História Oitava Temporada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Lizzie" Saltzman, Enzo, Hope Mikaelson, Josette "Josie" Saltzman, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Alaric, Bonnie, Bruxas, Caroline, Damon, Delena, Drama, Elena, Enzo, Hibridos, Lobisomens, Magia, Morte, Niklaus, Originais, Romance, Sangue, Stefan, Stelena, The Originals, The Vampire Diaries, Tragedia, Vampiros, Vida
Exibições 58
Palavras 2.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aproveitem!!

Capítulo 1 - Maldição


Fanfic / Fanfiction Oitava Temporada - Capítulo 1 - Maldição

Stefan
Mais um dia normal, preciso me levantar e limpar essa bagunça, essa casa já esta apodrecendo de tantos corpos. Sou errado em rir dessa cena? Deitado na minha cama, com duas mulheres com as cabeças e membros cortados, sinto que tem sangue seco em meu peito. Me levanto e empurro aqueles corpos gelados para fora da cama, entro no banho e derreto minha pele na agua quente. Saio ainda molhado, deixando um rastro de respingos atrás de mim. Meu celular em cima da cômoda insiste em vibrar, mais de vinte ligações perdidas, será que nao entenderam ainda? Me distanciei de todos, nao queria compaixão e muito menos pena. Eu já estava sofrendo o bastante, desligar pode não ser a melhor opção, mas era a única aceitável naquele momento. Quando Alice tirou o coração da Catherine, o meu caiu ao lado. Nenhuma mulher poderia viver ao meu lado, Katherine morreu, Rebekah foi proibida pelo Niklaus, Elena se apaixonou pelo meu irmão, Alice era uma psicótica que fingiu sua morte e Catherine foi morta. Dizer que tenho azar com relacionamentos seria cômico. Mas agora nao me importo mais, apenas quero passar o resto dos meus dias miseráveis longe de qualquer possibilidade de amor e família. Ainda falo com o Damon, em raras vezes apenas sentamos para beber e nos deleitamos com memórias da Cath. Não sei ao certo o motivo de tanto sofrimento, a ponto de deixar Elena sozinha, mas não o julgo, nem posso. Apenas me preocupo com o meu luto, e sim, estou a quase cinco anos vestido de preto, mas não vejo motivos para mudar.
Essa casa esta me enojando, se fosse apenas o cheiro de sangue, seria aceitável, mas os corpos em putrefação estavam em exagero, eu poderia mandar alguém limpar ou apenas jogar tudo na lata de lixão atrás da casa. Respirei fundo e derrubei as garrafas de álcool pela casa, coloquei uma jaqueta e liguei o isqueiro, admirei aquela pequena chama por alguns segundos, pensei até em me manter ali, sentado no sofá, enquanto as chamas consumiam a casa, até se aproximarem de mim, e o fogo desaparecer com a minha dor. Mas eu ainda continha o espirito de sobrevivência, ouvi a voz da Katherine e ri balançando a cabeça, joguei o isqueiro em cima do sofá e me retirei da casa. Assisti a casa entrar em chamas, liguei para a Andry.
- Preciso de uma casa
- Já é a terceira esse mês
- Quem esta contando?
Damon
Quem diria que Damon Salvatore um dia limparia a casa? Bem, ou eu faço isso, ou vou para o bar beber. Estou pior que o Stefan, isso é ridículo, pareço uma dona de casa viúva. Depois que Cath morreu, eu senti um vazio tão grande que nem a Elena conseguiu suprir. Preferi me afastar, antes que ela percebesse o que eu estava sentindo, ou o que senti um dia pela Cath. Seria um pecado muito grande dizer que me apaixonei pela namorada do meu irmão (de novo) mesmo tendo a Elena ao meu lado? É claro que seria, Stefan e Elena nunca me perdoariam, mesmo que eu ache que meu irmãozinho ja desconfie de algo, prefiro guardar para mim. Tentei arranjar um emprego durante esses anos, apenas para ocupar a cabeça, mas descobri que apenas Bourbon e música tem esse efeito. Niklaus recebeu a cabeça de sua doce irmãzinha pelo correio, deixei bem explicado na carta o motivo de ter feito isso. Ele jurou vingança e tudo que um Mikaelson pode lhe proporcionar, mas até hoje nenhum vento de New Orleans soprou. Podem estar ocupados, ou planejando algo, possivelmente o honroso Elijah fez Klaus perceber que era um erro, já que apenas nos defendemos. Duvido disso. Mas nao me importo, se eles aparecerem seria apenas um incomodo. Saí de casa e dirigi durante uma hora, não sabia ao certo o porque, talvez fosse tédio ou vontade de conversar com alguém, mas fui em direção a casa do Stefan. Apenas nós dois sabíamos nosso parentesco, fizemos uma acordo com uma bruxa para que ela nos escondessem.
