História Odeio te amar! - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem♡♡♡

Capítulo 5 - BEIJO!?


Eu estava extremamente desconfortável, como um cara pode amar uma garota sem nem ao menos ter um tempo para isso.

S/n: Pare de falar coisas da boca pra fora e me leve para casa! Por favor Senhor Jeon!

Jk: Pare de me chamar assim! Eu não estou falando isso da boca pra fora! Eu realmente amo, a sua competência, o jeito que trabalha, o fato de ser extremamente desengonçada.

S/n: Eu já entendi, você me adimira como uma proficional. Obrigada, pelas suas observações, mas é sério eu tenho que ir pra casa.

Jk: O que vai fazer em casa? Está esperando alguém?

S/n: Tenho que ligar pra minha mãe, e terminar uns trabalhos para o mês que vem.

Jk: Por que não liga pra ela agora?

S/n: Ela provavelmente vai falar sobre eu precisar me casar... (reviro os olhos).

Jk: Entendo... que tal irmos para (eu o interrompo)

S/n: Cada um para a sua devidada casa, Senhor, quero dizer... Kook.

Jk: Pare com essas formalidades! E está bem eu vou te deixar em casa! 

Voltamos. Ele me deixou na porta de casa e se despediu com um beijo suave em minha bochecha, o que pra mim é muito estranho, pois tenho costume de conviver com a formalidade é apenas eu e o trabalho. 

Fiquei parada um bom tempo em frente a porta tentando entender o que acabou de acontecer. Até que entrei. Tomei um banho rápido e liguei pra minha mãe.

*Ligação on* 

- Alô? ( Diz ela com uma voz doce como sempre).

- Oi mãe, como a senhora tem passado?

- Bem, e você? Quando vai vir nos visitar?

- Ainda não sei, não pedi as férias.

- Filha todo esse tempo que você trabalha lá, você precisa descansar. Então, arrumou um namorado?

- Não, eu não tenho tempo.

- Sempre a mesma coisa, na faculdade "eu não tenho tempo" , depois de formada ainda continua pensando assim? Sua vida não pode girar em torno do seu emprego!

- Bom, tem um vizinho...

- Ele é bonito?

- Aish! Eu tenho que trabalhar. Tchau mãe!

*Ligação of* 

Eu realmente não quero elogiar aquele chato! Ainda por cima ele é uma pessoa estranha! Não tem a mínima chace de alguém além da minha mãe ser mais importante do que meu trabalho, não posso desviar meus olhos, estudei muito pra estar aqui.

Fui diretamente para cama.


- Pela manhã do dia seguinte -


Acordo com batidas em minha janela. 

- Bom...eu estou com um pijama de pandas fofos, quem me levaria a sério? (Falo em meus pensamentos).

Abro um cantinho da janela e espio com um só olho.

Jk: Bom dia! 

De novo não.

S/n: O que tem de bom?

Jk: Nossa! Você! (Ele abre um sorriso fofo).

S/n: Você vai continuar me perturbando? Nem posso acordar e você já vem aqui!

Jk: Achei que você dormiu muito *risos*

Pego meu celular às pressas, olhei a hora.

S/n:  JÁ SÃO NOVE DA MANHÃ! 

Jk: Pois é!

Feixei a janela rapidamente, corri e fui tomar banho. Terminei. Me arrumei e sai correndo sem nem ao menos tomar o café da manhã.

Entro no meu carro, antes que eu podesse feixar a porta, sou surprendida com uma mão londa e fina. E adivinha de quem é... sim, é do Senhor Jeon.

Jk: Meu carro deu problema.

S/n: Você é um problema!

Jk: (ele revira os olhos) Vai, me da uma carona.

S/n: Mesmo sabendo que seu carro não tem problama algum, e você já poderia ter ido de táxi. Vou te dar uma carona, mas é só porque você me acordou!

Ele entra no carro. Dirijo até a empresa.

Lee: Bom dia senhorita s/n! E Senhor Jeon? Juntos?

Jk: Bom dia! Nós somos vizinhos!

S/n: Infelizmente... (mormurei).

Lee: Como?

S/n: Nada, é... eu tenho que ir já estou bastante atrasada!

Saio de lá correndo. Entro no elevador e antes que Jungkook chegue o elevador feixa, confeço que foi bem engraçado.

Entro na sala, por sorte não encontro o meu chefe no caminho.

Jk: Mais um dia...

Terminos várias coisas que eu teria de fazer até o próximo ano, juntei tudo e fiz uma pilha, ela estava muito pesada e quase não consegui carregar.

Jk: Vamos eu te ajudo! (Ele pega toda a pilha com apenas uma das suas mãos).

S/n: O-obrigada.

Jk: Pra onde vai?

S/n: À sala do chefe.

Jk: Mas já vai entregar isso tudo? Isso é trabalho pra um ano inteiro!

S/n: Estou precisando de férias!

Jk: Pra onde vai?

S/n: Ainda não sei

Jk: Vai me deixar?

S/n: QUE!?

JK: Perguntei se você vai  (ele se aproxima) me (sela seus lábios aos meus) deixar...

Eu fique sem saber o que dizer ou fazer, ele me olhava fixamente,  dava pra perceber a alegria nos seus olhos. 

S/n: Por que você FEZ ISSO!?

JK: Calma eu só não me segurei!

S/n: Nós temos que estabelecer limites!

Jk: Não vejo por que!

Ele rapidamente me coloca contra a parede, coloca a pilha de papéis em cima da minha mesa. E começa um beijo, Jungkook explora cada canto da minha boca com a sua língua. Era um beijo bom, mas totalmente proibido. Eu realmente não sei por que não recusei.

Jk: Desculpe!

Pus as mão na cabeça, e fiquei andando de um lado pro outro da sala.

Jk: Só foi um beijo...

Peguei toda a papelada e sai daquela sala.

Fui em direção à sala do chefe. Entrei.

S/n: Com licença, vim entregar os arquivos.

Eu percebi o seu rosto de espanto.

Chefe: Senhorita s/n!

S/n: Eu também vim pedir as minhas férias.

Chefe: Ah, claro! Eu já ia te dar, seram três meses, está de acordo?

S/n: Sim senhor, obrigada.

Me retiro e vou direto à minha sala.

Jk: Então, ele te deu as férias?

Eu simplesmente não respondo. Pego minha bolsa.

Jk: É sério, desculpe. Eu...

S/n: Se cala!

Jk: Só me responde, não vou mais te perturbar, eu também vou entrar de férias.

S/n: Sim, e seram três meses de férias, três meses longe de você fora do país!

Sai da sala praticamente correndo. Entrei no carro e fui em direção à minha casa.












Notas Finais


♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...