História Odeio Fanfics! - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 208
Palavras 2.078
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ciao a tutti! 💖


Capítulo novo pra massa!


Link das músicas nas notas finais!


Espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 7 - Save me, from a state of unemotion


Fanfic / Fanfiction Odeio Fanfics! - Capítulo 7 - Save me, from a state of unemotion

Me estabaquei no chão na hora, tamanho o susto que o Lapo me deu. Me estabaquei feio, muito feio. O barulho foi enorme, pessoas correram para me acudir, Lapo, Andrea Agnelli, Pavel Nedved...

- Gigi, o que houve? – disse Lapo.

- Você está bem, meu amigo? – disse Andrea.

Ele me ajudaram a me levantar. Que micão! Tudo culpa dessa maldita Emily, dessa malditas fanfics! Eu odeio fanfics!

Limpei a sujeira, ajeitei minha roupa que já estava toda amassada e tentei me recompor.

- Eu estou bem. Ta tudo bem. – eu disse.

Que merda. Que vergonha que eu passei.

Fiquei um tempo conversando com Andrea e Lapo. Falávamos sobre o jogo contra o Bayern, que seria em breve. Vai ser um grande desafio para todos nós! Falta pouco mais de uma semana e eu preciso manter o foco!

Li menos fanfics nos dias que se seguiram. O foco era total no jogo contra o Bayern.

Mas na véspera do jogo, a noite, eu fui discretamente num barzinho no centro de Turim. Eu sabia que a Emily teria um show com a banda dela lá. Era a noite de música brasileira. O ambiente do bar era agradável, a luz era fraca e havia um pequeno palco. E lá estava Emily! Ela tem um sorriso radiante e uma bela voz.

Mais uma vez nós dois

Mais ninguém

Só mais uma vez nós dois

Mais ninguém

E olha lá, aquele fulaninho do lado dela! Sério que ela faz duetozinho com esse Paolo? Observei eles cantando e era evidente para qualquer um que os visse que eles são um casal.

Agora eu sei

Que te perdi, quando devia te guardar

Eu fugi, deixando rastros pra voltar

Duvidei, quando era só acreditar

Nossos passos misturados

Sempre voltam pro lugar

 

Paolo tocava violão e cantava enquanto Emily apenas cantava e eram delas os vocais principais.

 

Não vou dizer adeus

Ponha os olhos nos meus

Só se for pra ser feliz

E não olhe pra trás

Tô querendo ficar

Para sempre

Ou por um triz

 

Eles se olhavam as vezes enquanto cantavam. Aquele babacão daquele Paolo fica rindo feito um bobo alegre. Ele come ela com os olhos.

 

Mais uma vez nós dois

Mais ninguém

Só mais uma vez nós dois

Mais ninguém

 

Acho que já fuxiquei o suficiente por hoje. Hora de ir para casa. É amanhã o grande dia do jogo!

 

Emily’s POV

 

É amanhã o jogo de Juventus x Bayern de Munique, jogo de ida, oitavas de final da Champions League. O clima na cidade está incrível! Saí do estúdio cedo hoje e fiquei passeando pelo centro da cidade. Em todos os lugares se vê torcedores do Bayern, da Juventus. Em tudo quanto é canto se comenta do jogo. Numa rua transversal a Via Roma fica o hotel Principe di Piemonte, aonde o elenco do Bayern está hospedado. O ônibus do Bayern já está parado em frente ao hotel. Pessoas tiram foto em frente ao ônibus e eu não perdi a chance também.

Toda vez que tem jogo da Champions é assim. É sempre um clima quase de Copa do Mundo. E eu amo isso! Isso é um dos motivos de eu amar tanto Champions League.

Já a noite eu encontrei com Paolo, Thereza e Antonio e fizemos nosso show. Paolo não fala português, mas sabe cantar bem em português. Após o show Paolo não saia do meu pé. Eu estava ajeitando minhas coisas para ir pra casa quando de repente ele me abraçou por trás.

- Belíssima! – ele disse.

- Que susto, Paolo! – eu disse.

- Vai ter uma social ótima amanhã a tarde na casa do Raoul. Vai comigo!

- Paolo, você se esqueceu que amanhã é o dia do jogo da Champions!

- Mas o jogo é só a noite, caralho!

- Mas eu tenho que estar por lá a tarde porque o Luigi vai me entregar meu ingresso num restaurante lá por perto!

