História Oh, Baby - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dominação, Drama, Jesse, Paixão, Sadomasoquismo, Senhor, Spencer, Submissa
Visualizações 34
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii, gente! Sim, eu finalmente voltei! E não, eu nunca abandonaria vocês!

Esse é um capítulo curto, só pra dar notícias de que eu to viva, mas agora eu voltei com inspiração e com a motivação e carinho de vocês, vou me dedicar mais a essa fic.

Leiam esse capítulo e depois leiam as notas finais. POR FAVOR, LEIAM AS NOTAS FINAIS.

Boa leitura!

Capítulo 17 - Capítulo 17


Fanfic / Fanfiction Oh, Baby - Capítulo 17 - Capítulo 17

Pov’s Spencer 

3 dias depois


~ Spencer, eu o encontrei - disse Trevor entrando em minha sala.


~ O invasor?


Ele concorda e mostra-me a tela de seu notebook contendo a identidade do hacker.


Nome: Christopher Randall

Idade: 19 anos

Profissão: Cientista de Computação; Engenheiro de Computação.



~ Então esse é o desgraçado?! - digo com raiva enquanto encaro a foto do verme.



~ Sim, ele é um bom hacker, mas é criminoso, já foi preso 2 vezes, uma por assassinato e outra por roubar informações secretas do governo…


~ Então ele é bom mesmo…


~ Não melhor do que eu! - ele diz sorrindo, convencido.


~ Okay. Oque você consegue fazer? Pode invadir o sistema dele e apagar o arquivo?


Trevor afirma, mas diz:


~ Porém nada garante que ele não tenha uma cópia num pen-drive…


Faço um som de raiva e desgosto, bato na mesa.


~ Faça oque for preciso! Persiga-o, ache-o e apague isso! Não vou permitir que aquele verme lucre com algo que minha empresa criou!


~ Posso apagar o arquivo do sistema dele e buscar sua localização para ver se ele tem uma cópia.


~ Faça isso! Intimide esse desgraçado! E mate-o se for necessário!


Ele arregala os olhos e pega seu notebook, saindo rapidamente da sala.


~ Droga! - eu berro e soco a mesa novamente, mas ao fazê-lo, alguma coisa cai e quebra.


Vejo oque é, um porta-retrato com uma foto de minha Jesse. É isso. É disso que preciso, ouvi-la, preciso falar com ela.


Pego meu celular e ligo para ela, que leva um tempo para atender.


~ Alô? Spencer? - ela diz e eu relaxo, como é bom ouvir sua voz.


~ Oi, querida - digo me acalmando.


~ Eu estou no trabalho, aconteceu alguma coisa?


~ Não, eu só precisava ouvir sua voz, estava um pouco estressado…


~ Oh, meu bem… Oque aconteceu?


Sorrio ao ouvi-la me chamar assim.


~ Trevor descobriu quem era o hacker e agora vai atrás dele.


~ Sério?! Oh, isso é bom, certo? - ela pergunta com um pouco de animação na voz.


~ Sim, mas ele é um criminoso, temos que tomar cuidado.


~ Criminoso?! Spencer, não seria melhor entregar isso para a polícia?


~ A polícia não saberia como agir nesse caso, querida. Eles são muito irresponsáveis…


~ A polícia já me ajudou muito, Spencer. Tenha cuidado, não quero te ver machucado novamente.


~ Prometo que não irei me machucar.


~ Okay. Não fique estressado, ta bom?


~ Certo. Vou desligar então, até mais tarde, baby - me despeço.


~ Até, baby.


Desligo e volto ao trabalho. Bem mais relaxado.



Uma semana depois


~ Senhor, nós o localizamos e já mandamos pessoas irem até lá para apagar o arquivo do sistema e vasculhar o local.


Olho para Trevor e confirmo, finalmente vamos nos livrar logo desse hacker desgraçado.



[...]



Meu telefone toca e uma voz grossa começa a falar:


~ Você se atreve a mandar pessoas invadirem minha casa?!


É ele. Christopher Randall.


~ E como você se atreve a roubar algo que me pertece?! Eu irei matá-lo!! - grito.


~ Ah, não, não, não, meu caro. Eu é que irei fazer isso. Você pode me prender, mas eu tenho pessoas que irão matá-lo por mim!


~ Ora, seu filho de uma…!


~ Eu vou ferrar com você, Spencer Wenderburst! Vou te caçar e te matar e a sua namoradinha também!


Arregalo os olhos e cerro os punhos.


~ Não ouse tocar na minha garota!! Senão eu…!


