História O.d.e - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Menina 13/ode
Exibições 23
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom minha galerinha, peço desculpas pela demora em postar os capítulos, mas tá acontecendo várias coisas em minha vida, várias mudanças, mas em breve tudo irá se resolver e tentarei recompensar vocês. beijos e boa leitura!

Capítulo 28 - Passado


Fanfic / Fanfiction O.d.e - Capítulo 28 - Passado

 

Londres~P.O.V Evellyn-Evy 

Acordei, fitei o despertador e marcava exatamente 10h, levantei meu corpo e fiquei sentada na cama, esperando meu despertar, estava sonolenta ainda, fui para o banheiro fiz minhas higienes, vesti um short preto, e uma blusinha rosa de alça que Rose havia trazido para mim no dia anterior.
Desci as escadas e fui até a cozinha, dei de cara com Erick sentando na mesa tomando café.. Me assustei um pouco.

-Erick..

Falei com um sorriso no rosto.

-Achei que dormiria o dia todo..

Ele riu.

-Bobo, chegou agora?

-Não não, cheguei ontem a noite, você já estava dormindo..

-Por que não me chamou?

-Porque você parece um anjo dormindo, e eu fiquei com pena, e também porque não seria preciso te acordar, já que ia te ver agora de manhã..

-Tá bom..

Nós rimos e eu fui abraça-lo, porém com cuidado, ele ainda sentia algumas dores no corpo.

Depois de tomar café, eu e Erick fomos para sala, e nos sentamos no sofá.

-Evy..

Eu estava pensando em Rose, precisava que ela continuasse..precisava saber o que levou a família Bluun a ter alguma briga com minha família..quando ouvi a voz grossa e gostosa de Erick.

-Evy..

-Oi..desculpa, estava pensando coisas aleatórias..

-O que pretende fazer?

-Eu não sei Erick..eu preciso esperar a Luana casar com o Taylor..eu preciso falar com a minha mãe antes disso tudo..

-Eu posso pedir para sua mãe vim aqui..

-Seria uma boa idéia..

-Evy..preciso te contar uma coisa..

-Pode dizer..estou ouvindo..

Eu o olhava atenta.

-A Sue..

-O que tem ela?

-Quando estava pra sair do Hospital, eu vi o Larry, o Taylor e a Crissie lá. Me aproximei e perguntei ao Taylor o porque de estarem lá..ele me disse que a namorada do Larry havia sofrido uma tentativa de homicídio..efetuaram 3 disparos nela.

-Você ta brincando comigo Erick...

Imediatamente meus olhos se encheram de lágrimas.

-Tudo leva a crer que foi a Luana...

-Mas por qual motivo Erick? Não tem explicação, ela tem motivos comigo, mas não com a Sue.

-Justamente Evy, eu acho que é por que você fugiu, é uma maneira dela te mostrar que o que ela vai fazer é destruir as pessoas que você ama por conta da sua fuga, por você ter desafiado ela..

-Não Erick, não!! Eu à odeio cada vez mais!

-Calma Evy..

Eu estava com raiva e as lágrimas não paravam de cair, encostei minha cabeça no peito de Erick..

-Erick, eu preciso conversar com a minha mãe o quanto antes, só ela vai poder me ajudar, ela precisa me ajudar, e o mais rápido possível, não suportarei saber que a Luana está causando mais dor as pessoas que amo.

disse ainda com a cabeça encostada no peito de Erick.

-Vou ligar para sua mãe agora..peço para ela vim almoçar com a gente tudo bem?

-Sim, mas fica mais um pouco aqui comigo, eu senti sua falta, eu chorei muito, eu pensei que iria te perder, a culpa me consumiu, se eu não estivesse aparecido naquela cabana, nada disso teria acontecido!

-Evy, não fala besteira, aparecer naquela cabana, foi a melhor coisa que você fez, te ver novamente foi a melhor coisa que pudia ter acontecido, e se eu estou assim, é porque lutei para não perder minha princesa de novo, não suportaria!

Eu levantei do peito de Erick e nós nos olhamos, nossos rostos começaram a ficar cada vez mais próximos, Erick pôs sua mão na minha nuca, e eu pudi sentir sua respiração bem mais perto. 

-Ai meu deus, me desculpa seu Erick, não era minha intenç...

Rose entrou na sala, nos tirando daquele clima..

