História Obsession. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Romance
Exibições 101
Palavras 1.975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura meus amores💙

Capítulo 13 - "Adoro quando eu te olho e você sorri pra mim"


Fanfic / Fanfiction Obsession. - Capítulo 13 - "Adoro quando eu te olho e você sorri pra mim"

POV Harry

Acordei sentindo alguém distribuir pequenos beijos pelo meu rosto, abri os olhos lentamente e fechei rapidamente devido a claridade.

Eu- Bom dia- falei sorrindo ainda de olhos fechados.

Amy- Bom dia-falou e mesmo de olhos fechados eu sabia que ela estava sorrindo.

Eu-  Adoro quando eu te olho e você sorri pra mim- falei abrindo os olhos a vendo sorrir, que horas são?- perguntei num resmungo.

Amy- Cinco e vinte da manhã- respondeu suavemente.

Eu- por que me acordou a essa hora?- perguntei dando- lhe um beijo na testa, enquanto ela contornava a borboleta que eu tinha tatuada.

Amy- eu gosto das suas tatuagens- falou- de todas elas- sorriu levantando um pouco sua cabeça para me encarar- desculpa por ter te acordado.

Eu- está tudo bem- acariciei seus cabelos- sem sono?

Amy- tive um sonho ruim- falou e se aninhou mais ao meu corpo.

Eu- sem sono então?- perguntei e ela assentiu- o que vamos fazer para passar o tempo?- perguntei sem malícia alguma.

Amy- a gente podia conversa, o que acha?- perguntou.

Eu- acho uma ótima idéia- falei e ela se sentou na cama  se encostando na cabeceira.

Amy-  Vem- falou dando dois tapinhas em suas coxas- deita aqui.

Sorri com aquilo e rapidamente fiz o que ela pediu.

Eu- então, com quantos anos se casou?- perguntou começando a fazer um cafuné em mim.

Harry- com vinte e dois anos- falei fechando os olhos apreciando seu carinho- quantos anos você tem mesmo?- perguntei.

Ela soltou um risinho.

Amy- tenho vinte, vovô- falou rindo.

Eu- Eiiii- falei abrindo os olhos- eu não sou tão velho assim- falei emburrado.

Ela riu.

Amy- você ama sua mulher?- perguntou com receio, senti seu corpo ficar tenso, e ela trancar a respiração.

Eu- não- falei simplesmente e ela relaxou soltando o ar que estava preso em seus pulmões- Christine nunca me amou também, ela sempre foi apaixonada pelo Niall.

Amy- O loiro bonito que estava na casa do zayn- perguntou e eu a fuzilei com os olhos.

Eu- Sim- respondi saindo do seu colo e me deitando na cama de costas pra ela.

Escutei sua risada ecoar pelo quarto o que me deixou mais furioso ainda.

Amy- como você é bobo- falou rindo, me abraçando pela cintura- e como isso tudo aconteceu?- perguntou dando um beijo na minha nuca, o que fez eu me arrepiar.

Eu- estávamos os dois em uma bar, ela estava enchendo a cara por que viu o Niall beijando uma menina, e eu por que estava cheio de problemas em casa, uma amiga dela me chamou dizendo que ela queria ficar comigo, e então rolou, acredita que foi dentro do meu carro? Enfim, era pra ser só uma transa e acabou em filhos gêmeos, na época tudo era mais rígido, então fomos forçados a nos casar, Christine e eu só não nos separamos ainda por causa dos nossos filhos- terminei de falar e ela me forçou a virar pra ela.

Amy-Qual o nome deles?- perguntou sorrindo.

Eu- Darcy e Matthew- respondi sorrindo ao lembrar dos meus dois pequenos.

Amy sorriu e subiu em cima de mim.

Amy- por que você não levanta- falou me dando um selinho- e não vai buscar alguma coisa pra gente comer- outro selinho- eu estou morrendo de fome- outro selinho, só que dessa vez mais demorado.

Eu- eu também quero comer- falei sorrindo malicioso- mas eu quero comer outra coisa- falei levando minhas mãos até suas coxas as apertando.

Amy- você não presta- falou rindo- por favor, amor- fez um biquinho.

Eu- Do que você me chamou?- perguntei a vendo ficar nervosa.

