História O.d.e - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Menina 13/ode
Exibições 10
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom, espero que gostem, amores <3

Capítulo 40 - Enfim uma família


Fanfic / Fanfiction O.d.e - Capítulo 40 - Enfim uma família

Londres

   1997

P.O.V ANA

Acordei, olhei para o lado, e vi Laurence dormindo apenas com uma boxe branca, se ele não fosse o monstro que é agora, seria ate uma pessoa..bom, não sei como falar, meu corpo estava doendo muito, já se passara uma semana desde que Laurence me castigou, eu não falo com ele, apenas gesticulo com a cabeça, ele se mostrou arrependido, mas isso não me comove nem um pouco. Estava olhando para o teto, quando sinto uma mão acariciando meus cabelos.

-Bom dia meu amor..

Laurence estava com um sorriso no rosto, mesmo com as barbaridades que ele faz, ele continua sendo bonito, seus olhos pretos e seu cabelo liso num topete bagunçado o deixa com uma beleza natural muito boa, digamos assim. Me afastei, tirando a mão de Laurence sem tirar os olhos do teto.

-Bom dia.

Respondi seca, me virando para o lado contrário a Laurence e observando a sacada. Ele se aproximou pondo uma mão em minha cintura.

-Ana, eu te peço perdão novamente, eu te amo de verdade, entenda que foi ódio..

Me virei para ele que me olhava com os olhinhos cheio de esperança.

-Até quando Laurence? Até quando seu ódio vai te transformar em outra pessoa? Até quando vai permitir que ele destrua isso que chamamos de casamento?

Ele abaixou a cabeça, vi que lágrimas tomaram conta do seu rosto. Me levantei tirando a mão dele da minha cintura.

-Bom, eu vou ver a Evy.

Falei sem nenhum sentimento, abri a porta e fui em direção ao quarto da pequena, Me encostei no berço e ela já estava com seus  grandes olhos azuis abertos, me encarando.

-Você quer comer meu amorzinho?

Desci de roupão e com Evy em meus braços, já havia amamentado. A campainha tocou, abri a porta.

-O que houve Luan?

-A mamãe, ela pediu pra senhora ir lá..

-Tudo bem pequeno, não quer entrar?

-Sim, dona Ana. A sua bebê está onde?

Luan me perguntava todo feliz, ele tem os olhinhos azuis porém mais escuros que o de Evy e seus cabelos são loiros.

-Está com Rose.

Ele entrou e foi até Rose que estava na sala.

-Deixa eu pegar ela um pouquinho?

-Deixo sim, agora você precisa sentar no sofá e eu á boto no seu colo, ta bom?

Luan assentiu com a cabeça e ficou sentado no sofá, eu peguei Evy e botei no colo dele.

-Nossa, ela é linda, Dona Ana, como a senhora..

Ele me olhou e deu um sorriso, voltando sua atenção para Evy.

-Obrigado meu pequeno..

                                       ***

4 Anos depois~~~~

-Evellyn, não pode brincar na lama minha filha..

-mãe, eu só vou brincar com o Luan um pouquinho, e você sabe que em todo parque tem Lama..

-Você me convence..ta ta bom, mas só um pouco.

-Obrigada mãe..

Evy saiu correndo gritando o Luan, e ficaram correndo, ele era dois anos mais velho que ela, e não deixava ninguém a tocar.

         [..................]

-Filha, tá na hora de ir embora..

-Mas já mãe?

-Evy, você brincou a tarde toda, já são 17h, seu pai vai chegar do trabalho daqui a pouco..

Falei dando um sorriso para convencê-la.

-Só se formos tomar um sorvetinho, quando o papai chegar..

-Ta bom, nós vamos..

Ela deu uma risadinha malvada, que mais pareceu engraçada, e fomos pra casa.

Estava sentada no sofá, assistindo a um programa qualquer, quando Evy desce as escadas correndo e gritando.

-Papaiiiii

Laurence estava com sua maleta em mãos, a jogou no chão e pegou Evy em seu colo.

-Oii minha Princesa..

Me levantei, para receber Laurence..

-Mamãe disse que vamos tomar sorvete hoje..

-Ah ela disse é?

Ele fez uma cara de espanto de mentira para Evy, eu apenas abri um sorriso, botando as mãos nos bolsos de trás da calça em que estava usando. Me aproximei de Laurence que botou Evy no chão e me deu um beijo.

