História Old Fashion Wedding (OFW) - Camren - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Visualizações 145
Palavras 3.110
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agora vocês vão esperar eu escrever mais :)

Capítulo 9 - You're the one that I want.


POV Taylor


Então...- falei e ela sorriu.

Então...- ela repetiu.

O que acha disso tudo?- perguntei.

Uma grande loucura...- ela riu-... e você?- ela perguntou.

Eu to amando ver a Lauren assim, é incrível.- falei rindo.

Ela realmente parece uma boba apaixonada.- ela disse sorrindo.

E o que a senhorita sabe sobre "bobas apaixonadas"?- perguntei.

Sei muitas coisas... terminei um relacionamento hoje pouco tempo.- ela disse.

Uow! Quantos anos você tem? Uns 13?- perguntei e ela riu.

Vou fazer 16.- ela disse.

Que velha.- falei e ela riu.

E você?- ela perguntou.

Vou fazer 17.- falei.

E eu sou a velha?- ela perguntou rindo.

Exatamente.- falei rindo- Vem pra cá, sei que ai não está confortável.- falei dando espaço na cama e ela veio.


POV Camila


Acordei primeiro que Lauren e fiquei um tempinho apenas observando seu semblante tranquilo.

Era linda a forma que ela se comportava, não só dormindo, mas acordada também.

Ela era simplesmente incrível.

Assim que larei com o meu momento de psicopatia, fui ao banheiro e lodo desci, encontrando meus pais, e os pais dela, rindo e conversando.

Bom Dia...- falei sorrindo, mas com sono.

Bom Dia, filha.- meu pai disse.

Bom Dia, Hija.- minha mãe disse.

Bom Dia.- Mike e Clara disseram juntos.

A chuva passou.- falei.

Exato, e nós vamos aproveitar para ir embora.- minha mãe disse.

Mas já?- Clara perguntou.

Oh sim, isso está muito divertido, mas tenho que trabalhar ainda hoje.- ela disse- Filha, pode chamar a sua irmã para mim?- ela perguntou me olhando.

Posso sim...- falei e fui em direção ao quarto, mas encontrei Lauren no caminho.

Bom Dia, Camz.- ela disse e me abraçou e eu a apertei.

Bom Dia, Lo... tenho que chamar a Sofi.- falei em seu pescoço.

Eu vou com você.- ela disse e nós fomos pro quarto da Taylor.

Mas...- Lauren disse sorrindo.

Acho que vou falar pros meus pais que vou levar ela mais tarde...- falei.

É melhor.- ela disse.

Espera.- falei e peguei meu celular, tirando uma foto- Pronto.- falei e Lauren riu.

Vai usar isso contra ela?- ela perguntou..

Exatamente.- falei rindi e nos fomos à cozinha- Mama, ela está dormindo que nem pedra, posso levar ela mais tarde.- falei.

Tudo bem, nós temos que ir agora.- ela se levantou.


(...)


Já está tarde, vamos chamar as meninas para almoçar.- Lauren disse.

Verdade, esqueci que elas ainda estão dormindo.- falei rindo- Vamos.- falei e nós fomos pro quarto.

Elas não mudaram de posição, será que estão vivas?- Lauren perguntou e eu ri.

Não sei... aparentemente não.- falei e me aproximei.

Elas estão respirando, isso é bom.- Lauren disse.

Sofi...- cutuquei ela e nada.

Taylor...- Lauren chamou ela.

Me deixa dormir, chupeta de baleia.- ela disse e eu prendi a risada.

Lauren não disse nada, aoenas pegou ela no colo e foi pro banheiro.

EU TE MATO, LAUREN.- Taylor disse e Lauren saiu di banheiro, fechando fechando porta.

Tá quase de banho tomado.- ela disse- A Sofi é que nem você, tem sono pesado.- ela disse e eu sorri.

Sofia Cabello, se você não acordar agora eu vou chamar a...- falei.

Opa, não é pra tanto, Kaki - ela se levantou e Lauren riu.

É movida a ameaça.- ela disse.

Ela é safada mesmo.- falei.

Que nem você.- Sofia disse.

