História Obsessão!!! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Exibições 56
Palavras 2.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vamos continuar?
Traz a pipoca e o refri e simbora curtir mas um pouco dessa história babadeira.

Capítulo 3 - Make!!!


Fanfic / Fanfiction Obsessão!!! - Capítulo 3 - Make!!!

Depois daquela noite estranha e pavorosa que tive com Chen, eu finalmente despertei e já era de manhã, eu ainda me sentia meio fraca e como tinha o poder de me refazer, eu me concentrei e comecei a me curar, ainda bem que Chen não me deixou tão debilitada, eu só havia sido bastante machucada antes por um vampiro, ele era mau, ele não tinha pena de nenhuma de suas vítimas e o veneno dele me fez ficar assim, foi ele quem tirou minha pureza e me transformou em vampira e imortal e so ele poderia me tirar ela apartir da hora que me possuice de novo, mas ainda bem que ele morreu a muitos anos atrás.

Depois de me curar, eu levantei da cama e fui tomar um banho, Depois de terminar, eu vesti uma roupa e fui tomar uma bolsa de sangue e tentar melhorar. Enquanto eu tomava aquele sangue frio e com o gosto horrível, eu pensei em tudo o que Chen me falou e talvez aquilo tudo fosse só um jeito que ele achou de me amedrontar e não o matar.

Eu fui até a sala, pequei meu tablet e comecei a pesquisar algumas coisas, eu me toquei de que não poderia ficar o tempo todo só trancada naquela casa, eu precisava seguir enfrente e curtir minha imortalidade. Enquanto pesquisava, eu vi que tinha uma empresa na Coréia que sedia vários cursos pra jovens, eu entao decidi me inscrever em alguns, eu me inscrevi em dança, maquiagem e artes, mandei meus dados e agora era só esperar ser chamada.

Alguns dias se passaram e meu estoque de sangue acabou, eu não podia ficar sem minha vitamina, eu teria que procurar uma vítima pra matar minha sede, mas precisava esperar a noite chegar pois de dia chamaria muita atenção. Quando a noite chegou, eu olhei pela janela e avistei um casal namorando na pracinha perto da minha casa, eu sair e fui em direção a eles.

Kami: Boa noite. - eu falei já perto do casal.

Rapaz: Boa noite. - a mocinha só me olhava com raiva, eu desperto esse sentimento nas mulheres por causa do meu cheiro.

Kami: vocês por acaso viram um cachorrinho perdido por aqui? É que o meu fugiu e eu não consigo encontrar ele. - eu falava fazendo minha cínica cara de choro.

Rapaz: Desculpa mas nós não vimos nenhum cachorro por aqui.

Kami: Tudo bem então, obrigado pela informação e desculpa pelo encomodo. - eu falei dando a mão pra eles que seguraram a minha e ficaram tontos, como já os tinha em meu total controle, eu segui sorridente pra casa, quando fui atrevessando a rua um carro veio em alta velocidade e freiou encima de mim.

Kami: Tá maluco seu idiota, quer me matar? - eu falei dando um murro no capuz do carro, foi então que vi o vidro de traz baixar e alguém falou comigo.

- Ainda não minha linda, ainda não. - ele levantou o vidro rapidamente e foi embora, eu só consegui ver que era um homem branco, vestido de preto, meu coração por um momento quase voltou a bater e meu corpo arrepiou ao ouvir sua voz, mas eu resolvi não dar muita importância pra aquilo e segui pra minha casa, chegando lá minha sede aumentou e  não demorou muito e eu comecei a dominar os pensamentos daquele casal e os fiz ir a meu encontro. Quando eles entraram em minha casa, eu usei meu poder de empinotismo na moça e a fiz ficar quietinha, fui pra cima do rapaz e cravei minhas presas em seu pescoço sugando seu sangue, ele se debatia e me pedia pra parar, mas eu nunca era boa com minhas vítimas, quando ele desmaiou, eu partir pra cima da mocinha e suguei seu sangue também, quando terminei, eu soprei seus ouvidos fazendo eles esquecem de tudo o que aconteceu ali, usei meu poder de telepatia pra os tirar da minha casa, os joguei em uma rua e voltei pra dentro de casa.

No outro dia eu recebi uma mensagem em meu celular me informando que eu havia sido selecionada para um curso de maquiagem em uma agência de modelos, eles me mandaram o endereço e eu entao segui até lá, chegando lá, eu preenchi uma ficha e fui encaminhada até uma sala para esperar a professora e meu modelo. Algum tempo depois a professora chegou e nos deu alguns materiais para iniciar o curso, eu estava arrumando meu material quando meu modelo chegou.