Amy- de Harry- falou nervosa- te chamei de Harry- disse saindo de cima de mim.

Ri com aquilo.

Eu- tudo bem, amor- falei rindo- vou me vestir e tentar achar algum lugar aberto- disse isso lhe dando um selinho e indo para o banheiro pegar minha calça.

Eu- vou precisar da minha blusa - disse entrando no quarto.

Amy- deixa ela comigo, ela tem o seu cheiro- disse sorrindo.

Eu- quer que as pessoas me vejam assim- perguntei rindo.

Amy- isso inclui mulheres?- perguntou ficando seria. Apenas assenti- toma- falou tirando minha blusa do seu corpo a  jogando pra mim.

Eu- eu já volto- falei colocando minha blusa.

Peguei as chaves do carro e fui tentar achar algo para a gente comer.

POV Amy.

Depois que Harry chegou com algumas coisas para a gente comer nós tomamos café. Depois do café resolvemos que já estava na hora de nós irmos trabalhar.

Harry me deixou em casa e pediu para que eu me arrumasse que em vinte minutos ele passaria aqui de novo pra gente poder ir juntos para a empresa.

Me arrumei e depois de vinte minutos certinhos ele já estava na frente da minha casa, de banho tomado e arrumado.

Eu- Sua mulher não brigou com você- perguntei assim que entrei no carro.

Harry- eu disse a ela que dormi na casa do Louis, acho que é até um alívio para ela quando eu durmo fora de casa- falou dando partida.

Eu- entendi- falei e comecei a cantar baixinho.

Depois de algum tempo já estávamos na frente da empresa. Harry desceu do carro e eu fiz o mesmo, então nós seguimos para dentro da empresa. Entramos e vimos Zayn caminhar na nossa direção.

Zayn-  Celine está aí, e quer falar com você- Zayn disse olhando para o Harry- Olá princesa- falou me olhando e sorrindo fiz o mesmo.

Harry- Onde ela está?- perguntou Grosso.

Zayn- na sua sala- falou e Harry começou a caminhar em direção ao elevador, fiz o mesmo.

Chegamos no nosso andar e Harry saiu imediatamente do elevador.

Harry- como eu estou?- perguntou arrumando sua gravata e passando a mão no cabelo.

Cruzei os braços o encarando seria com uma sobrancelha arqueada.

Harry- Qual é?- falou rindo e eu permaneci seria- são só negócios- falou colocando suas mãos em minha cintura me puxando pra si- me da um beijo?- falou com seus lábios próximos aos meus, quando eu ia ceder escutamos uma voz irritante atrás de mim.

Harry, que demora, achei que não viria hoje- escutamos aquela voz manhosa e irritante, o que fez Harry me largar e se afastar de mim

Harry- Oi, Celine- falou sorrindo.

Me virei para ver quem era a dona daquela voz irritante e ESPERA. Eu não tô acreditando, a tal Celine  era aquela loira que estava se jogando pra cima do Harry na casa do Zayn.

Ela abriu sorriso para o Harry e me olhou dos pés à cabeça.

Celine- Você é?- perguntou fazendo uma cara de nojo.

A mulher que vai acabar com você, se você ficar de mimimi pra cima do que é meu.

Eu- Amy Collins- sorri cínica- a secretaria do Harry.

Celine- ah sim- sorriu cínica também- podemos ir?- perguntou para Harry que assentiu e começou a caminhar com ela em direção a sua sala.

Depois de uma hora, vi aquela loira idiota e atirada saindo da sala do Harry.

Celine- Vocês estão transando?- perguntou com um sorriso maldoso nos lábios.

Eu- Como? Eu não entendi- falei um pouco nervosa.

Celine- não se faça de boba garota- falou se sentando na cadeira que tinha a minha frente- só um aviso de amiga, Harry faz isso com todas, ele as usa e depois joga fora, ele já pegou todas dessa empresa sabia?- perguntou olhando para suas unhas- bom, deixe - me ir, o aviso já está dado- falou se levantando e indo embora.

Ódio era o que eu estava sentindo. Levantei e fui em passos largos até a sala do Harry, onde eu entrei sem nem bater na porta.

Harry- Amy- perguntou assustado- aconteceu alguma coisa?.

Eu- eu estou com dor e não estou me sentindo bem,  será que eu posso ir embora- perguntei olhando para o lado.