Se quiser pode ir no banheiro do meu quarto, acho que o que eu fiz com a Tay vai demorar pra ela sair...- Lauren disse rindo.

Tudo bem.- Sofia disse e foi pro quarto dela.

Será que elas sabem da foto?- ela perguntou rindo.

Eu vou usar no momento certo, confia em mim.- falei sorrindo.

Você não presta.- ela disse.

E você presta?- perguntei.

Pra que prestar?- ela perguntou e se aproximou.

Planos pra hoje?- perguntei.

Tenho que trabalhar.- ela fez bico.

Ah...- falei.

Mas eu volto.- ela disse sorrindo.

Vocês não precisam se comer no meu quarto.- Taylor apareceu emburrada.

Se troca que depois do meu trabalho nós vamos sair.- Lauren disse.

Vamos?- perguntei.

É, vamos?- Taylor a olhou.

Sem preguntas.- Lauren disse e foi saindo- Ah, avisem a Sofia.- ela disse e saiu.

Ela é louca, né?- Taylor disse sorrindo.

A louca que eu amo...- falei mais alto do que deveria.

O que?- Taylor me olhou.

Hm? Nada não... eu... vou indo, chamar a Sofi.- falei um pouco envergonhada e sai dali.


POV Taylor


Assim me me vesti após a idiota da Lauren ter me jogado na banheira, logo desci para o almoço provavelmente, e encontrei Sofi.

Bom Dia...- falei me sentando à mesa.

Meus pais já haviam ido trabalhar, e Camila estava se arrumando para irem embora.

Oi...- ela disse sorrindo.

Eu vou ser direta, você tem alguma coisa pra fazer hoje?- perguntei e ela sorriu.

Tecnicamente sim... tenho que ensaiar para uma peça...- ela disse.

Peça?- perguntei.

Eu faço teatro, na escola ainda, mas tenho certeza que seguirei na faculdade.- ela disse toda orgulhosa.

Hm... e eu posso saber que peça e?- perguntei.

Nós vamos fazer uma esquete, na verdade, que é uma cena, de um filme ou livro, não dura muito.- ela disse e eu assenti.

E qual é o filme ou livro?- perguntei.

Grease... já ouviu falar?- ela perguntou e eu sorri.

É o filme preferido da Laur, eu passei a gostar também, então sim, eu conheço.- falei sorrindo- Qual cena você vai fazer?- perguntei.

A penúltima, no parque.- ela disse e eu sorri.

Você vai cantar?- perguntei.

Pois é... isso que da ser a principal.- ela disse e eu ri.

Posso te ajudar, sabe? A encenar... se quiser...- falei.

Isso seria ótimo, vou precisar sim, obrigada.- ela disse sorrindo.

É só falar um dia que eu posso ir na sua casa, ou você vem aqui...- falei.

Sofi, tenho que te deixar em casa.- Camila desceu as escadas.

Mas já?- ela perguntou.

Depois vocês desenvolvem uma linda amizade, prometo, mas estamos atrasadas.- Camila disse e eu sorri.

Tudo bem, depois nós desenvolvemos uma linda amizade...- falei.


POV Lauren


Assim que cheguei em casa, encontrei Camila no sofá, rindo.

Cheguei num momento bom?- perguntei sorrindo.

Sim, a Sofi tá revoltada comigo.- ela disse rindo e mostrou o celular, onde Sofi mandava ela pro inferno e essas coisas.

O que houve?- perguntei sorrindo e me sentei ao seu lado.

Avisa a Taylor que eu não vou deixar ela encostar 1 dedinho na minha irmã.- ela disse e eu estranhei.

Essa é a revolta?- perguntei.

Sim, eu a levei embora mais cedo.- ela disse.

Para de ser estraga prazeres.- falei e peguei em sua cintura.

Mas, Lo... a Sof...- eu a interrompi.

A Sofi só tem 15 anos e blá, blá, blá... Você não pode se meter na vida dela desse jeito, Camz, você pode sufocar ela, seria pior.- falei.

Mas...- ela suspirou.

