carro, entrei e nós seguimos pra onde seria a minha aula. No caminho D.O tava agitado, ele mordia o lábio, apertava o volante e seu corpo arrepiava, parecia que tava recebendo um encantado.

Kami: Ei o que tá acontecendo com você? Desde cedo ce tá estranho. - eu fiquei meio assustada com o jeito dele.

D.O: Não ouviu o que o Baekhyun falou? Eu preciso matar meus desejos Kami, mas não quero me deixar levar por essa louca vontade, eu tô desejando você todo tempo, mas não vou te dar meu veneno. - ele falava com uma voz grossa e respirava ofegante.

Kami: Tenta se acalmar. - eu falei passando a mão no braço dele e isso só piorou a situação.

D.O: Huuuuuuuu Kami aah ahaah Aaah...- ele botou sua mão na minha virilha e começou a apertar, enquanto dirigia e mordia o lábio.

Kami: Aaaaiiiii D.O você tá me machucando, pára. - Depois de um tempo quase quebrando minha perna, nós chegamos no local da aula e ele finalmente me soltou, eu desci do carro e fui até o prédio do curso e D.O foi pro trabalho, chegando na recepção do local, eu dei os meus dados pessoais e logo fui encaminhada até a sala onde teria a tal aula, então eu fui até lá e chegando eu me sentei numa cadeira no fundo da sala, já tinha alguns alunos lá conversando, eu peguei meu celular, botei uma música pra tocar,coloquei meu fone no ouvido, fechei os olhos e fiquei curtindo as músicas, tava eu lá de boa quando alguém tira meu fone de um lado e fala comigo.

Xiumin: Olá, você é aluna nova? - eu abri os olhos e me deparei com uma coisinha tão fofinha que me deu logo vontade de apertar, era um garoto dos olhinhos puxados e também graúdos de cor castanha, cabelos loiros, ele era muito bunitinho, ele tava sentado na minha mesa e olhando pra mim.

Kami: Sou nova sim, quem é você? E que intimidade é essa de chegar tirando meu fone? - olha eu fingindo tá zangada.

Xiumin: Desculpa, só vim me apresentar, Olá eu me chamo Xiumin, qual seu nome? - ele falou me dando a mao; izy o bixinho é gostosinho.

Kami: Eu me chamo Kami. - Eu falei segurando a mao dele e senti um choque que me fez puxar a mão, então eu voltei à minha posição anterior.

Xiumin: Eu posso sentar aqui do seu lado?

Kami: Tanto faz. - falei sem nem me mover, ele sentou e ficou quieto, derrepente eu ouvi uma voz feminina do meu lado.

Garota: Olá meu lindo e delicioso Baozi. - eu abri os olhos e vi uma criaturinha magrela sentada no colo dele e o beijando a boca, ele beijava ela e olhava pra mim, aaaah sem vergonha.

Xiumin: Uau gatinha o que foi isso? É só saudade do seu xiumin? - ele falou quando parou de beijar ela e apertava seu bumbum, eu olhava praquela cena e Sentia raiva, sei nem porque.

Kami: Se você quiser transar com tua mulherzinha, sai de perto de mim, Motel existe é pra isso. - eu falei olhando com raiva pra eles e o nojentinho sorriu.

Xiumin: Hahahaha... tá com inveja, ciumes ou com vontade de participar? - o idiota me olhava com uma sobrancelha erguida e um sorriso safado.

Kami: Aff me polpe, eu não tenho inveja de sexo até porque isso eu tenho quando quiser, ciumes eu também não tenho porque não te conheço e participar dessa nojeira eu não quero. - A raiva já começava a querer me dominar.

Xiumin: Então fica quietinha aí tá e não atrapalha. - ele puxou a cabeça dela selando seus lábios enquanto apertava sua cintura, aquilo me dava arrepios e tesao, derrepente eu ouvi uma voz sussurrando em minha mente.

"Não tente resistir linda, eu sei que você queria estar aqui no lugar dela, me beijando e sendo penetrada por mim, olha e imagina que é você".

Eu então olhei pra eles, e ele lambia o pescoço dela e quando piscou pra mim, eu tremi e dei um gemido baixinho, eu não suportei mas aquilo e sair da sala e fui em direção ao banheiro, chegando lá eu liguei a torneira, molhei meu rosto e fiquei de cabeça baixa respirando ofegante, meu corpo parecia pegar fogo, aquele ser lindo e com certeza delicioso só podia ser irmão dos outros, enquanto eu pensava de cabeça baixa e com as mãos na pia, uma voz sussurou em meu ouvido por traz de mim.

Xiumin: Tá doidinha né? Eu sinto o teu corpo esquentar e me desejar, você me quer? - eu me arrepiei toda e dei um gemido, ele me abraçou e começou a beijar e lamber meu pescoço.

Kami: oooh oooh pára com isso. - eu delirava com suas mãos deslisando em meu corpo.

Xiumin: Nossa Kami sua pele é tão massia, teu cheiro é tão gostoso, eu quero te provar toda, assim como meus irmãos fizeram - ele me impressionou na pia e rebolava esfregando seu pênis em meu bumbum enquanto puxava meus cabelos e me deixava louca.

Kami: Uau que delícia, isso tudo é teu? - eu me referia ao seu membro.

Xiumin: É nosso, vem provar ele vem. - ele me virou de frente pra ele, abriu seu zíper, botou seu pênis pra fora, se encostou na parede e começou a se masturbar levemente me olhando com cara de safado.

Kami: Nooossaaaa, de onde saiu tudo isso garoto? Você só não tem altura né, mas no material tá de parabéns. - eu lambia os lábios adimirando aquele pênis enorme e lindo.