-Tá tudo bem Rose, não atrapalhou nada..

-Me desculpe mesmo seu Erick, é que ligaram da Advocacia, mais especificamente o pai da Evy ligou, e pediu para conversar com você!

-Rose, você não disse nada né?

-Não Evy, pode ficar tranquila, eu não irei contar nada a ninguém, tem minha palavra.

Rose se retirou da sala, fazendo com que eu e Erick ficássemos sozinhos novamente..eu estava tensa, nervosa, pela primeira vez havia ficado assim, nem quando rolou o beijo com o Taylor na festa de 15 anos eu fiquei assim, não sabia o que falar ao Erick..

-É..é mehor você ir falar com o meu pai..

Eu passava as mãos no joelho de tanto nervoso..

-É..eu já volto.

Ele foi para o escritório, e eu fui até a cozinha.

-Rose, pode terminar de me contar, continuar de onde paramos?

-Sim, Evy, eu só to fazendo isso, por que sei que você precisa saber tudo, para se ajudar, e ajudar a sua família..

-Rose..você tá sendo um anjo pra mim..

Eu á abraçei e ela retribuiu..

Sentamos na mesa.

Flashback on~Rose

-Rose!! Rose!!

A senhora Lavigne me gritava, todos os empregados já haviam ouvido, de tão alto, fui correndo ver se havia acontecido alguma coisa.

-O que aconteceu senhora Ana?

Perguntei Aflita, mas logo vi um sorriso em seu rosto.

-Quero que faça minha malas.

-Mas..para onde vai senhora?

-Vou ver a minha tia em Miami.

-Ela está doente senhora?

-Sim..

-Desejo melhoras, mas e o senhor Laurence, sabe dessa sua viagem?

O senhor Laurence ainda não havia voltado, depois de ver o Henry entrando na casa no dia anterior, estranhei essa viagem assim de repente.

-Não consegui falar com ele, mas assim que chegar lá, eu aviso, fique despreocupada e só faça as minha malas por favor.

-Ok.

Fiz as malas da Senhora Lavigne.

-Quando que a senhora vai?

-Amanhã..

-Mas tão rápido assim?

-Sim Rose, preciso ficar com a minha tia!

-Me desculpe senhora, que cabeça a minha de não entender que a senhora precisa ficar ao lado de sua tia nesse momento tão triste!

-Tudo bem Rose..

Eu estava botando as últimas peças na mala de viagem, da Senhora Ana, fiquei em dúvida se botava duas Blusas que ela adorava, então fui até a sala perguntar, quando estava descendo as escadas escutei a Senhora Ana, conversar ao telefone, Ouvi ela dizer; Está tudo certo, irei a miami, amanhã, mal posso esperar pra te ter perto de mim de novo, cada segundo sem você me faz triste! 

Ela desligou, eu retornei ao quarto antes que ela percebesse que eu havia escutado.

-Já ia descer, para perguntar a senhora, se boto as duas blusas de seda, que a senhora adora.

-Bote sim Rose, o Laurence que me deu, vai ser uma forma de tê-lo mais perto de mim.

-Acho o amor de vocês muito bonito.

-Eu também, eu só vou por que é a minha tia, mas eu não gosto de ficar longe do Laurence.

Ela foi para a frente do espelho e ficou se olhando apoiada na penteadeira.  eu a fitei e vi que tinha uma marca vermelha em seu pescoço..

-Senhora Lavigne, o que foi essa marca em seu pescoço?

Ela procurou a marca no pescoço de forma assustada, virou-se para mim e..

Flashback off~Rose

A comida estava no fogo e fez com que Rose parasse de me contar para ir ver.

Erick entrou na cozinha.

-Já pedi a sua mãe para vim.

-Foi o melhor que você fez Erick, preciso ter uma longa conversa com ela.

-O que aconteceu que está com essa feição preocupada?

-Nada meu bem, pensamentos meus, mais especificamente a Luana.

-Evy, não quero que fique pensando muito nessa psicopata, irá fazer mal ainda mais.

-Tudo bem, me desculpa..

Rose foi para o depósito da casa, deve ter ido buscar suprimentos..

-Não precisa desculpas..só quero seu bem.

Erick se aproximou, eu o olhei, ele apenas encostou a minha cabeça em seu peito e disse;

-Você ainda vai saber toda a verdade...

  


Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado, e muito obrigado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...