História Old Days - Jinyoung GOT7 (one shot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Got7
Personagens Jennie, Jinyoung, Personagens Originais, Youngjae
Tags Got7, Hentai, Jinyoung
Visualizações 96
Palavras 2.545
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Sunshineees <3
Mais uma one Shot quentinha para vocês!
EU TENHO UMA RECLAMAÇÃO A FAZER! QUASE NÃO TEM FIC COM MEU NENÉM JUNIOR, ME SENTI A ÚNICA JINYOUNG BIASED.
Enfim, boa leitura e apreciem Park Jinyoung :3

Capítulo 1 - Do You Want Me As Much As I Want You?


Fanfic / Fanfiction Old Days - Jinyoung GOT7 (one shot) - Capítulo 1 - Do You Want Me As Much As I Want You?

Finalmente sábado... Melhor dia da semana, sem despertador te acordando cedo e um dia clássico de ficar de pijama o dia todo com a Noona.

- Que barulho é esse?  - Penso alto e levanto da cama descendo as escadas até a cozinha.

- Aish, só podia ser você – Dou de cara com Jennie fazendo o café da manhã e derrubou a cesta do pão.

- Primeiramente, Bom dia – Diz ela pegando a cesta do chão risonha.

-Bom dia Jennie – Falo aliviada por não ter sido um dos meus pratos.

Sento na mesa junto com a mesma e começamos a comer, até o celular da Jennie tocar.

- Alô? Oi Jae... Ah Claro... está bem... Beijos – Ela desliga a ligação e eu já sabia quem era.

- O que o Jae queria? – Falo mastigando o meu pão com geleia.

- Falou que viria aqui mais tarde com um amigo dele – Ela falou e deu um gole no seu suco.

- Youngjae aqui já não é mais novidade, vocês dois parecem imãs – Reviro os olhos e levanto para colocar meu prato na pia, vou até a geladeira em encontro com o meu chocolate de cada dia – Eu preciso de chocolate – Comento quando percebo que não tem mais.

- Você precisa de um namorado – Jennie repete o meu ato até a pia e eu novamente reviro os olhos.

- Eu não acho, acho que preciso de chocolate. – Ela ri e puxa meu rabo de cavalo bagunçado.

- Vamos tomar banho para ir no mercado – Afirmei com a cabeça e subi até o meu quarto, escolhendo um short jeans claro e uma blusa do Mario e indo até o banheiro tomar um banho.

...

Saio do banho e visto minha roupa e calço uma sandália, refaço o rabo de cavalo e saio do quarto indo até a sala, encontro Jennie com um vestido azul bem barbiezinha (link nas notas finais) com celular na mão provavelmente falando com o Youngjae -_-.

- Vamos?  - Falo para ela perceber minha existência na sala.

Ela assentiu com a cabeça e eu abri a porta indo em direção ao elevador, apertei o térreo assim que ela entrou no elevador.

Não demorou para já estarmos na saída do prédio, fomos andando já que o mercadinho era 2 quadras depois.

Chagando lá eu não pensei duas vezes em ir a ala de chocolate, eles são preciosos para que eu tenha um bom dia.

- Espera aí – Jennie gritou enquanto me seguia.

- Ninguém manda ficar vidrada nesse celular e esquecer o que acontece ao seu redor. – Falo baixo, mas irritada.

- Estou começando a achar que você está com ciúmes do Youngjae – Ela falou com um sorriso ladino.

- Estou mesmo! Porque eu já estava acostumada de ter você gastando o seu tempo comigo, só comigo, não acostumo ter que dividir você com alguém – Falo pegando umas 5 barras de chocolate.

- Aish S/N, vem aqui, me dá um beijinho – diz ela fazendo biquinho e eu a empurrei levemente e sorri.

- Para Jennie – Falo quando ela ameaçou a me dá cócegas e ela se tocar que estamos em um lugar público.

- Relaxa Unnie, não precisa ter ciúmes, vou estar sempre aqui – diz ela apoiando seu braço em meu ombro enquanto eu pegava um carrinho de compras.