Olha... elas podem querer apenas grandes boas amigas, isso é bom, nem tudo vai pro lado sexual que nem eu e você.- falei e ela me olhou- Caso isso aconteça, eu te garanto que a Tay é uma pessoa maravilhosa, não fará mal algum à Sofi, você pode confiar até de olhos fechados.- falei e ela sorriu- Eu não acredito muito que isso aconteça, afinal a Tay é hétero, completamente.- falei.

A Sofi não... e se ela gostar da Tay e sofrer por isso?- ela perguntou um pouco aflita.

Acontece com todo mundo, quem nunca a apaixonou pela amiga hétero?- falei e nós rimos- É tudo parte da vida, Amor, parte do que é viver, todo mundo passa por alguma desilusão amorosa, em qualquer sentido, isso fará ela crescer.- falei.

Você é uma cachorra, sabia?- ela disse e eu sorri.

Por que?- perguntei.

Porque você tem ótimos argumentos... não tenho como rebater.- ela disse e eu ri.

Entendi...- falei.

Você não disse que íamos sair com elas hoje?- ela perguntou.

Verdade, mas é a noite.- falei.

E onde vamos?- ela perguntou.

Segredo.- falei.


POV Sofi


Mama, eu estou indo.- falei.

Cuidado, e me avisa quando for embora.- ela disse.

Okay, tchau.- falei.

Eu estava indo à casa da Tay, pra ela me ajudar a ensaiar.

Vai ser bom... mas eu to nervosa... por que?

Oi...- falei tímida assim que ela abriu a porta.

Hey! Entra, podemos fazer isso no meu quarto... ou na sala...- ela disse e me deu espaço.

Onde você quiser está bom.- falei sorrindo.

Então vamos ao meu quarto.- ela sorriu e me puxou.

Okay...- falei.

Eu tenho a música no pen-drive, eu posso colocar?- ela perguntou.

Claro, vai ser melhor.

Ela sorriu e colocou a música, mas pausou.

Você disse que vai fazer a cena, quer treinar ela?- perguntou.

Não agora...- sorri- Eu tô com medo da parte musical.- falei.

Não precisa, vem cá.- ela disse e me puxou, bem perto, e colocou a mão na minha cintura.

A música começa com eles mais ou menos assim...- ela se afastou- Então os amigos dele olham pra Sandy, e ele segue olhar...- ela ia dizendo e eu completei.

Olhando pra toda diferente...- falei e ela deu play na música.


"I got chills

They're multiplyin'

And I'm losin' control

'Cause the power

You're suplyin'

It's electrifyin'!"


"Tenho calafrios

E eles estão aumentando

E estou perdendo o controle

Porque a energia que

Você está liberando

É eletrizante!"


Ela dublou e se jogou no chão, que nem a cena.

Então eu coloquei meu pé em seu peito e empurrei.


"You better shape up

'Cause I need a man

And my heart is set on you

You better shape up

You better understand

To my heart I must be true"


"É melhor se cuidar

Porque eu preciso de um homem

E só penso em você

É melhor se cuidar

É melhor você entender

Devo ser verdadeira com meu coração"


Então começamos a "correr" pelo quarto, dessa vez, cantando juntas.


"Nothin' left, nothin' left for me to do

You're the one that I want

(You are the one i want), o, o, oo, honey

The one that I want

(You are the one I want), o, o, oo, honey

The one that I want

You, (you are the one I want), o, o, ooooo

The one I need

Oh, yes indeed"


"Não me resta, nada me resta a fazer

É só você que eu quero

(É só você que eu quero)o,o,oo, querido(a)

É só você que eu quero

(É só você que eu quero)o,o,oo, querido(a)

É só você que eu quero

Você,(é só você que eu quero)o,o,ooooo

É o que eu preciso

Oh, sim, sem dúvida"


Andei pelo quarto, simulando a parte em que nos encontrávamos.


"If you're filled

With affection

You're to shy to convey

Meditate in my direction

Feel your way"


"Se você está cheio

De carinho

Mas não tem coragem de confessar

Pense com vontade em minha direção

Ache o caminho"


Falei e assim como no filme, nós intercalamos as falas.


"I better shape up

'Cause you need a man"


"É melhor me cuidar

Porque você precisa de um homem"


Ela disse com as mãos na mimha cintura.