- Olá, onde eu sento pra começarmos? - a voz dele era leve e sensual ao mesmo tempo, eu levantei a cabeça e me deparei com um lindo coreano que mas parecia um bebê, ele tinha olhos puxados, cabelos negros e um sorriso inocente e ao mesmo tempo indecente, eu sentir meus desejos sexuais começarem a querer fluir e já o desejava pra mim.

Kami: Olá, você pode sentar nessa cadeira aqui. - falei mostrando a cadeira que tava perto de mim e que ficava de frente pra um grande espelho, ele sentou e ficou olhando eu tremendo e terminando de arrumar as coisas.

- Calma querida, não precisa tremer tanto assim, eu sou só um modelo, não precisa ter medo de mim pois eu não mordo. - é só um modelo mas não tira o fato de me deixar louca.

Kami: Desculpa, eu só tô um pouco nervosa. Posso começar?

- primeiro me diga quem é você, quero saber o nome de quem vai tocar no meu rosto. 

Kami: É...eu me chamo Kami.

- Prazer linda Kami, eu me chamo Baekhyun.

Kami: Prazer Baekhyun. Posso começar?

Baekhyun: Claro. - ele fechou os olhos e jogou a cabeça pra traz a deitando na costa da cadeira e eu comecei a maquiar aquele lindo rosto de menino que ele tinha, eu ficava o adimirando enquanto o maquiava e derrepente uma voz invadiu a minha mente.

Voz: Não se engane comigo querida, eu posso parecer um menino, mas sou feroz igual um lobo e terei você pra mim. - nesse momento eu peguei um susto e quando olhei pro meu modelo, ele me olhava com cara de desejo e mordia o lábio, foi então que caiu a fixa que era ele invadindo meus pensamentos, eu entao decidir parar e sair dali, mas fui impedida por ele segurando meu pulso.

Baekhyun: Nem pense em sair daqui, não vai adiantar, eu irei te achar sempre que eu quiser. - ele falava segurando o meu pulso e quando olhei ao meu redo, todos estavam totalmente parados como se o tempo tivesse congelado, só eu e ele que nos moviamos.

Kami: Por favor me solta, eu nem te conheço. - eu fiquei totalmente apavorada.

Baekhyun: Hahahaha... você realmente não me conhece, mas eu te conheço linda Kami, você é uma vampira impiedosa que maltrata suas vítimas e as deixa morrendo aos poucos e isso te causa prazer, você também é uma linda e gostosa mulher que além de ter sede em sangue, tem uma sede maior ainda por sexo e prazer, e que agora será minha também. - Ele levantou da cadeira e com toda paciência terminou de passar  o delineador em seus lindos olhos que agora estavam vermelhos, eu não conseguia sair dali porque ele tava dominando meus pensamentos e vontades.

Kami: Eu não consigo me mexer. - eu tentava me mover mas não conseguia.

Baekhyun: Hahaha...você acha que é a única que pode dominar os movimentos das pessoas e seus pensamentos? Pois fique sabendo que não é querida, esse é o meu melhor truque. - ele falava segurando o delineador e me olhava pelo espelho.

Kami: Por favor me deixa ir, o que eu te fiz pra você fazer isso comigo?

Baekhyun: Você foi transfomada por nosso pai, veio pra cá, provou do veneno do nosso satélite e nos despertou desejos, você é mau Kami e nós não somos, nós não maltratamos seres inocentes como você sempre fez, você merece ser castigada cada dia e hora de sua existencia e nós estamos aqui pra isso. 

Kami: Você não é mas forte que eu. - eu fiquei com raiva e fiz minhas presas ficarem expostas tentando intimidar ele.

Baekhyun: Ownt que fofinho, o projeto de vampira tá com raivinha é? Tá duvidando de mim vadia? - nessa hora seus cabelos ficaram vermelhos no tom de seus olhos, ele apertou um frasco de delineador nas mãos e eu senti meu pescoço sendo apertado.

Kami: Me solta seu desgraçado, você vai quebrar meu pescoço. - eu falava tentando respirar enquanto ele só apertava cada vez mas e sorria cinicamente e ajeitava seus cabelos.

Baekhyun: Hahahaha...Vem cá vem, faz o que sabe fazer, sei que você é insaciável. - ele falou virando de frente pra mim e me puxando pra junto de seu corpo com seu poder, assim que nos encostamos, ele me abraçou pela cintura e começou a cheirar meu pescoço.

Kami: Aaaaah eu não vou transar com você seu ser imundo. - eu tentava resistir, mas sentia muito desejo por ele, baekhyun lambia meu pescoço, me apertava e sussurava em meu ouvido.