- Não tem necessidade de você chegar tão cedo! Você só está com essa palhaçada por que sou eu que te chamei! Se fosse a Michela, ah... Por aquela você saia correndo, ia igual uma idiota pra Nápoles o tempo todo só pra...

- CARALHO, PAOLO! QUE OBSESSÃO COM A MINHA HISTÓRIA COM A MICHELA! NÃO TEMOS MAIS NADA!

- E VOCÊ ME USA COMO CONSOLO JÁ QUE ELA NÃO TEVE CORAGEM DE ASSUMIR UM RELACIONAMENTO COM VOCÊ.

- NÃO É NADA DISSO, SEU BABACA! Você sempre acha que sabe tudo sobre mim, não é? Eu não suporto essa tua prepotência.

- Então está bem, o insuportável vai embora! – disse Paolo, indo embora na hora.

Ele sempre vai me jogar na cara essa história.

Michela foi uma garota de Nápoles com quem eu me envolvi. Mas ela era mais nova que eu, tinha uma família conservadora e tinha medo de assumir algo comigo. Eu fui uma trouxa por ela. Me iludi tanto! E foi nessa época que conheci Paolo. Até que ela me deu um fora. E Paolo foi quem me consolou. Não me limito em relacionamentos, me apaixono por pessoas, apesar de ter me envolvido mais com homens do que mulheres.

Já superei essa relação, mas parece que o Paolo não. Sei que errei com ele no começo, mas ele vacilou comigo depois, e depois fui eu de novo, depois ele. Parece até que agora um quer se vingar das merdas que o outro fez. Só que ele é bem mais rancoroso que eu.

Acordei cedo no dia seguinte, já ansiosa pelo jogo! Não vejo a hora de estar no estádio, de ver meu amado Gigi, de ouvir aquele hino que me arrepia, de sentir a atmosfera do estádio e da torcida, de acompanhar cada lance!

Passeei um pouco pelo centro e o clima da Champions dominava a cidade mais do que nunca! Fui na loja da Juventus comprar algumas coisas, e mal dava pra andar lá dentro de tanto gente que tinha! Eu amo o humor dos italianos. As pessoas se olhavam animadas, sorridentes. Um torcedor da Juventus tirou uma foto comigo em frente a loja.

- Forza Juve! – ele disse.

- Forza Juve! – eu disse.

Agora é hora de ir atrás do homem mais procurado de Turim: Luigi. Peguei um bonde e um ônibus até chegar no Juventus Stadium. O puto do motorista não parou no ponto, o que fez eu ter que andar muito. Cheguei no local combinado, o restaurante, Mucca Pazza, e nada de Luigi. Sei que cheguei cedo, mas imaginei que ele já pudesse estar por aqui. Não vejo a hora de estar com meu ingresso nas mãos!

Andei em volta do local para me distrair. O hotel que ficava próximo ao estádio estava lotado. Pessoas de vários locais do mundo vieram acompanhar esse jogo! Isso mostra o quanto a Champions League mobiliza as pessoas. Vi a Italia Independent e comecei a rir. Meu Deus, a empresa do Lapo! Lapo, o grande vilão das minhas fanfics, meu querido Lapo! Coitado, eu esculacho ele nas minhas fics. Mas poxa, é só diversão! Na verdade eu adoro ele.

Almocei, andei mais um pouco por lá e voltei para em frente ao restaurante. Pouco depois enfim chegou Luigi! Peguei meu ingresso e fui correndo para o mercado lá próximo! Conversei com a minha mãe e minha amiga Manuela. Manu está tão feliz por mim! Amizade verdadeira é isso, é quando a pessoa fica feliz pelas suas conquistas e quer te ver feliz!

E então chegou a hora de ir para o estádio! Que clima incrível!

Passei pelas catracas, por todo o esquema de segurança e enfim estava dentro do estádio! As luzes, o clima, as torcidas, a música de fundo!

 

Monday left me broken

Tuesday I was through with hoping

Wednesday my empty arms were open

Thursday waiting for love, waiting for love

Thank the stars it's Friday

I'm burning like a fire gone wild on Saturday

Guess I won't be coming to church on Sunday

I'll be waiting for love, waiting for love

To come around

 

Sentei no meu lugar e logo comecei a conversar com outros torcedores. Os jogadores foram entrando para aquecer até que ele apareceu! Gianluigi Buffon, meu amor, meu maior ídolo! Não tenho palavras para descrever minha paixão por esse homem!