Pegamos o necessário e fomos até o caixa, eu ainda acho que cinco barras são pouco, mas eu preciso me controlar.

Saímos do mercado cheia de sacolas e fomos até o prédio, pegamos o elevador e paramos na porta da nossa casa.

-Finalmente, não aguentava mais tanto peso – diz Jennie arriando as sacolas encima da mesa da cozinha, fiz o mesmo depois que fechei a porta, depois de lavar as mãos, coloquei tudo que compramos em seu devido lugar, menos uma barra de chocolate, esta seria devorada agora.

Virei de frente para pia e tinha pratos sujos nela, como eu queria ser igual a Jennie e não ligar para limpeza e organização do lar.

Coloquei uma música no meu celular e deixei o chocolate de lado por um minuto, comecei a lavar os pratos e cantando algumas partes da música alto e dançando com espuma nas mãos.

- Vemos que alguém está de bom humor hoje – Ouço uma voz grave atrás de mim e paro de cantar de imediato. – Bom dia, S/N – Virei para trás e era Youngjae, assim que virei o mesmo depositou um beijo na minha bochecha.

- Bom dia, Jae – Sorri ladino e continuei a lavar os pratos, eu rezo e peço para que Jennie Kim esteja arrumando os quartos.

- Jinyoung, esta é S/N – Ouço Jae dizer para outra pessoa que estava ali sem ser nós dois.

- Olá, é um prazer – Diz o rapaz se curvando levemente e sorrindo, então esse é o amigo do Jae?! Eu tenho uma leve impressão de já ter visto esse rostinho antes mas deve ter sido de alguma vez em que sair com Jae e Jennie.

- Oi, o prazer é meu – Eu iria pegar na sua mão, mas assim que me dei conta das condições da minha, apenas retribui o sorriso.

- Onde está Jennie? – Perguntei a Youngjae que só fez apontar para cima em sinal de que ela estava no outro andar - Podem ir para sala, só estou terminando isso aqui e já já estou lá – falei para os meninos para que não fiquem em pé me encarando enquanto eu estava lavando a louça, além de ser desnecessário e desconfortável.

Terminei ali o mais rápido possível e peguei só mais um pedaço do meu chocolate e o guardei.

Desliguei o som do celular e fui até a sala para cumprimentar o garoto formalmente.

Quando o vi sorri mais uma vez e apertei a sua mão vendo o mesmo retribui.

- Eu vou lá encima chamar a Jennie – Me virei para subir as escadas, mas o mesmo me puxou pela mão na qual eu achei que tinha me soltado.

- Não precisa, Youngjae já foi fazer isso – Aham, se depender do Jae, eles vão ficar lá por horas, se é que me entende.

Como resposta sentei ao seu lado e pegando o meu celular.

Jennie Noona, desça logo, por favor, depois você vai ter o tempo todo com Jae!

Mandei uma mensagem para ela e bloqueei a tela do celular.

- Eu tenho a impressão de já ter visto você – Falo analisando-o e tentando lembrar de onde eu o vi.

- Eu vou deixar você lembrar – Ele respondeu e piscou para mim, então realmente a gente já tinha se visto.

- Ah, me fala, por favor! – Eu não estava conseguindo lembrar.

- Vizinhos, crianças, namoro, mudança, distância, sofrimento, olha eu de novo – Ele soltava palavras aleatórias para que eu desvendasse o enigma.

- An... JR? És tu? – Eu praticamente gritei e ele afirmou coma cabeça com o seu sorriso mais dócil.

- Por um minuto eu fiquei com medo de você não lembrar de mim, sério – Diz o mesmo se aproximando para um abraço no qual eu logicamente retribuo.

- Não tem como esquecer de você, mas venhamos e convenhamos que você mudou bastante – Digo me soltando do seu abraço mesmo não querendo me soltar.

- Você não mudou quase nada, o amor pelo Mário continua o mesmo pelo o que estou vendo – Afirmei consecutivamente com a cabeça e ele riu, até agora eu não estou acreditando que o Jr está na minha frente, e muito maravilhoso. – E a vida? Como está? – Diz ele me encarando.