Harry- O que houve, Amor?- perguntou se aproximando tentando me tocar porém eu fui pra trás- tudo bem, você está liberada, quer que eu te leve pra casa?- perguntou coçando a nuca.

Eu- eu tenho duas pernas e eu sei o caminho de casa- falei me virando de costas e saindo lá.

Peguei minha bolsa e desci para o nono andar.

Eu- Oi- disse para uma moça que passava pelo corredor.

Xx- Oii- falou simpática-  em que posso ajudar?- perguntou.

Eu- Você pode chamar o Mark pra mim?- perguntei envergonhada.

Ela apenas assentiu e saiu. Cinco minutos depois ele já estava vindo em minha direção.

Mark- Amy, que surpresa- falou sorrindo.

Eu- Mark eu preciso de você- falei desesperada.

Mark- o que houve?- perguntou preocupado.

Eu- na minha casa eu te explico, vem- falei o puxando pela mão até o elevador.

Descemos e fomos até o seu carro, me parece que todo mundo aqui tem carro menos eu. Depois de alguns minutos conversando chegamos até a minha casa.

Descemos e eu abri a porta e pedi pra ele para irmos para o meu quarto.

Mark- então, do que precisa- falou olhando em volta.

Não falei nada apenas o joguei na cama e sentei em seu colo, atacando seus lábios em seguida.

Ele não falou nada apenas retribuiu o Beijo e levou suas mãos até os botões da minha blusa social e os abriu com rapidez, ele tirou minha blusa do meu corpo a jogando para longe e logo atacou meu pescoço dando vários chupões ali. Eu gemia e  rebolava eu seu colo, até que ele levou suas mãos até minha bunda dando um aperto forte  o que me fez gemer.

Eu- Harry- gemi e senti ele parar com tudo- o que foi?- perguntei sem entender nada.

Mark jogou suas costas na cama e começou a rir.

Eu- o que foi?- perguntei ainda sem entender.

Mark- você me chamou de Harry- falou rindo e se sentando novamente colocando suas mãos em minhas coxas.

Eu- Me desculpe- falei envergonhada abaixando a cabeça.

Mark- está tudo bem-riu- acho melhor eu ir- falou. Quando eu ia sair do seu colo ouvi o barulho da porta abrindo, revelando um Harry ali parado com uma sacola na mão.

Harry- Saia-Harry gritou olhando para Mark. Sai do seu colo e Mark imediatamente se retirou dali.

Harry- então era essa a sua dor? Eu vim aqui todo preocupado atrás de você saber como você estava e você estava fazendo isso- perguntou furioso.

Eu- todo mundo sabe que você já ficou com todas as mulheres daquela empresa, que você as usou e as jogou fora- gritei furiosa.

Harry- Foi Celine que te disse isso, não foi?- perguntou e eu me calei- Droga Amy, Celine sempre deu em cima de mim mas eu nunca a quis, ela viu nós dois indo para o quarto do Zayn, ela estava tentando se vingar, sua Idiota- gritou.

Paralisei com o que ele disse, será que ele estava falando a verdade? Eu não acredito que eu fui tão burra a ponto de acreditar em  alguém que eu nem conheço.

Eu- Harry, deixa eu explicar o que aconteceu- falei me levantando indo em sua direção.

Harry- Você não precisa explicar nada, pelo visto você está muito bem- falou jogando a sacola que está em sua mão saindo dali logo em seguida.

Eu- Harry, espera- gritei, porém foi inútil.

Fui até a sacola que ele havia jogado ali e a peguei. Não consegui evitar o choro quando vi o lindo vestido que estava ali dentro, junto de um bilhete.

" Pedi hoje mais cedo para que uma das minhas funcionárias fosse até o shopping e comprasse o vestido mais lindo que tivesse lá, sei que não irá substituir o vestido que seu pai lhe deu, mas é uma forma de me desculpar pelo o que eu fiz, espero que você goste" Styles Xx.

Terminei de ler aquele bilhete soluçando, de tanto que eu chorava, eu tinha acabado de fazer uma grande merda.

Oh Meu Deus, eu preciso consertar a burrada que eu fiz...


Notas Finais


Desculpa qualquer erro.


Senhorita anoni Xx.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...