~ Você oque?! Hein?! Você não vai nem me encontrar, Spencer. Porque eu já sumi!


Ele desliga e eu jogo meu celular no chão. Aquele desgraçado!



~~//~~//~~



Pov’s Jesse


~ Jesse, será que você pode me cobrir aqui enquanto vou ao banheiro? - uma de minhas colegas de trabalho pergunta.


~ Claro, pode ir lá.


Me levanto e ocupo seu lugar no balcão. Alguns minutos depois ela volta com meu celular em mãos.


~ Está tocando - ela me entrega o aparelho cuja tela está piscando.


Eu atendo a chamada após ver que é Spencer ligando.


~ Oi, querido?


~ Jesse, preciso que peça férias para sua chefe.


~ Oque? Mas porque? Eu ainda não posso tirar ferias.


~ Peça férias adiantadas! Eu preciso te tirar da cidade agora! - ele diz alto.


~ Spencer, oque está acontecendo?!


~ Só faça oque eu mandei e diga a sua chefe que eu irei pagá-la - ele desliga.


Mas oque raios está acontecendo agora?! Eu vou até o escritório de minha chefe e bato na porta, a mesma me diz para entrar e eu o faço.


~ Oque precisa, Jesse?


~ Bem… Eu… preciso de férias adiantadas, senhorita…


~ Férias antecipadas? E qual seria a razão? - ela me olha com as sobrancelhas arqueadas.


~ Meu namorado me ligou dizendo que era para mim pedi-las, mas não disse a razão, apenas disse que tem que me tirar da cidade agora. E disse que se for necessário, ele irá pagá-lá por isso.


Ela continua me encarando seriamente e depois concorda.


~ Tudo bem, estamos numa época mais lenta então creio que pode tirar suas férias agora.


Abro um sorriso enorme e agradeço várias vezes. Saio do escritório e vou tirar meu uniforme, pego todas as minhas coisas e vou para fora chamar um táxi.


~ Senhorita Reed!


Olho na direção de quem me chama e vejo Robert, nosso motorista.


~ Robert, oque está havendo? - pergunto enquanto caminho até ele.


~ Eu não sei ao certo, mas o senhor Wenderburst irá explicar depois, agora precisamos ir.


Eu entro no carro e Robert começa a dirigir para sei lá onde, mas definitivamente não é o caminho de casa nem o da empresa de Spencer.


~ Onde estamos indo, Robert?


~ Ao aeroporto, senhorita.


Arqueio as sobrancelhas e observo enquanto nos aproximamos do grande aeroporto.


O que raios está acontecendo aqui?!” é tudo que penso.


Ao chegar em nosso destino, Robert abre a porta para mim e me leva até Spencer que me recebe com um abraço apertado e depois entrelaça seus dedos nos meus, firmemente.


~ Você irá ficar ou virá conosco, Robert? - Spencer pergunta ao motorista.


~ Eu preciso ficar com minha família, senhor.


Spencer concorda com a cabeça e me puxa para dentro do aeroporto, eu apenas o sigo sem dizer nada. É melhor esperar o momento apropriado, ele parece aflito agora. Ele me leva até um portão separado dos outros, entramos nele e passamos por um corredor entrando num avião. Spencer me puxa até dois bancos no fundo do avião e nos sentamos ali. Ao sentar no banco e fecharem a porta do avião, ele pareceu soltar o ar e se aliviar. Só quero entender porque…



~ Tudo bem, querido?



~ Não - ele nega e segura minha mão.



~ Oque houve? Porque estamos saindo da cidade?



Ele tira seu celular do bolso e me mostra a foto de um homem, eu olho para Spencer sem entender.



~ Esse homem quer nos matar, Jes.




























Notas Finais


Então, esse capítulo é só para mostrar que eu voltei. Mas, eu quero fazer um capítulo especial com a participação de vocês, e pra isso, preciso da sua colaboração.

É o seguinte, no próximo capítulo, vou falar sobre as novidades que eu trouxe para a fic, sim, eu tenho novidades. E também quero colocar perguntas e respostas no capítulo. Perguntas de vocês.
Então podem me perguntar o que quiserem, eu vou responder.

Perguntas sobre a fic, sobre o meu sumiço, etc. O que quiserem.

Vou postar esse capítulo quando eu tiver um número considerável de perguntas e só vou postar o próximo capítulo da fic, depois de ter postado esse especial, então façam várias perguntas \(^o^)/

É isso! Espero que tenham gostado!
Se quiserem dar sua opinião sobre mim ou sobre a fic, fiquem a vontade.

Beijokaas!! ❤

Eu volto logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...