História Obsession. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Romance
Exibições 116
Palavras 1.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, amores💙

Capítulo 12 - Amanhã você ainda será esse Harry?


POV Amy.

Eu- você pode sair hoje?- perguntei para a minha melhor amiga, que falava comigo ao telefone.

Clar- você não tem faculdade?- perguntou suspirando.

Eu- tenho, mas vou faltar hoje.

Clar- aconteceu alguma coisa?- perguntou.

Eu- você brigou com o Luke não é?- sua voz denunciava que alguma coisa estava errada.

Clar- que horas eu passo na sua casa?- perguntou mudando de assunto.

Eu- vou estar pronta as oito.

Clar- tudo bem - falou e ficamos em um completo silêncio- então, até mais tarde.

Eu- até- falei e desliguei a ligação.

**

Mãe- Amy?- minha mãe me chamou.

Eu- Sim- falei abrindo a porta.

Mãe- Clar esta lá fora te esperando- falou e saiu.

Desci as escadas, me despedi de minha mãe e fui ao encontro de clar.

Eu- acho que vai chover- comentei olhando pela janela.

Clar- por mim o mundo pode acabar que eu não vou me importar- Grossa!

O caminho até o bar foi em um completo silêncio. Chegamos e fomos para dentro do bar.

Clar- whisky com gelo.- Clar falou se sentando no banquinho que tinha no bar.

Eu- Dois, por favor- sorri para o barman- está tudo bem? -Perguntei a olhando. 

Clar- eu pareço bem?- perguntou rude se virando para mim e me encarando.

Não falei nada, apenas me virei para frente pegando meu copo e tomando um pouco do meu whisky.

Clar- Desculpa, eu não quis ser grosseira- falou e eu apenas neguei com a cabeça.

Eu- Eu não devia ter vindo- falei me levantando, indo em direção a saída.

"Precisamos conversar" ouvi aquela voz rouca atrás de mim quando eu botei o pé na rua.

Eu- anda me seguindo?-perguntei me virando para encarar o dono daquela voz tão conhecida por mim.

Harry- eu estou falando sério- falou com os olhos cerrados.

Eu-  está vendo alguém brincar aqui?- perguntei  seca.

Harry- podemos conversar como pessoas civilizadas?-  perguntou calmo.

Eu- Seja rápido, eu tenho um encontro com o Mark - menti.

Harry- tenho um apartamento aqui perto, eu morava la quando eu era solteiro, podemos conversar lá?- perguntou ainda calmo. Ok isso tá estranho

Eu- desde que seja rápido- falei.

Harry apenas assentiu.

Entramos no seu carro e ele deu partida. Uns dez minutos depois já estávamos chegando. Ele estacionou o carro na garagem e saiu do carro, fiz o mesmo.

Harry- é aqui- falou quando a porta do elevador se abriu no quinto andar.

Harry abriu a porta do seu apartamento e nós entramos.

Eu- então- falei cruzando os braços.

Harry- Você tem noção da vergonha que me fez passar?-perguntou caminhando de um lado para o outro, nervoso.

Ri alto com aquilo.

Harry- Qual a graça Amy? Esta vendo algum palhaço aqui?- falou me fuzilando com os olhos.

Continuei rindo e ele se aproximou de mim me pegando pelos braços.

Harry- responda- gritou me sacudindo com força, o que fez eu me assustar- por que você fez aquilo?- gritou mais uma vez.

Eu- você rasgou o meu vestido- gritei também, sentindo meus olhos se encherem de água.

Harry- era só uma droga de vestido, se você quiser eu compro mais dez vestidos pra você- falou apertando ainda mais  meus braços.

Eu- não era só um vestido- disse já chorando- era um presente do meu pai- falei chorando ainda mais.

Ao falar aquilo Harry paralisou.

Harry- eu sinto muito- falou largando meus braços.

Eu- você sente? tem certeza?- falei e comecei a distribuir socos pelo seu peitoral- eu te odeio, eu te odeio, eu te odeio.

Tudo que ele fez foi me puxar para um abraço, eu até tentei me soltar dos seus braços, mas ele tinha mais força e não me soltava de jeito nenhum, depois de um tempo  acabei desistindo de me soltar e acabei cedendo ao seu Abraço.

Harry- Shiuuu- sussurrou- vai ficar tudo bem- disse me apertando em seus braços.

Ele se afastou um de mim e logo rodeou um de seus braços pela minha cintura, seu outro braço passou por debaixo de minhas coxas me pegando no colo, coloquei minha cabeça na curva do seu pescoço e uma de minhas mãos em seu ombro.

Ele caminhou comigo até o banheiro e me sentou na borda de uma banheira que tinha ali. Ele colocou suas mãos na barra da minha blusa e tentou puxar para cima, porém eu não levantei meus braços para que ele o fizesse.

Harry- me deixa cuidar de você- falou fazendo um carinho na maçã do meu rosto.

Apenas ergui os braços deixando que ele tirasse minha blusa. Ele me puxou pela mão fazendo eu me levantar, levou suas mãos até  o botão da minha calça e o desabotoou,  deslizou minha calça pelas minhas pernas e a  tirou, levou suas mãos até o feixe do meu sutiã e o abriu tirando do meu corpo logo em seguida, suas mãos deslizaram até a minha calcinha que foi tirada do meu corpo com toda delicadeza.