Fiquei olhando pra ele, só pra ele, enquanto ele aquecia, até ele voltar par ao vestiário.

E então chegou o momento! Os jogadores entraram em campo e o hino da Champions começou a tocar. O mosaico com as palavras Be Heroes se formou e eu levantava a parte do mosaico. Meus olhos se encheram de lágrimas.

E apita o juiz!

Começa o jogo, e Guardiola parecia mostrar seu melhor repertório. O Bayern tinha o jogo na mão e a Juventus sequer tocava na bola. Meu amor Gigi fez grandes defesas e parecia ser o único jogador da Juve em campo. Gigi reclamava com os jogadores, pois eles não conseguiam ficar com a bola de jeito nenhum. A torcida do Bayern, apesar de estar em minoria, vibrava e cantava. Aos 42 do 1º tempo Thomas Müller marcou para o Bayern. Silêncio no Juventus Stadium. Aos 10 do 2º tempo, Robben marcou mais um para o Bayern. E parecia que seria um massacre bávaro. Mas a Juve teve uma recuperação surpreendente. Aos 18 do 2º tempo, Dybala marcou para a Juve e fez a torcida delirar. Aos 31 do 2º tempo Sturaro botou tudo igual no Juventus Stadium. Com o empate o ritmo do jogo ficou ainda mais alucinante e disputado. E foi assim até o juiz apitar. Fim de jogo: Juventus 2 x 2 Bayern de Munique. Que jogão!

Fiquei observando meu Gigi em campo após o jogo, ele deu um abraço tão grande no Vidal que fiquei até com inveja!

Fui pra casa feliz da vida.

 

Gigi’s POV

 

Acordei no dia seguinte do jogo contra o Bayern bem cansado ainda. Ilaria mais uma vez não estava em Turim. Acessei o Spirit. Vi a Emily falando sobre o jogo. Olhei o instagram dela e vi que ela estava no Juventus Stadium ontem. Ele realmente é minha fã! Vi ela falando também sobre uma fanfic com o Griezmann e o Shaw chamada Mistiness. Li aquela fanfic e me surpreendi! Também li até o capítulo 41 de Let Love In.

Eu estava pensando na Emily cada vez mais. Minha cabeça já estava uma bagunça. Decidi observa-la de perto mais uma vez.

Fui até a galeria onde ela trabalha e não vi ninguém no balcão. Mas ouvia uma música vinda do andar de cima e a voz dela. Subi as escadas. Preciso ser discreto, nem estou disfarçado direito dessa vez.

 

Waiting for a little sign

Esperando por um pequeno sinal

Seems like to no avail

Que parece ser inútil

Strolling down the pavement aimlessly

De cabeça baixa, vago pelas ruas sem rumo

She's praying for someone to snatch her bag of memories

Ela está rezando para alguém roubar sua bolsa de memórias

How come you call it destiny?

Como você chama isso de destino?

When the cross you bear is your only company

Quando a cruz que você carrega é sua única companhia

 

E lá estava ela. Pintando mais um quadro, cheia de tinta, cantando enquanto pintava.

 

Never seen you, I don't even know your name

Nunca te vi, eu não faço ideia de seu nome

But still I believe

Mas eu continuo acreditando

That you are gonna save me

Que você vai me salvar

Somehow I got a notion

De alguma maneira eu tenho uma noção

Just a little affection on this cold and windy road

Apenas um pouco de afeto nesta fria e tempestuosa estrada

Save me, from a state of unemotion

Salve-me, de um estado depressivo

Just a little affection on this windy road

Só um pouco de paixão nesta tempestuosa estrada

 

Sinto uma força que me atrai a ela, quase como um imã. E ela está tão compenetrada no que está fazendo que nem repara na minha presença. Dava passos lentamente enquanto a observava. A cada passo eu ficava mais e mais perto dela.

Acabei esbarrando em algo e isso fez ela se assustar. Merda! Antes que eu pudesse reagir Emily virou para trás assustada, com o pincel na mão. Ela me viu assustada e deu um grito.

- AI! – eu berrei.

Caralho, essa filha da puta tacou tinta nos meus olhos! Essa doente não sabe pra onde anda?

Cobri meu rosto com as mãos. Puta merda, que dor.

- GIGI, É VOCÊ? MEU DEUS NÃO ACREDITO!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...