Não estávamos com vontade de ver a família Mystic Falls. Parei o carro e respirei fundo, Stefan havia se mudado, seu "ritual" de limpeza era um tanto quanto espalhafatoso, já que todas as vezes eram chamados bombeiros, policiais e perícias. Estão a procura do maluco que queima casas com pessoas já mortas dentro, de três a quatro casas no mês, é como acontece nesse ano.
Nos primeiros dois anos, cidades eram derrubadas pelo fogo do Stefan, acho que isso é um progresso. Peguei o celular
- Cansou da casa?
- Estava suja demais
- Onde esta?
- Me encontre no bar, Andry esta procurando algo para mim
Caroline
Mais uma noite sem descanso, Jo tem pesadelos a madrugada inteira. Fazem três anos que minha filha não consegue ficar em paz, isso me incomoda. Pedi ajuda a médicos, mas não é nada natural. Bonnie disse que é a magia delas crescendo, mas porque Liz é tão tranquila? Não tem pesadelos e algumas vezes até brinca com a Bonnie de flutuar penas, Jo não se sente a vontade já que nao consegue fazer nada. Bonnie deixou claro para protegermos as duas com tudo o que for possível, pois se a Gemini encontra-las, farão as duas se fundirem e com certeza eu perderia a Jo. Tremo apenas de pensar em tal possibilidade, morro antes de eles conseguirem se aproximar. Tirando essas preocupações, me tornar mãe e esposa me faziam feliz, todos os dias eu podia sorrir pois mesmo morta, consegui tudo aquilo que tanto sonhava.
- Que cheiro bom
Dei um sorriso e beijei o Rick, ele tem sido muito companheiro. Muitas noites que levanto para cuidar da Jo, ele vai em meu lugar. Me ajuda na casa, no trabalho, nós realmente criamos uma família. Isso era para ser normal, e na verdade é, acho que muitas das vezes até demais. Eu e o Rick temos uma vida de marido e mulher, mas eu nunca me apaixonei por ele. Como conseguiria? Se ele fora meu professor, enquanto me ajudava com meus relacionamentos da adolescência. Eu o amo, e tenho certeza disso. Mas muitas noites, me pego pensando em antigas paixões e todas as sensações que me proibi sentir, quando disse "sim" ao Alaric.
Bonnie
Acordei e assim que coloquei o braço ao lado, senti apenas o vazio e gelado lençol. Enzo não dormiu em casa, de novo. Ele e Elena estão neuróticos a procura dos Salvatore. No começo eu os entendia, até ajudei. Mas quando consegui me comunicar com o Damon, desisti de tudo.
- Nós precisamos que vocês voltem
- Não temos motivos para voltar
- O Stefan eu até entendo, mas e você? A Elena esta sofrendo sua ausência
- Eu estou sofrendo a morte de uma amiga
- Nós tambem estamos
- Vocês nunca realmente consideraram ela da família
- Tivemos pouco tempo Damon
- Exatamente, vocês tiveram. Eu nao, e eu nao quero voltar onde ainda a vejo
Foi a única ligação em cinco anos, eu desisti, mas mesmo ouvindo essas palavras, Elena acredita que pode traze-los de volta. Até a barreira que eles criaram prova que preferem estar longe de todos nós. E de um certo modo eu os entendo, essa cidade é amaldiçoada, nossas vidas são amaldiçoadas, todas as pessoas que passam ou entram nelas, morrem. Não existe outra saída. Estou me esforçando em ajudar as filhas da Caroline, mas nao consigo entender o que acontece com a Josie, a Liz consegue fazer feitiços pequenos. Mas ela, parece não existir magia dentro de si. Só torço para que elas se mantenham escondidas, pois se a Gemini encontra-las, será o fiz da Jo.
Elena
