História Ocean - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Álcool, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem❤

Capítulo 6 - The Boy


Fanfic / Fanfiction Ocean - Capítulo 6 - The Boy

Vou até ele e vejo que o mesmo estava apagado. Deve ter se afogado, então não penso duas vezes antes de o segurar e leva-lo para o raso da praia.

Assim que chego la com ele, piso na areia e minha cauda desaparece, me ajudando a puxar ele para mais longe das pequenas ondas que se quebravam no raso. Avistei dois caras correndo em nossa direção, ele ainda estava apagado. Parece que vieram ajuda-lo.

-Ele ta bem? (Pergunta um dos caras. Dos dois, ele parecia ser o mais simpático)

-Bem ele não tá. Com certeza se afogou, ele não acorda. (Respondi)

-Temos que lavar ele para o Salva-Vidas. (Disse o outro cara, o menos simpático)

-Não vai dar tempo, precisa ajuda-lo aqui mesmo. (Disse ja nervosa)

O Salva-Vidas chegou correndo em nossa direção. Ele começou os procedimentos para acorda-lo e depois de uns 2 minutos finalmente deu certo. Ele acordou cuspindo água, pois havia se afogado, e pelo jeito, engoliu muita água.

-Ainda bem. (Disse o mais simpático, estava mais preocupado do que o outro. Devem ser amigos dele)

-Faz muito tempo que ele estava afogado? (Pergunta o Salva-Vidas)

-Não. (O simpático responde)

-Mas isso não importa agora. Ele vai ficar bem? (Pergunta o outro)

-Vai. (Responde o Salva-Vidas)

-É a namorada dele? (Pergunta o Salva-Vidas)

-Não, eu nem conheço ele, por que a pergunta?

-É que em uma situação dessas me parece que seria bem mais útil que eles se eu não tivesse aqui. (Responde o Salva-Vidas. Depois vai em bora)

-Quem é você? (O não simpático pergunta irritado)

-Ammy. (Respondo)

-Que nome estranho. (Diz ele)

-Não sabe mesmo como trarar as meninas. É por isso que sempre foi largado pela suas "namoradinhas". (Diz o simpático, ele não parecia bravo)

-Cala boca. (Diz o outro já irritado)

O menino que tinha se afogado se sentava meio tonto. Parecia que ele estava bem confuso. Até começar a falar.

-E aí? Quem ganhou? (Pergunta o menino)

-O Greg. (Diz o não simpático. Greg até que era bonitinho!)

-Ah, sabia.

-Como assim quem ganhou? Você se afogou! (Disse inconformada com aquer garoto. Que nem ligou em ter se afogado, e sim em quem ganhou)

-Eu ja me afoguei várias vezes nadando. Sou da praia, então nem me preocupo se me afogar, para mim apenas engoli um pouco de água, nada de mais.. (diz o menino)

-Como é? (Disse irritada) -Eu tava aqui me preocuopando a toa? (Reclamei)

-Você se preocupou por que quis. (Disse isso se levantando da areia. Não estava nem aí para o que tinha acontecido)

-Mas cara, foi pior dessa vez do que das outras!.. tome mais cuidado, não ganhará muita coisa ganhando o jogo.. (Greg diz)

-Não tô nem aí. Só paro quando isso me impedir de verdade. Só engoli umas gotinhas de água, você se preocupa de mais!.. (diz o menino indo em bora com o carinha nada simpático. Greg vai com eles, mas ficam um pouco afastados um do outro. Agora sim Greg parecia nervoso)

Bem, depois do acontecido, decidi ir para a lanchonete ver as meninas. Tentar conversar com Ella e descobrir o porquê de Mia não ter me atendido depois de 10 ligações feitas por mim.

Cheguei la e Mia estava trabalhando com Ella. Meu avô vai até mim.

-O que acha que voltar a nos ajudar aqui hein?!

-As meninas estão bravas. Não queria forçar a barra.

-É só não falar com elas!.. E outra, seu problema com elas não tem absolutamente nada haver com a lanchonete. Então não me prejudique por causa de suas beigas com amigas. Não pedi para fazer nada de errado com elas. Volte ao trabalho amanhã mesmo.

-Me dê só mais uns dias?

-Não seria justo comigo Ammy.

-Eu sei, mas só… (ele me interrompe)

-Nada mais que um dia. Se não estiver aqui amanhã vou ter que te tirar daqui e contratar outra pessoa.

-Mas o que vou fazer o dia inteiro?

-Vai ter que trabalhar de babá para os gêmeos da rua ao lado ou te mandarei para morar com sua tia.

-NÃO! Eu quero ficar morando aqui!

-Então venha amanhã.

Vovô volta ao trabalho. Tinha que me resolver logo com minhas amigas ou iria voltar para a cidade com minha tia Karla. E acredite, eu não quero ir com ela. Mesmo ela sendo menos exigente, gosto de morar aqui com meu avô, e as vezes as exigências dele me ajudam muito no meu dia a dia. Vou me resolver com elas hoje mesmo. Só preciso de um empurrãozinho. 


Notas Finais


Não se esqueçam de comentar, isso incentiva muito😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...