Ele se afastou de mim e começou a tirar sua roupa, depois de todo despido ele foi até o registro e o abriu fazendo com que a água caísse.

Ele entrou para debaixo da água e estendeu a mão para mim. Peguei em sua  mão e entrei no box.

Senti a água quente entrar em contato com o meu corpo e ele imediatamente me abraçar, suas mãos rodearam a minha cintura e eu deitei minha cabeça em seu ombro, então ele começou a fazer um carinho gostoso em minhas costas.

Ele começou a cantar baixinho em meu ouvido e eu senti meus olhos se encherem de água. Fechei meus olhos e fiquei ali curtindo aquele momento, que era raro já que de 100%, 99% ele era um grosso comigo.

Sua mão  foi para os meus cabelos onde ele começou a fazer um carinho.

Ficamos por um bom tempo assim abraçados, enquanto ele me enchia se carícias  e cantarolava pra mim.
Harry desligou o chuveiro e pegou duas toalhas, enrolou uma em sua cintura e me entregou a outra.

Enrolei a toalha na volta do meu corpo, eu estava prestes a ir para o quarto quando Harry segurou meu braço me impedindo  de sair dali, o olhei sem entender, ele deu um sorriso e me pegou no colo.

Ele me levou até o quarto e me deitou na cama com delicadeza, colocando um pouco do seu peso em cima de mim.

Harry- me desculpe pelo vestido- sussurrou encostando sua testa na minha fechando os olhos- eu não sabia que ele era tão importante pra você.- falou por fim, abrindo seus olhos e encarando os meus.

Levei minha mão até seus cabelos molhados e fiz um carinho, o vendo fechar os olhos.

Eu- eu só não entendo o por que de você ser assim- falei engolindo o choro- você não sabe o quando suas palavras machucam- falei fechando os olhos e deixando que as lágrimas caíssem. 

Eu não sei o que esta acontecendo comigo, eu nunca fui assim tão sensível. Eu devia estar o odiando nesse momento, mas eu não consigo.

Harry- Me desculpe- sussurrou- eu só não consigo controlar esse ciumes que eu sinto.

Não falei nada, apenas o puxei para mim e beijei seus lábios rosados.

Aquele foi o melhor beijo da minha vida, por mais que eu já tivesse o beijado, esse beijo era diferente, ele era calmo e sem malícia alguma.

Separei nossos lábios  e encarei aquela imensidão verde.

Sua mão direita começou a fazer um carinho gostoso em meu quadril, enquanto ele distribuía beijos por todo o meu rosto. Não pude deixar de soltar um risinho.

Sua mão que estava em meu quadril subiu indo até o nó da toalha que cobria meu corpo, ele desfez o nó e sua mão puxou delicadamente a toalha do meu corpo jogando - a longe  me deixando completamente nua.

Harry- você não tem noção do quanto é perfeita- sussurrou com seus lábios quase colados aos meus.

Sorri com aquilo.

Ele tirou a toalha que estava em sua cintura jogando- a no chão, depois disso levou sua boca até meu seio, então ele começou a chupar o bico do meu seio,  me fazendo gemer.

Fechei os olhos quando senti ele roçar sua glande na minha entrada.

Harry- por favor, abra os olhos- pediu em um sussurro. Abri meus olhos e senti ele me penetrar lentamente.

Suas estocadas  eram lentas, porém fortes, minhas mãos estavam em suas costas o arranhando. Ele levou uma de suas mãos até a minha coxa e a puxou até sua cintura aumentando um pouco a velocidade de seus movimentos.

Estocadas lentas e fortes, respiração acelerada, carícias, gemidos, beijos,   amor. Ficamos assim por um bom tempo, até que eu senti minha intimidade se contrair em torno do seu membro.

Eu - Harry- gemi alto, apertando minhas pernas em torno de sua cintura. 

Harry- eu sei querida- falou ofegante- goze pra mim- foi só ele dizer isso e eu explodi tendo o melhor orgasmo de toda a minha vida.

Harry deu mais três estocadas e chegou no seu limite gemendo meu nome.

Ele apoiou sua testa em meu ombro e deu um beijo ali, minhas mãos foram para o seus cabelos fazendo um cafuné, ficamos assim por um tempo até ele sair de dentro de mim e se levantar indo em direção ao banheiro.

Ele voltou para o quarto já de cueca com minha calcinha e sua blusa em sua mão.

Harry- coloque isso- falou me entregando.

Me sentei na cama e vesti sua blusa e depois minha calcinha, enquanto eu me "vestia" Harry esticava um fino lençol na cama.

Harry- Vem- me chamou se deitando.

Deitei no lado dele na cama e ele me puxou para que eu colocasse minha cabeça em seu peito, fiz isso e ele nos cobriu .

Eu- amanhã você ainda será esse Harry?- perguntei  num sussurro, sentindo meus olhos pesarem devido ao sono.

Harry- Sim, amanhã quando você acordar, eu ainda serei esse Harry- falou e eu sorri, fechando os olhos pegando no sono em seguida.



Notas Finais


Desculpa qualquer erro, hoje o meu corretor resolveu me sacanear.


XoXo, senhorita anoni.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...