Seis horas dentro de um carro para não obter nenhuma informação, essa é a minha vida desde que Stefan e Damon sumiram. Eu nao tive tempo nem ao menos de sofrer a perda da Cath, já que na mesma noite Damon desapareceu sem deixar notícias. Eu sei o porque de ele ter fugido, sentiu medo que eu percebesse a paixão obscura que ele sentia por ela. Eu fico triste, mas ao mesmo tempo sei que a culpa foi minha. Fui eu quem literalmente o jogou em seus braços, e quem não se apaixonaria pela Cath? Simpatica, corajosa, altruísta, acho que durante o tempo que passamos juntos não vi nenhum defeito, sinto pontadas de inveja. Eu preciso deles de volta e me agarrei ao único que tambem precisa, Enzo e eu nunca tivemos assuntos em comum, mas nos encontramos na perda. Ele é o único que ainda quer traze-los, eu entendo o Rick e a Caro não se preocuparem tanto, eles agora tem uma família e duas filhas bruxas, já possuem problemas o suficiente. Mas me decepcionei com a Bonnie, á três anos ela apenas parou. Disse que nao se importava mais e preferia ficar esperando sentada, ao invés de fazer o papel de boba.
Até entendo sua raiva, depois do que o Damon disse a ela, mas nós sabemos onde eles estão. Não sei se estão juntos, mas um dos dois estão fazendo um rastro de casas e corpo queimados, sem nenhuma gota no corpo. Estamos seguindo esse rastro a meses, e em todas as vezes que nos aproximamos, a casa já esta fechada ou já terminaram toda e qualquer investigação. Todos os terrenos são realmente muito distantes um do outro, o que nos faz perder muito tempo.
- O que é aquilo?
Decidimos voltar para Mystic Falls, já que apenas estávamos gastando gasolina e perdendo tempo. Levantei os olhos e direcionei a cabeça onde Enzo apontava. Havia fumaça, muita fumaça.
- Parece ser fumaça, vindo de uma casa
Ele deu um giro no carro e recebeu uma buzinada, nenhum de nós desviou os olhos da casa
- Onde há fumaça, há fogo... Não é o que dizem?
Ele parou o carro e conseguimos ver, vários carros da policia e bombeiros, tentando apegar o fogo. Era exatamente o caso que estávamos seguindo.
Elijah
Nossa casa se tornou triste desde a perda de nossa irmã, Rebekah sumiu, não a julgo, pensei em fazer o mesmo, mas com a raiva de Niklaus não poderia deixa-lo sozinho perto de Hope. A pequena lobinha é a única coisa que alegra os corredores dessa grande casa. Minha visita a casa de Ella. Me afastei da Hayley quando percebemos nossa relação destrutiva, ela focou em cuidar de Hope e até do Niklaus, mas em um tarde andando pelas ruas de New Orleans, me deparei com uma pequena moça, de pele clara e cabelos bem pretos. Ela saltitava de um pé para o outro, fazendo pétalas de flores voando ao lado dela. Sinceramente achei ela estranha a primeira vista, seus olhos arregalados e brilhosos, quase nao piscavam. Seu sorriso era grande e um pouco insano. Suas mãos permaneciam levantadas, como se o tempo todo ela estivesse contando algo nos dedos. Ela derrubou um livro que estava em baixo do braço, me abaixei para pega-lo mas ele nao estava mais ali. Quando levantei os olhos, ali estava aquela moça abraçada no livro e sorrindo para mim.
- O livro não havia caído?
- Qualquer bruxa sabe flutuar um livro
Eu encarei seus olhos e ela ficou sorrindo, como se brincasse com a minha mente
- E porque um Mikaelson ajudaria um simples bruxa?
Desde aquele dia eu descobri que ela realmente era um tanto louca e estranha, mas seu jeito divertido me consumiu. Era o que eu precisava para me distrair, nós começamos a nos ver frequentemente e mais uma vez Nik não gostava da Ella, e nem ela dele. Agora nem me importo mais, os dois se alfinetam e apenas eu rio. Ella é amorosa e dedicada, mas ao mesmo tempo retraída e desconfiada. Ela já deixou claro que sua segurança vem antes de qualquer coisa. Ela nunca vai colocar minha família acima de sua própria vida, e acredite, isso me traz paz.
Stefan - Damon - Caroline - Bonnie - Elena - Elijah
E mais uma vez eu respirei fundo e cochichei para mim
- Só espero que desta vez tudo dê certo!


Notas Finais


Espero que gostem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...