História Obsession. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Romance
Exibições 67
Palavras 1.431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Amores, eu sei que ando dando muitas Desculpas, mas eu preciso explicar as coisas que andam acontecendo, eu sou uma menina depressiva, sim sofro de depressão, e as vezes eu tenho crises e tudo que eu faço e me trancar no quarto e chorar sem motivo algum, as vezes fico um dia inteiro sem comer e quando como é uma miséria, então eu quero novamente pedir desculpa por os capítulos não estarem ficando bons, pois minha crises estão voltando e eu não consigo me concentrar em nada do que eu faço. Mil desculpas.

Boa leitura.

Capítulo 15 - "Eu Te Amo Porra"


Fanfic / Fanfiction Obsession. - Capítulo 15 - "Eu Te Amo Porra"

POV Amy.

 Pela manhã a chuva já tinha parado, então bem cedo já estávamos na estrada voltando para Londres.

Harry tentava a todo momento puxar papo comigo, ou botar sua mão na minha coxa, porém eu o respondia secamente e desviava das suas tentativas de por a mão em mim.

Eu estava magoada, não com ele, jamais ficaria brava com ele por ele não me amar, eu estava brava comigo mesma por me apaixonar por ele em tão pouco tempo, e ter sido idiota de ter contado a ele o que eu sinto.

Harry- está entregue- falou parando o carro em frente minha casa.

Amy- Obrigado- falei já abrindo a porta para sair, porém ele me puxou pelo braço.

Harry- estão bem?- perguntou.

Amy- Sim- respondi forçando um sorriso.

Harry- Até daqui a pouco- falou me dando um selinho.

Sai do carro já pensando em que desculpa eu daria para minha mãe.

Abri a porta de casa e dei de cara com minha mãe e clar sentadas no sofá da sala.

Mãe- minha filha- minha mãe disse se levantando vindo me abraçar.

Eu- mãeee, você está me deixando com falta de ar- falei rindo.

Mãe- onde você estava mocinha?- perguntou me soltando e me olhando brava.

Depois de meia hora explicando para a minha mãe e para a Clar  o que tinha acontecido, elas finalmente me deixaram ir tomar um banho e me arrumar para poder ir trabalhar.

Terminei de me arrumar, peguei a minha bolsa e fui para a empresa.

Cheguei na empresa e fui direto para a minha "sala".

Amy- escutei alguém me chamar.
Levantei a cabeça e vi que era o Louis.

Eu- Bom dia, gatinho- falei brincalhona.

Eu- bom dia, gatinha- falou se sentando- então, hoje vai ter uma pequena reunião lá em casa, negócios sabe, queria que você fosse, e- deu uma pause- queria saber se você pode levar a Clar- falou sorrindo.

Eu- tudo bem, eu vou sim, e - dei uma pause- eu levarei a Clar- sorri e vi seus olhos brilharem.

Louis- Perfeito- falou se levantando- até mais tarde, gatinha.

Eu- até- sorri e ele foi embora.

Fiz o meu trabalho durante a manhã e a tarde toda.

Quando chegou na hora de ir embora, arrumei as minhas coisas e fui de lá direto pra faculdade.

Levei o maior sermão do meu professor por estar faltando muito. Depois de uns dez minutos escutando ele falar como era importante eu não perder as aulas, que eu já tinha vinte anos e que eu deveria ter mais responsabilidade, finalmente pude ter aula.

Sai da faculdade e fui para casa, já eram dez horas e eu precisava me arrumar.

Cheguei em casa e fui tomar meu banho. Dez minutos depois eu já estava saindo do banho.

Coloquei minha lingerie, e vesti o vestido que Harry tinha me dado, ele era um azul escuro, era bem longo e muito, mas muito bonito, calcei meus saltos, penteei meus cabelos, e fiz uma maquiagem básica. Eu já tinha avisado Clar sobre a pequena "reunião", e ela com certeza disse que iria.

Estava descendo as escadas quando ouvi a campainha tocar, terminei de descer com calma e abri a porta.

Clar- Meus Deus- falou colocando a mão na boca- que vestido é esse?- perguntou ainda pasma.

Eu- Harry me deu de presente- sorri.

Clar sorriu maliciosa.

Eu- não sorria assim, foi só um presente.

Clar- tudo bem- riu- vamos?- assenti e então nós fomos.
Passei o endereço da casa do Louis para a Clar e em vinte minutos nos já estávamos lá.

Entramos na "Humilde" casa do Louis, que era duas vezes maior que a da Clar, e olha que a casa da Clar não é pequena.

A primeira coisa que eu vi quando entrei foi o Harry, mas ele não estava sozinho. Ele estava com uma mulher ao seu lado, seu braço estava em torno da sua cintura e eles sorriam um para o outro.