- Está tudo bem, estou estudando medicina veterinária depois que terminei o colégio e trabalho em tempo integral num restaurante.

- Eu sabia que seu amor por bichos iria render uma veterinária brilhante – Tento não corar com suas palavras o que é meio que impossível.

- E você? O que fez da vida depois que se mudou?

- Terminei os estudos e antes de entrar em qualquer faculdade eu decidi ir trabalhar, porque eu queria uma casa no lugar onde eu fui criado – Ele voltou por vontade própria, que lindo. – Daí eu conheci o Youngjae e a Jennie, pois ele é meu vizinho e ela estava com ele, formam um belo casal.

- Pois é né, quase não se desgrudam – Falo quando lembro que aqueles dois ainda estão lá encima.

- E você está namorando? – Ele pergunta e o sorriso do seu rosto apaga dando lugar a uma face bem curiosa.

- Não, e você?

- Também não mas estou afim de uma pessoa – Ele falou e eu desanimei em pelo o menos dá uns beijinhos nele.

- Que bom, onde a conheceu? – Pergunto mesmo sem interesse nenhum.

- Alguns anos atrás, eu tinha meus 11 e ela uns 9 eu acho, lembro de já ter dado várias bitoquinhas nela, sabe né ?! Namoro de criança – Eu sorri boba por saber que ele está referindo a mim. – E só voltei para essa cidade, por causa dela.

- Sério? Ela deve estar super feliz nesse momento – Falo com um sorriso de orelha a orelha.

- Ah S/n, como eu senti a sua falta! – Ele me puxa novamente para um abraço, mas dessa vez mais próximos.

- Idem – Retribuo seu abraço na mesma intensidade, seu cheiro me faz lembrar dos nossos momentos de quando criança que não foram poucos e quando ele me deixou chorando quando eu tinha acabado de fazer 12 anos, o apertei ainda mais quando eu lembrei dessa cena com a maior nitidez.

Nos separamos do abraço mais ainda estávamos muito próximos e senti seus lábios roçarem os meus, o encarei pela última vez antes de fechar os olhos recebendo um beijo seu.

Ajeitei uma das minhas mãos em seu cabelo enquanto a outra estava na sua nuca, suas mãos se encontravam entrelaçadas na minha cintura, continuamos assim até que a falta de ar chegou em nossos pulmões e tivemos que separar os nossos lábios e ele levou os seus lábios até o meu pescoço distribuindo beijos e mordidas ali, que eu sabia que ficaria marcado, mas eu realmente não estou me importando.

Assim que ouvimos passos na escada nos separamos calmamente e eu mais uma vez recebi uma piscadela da parte dele.

- Voltamos, Oi JinYoung – Fala Jennie descendo o último degrau e apertando a mão do Jr, ele sempre vai ser Jr para mim. – S/N, me ajuda aqui por favor – Diz Jennie fazendo sinal para que eu a acompanhasse.

- Com licença – Me afastei dos garotos que estavam por ali indo até a cozinha onde Jennie se encontrava.

- E aí? Gostou do Jinyoung? Ele é muito gatinho né? – Diz ela empolgada.

- Eu já o conhecia há muito tempo – Ela me olha confusa, me fazendo soltar um sorrisinho. – Lembra do Jr? Que eu te contei e falei que foi meu namoradinho quando eu era criança e até os dias de hoje eu sentia falta dele? É ele, Jennie. – Jennie estava com a boca aberta ainda digerindo o que eu tinha acabado de falar.

- Como Assim? Que incrível! – Diz a mesma dando um pulinho – Quando o amor é verdadeiro nem o tempo separa. – Pronuncia a filosofa.

- Está bem – Digo rindo e ela me acompanha.

- O que foi isso no seu pescoço? – Jennie me pergunta preocupada.

- É.... nada não, deve ter sido algum inseto – Agradeço por Jennie ser meio bobinha e acreditar na maioria das mentiras em que eu falo (não que seja sempre).

