História Odeio Fanfics 2 - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 81
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ciao a tutti! 💖


Obrigada a todos pelo apoio de sempre!

Preparem os forninhos para esse capítulo!



Espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 9 - Me enganei de novo, quebrei a cara!


Fanfic / Fanfiction Odeio Fanfics 2 - Capítulo 9 - Me enganei de novo, quebrei a cara!

- CALA A BOCA, LAPO! Emily, não dê atenção pra esse maluco! – disse Gigi.

- MALUCO O CARALHO, SEU FALSO! Você fez aquele pirralho do Matteo me contar sobre as fanfics, fez ele debochar de mim e criou uma situação para me deixar puto com a Emily. E eu cai igual um idiota! Você é cruel, maquiavélico! – disse Lapo.

- Não venha de invenção, Lapo! – disse Gigi.

- Invenção nada, o Matteo saiu pra beber comigo e me confessou tudo! – disse Lapo.

- GIGI, VOCÊ FEZ ISSO? – eu disse.

- Não, Emily! Não foi assim! – disse Gigi.

- Como eu posso acreditar? Você já me enganou tantas vezes! – eu disse.

- Eu tenho provas que ele fez isso, Emily. ELE É UM FALSO, UM SEM-CARÁTER! – disse Lapo.

- EU FIZ UM FAVOR LIVRANDO A EMILY DE UM BABACA COMO VOCÊ! – disse Gigi.

- SEU FILHA DA PUTA! VOCÊ VAI PAGAR PELO O QUE FEZ! – disse Lapo.

Lapo avançou em direção a Gigi e lhe deu um soco, Gigi revidou e deu um tapa na cara dele. Quando dei por mim eles estavam caindo na porrada.

- PAREM! – eu disse.

Tentei, em vão, separa-los.

- MAS O QUE É ISSO? – disse Allegri, aparecendo repentinamente, acompanhando de Andrea Agnelli.

Allegri segurou Gigi, enquanto Andrea segurou Lapo.

- Vocês estão loucos? Que briga é essa? – disse Andrea.

- Esse cretino armou contra mim! Armou pra separar eu e Emily! – disse Lapo.

- Eu não separei ninguém! Foi você que ficou puto com ela por causa das fics e foi você que acabou com tudo! Eu não precisei mover um dedo, você é tão previsível que eu sabia que você ia ficar puto com ela. – disse Gigi.

- Seu canalha! Nós estávamos apaixonados! – disse Lapo.

- Apaixonados? Não mesmo! A Emily me ama, sempre me amou! Você foi só um consolo pra ela quando ela achou que não me teria mais. Você sempre foi a piada, o babaca, o palhaço, enquanto eu sempre fui o ídolo, o homem dos sonhos dela! Você não é nada! – disse Gigi.

- Eu não acredito que to ouvindo isso. O QUE VOCÊ PENSA QUE EU SOU, GIGI? Pensa que eu sou uma babaca que vai se rastejar por você sempre? VOCÊ NUNCA MAIS VAI ME FAZER DE IDIOTA! E o que você disse... VOCÊ SE ACHA O CENTRO DO MUNDO NÃO É? PENSA QUE É A ÚLTIMA PICA DA FACE DA TERRA! VOCÊ É A PESSOA MAIS EGOCENTRICA QUE EU JÁ CONHECI. EU NUNCA DEVERIA TER ME RELACIONADO COM VOCÊ. TEU LUGAR ERA COM AQUELA ESCROTA DA ILARIA, VOCÊS SE MERECEM! – eu disse, berrando.

Me aproximei mais de Gigi e olhei nos olhos dele. Vi que ele estava segurando as lágrimas enquanto eu já chorava de raiva.

- E fique sabendo que eu amei sim o Lapo. Ele me fez feliz e me satisfez como você jamais fez. O Lapo é mais homem que você em todos os sentidos. – eu disse.

Me retirei imediatamente. Lapo correu em minha direção.

- EMILY! – ele disse, segurando meu braço.

- Por favor Lapo, preciso de um tempo pra refletir. Isso tudo foi demais pra mim! – eu disse, me soltando dele e indo embora.

Fui pra casa e chorei por horas. Como eu fui feita de trouxa! Jamais imaginei que Gigi pudesse ter jogado tão baixo. Será que esse homem que tanto amei sequer existiu? Ou será que o Gigi que amei era só uma invenção da minha mente, um ídolo que fantasiei, o homem que idealizei? Sinto que vivi uma mentira.

Nos dias que se seguiram eu já tinha seguido em frente. Não quero pensar em homem agora, só quero focar na minha filha e no meu trabalho.

 

Gigi’s POV

 

Eu não acredito que perdi a Emily! Não pode ser. Eu sei que errei, que minha atitude foi horrível. Mas foi um ato de desespero. Eu me arrependo de ter agido da forma que agi. Eu deveria ter me separado da Ilaria há muito tempo, ter assumido a Emily desde a época da EURO.

A Emily não falou comigo desde então. Ela me disse para falar com a mãe dela sobre assuntos relacionados a Francesca. E a dona Lucia não me dá acesso a Emily de jeito nenhum.

Pra piorar minha situação ganhei uma suspensão de uma semana do time por causa da minha briga com o Lapo.

Minha campainha tocou. Era Ilaria vindo buscar Leopoldo. Ela entrou e entreguei nosso filho pra ela.

- Nossa Gigi, que cara é essa? – disse Ilaria.

- Nada. – eu disse.

- Não me vem com essa, sei que você está mal. – disse Ilaria.

- Eu perdi a Emily por causa de uma babaquice, porque contei pro Lapo sobre fanfics que ela escreveu. Eu não acredito que essas fanfics trouxeram tanta confusão. – eu disse.

- Fanfics? O que é isso? – disse Ilaria.

- Deixa pra lá. Por que estou falando isso com você mesmo? Você quer é ver eu me ferrando, e principalmente, a Emily se ferrando. Tchau, Ilaria. – eu disse.

- Você é um bossal mesmo! Só queria ajudar. Agora fiquei com a pulga atrás da orelha com esse negócio de fanfics. Mas você não vai me falar mais nada, não é? Está bem. Tchau seu antipático. – disse Ilaria.

Ilaria bateu a porta com força e foi embora.

Acho que falei demais mais uma vez. Por que fui comentar de fanfics justamente com a Ilaria? Isso pode dar uma merda!

 

Emily’s POV

 

Já havia se passado dez dias desde a revelação do Gigi. Finalmente eu iria ver o Lapo. Ele veio na minha casa e trouxe um presente para a Fran. Lapo tinha chegado há pouco tempo quando a campainha tocou. Era um oficial de justiça. Me assustei. Abri a carta. Era uma intimação.

- NÃO! Isso só pode ser brincadeira! – eu disse, desesperada.

- O que houve? – disse Lapo.

- A Ilaria está me processando por causa das fanfics!


Notas Finais


O que acharam do capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...