Clar e eu ficamos o tempo todo conversando com o Louis e com o Liam, a conversa até que estava Boa, mas eu não consiga me concentrar muito no que eles falavam, de dois em dois minutos eu olhava para onde Harry estava com aquela mulher. Em uma dessas olhadas eu vi ele dando um selinho nela, o que fez meu estômago revirar e eu confirmar que ela era sua mulher.

Eu- Onde fica o banheiro?- perguntei para Louis que parou de babar pela Clar por um segundo para me olhar.

Louis- lá  cima, no fim do corredor- falou e voltou sua atenção para Clar.

Assenti para ele e fui em direção a escada e Droga!!  Eu teria que passar por Harry e sua mulher para poder chegar até a escada.

Respirei fundo e continuei caminhado, quando eu estava com o pé no primeiro degrau da escada eu escutei a voz de Harry falar um "Eu Te amo", e ele não era pra mim. Continuei subindo as escadas e praticamente corri para o banheiro me trancando no mesmo.

Amy- Você não vai chorar- apontei o dedo para mim mesma enquanto me olhava no espelho- ele não te merece- falei e comecei a chorar.

Burra, idiota, trouxa.

Estava lavando meu rosto quando escutei alguém bater na porta e perguntar se tinha alguém ali.

Eu- só um minuto- respondi tentando limpar a maquiagem que tinha borrado- prontinho- falei abrindo a porta e dando de cara com Mark- Mark, não sabia que você vinha.

Mark- Pois eu vim senhorita- falou brincalhão me arrancando um sorriso.

Eu- bom, vou deixar você usar o banheiro- falei saindo dali e ele  agarrou meu braço.

Mark- perdi a vontade- rimos- o que acha de irmos lá fora um pouco.

Eu- eu acho uma oti....

Amy, preciso falar com você- escutei a voz de Harry atrás de mim, me interrompendo.

Eu- estou ocupada- falei me virando para encara-lo.

Harry- Mark nos de licença- falou sem tirar os olhos de mim.

Eu- Não Mark, não nos de licença- falei cruzando os braços.

Mark- acho melhor eu ir- falou me olhando-nao quero confusão pro seu lado- disse e depositou um beijo no canto da minha boca.

Eu- eu te ligo- falei só pra provocar o Harry, afinal, eu nem sabia o número do Mark.

Mark sorriu e saiu dali de pressa.

Harry me agarrou pelo braço, e me levou para um dos quarto que tinha ali.

Eu- Você tem que parar com essa mania de me pegar pelo braço- disse alisando o meu braço.

Harry- O que você estava fazendo aqui sozinha com ele?- perguntou nervoso.

Eu- só estávamos conversando Harry, conversando.

Harry- Eu não quero você perto dele, nem do Louis, nem do Zayn, nem do Liam, nem de nenhum Homem, você me entendeu- grito alto me assustando.

Eu- Você não manda em mim- gritei também.

Harry- Você é minha, e me deve obediência.

Eu- você só pode estar ficando louco- falei rindo- você não é meu dono.

Harry- Se você não ficar longe deles, você será demitida- gritou.

Eu- por que você não vai lá com a sua mulher que você ama tanto- gritei começando a chorar- Por que você não me deixa em paz- gritei novamente.

Harry- Por que você é minha- gritou- Por que Eu te amo porra- falou- por que Eu Te amo- sussurrou fechando os olhos.

Paralisei naquele momento, eu tinha escutado bem? Ele falou que me amava ou era coisa da minha cabeça?.

Eu- o que você disse?- perguntei me aproximando dele.

Harry- Eu Te amo, Amy Collins.- falou baixo colocando suas mãos em minha cintura- eu, eu, eu só não falei antes por que é estranho pra mim, eu nunca me apaixonei por ninguém, amar é estranho- falou e eu ri colocando meus braços em torno do seu pescoço.

Eu- você está falando sério?- perguntei o olhando nos olhos.

Harry- Sim Amy Collins, eu estou falando sério- disse sorrindo.

Aproximei meus lábios dos dele e os selei.

Eu- acho melhor você voltar para a festa antes que sua mulher desconfie de algo- falei com meus lábios próximo ao deles.

Harry- É- sussurrou de olhos fechados e me roubou um selinho- te vejo amanhã?- perguntou beijando meu pescoço.

Eu- Sim- sussurrei fechando meus olhos- no seu apartamento- sussurrei em seu ouvido e ele sorriu.

Me afastei de Harry por que eu sabia onde aquilo iria dar se continuássemos.

Harry- Tchau- falou caminhando de costas até a porta- te vejo no meu apartamento- falou e saiu.

Me sentei na cama com um sorriso bobo nos lábios. Eu o amava e  ele me amava, agora estava tudo certo, não estava? 


Notas Finais


Senhorita anoni XoXo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...