História Obstáculos (parte 2) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, Taylor Lautner
Exibições 23
Palavras 1.792
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


helow mores outro capítulo ando boazinha ultimamente srsrrs
aproveitem bijuxxx e boa leitura

Capítulo 7 - Ponto de vista Taylor


Fanfic / Fanfiction Obstáculos (parte 2) - Capítulo 7 - Ponto de vista Taylor

Taylor

Sai da casa de Megan atordoado e simplesmente não sei o porque

Eu queria que fosse minha? Se ela fosse minha jogaria tudo para o alto lutaria por

Elas ver Megan me afetou ela é a mulher que eu amo.

E me faria o homem mais feliz do mundo se dissesse que ela era minha

Mais ela negou me senti perdido

Toda minha esperança se foi...

 

(Quatro meses e meio depois)

 

Minha mãe insistiu para que fossemos todos nós jantar em um restaurante novo

Ela queria comemorar, porque eu finalmente cedi as suas vontades aceitando namorar com

Maika aceitei apenas para deixar ela feliz, pra mim sinceramente não faria diferença

Poderia ser qualquer uma, só ela foi capaz de me fazer feliz, só ela poderia me trazer paz

Como é viver sem a mulher que se ama? Simples não se vive

Me sinto vazio, alheio a tudo e todos, Maika tenta me animar

Percebo seu esforço em me agradar mais simplesmente não consigo esquecer ela

- Até no sexo ela está lá quanto transo com Maika vejo seu rosto no começo tentava

Expulsar esse pensamento mais não obtive sucesso.

Chegamos ao tal restaurante Makena não estava nada contente com esse namoro ela

Gosta da Megan e torcia por nós. Mais o que posso fazer?

Assim que nos sentamos avistamos Maika

- Olá – disse ela ao se sentar selando meus lábios

O que sentia? Nada absolutamente nada

Maika e minha mãe conversam pelos cotovelos meu pai escolhia o vinho

E Makena fitava seu prato sem ânimo. Ela subiu seus olhos e um sorriso

Surgiu em seus lábios procurei o motivo dessa alegria instantânea

Encontrado seus olhos assustados.

Megan estava aqui ao notar que a observava ela se virou

- Com licença – Makena disse ao se levantar deixando nossa mesa indo em direção

A mesa de Megan ela estava linda em um vestido branco

- Makena a abraçou me fazendo sentir um pouco de inveja

Como queria poder abraçar ela.

Sentir seu cheiro tocar seu cabelo beijá-la outra vez...

Mais ela estava com aquele idiota Andrew será que eles têm algo?

Megan negou quando a acusei.

Fico furioso só em pensar nisso. Como queria socá-lo

Elas sorriam e conversavam Makena ficava tão alegre ao seu lado

Mais quem não fica bem ao lado dela?

 Megan é aquele tipo de pessoa pura alegre que contagia todos a sua volta

Ela é como o sol

Sol que iluminava minha vida..

- Ei amor? – Maika

- Fala – respondi com desdém

- O que você vai querer pedir?

- Uísque sem gelo.

- Não amor para comer – Maika

- Eu não estou com fome, só quero o uísque – fome era tudo que não tinha

Não ao ver a mulher que amo a poucos metros e não poder fazer nada

- Tudo bem amor o que você tem? – Maika parecia preocupada

- Nada cassete! Só estou sem fome já disse – gruni

Maika parecia assustada mais decidiu não me contestar

Minha atenção estava voltada para a mesa dela

Parecia tão feliz sorridente alegre!

Alegre? Depois de tudo que vivemos ela está feliz sem mim

Ela está feliz enquanto eu estou aqui no meio de toda essa merda

De tristeza que coroe minha alma...

Ela se levantou e foi ao banheiro passando por nós

Pensei seriamente em ir atrás e encurralar ela no banheiro como fiz quando nos

Conhecemos, um sorriso surgiu em meus lábios ao me lembrar daquela noite no boliche

Já amava aquela mulher e não sabia...

Minutos depois ela retornou a mesa...

 – Já esta tarde vamos embora? – Minha mãe perguntou ao meu pai

Que assentiu chamando o garçom pagamos a conta e fomos para a saída

Passamos por eles para pegar Makena

Nos aproximamos da mesa quando escutei Megan.

- É por isso que eu te amo – disse ela para o idiota a sua frente

Escutar aquilo me fez enxergar vermelho como ela pode dizer isso

Para um idiota como ele. E quanto a mim? O amor que ela jurava sentir?

- MAKENA! Vamos embora – praticamente gritei assustando as duas

E como era de se esperar Maika e Megan trocaram farpas

Não prestei muita atenção estava com ódio daquele imbecil na minha frente

Afinal o que ele tem que eu não tenho?

Porque ela me enganou poderíamos ter sido felizes!

Makena foi na frente com minha mãe

Ela brigava com Makena por passar toda a noite com Megan deixando sua família

- Ela está imensa – Maika se referia a Megan com um comentário maldoso

- Eu achei ela linda, mais linda do que já era – respondi suspirando

- Você está chego – Maika zombava

- Isso se chama dor de cotovelo querida porquê  você sabe que meu irmão nunca vai te amar

Como ama Megan – Makena respondeu com sua língua afiada

- Taylor você não vai me defender? Não vai dizer nada? – Maika

- Dizer o que Makena não falou nem uma mentira – dei de ombros

- Filho! Não fale assim com sua namorada – Deborah

- Ela sabe disso mãe eu nunca menti para ela antes de aceitar ela sabia como seria

Ela sabe muito bem que não a amo ela sabe muito bem todos vocês sabem a verdade

Respondi exaltado

- E qual seria a verdade? Filho? – Daniel

- A verdade pai é que eu amo aquela mulher com todas as minhas forças

A verdade é que me dói saber que nunca disse isso a ela por ser um covarde me sinto mal

Em saber que agora é tarde, e quero que saibam assim como disse para Maika

Eu a amo e nunca vou conseguir esquecê-la é um fato aceitem isso!

