História Odiando Sasuke Uchiha - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Akatsuki, Naruto, Raiva, Sakura, Sasuke, Uchiha
Exibições 123
Palavras 2.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse cap foi bom e ruim para escrever ao mesmo tempo e bastante emocionante também.
Espero que gostem.

Capítulo 6 - Lágrimas...


Fanfic / Fanfiction Odiando Sasuke Uchiha - Capítulo 6 - Lágrimas...

 

Olhei para o Naruto assustada, já que não lembrava do nosso plano de fuga. Tantas coisas já tinham acontecido que o dia combinado fugiu completamente a memória. Ele me olhava esperando alguma reação, pior que isso, quase implorando na realidade, mas eu estava parada tentando conciliar tudo.

Naruto:-Sakura-chan, precisamos ir... Você não quer?

Sakura:-Uma parte de mim quer, mas a outra não.

Naruto:-Você mudou muito, eu tive medo que isso viesse a acontecer.

Sakura:-Eu não quero ficar só por mim, mas pelo garotinho deitado ali.

Naruto:-Dattebayo, quem é esse pirralho?

Sakura:-É uma historia longa..... Não quero abandona-lo assim e e..

Naruto:-E NEM O SEU MARIDO!

 

Olhei para ele perplexa, é claro que ele já entendia tudo. Desde crianças bastava ele me olhar para saber como eu me sentia. Minha alma parecia cortada porque eu o amava, mas não decifrava o que sentia pelo Uchiha e pior de tudo isso eu magoava a melhor pessoa que já conheci na vida.

Sakura:-Eu gosto muito você e não pode duvidar disso.... Eu sei que estou sendo uma cretina, mas te amo de verdade..... eu....

 

Já começava a chorar quando ele se aproximou e me abraçou.

Naruto:-Eu te odeio muito agora, mas ainda te amo também. Não é da minha natureza mentir e te perdoar não está nos meus planos. Eu quero ficar de joelhos e implorar para você vir comigo... eu juro que quero. Também queria surtar agora, gritar contigo e te machucar ou até te levar comigo amarrada, mas eu não consigo fazer isso. Eu sou um idiota e eu amo muito você, então eu quero que venha porque quer vir e não por obrigação ou pensando que me deve alguma coisa.

Sakura:-Eu sei que não é assim porque te conheço e você é incrível. Desculpa fazer isso,  eu não queria que as coisas ficassem desse jeito.

 

Continuei parada e chorando nos braços dele torcendo para tudo não terminar mal. Eu queria ir embora, sabia que seria feliz com ele, mas estava envolvida demais com o Sasuke para tomar qualquer decisão. Enquanto estávamos naquele momento, a porta se abriu bruscamente e Sasuke entrou furioso indo até onde estávamos e empurrando  Naruto para longe de mim.

Sasuke:-ENTÃO É ASSIM? NÃO ESPERA EU VIRAR AS COSTAS E CORRE PARA O SEU AMANTE? VOCÊ É U...

 

Naruto acertou um soco em Sasuke que caiu no chão.

Naruto:-NÃO SE ATREVA A FALAR NADA DA SAKURA, O ÚNICO QUE NÃO PRESTA AQUI É VOCÊ!!

 

Sasuke levantou e os dois começaram a distribuir socos e empurrões e no meio disso tudo Aiko acordou e começou a chorar. Tentei entrar no meio dos dois, mas era impossível segura-los, minhas tentativas eram mais inúteis com o passar do tempo.

Sakura:-CHEGA!!! PAREM COM ISSO!!!

 

Aquele caos tinha se tornado tamanho a ponto de atrair os seguranças da casa que invadiram o quarto e conseguiram conte-los. Um deles segurou Naruto enquanto Sasuke gritava para que o deixassem em paz.

Sasuke:-Não é tão corajoso agora morto de fome.

Naruto:-BAKA, VAI SER MUITO BOM ME BATER ENQUANTO SEUS EMPREGADOS ME SEGURAM. NÃO É HOMEM PRA CONSEGUIR MULHER E NEM PARA BRI...

 

Antes de terminar de falar Sasuke o acertou com o soco me deixando furiosa com tamanha covardia. Dei um empurrão no Sasuke e corri para ver como Naruto estava.

Sasuke:-COMO VOCÊ SE ATREVE?

Sakura:-VOCÊ É UM COVARDE!!! DEIXA ELE IR EMBORA AGORA.

Sasuke:-IR EMBORA? VOCÊ ME ENVERGONHOU NA FRENTE DE TODOS.... VOCÊS MULHERES SÃO TODAS IGUAIS... EU VOU ACABAR COM ELE, TIREM-NO DAQUI.

 

Quando Sasuke disse aquilo os seguranças arrastaram Naruto para fora do quarto e corri tentando conte-los, mas era inútil. Quando Sasuke estava saindo corri em sua direção desferindo socos em seus braços  exigindo que ele deixasse Naruto ir embora e tentando explicar que tudo era um engano, mas ele nem parecia me enxergar.