-Como foi o seu dia, querida?

Ele me perguntou, segurando minha cintura e me dando vários selinhos.

-Foi como sempre, a Evy não larga o Luan..

-Imagino, vamos tomar o sorvete mesmo?

-Se você quiser ir, sim, mas usei como um pretexto pra fazer ela vim para casa.

Nós rimos, e fomos até a sala de jantar.

-Olá senhor Laurence, hoje é o seu prato preferido..

-Olá Rose, você sempre me fazendo vontades..

-A senhora Ana quem pediu que fizesse..

Laurence me olhou..

-A é, porque alguma data comemorativa?

Ele perguntou se sentando na mesa.

Eu me sentei na mesa, olhando pra ele fixamente.

-O que foi, querida?

Ele perguntou quando notou que eu o olhava.

-A..nada Laurence..

Falei irritada. Ele se levantou da mesa e saiu, aquilo me deixou com mais raiva..

-Cadê o Senhor Laurence?

Perguntou Rose, servindo a mesa.

-Não sei Rose..não sei..

-Bom, por que não vai ao jardim dos fundos procurá-lo?

Eu á olhei.

-Eu não.

-Para de ser orgulhosa, talvez com os problemas na empresa, ele acabou se esquecendo..

-Não Rose, eu não vou..

Enquanto dizia a Rose que não ia e ela continuava insistindo, ouvi a voz de Laurence me chamar, ele estava no jardim dos fundos. Me levantei e fui ate lá.

-O que voc...

Não terminei de formular a pergunta, Laurence havia feito uma surpresa pra mim, e Evy estava lá sorrindo com um urso na mão com um laço de presente, ela veio correndo até mim.

-Toma mamãe, o papai comprou para você..

-Obrigada, querida..

Laurence apareceu com um buquê de rosas vermelhas e um vinho na mão, no chão do jardim, havia pequenas velas, formando a frase Eu te amo.

-Não achou que eu esqueci não é?

O Olhei com um sorriso sarcástico.

-Claro que eu achei..

Ele se aproximou de mim e me deu um beijo, me entregando as Rosas.

-Eu te amo Ana.

-Eu também te amo.

Ouvimos pequenas palmas, e olhamos para Evy que estava toda sorridente. Fomos para dentro e jantamos.

         [.........]

Pelo menos agora eu realmente estou tendo um casamento de verdade, Laurence começou a ir ao psicólogo desde de quando ocorreu tudo aquilo, ele se esforçou bastante e claro que eu tive que dar valor ao seu esforço, sem contar que Evy é super apegada a ele, e ele também a ela, decidi esperar ela crescer e contar toda a verdade, ou talvez não, tenho medo que á prejudique. Sou tirada de meus pensamentos por Laurence..

-Amanhã será o julgamento..

Laurence havia contado para a policia sobre o que fez a Henry, sobre o acidente, e confesso que cada vez que me lembrava dele, meu coração apertava..eu sentia muita saudade dele..

-Sim..melhor você dormir, irá dar tudo certo..

-Sim, meu amor..

Ele se aproximou de mim, que estava sentada na cama e deu um beijo em minha testa.

-Vamos dormir..

                                     ***

Já havia acontecido o julgamento, esperávamos apenas pela resposta final do juiz, Laurence permanecia frio como sempre.

-Não está com nem um pouco de medo de ser preso?

Ele me olhou erguendo uma sobrancelha.

-Acha mesmo que vou ser preso?

-O que você fez, Laurence?

-Nada querida..

Olhei para Laurence desconfiada, mas decidi deixar para lá, me afastei dele um pouco e dei um telefonema para Rose, queria saber se estava tudo bem com Evy..

Ligação on:  

-Olá Rose, está tudo bem ai?

-Sim ,senhora..

-Ok, já está acabando aqui, vou para casa já já.

-Tá bom, senhora Ana vai dá tudo certo, estou orando..

-Obrigada Rose..

Ligação Off;

Ela deve ter sentido meu nervosismo pela minha voz. O Juiz nos chamou para começar a sessão.

                             {.....................]

-Então o réu senhor Laurence Lavigne é declarado...

Meu coração acelerou.

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado e nessa reta final, fico morrendo de sdds já <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...