História Ocean - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 59
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong \0/
Recebi ótimas fichas e minhas primeiras escolhas foram feitas ^-^
Me sinto feliz que as pessoas compreenderam o conceito que propus...
Esse é um personagem meu. Ele foi mostrado um pouquinho na introdução, mas como ele será uma parte (muito) importante da história resolvi que deveria apresentar um pouco mais dele para vocês.
Desse em diante começarei a apresentar os personagens escolhidos conforme também introduzo a história...
Não consigo focar só numa coisa hehehe
PS: A demora em apresentar os personagens é porque tenho estudado com afinco as fichas escolhidas, portanto estou procurando entender ao máximo os personagens para conseguir agradar seus criadores XD
PS²: Mil perdões pelas capas meia-boca, mas é que estou sem pc e tenho feito a edição num app de celular, então elas não ficarão lá essas coisas. (quem quiser se habilitar como design eu agradeceria imensamente ksksks)
PS³: Qualquer erro me avisem, por favor. Revisei esse cap umas cinco vezes, mas como sempre a gente deixa alguns detalhes escaparem.
Vou parar de enrolar vocês e... Boa leitura!

Capítulo 2 - Secretário Lee


Fanfic / Fanfiction Ocean - Interativa - Capítulo 2 - Secretário Lee

Em seus 134 anos de existência Lee Ji Hong nunca pensou que se meteria em tamanha confusão. Oficialmente ele possuía somente 34 anos e há dez vinha trabalhando para a família Park.

Não foi um cargo fácil de se conseguir. Lee Ji Hong começou debaixo, como um mero limpador de vidros do prédio sofisticado. Na época, ele ainda não sabia como conseguir outra nova identidade mesmo que já tivesse passado pela mesma coisa outras duas vezes desde seu nascimento.

Era um momento crítico de sua nova vida, após ter abandonado a antiga em Taiwan. Estava perdido e desorientado. Até que o Presidente Park, um homem extremamente perceptivo e detalhista viu naquele homem maltrapilho de olhar perdido algum tipo de potencial. E lhe deu um pequeno apartamento e uma minúscula mesa entre os estagiários de prestigiadas faculdades.

O trabalho era duro. As tarefas se acumulavam rápido, mas Lee Ji Hong não tinha nada além do serviço oferecido. Dedicou-se à tirar as cópias, buscar os cafés, entregar as correspondências e até mesmo a limpar o chão quando ordenado. Para a sua surpresa no entanto, ele era observado de perto por seu benfeitor.

O Presidente Park não era um homem de ideias frouxas. Ele não era tão famoso por atitudes infundadas.

Rapidamente Ji Hong tornou-se um estagiário. Ganhou uma mesa maior e umas paredes cinzas sem graça. Foi instruído em cursos profissionalizantes, ganhou um computador e compreendeu rápido o que o homem da presidência queria dele.

Ji Hong cresceu. Se destacou dos outros, tomou a liderança no trabalho e logo opinava em projetos importantes. Ele era bom, era criativo, interessado e ágil. Ji Hong era competente em tudo que fazia.

E quando pensou que estava satisfazendo as expectativas do homem, foi surpreendido ao ter ganho um desafio ainda mais difícil. De estagiário, ele passou para gerente em um piscar de olhos. A partir daí as coisas somente complicaram.

Ji Hong percorreu todos os setores da empresa, conhecendo de perto cada processo. Conhecendo tudo o que ela fazia e o que ela era antes de ser colocado no último andar do prédio para sua maior provação; o próprio Presidente Park.

Lee Ji Hong nunca havia conhecido alguém como ele. O Presidente Park era louco na mesma medida que lúcido. E apesar de Ji Hong ter perambulado por 100 anos naquela terra, ele aprendeu muito mais com o Presidente numa semana que em todos aqueles anos.

O homem lhe ensinou tudo o que Ji Hong achava que sabia sobre a humanidade e sobre sua própria raça. Ele o ensinou a ter tolerância, a ser paciente, a saber ver o que era verdade e o que era mentira, a identificar um vampiro pelos detalhes.

O Presidente Park havia sido seu mestre em tudo. E era exatamente por essa razão que Lee Ji Hong faria de tudo para encontrá-lo.

Ele era seu mestre, seu chefe e seu amigo.

-Senhorita Park, -disse ele quando Park Min Young, a filha mais velha do Presidente Park aproximou-se de onde ele estava com a BMW da empresa da família. -A senhorita Park Shin-Hye a espera na presidência. -e abriu a porta traseira com cortesia.

-Primeiro, você não deveria estar aqui. -acusou ela com o olhar estreito e a voz grave. -Segundo, teoricamente o responsável pela empresa é você, então ela não deveria estar lá. Terceiro, eu estou no meio de uma gravação. Tenho minha própria vida sabia? -ela cruzou os braços o encarando enfezada.

Embora Park Min Young fosse a filha mais velha, ela era incompreensivelmente a mais mimada dentre as filhas do Presidente.