"I need a man

Who can keep me satisfied"


"Eu preciso de um homem

Que me satisfaça"


Falei.


"I better shape up

If I'm gonna prove"


"Tenho que me cuidar

Se eu vou provar a ela"


Ela disse sorrindo.


"You better prove

That my faith is justified"


"É melhor provar

Que eu não estou enganada"


Falei sorrindo.


"Are you sure?"


"Tem certeza?"


Ela perguntou.


"Yes, I'm sure down deep inside"


"Tenho certeza absoluta"


Respondi e voltamos ao refrão.


"You're the one that I want

(You are the one I want), o,o, oo, honey

The one that I want

(You are the one I want), o,o,oo, honey

The one that I want

(You are the one I want), oo, oo

Are what I need

Oh, yes indeed"


"É só você que eu quero

(É só você que eu quero)o,o,oo, querido(a)

É só você que eu quero

(É só você que eu quero)o,o,oo, querido(a)

É só você que eu quero

Você,(é só você que eu quero)o,o,ooooo

É o que eu preciso

Oh, sim, sem dúvida"


Caímos na cama, rindo e suadas.

Isso foi muito bom!- falei animada.

Foi muito divertido.- ela disse rindo.

Você interpreta bem.- falei.

É o que acontece quando você faz isso a vida toda com a sua irmã.- ela disse e eu ri- Ela era viciada nesse filme.- ela disse rindo.

Tem umas músicas boas.- falei.

Verdade...- ela sorriu- Vamos beber algo?- ela perguntou estendendo estendendo mão.

Vamos sim.- falei e peguei sua mão.


POV Camila


Mais tarde


Vamos?- Lauren perguntou.

Uhum.- falei.

Eu passo em casa pra pegar a Tay e depois a Sofi, pode ser?- ela perguntou.

Claro.- falei.

Nós fomos relativamente quietas durante o caminho todo.

Assim que chegamos, me surpreendi ao ver que Sofia estava lá.

Lauren percebeu e segurou minha mão.

Não faz nada...- ela disse baixo.

Elas estavam deitadas no sofá, assistindo...

GREASE!- Lauren gritou e elas se assustaram, me fazendo rir.

Que susto, porra.- Taylor disse com a mão no peito- Não ri não, Camila.- ela disse.

D-esculpa...- falei quase chorando- É que o susto foi muito bom.- falei.

Muito engraçada você.- Sofi disse.

Bom, meninas, vamos?- Lauren disse e todas assentimos.

No carro nós conversamos sobre todos os assuntos possíveis, foi realmente bom, saber que poderíamos fazer isso sem que parecesse uma mentira.

Onde vamos?- Taylor perguntou.

Não adianta, ela não fala.- falei e Lauren deu um sorrisinho.

Chegamos, suas desesperadas.- ela disse.

Mas estamos praticamente num precipício.- Sofi disse.

Que atraente, Lauren.- Taylor disse irônica.

Enfia essa ironia no...- ela olhou Taylor.

Lauren!- repreendi ela.

Vai, Lauren...- Taylor disse sorrindo debochada.

Você também, chega.- falei.

Eu hein.- Sofi disse sorrindo.

Vamos logo.- Lauren disse- Era uma surpresa.- ela disse e nós caminhamos quase até a ponta SÓ precipício.

Uow!- Taylor disse- Okay... eu me desculpo.- ela disse e nós rimos.

Vamos?- Lauren perguntou.

Vamos!- falei animada.

Descemos o mesmo e chegamos ao grande parque de diversões que estava em baixo.

Isso é maior que a minha escola, isso que ela é ligada a uma faculdade.- Sofi disse e nós rimos.

É grande mesmo.- Lauren disse sorrindo- E adivinhem? Nós vamos em todos os lugares possíveis.- ela disse e nós sorrimos como crianças.

Isso é incrível.- falei e entrelacei nossas mãos.


(...)


Eu tenho medo de altura, Lo.- falei.

Mentira... você não é a fodona?- ela perguntou e eu bufei.

Todo mundo tem um ponto fraco.- sussurrei.

Vem, Camz... eu te protejo.- ela disse.

