História Obsession. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Romance
Exibições 131
Palavras 1.755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, amores💙

Capítulo 11 - Pequena vingança.


Fanfic / Fanfiction Obsession. - Capítulo 11 - Pequena vingança.

POV Amy.

Ódio, era o que eu estava sentindo por Harry Styles nesse momento. Eu ainda não estou acreditando que ele rasgou meu vestido, eu amava tanto esse vestido pelo fato dele ser lindo e de ter sido um presente do meu pai.

Me lembro até hoje do dia em que eu estava no shopping com meu pai, lembro de ter comentado o quão lindo era aquele vestido, lembro de estar deitada em minha cama escutando música em meu celular quando ele chegou com uma sacola e me entregou dizendo, " Ele é lindo, não tanto quanto você, mas é, quero que você o use em sua formatura, minha futura psicóloga".


Senti meus olhos  se enchendo de lágrimas ao lembrar desse momento.

Mãe- Amy, esta tudo bem?- sai do meu transe quando escutei a voz de minha mãe.

Eu- o que disse? Pode repetir?- perguntei a encarando.

Mãe- você mal tocou no seu café, esta tudo bem? - pergunto preocupada.

Eu- está sim- sorri- só estou cansada.

Mãe- tem certeza?- perguntou não acreditando na minha desculpa. Mães e seus poderes de sempre saber de tudo.

Eu- Sim, mãe! - falei me levantando- tenho que ir agora - lhe dei um beijo, peguei minha bolsa e sai.

Eu- Bom dia, Malik- falei ao entrar na empresa e ver Zayn  conversando com Cindy- Bom dia Cindy- sorri.


Zayn- Bom dia, princesa- falou me dando um beijo na bochecha.

Cindy- Bom dia- falou sorrindo- tenho que ir, até mais tarde amor, Tchau Amy- disse sorrindo e saiu.

Eu- Não- falei quase pulando de felicidade.

Zayn- Simm- Zayn falou confirmando o que eu  estava pensando.

Eu- aí meu Deus- falei o abraçando- desejo toda a sorte do mundo pra vocês- falei saindo do abraço.

Zayn- Obrigada princesa- falou sorrindo.

Eu- bom, tenho que ir agora- falei triste- até mais tarde.

Zayn- até princesa- Zayn disse e eu fui para o elevador.

As portas do elevador se abriram e eu sai, indo direto para a sala do Harry, arrumei o decote do meu vestido, passei a mão pelos meus cabelos e respirei fundo colocando  um sorriso safado nos lábios.

Dei duas batidinhas e ouvi um "entre".

Harry- Seja rápida, estou ocupado- falou sem nem olhar para mim.

Vamos lá Amy, você consegue.

 Me aproximando dele ficando ao seu lado. Coloquei minhas mãos nos braços de sua cadeira e o o virei para mim.

Harry permaneceu em silêncio, a única coisa que ele fez foi arquear uma de suas sobrancelhas.

Harry- O que você quer?- perguntou desconfiado, depois de um tempo em silêncio.

Eu- você- falei me sentando em seu colo- estou com saudades sabia- perguntei beijando seu pescoço.

Harry- resolveu se redimir, por não ter sido uma boa garota?- perguntou levando suas mãos até minhas coxas  as apertando de leve.

Eu- uhum- resmunguei e ataquei seus lábios, eu rebolava em seu colo enquanto nós nos beijávamos, suas mãos agora estavam em minha bunda onde ele distribuía pequenos tapas.

Separei nossos lábios quando o ar foi necessário.

Eu- eu estava pensando aqui, sabe- falei de olhos fechados enquanto ele distribuía beijos molhados pelo meu pescoço- você bem que podia me liberar mais cedo hoje.

Harry- Por que eu a liberaria mais cedo?- perguntou passando suas mãos pelas minhas costas tentando abrir o feixe do meu vestido.

Eu- pensei em passar no sexy Shop, e compra alguma coisa, sei lá, pra gente se divertir um pouco- falei passando minhas unhas em sua nuca o fazendo se arrepiar.

Harry- acho que posso te liberar mais cedo- sorriu safado.

Eu- se importa se eu sair as três? Para dar  tempo de comprar as coisas ir para casa e me arrumar- perguntei dando mais uma rebolada em seu membro que estava dando sinal de vida.

Harry-  estará liberada as três- falou e gemeu logo após pois eu levei minha mão até seu membro e dei um leve aperto ali.

Eu- ótimo- lhe dei um selinho- passa lá em casa as cinco, sem atrasos, pois as sete eu tenho faculdade, ou seja, teremos duas horas apenas.

Harry- estarei lá as cinco- falou com um sorriso safado- que tal o melhor Motel daqui de Londres?- perguntou apertando minha bunda me fazendo gemer.

Eu- combinado- dei um último selinho nele e sai de seu colo escutando um resmungo de sua parte.
 
Arrumei meu vestido que tinha levantado um pouco, e sai dali.

Você me paga Harry styles.

Fiquei fazendo meu trabalho até chegar a hora que eu iria sair. Quando o relógio marcou três horas em ponto eu arrumei minhas coisas e sai depressa dali.

Cheguei no shopping e fui direto para o sexy shop. Comprei  tudo que eu tinha que comprar e fui para casa me arrumar.

Cheguei em casa, tomei meu banho e fui me arrumar.

Coloquei uma lingerie vermelha que era toda rendada com alguns detalhes preto, por cima coloquei um vestido branco que era bem curto e marcava todas as minhas curvas e calcei um salto preto. Penteei meus cabelos e os deixei solto mesmo, passei nos lábios um batom vermelho forte, nos olhos apenas lápis de olho e rimel, dei duas borrifadas de perfume em meu pescoço e escutei o som da buzina.