Maika Makena e minha mãe me olhavam perplexas ao me escutar

- Eu já sabia! – Makena disse sorrindo

- Filho ela não é para você- Deborah

- CHEGA! Mãe eu já sei não precisa mais fazer seu discurso acabou e tenho que viver com isso

 Pelo resto da minha vida disse ao me afastar abrindo a porta do carro.

- Ei Taylor me espere eu vou com você – Maika

- Não eu preciso ficar sozinho vá com meus pais – respondi ao fechar aporta dando partida

 

Duas semanas e quatro meses mais tarde

 

Comprei um presente para o Henrique com a ajuda da Makes

Me troquei bebi um como de uísque ele tem sido meu companheiro inseparável

Esses dias, meses que parecem anos longe dela...

Convidei Makena para ir comigo Maika está viajando para gravar seu novo filme

E eu dou graças a deus por isso... Não estou mais conseguindo levar a

Diante e tenho pensado seriamente em colocar um fim nisso...

Será melhor para ela não a amo nunca vou amar!

- Makena insistiu em dirigir-Me deixando um pouco receoso

Tudo que consegui pensar era em chegar logo e ver ela

Será que ela foi? Como ela deve estar?

Se tem alguém? Se ainda está com ele?

Tinha tantas perguntas e nem uma resposta

Makena estacionou o carro e eu saltei a deixando para trás sei que era errado

Mais preciso ver ela agora!

- Taylor que bom que veio! – Tarik me recebeu com um abraço

- Vem vamos entrar!

Seguia Tarik ao me deparar com o par de olhos azuis assustados

Era ela ali linda, com um vestido azul seus seios estavam consideravelmente maiores

Cabelos soltos como ela pode estar

Assim mais linda?! Só pode ser um castigo do universo

- Taylor quanto tempo – Alisson disse ao me abraçar

Queria que fosse ela, tinha uma grande vontade em envolver ela em meus braços

- Olá Megan – disse receoso ao erguer minha mão em um comprimento

- Olá- ela respondeu em um aperto de mãos sentir suas mãos como precisava disso

- Makena apareceu furiosa por ter a deixado...

Sai com Tarik precisava de um tempo longe dela

 Antes que fizesse besteira antes que a beijasse

Ali mesmo...

Cadê o projeto de homem?  - Perguntei olhando em volta

Se está falando do Andrew, ele está em New York – Tarik

Nós conversamos mais não tirava meus olhos dela

De repente a vi subir as escadas com minha irmã minutos depois vi Megan

Descer sozinha apressada disse algo para Alisson e saiu vestindo seu casaco

Afinal o que aconteceu? – Pensei como mesmo

- Alisson chamou Tarik e aproveitei a oportunidade para subir já se passaram mais

De dez minutos que Megan saiu apressada e Makena ainda não desceu...

Passei pelo corredor procurando por ela até que escutei a voz dela...

- Ei pequena não chore a mamãe já vai chegar – Makena falava parecia tentar acalmar

Um bebê, abri aporta deparando com Makena com uma linda menininha em seus braços

Ela chorava enquanto Makena a balançava tentando fazer ela se calar sem sucesso.

Makena se virou levando um susto ao me ver

- Tay..Taylor – Makena gaguejava assustada

- Quem mais pensou que fosse?

- Ninguém esquece

- Me dê ela aqui – disse ao abrir os braços

- Mais. ..Mais tem certeza?

- Logico você está assustando a pobre menina me deixe tentar acalma-la

Não sei por que mais o choro dela me comoveu...

Makena me entregou a pequena com cuidado...

Comecei a balançá-la com cuidado abraçando seu pequeno corpinho...

A sensação era estranhamente boa, não sei dizer ao certo mais me senti bem

Senti algo diferente, ela se calou em instantes

Makena nos observava em silencio com um sorriso nos lábios

- Não sabia que tinha jeito com crianças irmão?

- Nem eu – respondi

- Parece que ela gostou de você – Makena

- Parece que sim.

- Fique com ela um instante vou ao banheiro – Makena disse ao sair apressada sem me dar

Chance de negar...

Comecei analisar seu rostinho ela era linda..

A menina mais linda que já vi, seus olhinhos azuis seu rostinho delicado suas bochechas

Salientes. Ainda a analisava quando a pequena deu lindo sorriso...

Um lindo sorriso que por um instante retribui, ela balançava suas mãozinhas

Quando encontrou meu rosto o tocando com curiosidade...

- Você gosta de barba? Garotinha – perguntei brincalhão

Ela me deu outro sorriso

A ataquei com beijos em seu rostinho e a mesma gargalhava ao sentir minha barba

Sobre ela. Parei quando percebi que ela não tinha mais forças

Makena está demorando – pensei comigo- afinal quem é a mãe desse anjinho?

E porque não está com ela? Quem seria essa mãe descuidada?

Escutei o barulho da maçaneta sendo aberta.

- Me desculpe pela demora Makena o transito estava horrível- disparava

Era a voz da Megan, me virei com a pequena em meus braços

Me deparando com Megan paralisada.

Mais porquê?

A não será esse anjinho é a filha dela?

Como não pensei nisso antes só pode ser.

- O que faz com minha filha Lautner?

- Eu é que pergunto como sai e deixa sua filha é tão desnaturada assim?

CONTINUA..........


Notas Finais


Quem ai senti cheiro de treta? rsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...