Fazer o que...- falei e entrei com ela, que sorriu.

A roda gigante começou a se movimentar e eu travei.

Calma...- Lauren disse e passou um braço por cima de mim.

É muito alto.- falei.

Mas a vista e linda.- ela disse sorrindo.

Lauren... tá mui...- ela me interrompeu, me beijando.

Do mesmo jeito que eu me calo, você também.- sorriu vitoriosa.


POV Taylor


Vamos no de escalar?- ela perguntou animada.

Claro.- falei sorrindo e logo fomos pra fila.

Não acredito que elas tão fazendo isso...- ela disse.

O que?- perguntei.

Olha ali, na roda gigante.- ela apontou e eu olhei.

Mano...- comecei a rir- Elas não prestam.- falei rindo.

Ainda bem não passa de um beijo.- Sofi disse e nós fomos chamadas.

Após colocar todo equipamento de segurança, nos posicionamos na base da parede.

Bora?- perguntei.

Bora.- ela disse e começamos a escalar.

Eu estava na frente, rindo do esforço dela para me alcançar.

Vamos, Sofi!- falei.

Você tem habilidade nisso, não é justo.- ela disse e eu ri.

Tá bom, eu espero.- falei e parei até ela chegar- Eu te acompanho.- falei e ela me olhou.

Sem graça.- ela disse e voltamos a escalar.

Estávamos quase no alto, até que eu escorreguei e caí, mas estava presa pela corda, o que não foi o suficiente, já que eu ganhei um pequeno, e doloroso, corte na sobrancelha.

TAYLOR.- ela gritou e se soltou, ficando pendurada na mesma altura que eu- Você tá sangrando..- ela disse com a mão em minha cintura.

Não é nada demais.- sorri.

Fomos puxadas pra baixo.

Você está bem?- o moço perguntou.

Sim... eu estou bem, só está doendo um pouco.- falei.

Me desculpa, eu que estava no controle da sua corda... vem comigo, por favor, eu vou fazer um curativo.- ele pediu.

Claro...- falei- Mas ela pode ir junto?- perguntei.

Claro... sem problemas.- ele disse me olhando.

Ele nos levou à uma parte do parque e pediu que eu me sentasse.

Isso pode doer um pouco.- ele disse e passou um remédio em mim.

Ai...- coloquei a mão na sua e nos olhamos, sorrindo.

Eu avisei...- ele disse.

Tudo bem.- falei.

Qual seu nome?- ele perguntou.

Taylor...- falei.

Eu sou o Jacob, ou Jake, como quiser.- ele disse.

Prazer.- falei sorrindo.

Sabe... pode parecer loucura, mas eu estive te olhando pelo parque a noite toda.- ele disse nervoso- Ri queria s-aber se você... topa sair comigo... tomar um sorvete ou comer algo...- ele disse vermelho e eu ri.

Claro, por que não?- falei e Sofi sorria.

Pode me encontrar as dez la na roda?- ele perguntou.

Posso sim.- sorri.

Então ta bom.- ele disse e se levantou.

Obrigada.- falei.

De nada... e até.- ele disse.

Até...- falei e voltamos para a parte principal do parque.

O que aconteceu?- Lauren perguntou.

Escalada.- falei.

Ah sim... mas tá tudo bem?- ela perguntou.

Tá sim... ela até arrumou um encontro.- Sofi disse.

É o que?- Lauren perguntou.

Não é nada de mais, Laur.- falei.

E quem é o felizardo?- ela perguntou se contendo.

Jacob... ou Jake.. ele trabalha aqui.- falei.

Tá... quando?- ela perguntou.

As dez, aqui mesmo.- falei.

Tudo bem, mas se onze horas você não estiver no penhasco eu te mato.- ela disse e eu sorri.

Você é a melhor.- falei e a abracei.


POV Camila


Quando deu umas dez horas, Taylor saiu, então eu, Sofi e Lauren, fomos comer algo.

Hmmmm, tacos!- Lauren disse animada.

Hmmmm, pizza!- falei a olhando.

Hmmmmmmmmmm, x-bacon.- Sofi disse e nós rimos.

Toda carnívora.- Lauren disse.