Xiumin: Ele também é bem gostoso, vem provar. - ele me chamou e eu entao fui até ele, me abaixei e comecei a passar a língua em seu membro bem devagar o fazendo delirar se tanto prazer.

Xiumin: Wooooow que delícia, isso assim, castiga seu Xiumin vai. - ele pediu e eu obedeci, segurei seu membro com uma mão, apertei sua cocha com a outra mão, abocanhei seu lindo membro e comecei a masturba-lo com a boca e com a mão.

Xiumin: Aaaah puta que pariu cara ce é ótima, acelera vai e me faz gozar bem gostoso. - eu então acelerei e ele começou a esmurrar a parede e não aguentando mas, ele gozou e eu engoli todo seu néctar quente e delicioso.

Kami: Ai que delícia. - eu falava levantando e lambendo os lábios me deliciando daquelo néctar quentinho e delicioso.

Xiumin: Obrigado linda, agora me deixa te provar vai. - ele tirou minhas roupas e as dele e me sentou na pia do banheiro.

Kami: Opa com prazer meu querido. - ele começou a me penetrar e foi então que eu me toquei que estávamos no banheiro e alguém podia entrar e nos ver.

Kami: Ei ei pára. - eu falei e ele parou.

Xiumin: O que foi?

Kami: Cara estamos no banheiro.

Xiumin: E o que tem isso?

Kami: Se alguém estrar aqui vai nos ver.

Xiumin: Calma gatinha, ninguém vê o invisível, agora vamos continuar. - eu não entendi nada e ele começou a me estocar maravilhosamente, ele segurava meu bumbum e me puxava fazendo seu membro entrar e sair da minha vagina.

Kami: Aah Aaaaah que maravilha, gatinho você é ótimo. - eu falava em meio a gemidos.

Xiumin: Você que é uma delícia, oooh oooh que vagina quentinha, você me deixa maluco.

Kami: Me fode com força vai. - ele acelerou e derrepente algumas garotas entraram no banheiro, inclusive a quenguinha que tava beijando ele na sala de aula, eu gelei com elas se admirando no espelho e o xiumin me estocando sem nem se importar com nada.

Kami: Caracas, pára pára...- mas uma vez ele parou.

Xiumin: Arsh o que foi dessa vez?

Kami: Tá olhando as garotas aqui do nosso lado não?

Xiumin: Sim, mas elas não podem nos ver, nos tocar e nem nos ouvir.

Kami: Sério?

Xiumin: Sim. - eu tentei dar um tapa na quenga dele mas não consegui, eu parecia um fantasma.

Kami: Uau que loucura muito louca.

Xiumin: Isso é a minha arte, agora ver se não me atrapalha mas não. - ele voltou a me estocar e ainda com mas força, foi quando a piriga começou a contar pras amigas dela o que fazia com xiumin na cama, eu fiquei com tanta raiva que cravei minhas unhas na costa dele e comecei a arranhar.

Kami: Desgraçado, você não vale nada. - ele segurou meu pescoço e sorria sem parar de me estocar.

Xiumin: Hahahaha eu não tenho culpa se sou irresistível. - eu então meti a mão na cara dele.

Kami: Idiota, safado, aaaaah aaaah, você agora é só meu aaaiiiii...- eu gritei no momento em que senti que ia gozar, meus cabelos e olhos ficaram vermelhos e minhas garras ficaram expostas, ele também começou a desmonstrar que ia gozar e seu cabelo e olhos ficaram negros e suas enormes presas cresceram, quando ele acelerou e quando nós íamos gozar, ele mordeu meu pescoço e nós gozamos juntos, aquela sensação era maravilhosa.

Kami: Ooooh xiumin você é muito gostoso. - eu falava rebolando em seu membro sentindo seu gozo jorrando dentro de mim.

Xiumin: Nossa gatinha você é do jeito que eu gosto, safadinha e quente. - ele falava e lambia os lábios se deliciando do meu sangue.

Kami: E você também é lindo e maravilhoso, eu quero você mas vezes viu.

Xiumin: Com certeza, você me terá sempre que quiser, é só chamar, agora vamos voltar pra aula. - ele falou depois que se afastou e começou a se vestir.

Kami: Tá certo. - eu desci da pia e me vesti também, nós voltamos pra sala de aula e lá mas uma vez xiumin nos deixou invisíveis e transou comigo encima da mesa no meio da sala de aula, pense numa adrenalina muito louca. Quando terminamos, ficamos quietos e assistimos o resto da aula, depois nos despedimos, eu fui pra casa e ele foi embora, quando cheguei em casa, eu tomei um banho, vesti uma roupa, botei um pacote de pipoca no microondas e quando ficou pronto, eu fui assistir tv com Chanyeol que tava em casa, eu me sentei do lado dele e meu corpo começou a esquentar de novo, Chanyeol era o insaciável e eu também já era assim, mas com seu veneno em minhas veias eu fiquei pior, não podia ficar a sós com ele que não conseguia me controlar, e naquela hora eu queria ele.

Kami: Chanieeeeeee...- eu falei com voz manhosa sentando no colo dele ficando encaixada em sua cintura e ele se assustou.

Chanyeol: Opa, o que foi?

Kami: Sabe o que é? É que eu queria um pouquinho daquilo que doe mas é gostoso. - eu já rebolava encima de  seu membro e comecei a lamber e beijar seu pescoço.

Chanyeol: Huuuuuuuu, gostou da potência do Chanyeol né? - ele delirava com meus Beijos e segurava minha cintura me fazendo rebolar com mas força.

Kami: Ooooohhh eu adorei e quero mas agora.

Chanyeol: Opá, só se for agora delícia. - ele me carregou e me levou pro quarto, adivinhem só o que rolou, hahahaha imaginem só...



Notas Finais


Iai gostaram desse capítulo? Espero que sim.
Até o próximo.
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...