- Tudo bem então, vou perguntar aos meninos se querem alguma coisa – Diz ela saindo da cozinha.

E eu fico ali na cozinha pensando em como esconder aquela marca do meu pescoço para não ser zoada por Youngjae.

- No que está pensando, Jagi?  - Sinto braços rodando minha cintura e seu perfume invadir minha consciência.

- Em nada demais – me viro de frente para Jr. – O que faz aqui? Quer algo? – Pergunto ainda com os braços em sua nuca,

- Quero, você. – O mesmo me responde encarando meus olhos e eu mordo seu lábio inferior.

- Aqui não – Falo e puxo ele até as escadas para ir até o meu quarto e passamos por ali despercebidos já que a Jennie está bem entretida com o Jae.

Abri a porta do meu quarto e a fechei logo em que entramos.

Mal nos olhamos e eu já estava sendo levada até a cama entre beijos onde fui deitada sentindo a superfície macia me fazendo me ajeitar na mesma.

Tirei sua camisa sentindo todo o seu abdômen pré-definido e arranhando, Jr fez a mesma coisa comigo me deixando só de sutiã na parte de cima, Jr desceu seus beijos até o meu colo onde abriu o feixe do meu sutiã e eu nem senti, jogando-o em algum lugar desconhecido do quarto.

Ele aperta os meus seios enquanto sua boca estava em trabalho em meu pescoço, um de suas mãos desceu até minha intimidade ainda coberta pelo grosso pano do short e Jr logo se apressou para tirar.

Meu short e calcinha já não estavam mais em contato com a minha pele e dois de seus dedos passear por toda a minha intimidade encharcada.

- Ah, como é bom saber que eu te deixo assim – Jr sussurra no meu ouvido fazendo todos os músculos do meu corpo se contrair me fazendo arfar.

Ele me deu um selinho e começou a descer seus beijos até minha a minha barriga e eu gemi só de imaginar o que ele iria fazer, fazendo que ele me olhasse com um sorrisinho malicioso no rosto e continuou até chegar ao interior da minha coxa e ir em direção a minha intimidade deixando que a sua língua fizesse o trabalho, mordi o lábio com força para que eu não gritasse.

Os seus dedos foram introduzidos para dentro de mim, o que me fez derreter completamente.

- Deliciosa, como pensei – Sorri ladino e troquei de posição com o mesmo e tirei sua calça acompanhada da sua box azul marinho.

As veias do seu membro pulsavam e sua glande estava molhada pelo pré gozo, não pensei duas vezes para começar a masturba-lo o que fez Jr gemer alto e rouco, só isso quase me fez gozar novamente.

Abocanhei sua glande enquanto minhas mãos continuavam ao trabalho, fazendo que Jinyoung soltasse gemidos graves sendo música boa para os meus ouvidos, antes mesmo de eu terminar meu trabalho ele me puxou para cima me fazendo o encarar.

- Eu quero gozar entre outro lugar – Diz o mesmo ofegante e me penetrou sem aviso e eu não conseguir conter o gemido dessa vez.

Ele apertava minha cintura e ditava seus movimentos e eu cavalgava freneticamente em seu membro arranhando toda a extensão Da sua barriga.

Eu já não estava mais com movimentos rápidos e Jr percebeu e me colocou por baixo me penetrando novamente e seus lábios se contraíram contra o meu e estávamos em sintonia, até nossos gemidos se correspondia.

- Ahh Oppa, e-eu vou – Eu tentava falar entre gemidos até que senti espasmos se distribuídos por todo o meu corpo e meu orgasmo chegar e também sentir Jinyoung me preencher e se jogar ao meu lado.

- Acho que agora sim. – Ele fala e me encara entrelaçando nossas mãos – Eu matei a saudade da minha pequena.

Jinyoung me faz sorri boba com qualquer palavra que saia de sua boca.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem qualquer erro.
Bjos da tia ZD <3
Link do vestido da Queen Jennie: https://www.melrosebrasil.com/3655-large_default/vestido-camila-jeans-rodado-alcinha.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...