Eu não dispenso uma boa carne.- Sofi disse- Ao contrário desse coisa, que semore gostou mais de frango e essas coisa fitness.- ela disse olhando pra mim.

Eu gosto de carne.- me defendi- Mas não toda hora que nem você.- falei sorrindo- Você é compulsiva.- falei e Lauren riu.

Lauren?- uma moça chamou e eu me esforcei pra lembrar dela...

Lucy!- Lauren disse e a abraçou.

Oi...- falei e também a abracei.

Que bom ver vocês bem.- ela disse sorrindo.

Lu... bunda branca e tanajura? Que bom ver vocês!- Ver apareceu e nos rimos.

Oi...- falamos.

E quem é essa miniatura de tanajura?- ela perguntou.

Minha irmã, Sofi.- falei.

Oi...- Sofi disse.

Como você aguenta essas duas?- Vero perguntou.

Eu tenho diabete só de ver elas.- Sofi disse e nós rimos.

Essa é das minhas, amei.- Vero disse.

A coitada tá de vela aqui?- Lucy perguntou.

Tocha olímpica mesmo.- Sofi disse comendo e nós rimos novamente.

Na verdade, a Tay está aqui.- Lauren disse- Mas num tipo de encontro, sei lá...- ela disse.

Ou seja, eu to de vela mesmo.- Sofi disse.

Tadinha dela gente.- Vero disse- De qualquer jeito... nós vamos indo... quando for assim, me chama que a gente faz uma coisa legal.- ela disse pra Sofi.

Pode deixar.- ela disse rindo.

Tchau gente, foi bom ver vocês.- elas disseram e logo foram embora.

Elas estão juntas?- perguntei rindo.

Pra alguma coisa aquele dia serviu.- Lauren disse.

Serviu pra vocêse declarar também.- falei.

Verdade...- ela disse.

Lauren?- brota mulher pra ela?

Mas não era qualquer mulher...

Hailee?- ela perguntou abismada, que nem eu.

Mila?- ela me olhou.

O-i... quanto tempo...- falei.

Vocês no mesmo lugar... que engraçado...- ela disse.

É, nós... estamos... juntas...- Lauren disse.

Como?- Hailee me olhou- Tá pegando ela?- ela perguntou.

Nós estamos casadas, Hai.- falei.

Casadas? Gente, eu não fiquei fora por tanto tempo.- ela disse.

Aconteceram algumas coisas.- Lauren disse.

Depois nós conversamos melhor, mas eu fico feliz por vocês...- ela disse.

Obrigada.- falei.

Essa não é a Sofi, é?- ela perguntou.

Eu mesma.- Sofi disse.

Eu to velha.- Hailee disse e nós rimos- É sério, tenho que ir.- ela disse.

Até mais...- falei.

Vamos pro carro?- Lauren perguntou.

Bora.- falei e nós fomos.


(...)


Cheguei.- Taylor disse e se aproximou com um rapaz..

Finalmente, quase fui atrás de você.- Lauren disse.

Foi minha culpa... a máquina não queria soltar o bichinho.- o rapaz disse.

Que típico... mas tudo bem.- Lauren disse sorrindo.

Tchau...- Taylor disse e eles se despediram com um selinho.

Não é nada demais...- Lauren disse imitando a voz dela.

Me deixa, Lauren.- ela disse e entrou no carro.

Que foi, meu amor, hm?- perguntei pra Sofi que estava quieta demais.

A Sara me ligou.- ela disse com a cabeça encostada no vidro.

Quer falar sobre isso?- perguntei.

...- ela respirou fundo- ela pediu pra me ver.- ela disse.

E você quer ver ela?- Lauren perguntou.

Eu não sei, nós ficamos juntas por pouco tempo, mas foi legal.- ela disse.

Faça o que o seu coração diz.- Lauren disse toda filosófica.

Uhum.- Sofi respondeu e ficou quieta.

Você vai pra onde?- perguntei olhando Lauren, que desviou o caminho.

Pra casa.- ela disse.

E as meninas?- perguntei.

Vão junto.- ela disse.


Notas Finais


Podem ir comentando, obrigada.

Ahauahuahauahauhaah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...