Baekhyun: Caralho você é muito gostosa por fora, preciso saber se por dentro também é. - seus sussurou me deixavam louca e me faziam o desejar cada vez mas, eu cravei minhas unhas me seu quadril e ele gemeu, espremeu os olhos e mordeu os lábios.

Kami: Aaah eu quero você, aaaaah não não não, me solta seu idiota. - eu me deixei levar pelo desejo por um momento e admitir que o desejava, afinal, ele era o que eu mas queria naquele momento, mas não me deixar levar por ele.

Baekhyun: Pois me prove querida. - ele falou me empurrando um pouco e abriu o zíper de sua calça, ele botou seu lindo e enorme pênis pra fora, me puxou pelo cabelo e me fez abaixar de vez.

Kami: Não, eu não quero você, me solta. - eu falava tentando levantar mas ele não deixava.

Baekhyun: Cala a porra da boca e me chupa sua Vadiazinha de merda. - ele segurou minha cabeça e me fez abocanhar seu pênis, eu até pensei em morder, mas ele era delicioso demais, eu entao comecei com movimentos de entra e sai  com a boca em seu membro e ele delirava segurando minha cabeça, ele começou a me fazer acelerar cada vez mas.

Baekhyun: Aaaaah que delícia, que boca maravilhosa, pra quem já tem mas de 500 anos, você até que ainda tá ótima, isso continua vai. - ele me fez acelerar até que gozou na minha boca, eu tentei tirar o membro dele da minha boca pra não engolir seu gozo, mas ele não deixou.

Baekhyun: Só gosta de sangue querida? Meu leitinho também é bem gostoso, engole tudo vai. - ele pressionou minha cabeça em seu membro até eu engoli todo seu néctar. Ele então me levantou e me botou de frente pro espelho, ele tirou minhas roupas e as dele, seu corpo era perfeito, ele então me vergou um pouco na penteadeira e me penetrou.

Kami: Desgraçado, Ser das trevas, me solta. - eu falava de olhos fechados sentindo aquele membro delicioso me estocando e eu me fazia de difícil mas ele sabia que eu tava adorando, e sorria me olhando pelo espelho.

Baekhyun: Hahahaha...Ser das trevas eu não sou, mas sou filho de um deles, agora olha pro espelho e veja a tua imagem sendo possuída por mim. - ele falou segurando um pescoço e me fazendo olhar pro espelho, ele olhava pra mim com seus lindos olhos delineados e vermelhos como fogo.

Kami: Eu tenho nojo de você seu imundo. - eu olhava pra ele com meus olhos e cabelos vermelhos enquanto ele me estocava e se deliciava da minha vagina, eu continuava me fazendo de durona mas só sentia cada vez mas prazer.

Baekhyun: Eu também te odeio mas não posso deixar de admitir que você é bem gostosa e pára de fingir, eu sei que você tá gostando, afinal, era isso que você queria a séculos, não era?

Kami: Era sim, mas não com você.

Baekhyun: Sinto muito em te decepcionar meu amorzinho. - ele não parava de me olhar pelo espelho enquanto me estocava e aquilo era realmente maravilhoso.

Baekhyun: aaaaaahhhhhh aaaah caralho eu gozar. - ele acelerou suas estocadas e quando sentiu que ia gozar, ele cravou suas presas nas minhas costas e começou a sugar meu sangue enquanto gozava e eu mas uma vez me senti fraca e incapaz de me defender.

Kami: Aaaaaiiiiiii isso doe, não me mata por favor. 

Baekhyun: Hahahaha haahahaha é tão maravilhoso te ouvir implorando pra nao ser morta, assim como tuas vítimas faziam e você nem se imporava, eu infelizmente não posso te matar, só quem te deu a imortalidade é quem pode fazer isso,mas se eu pudesse, eu não pensaria duas vezes antea de fazer.  - ele falou depois de sugar uma boa parte do meu sangue e sair de dentro de mim me deixando cair no chão.

Kami: Me ajuda, eu não consigo levantar. - eu levantava a mão pedindo ajuda pra ele que só sorria e se vestia.

Baekhyun: Hahaha...você não merece ajuda de ninguém seu ser irrepuguinante, ah, nem pense em se esconder de mim e dos meus irmãos, nós vamos te achar sempre, agora sai daqui. - eu juntei minha forças, me vesti e saí de lá cambaleando, peguei um táxi e segui pra casa totalmente tonta, chegando em casa, só deu tempo de entrar e ir até a sala, lá mesmo eu desmaiei mas uma vez.



Notas Finais


Minha nossa, Baekhyun é boca de confusão.
Quem será o próximo? Saberemos no próximo capítulo.
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...