-Receio senhorita Park que este seja considerado sua pausa para o almoço, uma vez que esse é o seu horário usual. Garanto à senhorita que é um assunto rápido a julgar a pressa com que a Senhorita Park Shin Hye invadiu a sala da presidência á sua procura.

Park Min Young fez uma careta, estalando a língua e torcendo os lábios.

-Tsk! Aigoo, você é difícil. -suspirando ela entrou no carro.

O secretário Lee sorriu brevemente enquanto fechava a porta e ocupava seu lugar no assento do motorista.

A família do Presidente Park era tão peculiar quanto ele. Mas é claro que o secretário Lee já havia se acostumado… Era um bônus que ele nunca se sentisse entediado.

O secretário Lee iniciou o caminho para a empresa com Park Min Young estranhamente em silêncio no banco detrás. A filha do Presidente Park era extrovertida e inquieta, ficar calada era um feito raro e preocupante.

-Está tudo bem, senhorita Park? -questionou o secretário Lee fitando-a pelo retrovisor entretida em algo no celular. Com a fala, Minyoung levantou os olhos do aparelho.

-Ye, Ajusshi. -concordou ela, mas o secretário Lee não ficou convencido. Havia vezes, mais do que podia contar, que Minyoung o chamava de Ajusshi, mas aquele momento em especial não parecia como os outros. Desviando brevemente a atenção para a estrada ele ponderou se deveria perguntar, porém a própria Minyoung resolveu isso por ele. -Só me preocupo com o que acontece com meu pai, seja lá onde ele estiver.

-Você vai encontrá-lo.

-Não pode ter certeza, Ajusshi.

-Uma vez, -começou ele se concentrando no trânsito. -O Presidente Park me perguntou o porque um homem construía um império. Porque alguém se esforçaria para criar algo do qual não usufruiria o suficiente. -o secretário Lee repuxou os lábios num sorriso curto. -Foi uma pergunta retórica, é claro. Ele mesmo respondeu.

-O que? O que ele respondeu? -a ansiedade que Ji Hong tanto conhecia voltou a queimar em Minyoung. Satisfeito, o secretário Lee sorriu plenamente.

-Homens não constroem impérios para si. -ele a fitou brevemente pelo retrovisor, encontrando os brilhantes olhos castanhos de Minyoung. Riu baixo com a aparente infantilidade dela. -Constroem para seus filhos. -a garota piscou, recostando-se no banco e desviando o olhar para algo na janela. Minyoung então sorriu meio incrédula e meneou a cabeça. O secretário Lee sabia bem o que ela pensava. -Seu pai, senhorita Park, confiava plenamente na senhorita. Ele não teria desaparecido se não confiasse.

-O que está insinuando? -e ali estava de volta a característica tão semelhante entre Park Min Young e o Presidente; a absurda capacidade de mudar o humor mais rápido que um piscar de olhos.

A diversão também desapareceu de Ji Hong e o clima no carro pesou. Tanto tempo com os Park’s ensinava coisas.

-Nós sabemos como a mente do Presidente Park funciona, senhorita. -ele voltou o foco para a estrada. -Ele sem dúvida previu esse ataque.

-É claro que preveu. -o secretário Lee fitou-a rapidamente pelo retrovisor, vendo-a com o olhar perdido. Ele sabia bem o que significava, e adorava quando acontecia. -Ele estava em um estado crítico. Ele aceitou ser levado.

-Ye. -concordou Ji Hong.

-E quanto aos herdeiros remanescentes que te pedi para encontrar? -comentou ela com o tom de voz distraído.

-Não foi difícil encontrá-los, senhorita Park. Mas todos eles tem uma agenda lotada. Será difícil encaixar todos eles para apenas uma reunião que acredito seria a alternativa mais prática.

-Vamos nos dividir. -ecoou Minyoung no banco de trás. -Eu e você iremos encontrá-los pessoalmente para que falemos sobre o conselho. Precisaremos de uma abordagem direta se quisermos a atenção deles, ajusshi. Depois disso poderemos marcar a reunião. -os olhos do secretário Lee se encontraram com os de Minyoung pelo espelho retrovisor. -E eles virão.

-Se é assim que a senhorita deseja. -disse ele com um aceno de cabeça.

-Dê a volta.

-Como?

-Faça o retorno. -ela apontou a janela com um sorriso largo. -Vi um Subway e fiquei com fome.

As sobrancelhas do secretário Lee subiram, mas ele sorriu discretamente e fez o retorno. Às vezes tinha dúvidas se Minyoung tinha dúvidas se Minyoung tinha 23 anos ou 14.


Notas Finais


Para quem não enviou a ficha ainda: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfVkHnGHrGoOGxefSQCOuJ4UeO-OBwDj-2gY8DtXneNq0OHGA/viewform
Não é obrigatório reservas de aparência, porém isso evita confusões então...
Espero que tenha agradado.
De acordo com o meu cronograma, planejo postar a cada duas semanas caso nenhum imprevisto apareça.
Qualquer dúvida, por favor se expressem ^^
~Nay.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...