Sasuke:-HYORI, VOCÊ NÃO PODIA TER FEITO ISSO COMIGO!

Ele tinha acabado de me chamar de Hyori?  No meio de tudo aquilo os seguranças já estavam praticamente fora do quarto quando Naruto se soltou e correu em minha direção, nesse momento tentei puxar Sasuke pelo braço quando senti algo me acertar fazendo com que caísse. Não contive as lágrimas e quase instantaneamente Sasuke tentou se aproximar de mim pedindo desculpas e dizendo que foi um acidente, mas antes de chegar aonde eu estava Aiko entrou na minha frente com os braços abertos.

Aiko:-N.. NÃO MACHUCA A SAKURA!!!!

 

Naquele momento Sasuke ficou paralisado olhando aquela cena, nem consigo imaginar o que passava na cabeça dele, mas eu tinha tomado uma decisão. Ele saiu do quarto, abracei o Aiko e tentamos dormir. Acordei pela manhã , fiz minhas malas e me preparei para ir embora. Dei um beijo na testa do Aiko que dormia tranquilo e me senti meu coração se desfazer por deixa-lo, ainda assim eu precisava de um tempo para pensar e colocar minha cabeça em ordem. Desci as escadas e antes de chegar até a porta Sasuke surgiu.

Sasuke:-Onde pensa que vai?

Sakura:-Vou para minha casa.

Sasuke:-Vai fugir com o po...

Sakura:-O nome dele é Naruto e eu disse que vou para minha casa. Ficou surdo?

 Sasuke:-Não pode ir! Eu te proíbo.

Sakura:-E vai fazer o que? Me amarrar? Matar meus pais ou o Naruto? Eu não tenho medo das suas ameaças, cansei de ter medo da sua família.

Sasuke:-Eu nunca faria algo assim.

Sakura:-Eu que não sei, você agiu feito um louco ontem. Machucou o Naruto e me machucou,

Sasuke:-Foi um acidente, assim que aquele imbecil correu de volta me virei para acerta-lo e....

Sakura:-Não me importa!! Você machucou ele por nada e eu cansei de tudo isso, cansei da sua família e das suas crises de bipolaridade. Eu achei que estava gostando de você, mas é incrível como não passa um dia sem que apronte algo e me faça te odiar. Você faz por onde ser odiada.

Sasuke:-Então não gosta de mim?

Sakura:-Sinceramente eu não sei, eu quero pensar e respirar longe de tudo isso e principalmente longe de você. Só assim eu vou saber o que eu sinto. Vai mandar seus seguranças me trancarem?

Sasuke:-Eu quero, mas não vou. Você nunca mais vai voltar , né?

Sakura:-Eu não gosto de coisas definitivas ou “para sempre”, não sei o que vou decidir, mas preciso de um tempo. Você vive com uma sombra na sua cabeça e nunca vai conseguir ser feliz a menos que se livre disso, sinto muito dizer isso, mas ninguém pode te ajudar . Você precisa ajudar a si mesmo. Cuida do Aiko porque ele é incrível e não poso leva-lo agora, mas se fizer mal a ele, juro que volto aqui e acabo com sua raça.

 

Sasuke ficou calado olhando enquanto eu saia, aquilo era tão doloroso quanto o dia em que cheguei aquela casa. Não sabia que ir embora seria tão ruim quanto chegar. Eu não queria sair..... sabia que tinha sentimentos pelo Sasuke, mas precisava pensar. Naquele momento eu estava magoada demais para suportar a presença dele. Quando estava entrando no táxi, senti alguém me abraçar e sussurrar no meu ouvido.

Sasuke:-Eu te amo...Por favor volte para mim.

 

Fiquei imóvel por alguns segundos, ele nunca disse que me amava.... continuei ali e então entrei no táxi chorando. Assim que cheguei em casa me senti feliz por não ter ninguém, corri para o meu quarto e passei pelo menos uma hora chorado e ao me recompor voltei para minha vida normal, sem explicações, com abraços , declarações de saudade, doramas, animes e k-pop...

 

 

Uma semana havia passado e  Sasuke parecia perdido sem a presença de Sakura, mas aquela solidão não era privilegio dele, tinha outro Uchiha na casa que sentia falta de Sakura. Ele sabia que o garoto não estava bem, não comia direito e nem saia do quarto. Sasuke se sentia culpado,  queria dizer a Sakura que mandou Naruto embora sem fazer nenhum mal, queria dizer o quanto ela era necessária, mas queria vê-la feliz mesmo longe, ele sabia que precisava deixar o passado para trás, então queimou as fotos de Hyori e decidiu recomeçar. Sasuke foi até o quarto de Aiko e tentou se aproximar. O garoto estava chorando encolhido.