Peguei a sacola que estavam as minha "compras" e desci.

Abri a porta e lá estava ele com aquele sorriso safado no rosto. Ele me olhou da cabeça aos pés e seu sorriso se alargou mais.

Harry me puxou pela cintura colando nossos corpos.

Harry- tá gostosa- falou cheirando meu pescoço- e cheirosa.

Ri com aquilo. Seu idiota!

Eu- vamos?- perguntei- temos pouco tempo- falei e ele assentiu.

Fechei a porta de casa e fui caminhando até o carro, quando eu ia abrir a porta para mim entrar Harry se adiantou e abriu para mim. Sorri para ele em forma de agradecimento.

Então agora você virou um cavalheiro?
O que um idiota não faz por uma transa.

Harry fez a volta e entrou no carro dando partida logo em seguida. Ele dirigia  só com a mão esquerda pois sua mão direita estava em minha coxa.

Toda vez que parávamos em algum sinal vermelho ele aproveita para beijar meu pescoço, e passar suas mãos pelo meu corpo.

Eu- Harry...... O sinal abriu- falei entre gemidos, pois ele estava apertando um dos meus seios

Harry não falou nada, apenas voltou sua atenção para o trânsito, aumentando a velocidade.

Harry- chegamos- falou após desligar o carro que já estava estacionando- vamos logo, eu não tô aguentando- disse saindo do carro.
 
Desci do carro também e segui junto dele para dentro do Motel.

Harry- quero a melhor suíte que  você tiver- falou para o homem que estava na recepção.

O homem mexeu em seu computador e após isso deu um sorriso para mim, o que fez Harry puxar-me pela cintura. As vezes eu até gostava da sua possessividade.


Xx- quarto 69- falou entregando a chave para Harry que estava com uma cara nada Boa.

Fomos para o quarto, e eu mal  abri a porta e Harry já estava me agarrando.

Eu- Eii- o empurrei partindo o Beijo- calma aí mocinho, hoje quem está no comando sou eu- falei e ele sorriu levantando as mãos em forma de rendimento- agora tira toda a roupa e deita na cama- mandei autoritária.

E assim ele fez. Quando ele está completamente nu ele se deitou na cama e ficou me encarando.

Dei um sorrisinho e me aproximei dele com a sacola em minhas mãos, tirei dali dois pares de algemas o que fez ele arregalar os olhos.

Eu- calma- ri- só vamos brincar um pouco- falei sentando eu seu colo e em seguida prendi suas mãos na cabeceira da cama.

Harry- Me solta Amy- falou sério e eu neguei com a cabeça- eu estou falando sério- disse tentando se soltar- eu quero te tocar, porra- falou já nervoso.


Sai de seu colo ficando em pé ao lado da cama, e comecei a tirar meu vestido lentamente, passando minhas mãos por todo meu corpo o provocando.

Harry- me solta- falou com os dentes cerrados.

Depois de ter tirado meu vestido fui até a sacola e tirei de lá de dentro um chicote preto de tirinhas.

Harry- você só pode estar de brin..- antes que ele terminasse acertei uma chicotada forte em sua coxa esquerda- Porra- gritou- você vai ver quando eu sair daqui- disse e outra chicotada foi dada em sua coxa esquerda.

Eu- Shiuuu- sussurrei- só fale alguma coisa quando eu mandar.

Ele apenas assentiu. Oh eu estou amando isso.

Eu- você tem sido um menino muito mal sabia, Styles?- perguntei passando as tirar do chicote em seu abdômen- responda- gritei lhe dando uma chicotada em sua coxa direita.

Harry- S-sim- respondeu ofegante.

Eu- você não anda sendo nada legal comigo- falei manhosa- e garotos maus devem ser castigados- disse passando as tiras do chicote por cima do seu membro- conte comigo ok?- disse e ele assentiu.

Eu- Um..- falei dando uma chicotada em seu abdômen.

Harry- Um- falou ofegante  fechando os olhos.

Eu- Dois- em sua coxa direita.

Harry- Dois- falou se contorcendo de dor- Amy está doendo- disse me olhando com uma cara de cachorro sem dono. Por um momento eu quase desistir de me vingar dele.

Eu- cala a boca - falei lhe dando uma chicotada no braço- Três!

Harry- Três.

Soltei o chicote no chão e fiquei de quatro na cama, comecei a beijar seu abdômen e fui descendo, descendo até chegar em seu membro.

Agarrei seu membro e comecei a masturba - lo fazendo um "vai e vem" bem lento, depositei um beijo em sua glande e o escutei gemer alto.

Harry- com a boca amor- falou entre gemidos- com a boca- falou de olhos fechados jogando a cabeça para trás.

Então eu parei tudo e ele me olhou assustado.
 
Harry- O que você está fazendo?- perguntou assustado quando viu  eu sair de cima dele e começar a vestir meu vestido.

Eu-  Bom, eu vou ir me encontrar com o Mark, e aposto que eu vou ter a melhor noite da minha vida com um homem de verdade, afinal, eu não tenho tempo para pessoas insignificantes como o senhor.

Harry-  AMY COLLINS, ABRE ESSA PORRA AGORA- gritou furioso.

Eu- Isso- sorri- Grita bem alto para que alguém te escute e possa vim tem ajudar a sair daí, pois na minha opinião o senhor está meio impossibilidade para sair daí sozinho, não acha?- sorri maldosa e sai dali o deixando  completamente nu, excitado e preso, prestes a passar a maior vergonha da sua vida.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro.

XoXo

Senhorita anoni Xx.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...