História Obsessive Attraction - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Malu_26

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber, Magcon
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Magcon, Roubo
Visualizações 53
Palavras 422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoinhas! Tudo bom?
Voltei com mais um cap pequelo e mortalmente curioso outra vez *risada maléfica*
(n me matem *u* hahaah)
Desculpem mais vcs sabem que eu gosto de um bom suspense de curiosidade ne nom?
Pse, vejo vcs la em baixo

Capítulo 4 - Cap 4


Fanfic / Fanfiction Obsessive Attraction - Capítulo 4 - Cap 4

Estou sentada no chão com a boca e as mãos presas. O local onde estava era muito quente, então estou suando que nem um porco. O quarto escuro que antes me assustava já não me assustava. Parecia que tudo estava normal a meus olhos, por ter passado tanto tempo no local.  As dores no meu corpo eram insuportáveis, e a fome também.

Mas o ruim é que minha mente sempre se voltava a ele. Aquele cabelo loiro jogado pro lado e seus penetrantes olhos cor de mel sempre apareciam em minha mente sem serem chamados. Oque me deixava frustrada. Não poderia o elogiar, ou sentir alguma atração pelo mesmo. Ele me sequestrou, e isso não tem perdão. 

Tento puxar as cordas de todos os jeitos possíveis mas nada funcionava.  Parecia que alguém havia feito aulas na marinha. Que nó bem feito!

Levanto e tento usar a cadeira para cortar-la e acabo conseguindo. Tiro o pano fedorento que cobria a minha boca e tento levantar. Minhas pernas já não estavam obedecendo ao que pedia por terem ficado muito tempo sem serem usadas. Junto todas as forças que ainda tinha e vou até a porta. Bato com todas as minhas forças e grito o mais alto que posso.Ninguém ouviria, e eu tinha consciência disso. Só não queria admitir.

Desisto.

Sento no canto da sala e lá fico por um bom tempo. Já estava muito desidratada e eram poucas as chances de eu sobreviver. Faz muito tempo que não como nem bebo nada...

Minha visão começa a ficar turva e minha dor na costela aumenta cada vez mas. Talvez aquele fosse meu último minuto de vida. Eu não tenho mais chances... Minha visão fica escura, minha respiração ameniza...

Grrrr....

O barulho da porta de ferro sendo aberta invade meus ouvidos. Nada nunca me fez mas feliz quanto esse barulho.

 Já estava praticamente deitada no chão apenas esperando minha morte quando alguém segura minha cabeça e coloca uma garrafa agua na minha boca. Demoro para reagir mas logo seguro a garrafa como se fosse minha última chance de vida. Literalmente.

O rosto daquela pessoa era apenas um borrão, talvez por estar escuro. Queria poder abraça-lo mais as forças não ajudavam.

Ele fala algo. Sua voz sai totalmente estranha. Minha audição estava ruim, e tudo que pensava era naquela agua. Mais logo ouço melhor.

-Vamos! Ele não pode me ver aqui! –Sua voz parecia apressada.

-Q-qual seu nome? –Falo quase em sussurro.

-Desculpe, preciso ir...

E a porta bate forte.

E o silêncio volta a me atormentar... 


Notas Finais


iaiw Tiro ounão? hahahaha amo vcs viu? bjaoo
xoxo, Malu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...