Sasuke:-Me desculpa por ser um idiota. Ele foi embora por minha culpa e você deve me odiar por isso. Não pensa que fiz aquilo de proposito, eu amo a Sakura e queria que ela estivesse aqui. Sei que ela é importante pra você. Por favor..... me desculpa por ela ter ido embora e por ser um pai ruim. Eu já perdi a Sakura e não quero perder você também.

 

Aiko o olhou assustado, mas sentindo pela primeira vez vontade de se aproximar de verdade.

Sasuke:-Eu fui mau contigo, mas eu tinha... eu tenho medo de ser pai. Mas nesse momento eu só tenho você e quero ser uma pessoa melhor, por nós. Me perdoa.

 

Sasuke deixou algumas lágrimas caírem e abraçou Aiko, sabia que não podia esperar nada, mas recebeu um abraço do filho. Crianças são encantadoras, sua capacidade de amar, perdoar e até curar uma alma ferida. Sasuke se sentiu vivo outra vez e capaz de voltar a ser alguém que ama. Os dois continuaram abraçados e se Sakura estivesse ali seria o momento perfeito. Os dias foram passando, enquanto Aiko e Sasuke se aproximavam cada vez mais, a diferença é que não era uma aproximação por estarem isolados num lugar distante, mas uma aproximação cheia de afeto de pai e filho que finalmente aceitavam um ao outro.

Do outro lado da cidade a Haruno recomeçava sua vida e uma serie de provas para recuperar o tempo perdido. Estava feliz por ver seus amigo e familiares, mas ao contrário do que todos esperavam ela não reatara o namoro com Naruto, eram apenas bons amigos. Ela sentia falta do Uchiha, mas precisava de mais tempo para tomar uma decisão. Ela também não passava um dia sem pensar em Aiko.

 

Sasuke e Aiko estavam mais próximos, mas o garoto ainda não tinha falado nenhuma palavra para o pai, ainda assim era uma questão de tempo. Numa manhã quente os dois estavam tomando o desjejum quando Itachi apareceu.

Itachi:-O sobrinho da Sakura ainda está aqui, mas que interessante.

Sasuke:-Você já deve saber a verdade sobre ele. Aiko é meu filho e pretendo cria-lo, não importa o que os outros digam.

Itachi:-Que coisa linda. (ele disse batendo palmas)

Sasuke:- O que te trouxe aqui?

Itachi:-Eu vim buscar o que é meu.

Sasuke:-E o que seria?

Itachi:-Eu vim buscar o meu filho.

 

Sasuke olhou assustado para o irmão que parecia confiante nas palavras que dizia.

Sasuke:Ficou louco? Ele é....

Itachi:É meu filho... você sabe que Hyori e eu tivemos um romance e eu não me orgulho disso, mas quando vi o garoto fui atrás e fiz um exame de DNA. Eles está aqui e prova que Aiko pertence a mim.

Itachi jogou um envelope para Sasuke que furioso o rasgou e jogou no rosto do Uhicha.

Itachi:-Imaginei que ia criar confusão, segurança.

 

Nesse momento o segurança particular de Itachi apareceu e segurou Sasuke enquanto o Uchiha mais velho segurava Aiko pelo braço e o arrastava para a saída. Aiko lutava e Sasuke também.

Sasuke:-TIRA AS MÃOS DO MEU FILHO SEU MISERAVEL....  ITACHI VOLTA AQUI... ITACHIII.

Aiko:-PA.... PAIII, PAI... PAPAI...

 

Aiko gritava desesperado sem entender nada esperando que Sasuke o salvasse. Naquele momento Sasuke sentiu uma mistura de felicidade, era a primeira vez que Aiko falava com ele e foi para o chamar de pai, e ódio pelo que seu irmão estava fazendo. Aiko continuou chamando pelo pai e Sasuke continuava as tentativas para se libertar, mas quando conseguiu já era tarde e Itachi estava saindo no carro com seu filho. Sasuke correu furioso para casa e pegou o envelope para tentar ler, não podia acreditar no que estava escrito..... De acordo com o teste Itachi era realmente o pai de Aiko. Sasuke terminou de rasgar o envelope e caiu de joelhos aos prantos e brados buscando uma solução. Ele tinha perdido Sakura e agora Aiko também tinha sido levado.

 

“Então, nós desmoronamos e partimos o coração um do outro

Se quisermos viver um amor jovem, melhor começarmos hoje

Tem que ficar mais fácil, de alguma forma

Porque eu estou caindo, estou caindo

Oh, cada vez mais fácil, de alguma maneira

Oh, eu estou chamando, eu estou chamando

E algo não acaba enquanto não tiver acabado

Eu não quero esperar por isso

Tem que ficar mais fácil e mais fácil de alguma forma

Mas hoje não,

Hoje não.- Not today- Imagine dragons”


Notas Finais


Espero que gostem e obrigada por acompanharem.
P.s: Tenho uma queda pelo Itachi, entao resolvi deixá-lo digno de ódio nessa fic... não faz sentido, mas depois disso alguém ai odeia o Itachi-lindo-divo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...