História Olha Para Mim - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski
Tags Drama, Preconceito, Romance, Sterek
Visualizações 50
Palavras 2.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OiOi sei que está complicado actualizar as fics e lamento por isso culpa inteiramente minha, mas acreditem estou dando o meu melhor.
Obrigado pela paciência pelos comentários e pelos favoritos, leitores fantasmas quero a vossa opiniao.
Boa Leitura!!!

Capítulo 15 - Ele é gay


Fanfic / Fanfiction Olha Para Mim - Capítulo 15 - Ele é gay

 

Stiles

Stiles- Podes me largar, não quero a tua pena, nem falsidade.

Derek- Eu vou perdoar o que estás a dizer porque sei que estás a sofrer, agora vai para casa a tua mãe precisa de ti.

Virei as costas ao Derek e sai andando, sem saber o que fazer ou pensar, o que se estava passando, será que teria sido Peter, o que ele podia fazer não tinha provas de nada, sentia se desorientado sem chão, uma parte dele queria voltar até ao Derek, pois precisava do apoio do seu amigo, mas não podia fazer isso, então apenas voltou para casa.

Quando entro estavam lá todos, sua mãe, Malia, o amigo dela, Jackson e mais algumas pessoas, assim que vi a minha mãe corri para abraça-la ela estava inconsolável.

Stiles- O que se passou, como isto aconteceu?

Jackson- Ainda não sabemos, a policia diz que foi um assalto, que apanharam o teu pai desprevenido, lamento.

Após todos irem embora, e sua mãe ir para o quarto, ele precisava de resolver pelo menos uma coisa, foi até a zona dos funcionários e encontrou Melissa e Scott, jantando.

Stiles- Scott, podes fazer me um favor, e ir para o teu quarto, eu precisava de falar a sós com a tua mãe.

Scott nem contrariou, pode perceber pelas feições de Stiles que era algo importante.

Stiles- Agora Melissa, está na hora de conversarmos, só nós dois, ou devo tratar te por mãe.

Melissa segurava um copo na mãe o derrubando ao ouvir o que Stiles dizia.

Melissa- O que o menino, está a dizer, isso deve ser cansaço, é melhor se ir deitar o dia será longo amanhã.

Stiles- Chega de mentiras, e segredos, por favor, diz-me a verdade, o que realmente se passa, porque que o teste deu positivo sobre eu ser teu filho.

Melissa- Deve haver algum engano.

Stiles- PARA CHEGA DIZ-ME A VERDADE EU MEREÇO ISSO.

Melissa- Por favor Stiles acalma-te ou o Scott ainda nos ouve.

Stiles- Então deixa-te de segredos e conta me tudo, eu já desconfiava que algo se passava, tantas conversas misteriosas sobre mim, os três sempre, aos segredinhos e a discutirem.

Melissa- Está bem, eu vou contar te tudo, sim eu sou tua mãe biológica, mas Cláudia é tua mãe de verdade, foi ela que te criou.

Stiles- Como me puderam esconder isso, como posso eu ser teu filho, o meu pai é mesmo meu pai.

Melissa- Sim ele é teu pai, eu quando tinha dezasseis anos vim trabalhar para esta casa, era jovem ingénua, não sabia nada da vida, e o teu pai era um homem lindo galanteador, e eu deixei me levar, quando descobri que estava grávida, fiquei com medo que me mandassem embora, mas em vez disso a tua mãe aceitou a gravidez ajudou me, e quando tu nasceste, ficaram contigo, eu não sabia como ser mãe, o meu pai vivia sozinho numa aldeia e estava doente, então quando os teus pais me disseram, que tudo aquilo fora propositado, porque Cláudia não tinha filhos, e que estavam dispostos a ajudar me em troca de ajudarem com as despesas médicas do meu pai e mais algum dinheiro eu não recusei.

Stiles- Ou seja vendeste me.

Melissa- Eu sei que foi errado, mas na altura não o parecia, mas depois o meu pai morreu, eu casei me engravidei, mas o meu marido também morreu, então só me restou voltar, eu só tinha a ti e ao Scott, eram a minha única família e eu não queria perder nem mais um segundo da tua vida então voltei, ameaçando contar tudo, o teu pai quis correr comigo, mas a tua mãe teve compaixão e acolheu nos cuidou do Scott, e está também a dar lhe um futuro, tenta compreender.

Eu saí disparado de casa, tudo parecia piorar, então sem saber bem onde iria peguei no carro, e só me dei conta onde estava quando parei em frente ao prédio dele.

 

Derek

Estava descontraído no sofá com Lydia assistindo um filme bastante divertido, pelo menos para mim, já que Lydia parecia estar bem longe daqui.

Derek- O filme é muito bom, não é?

Lydia- Sim.

Derek- O personagem principal é um gato não achas?

Lydia- Sim.

Derek- Adorava foder contigo agora mesmo aqui no sofá.

Lydia- Sim.

Não resisti e comecei a rir bastante, trazendo-a de volta para a terra.

Lydia- O que foi?

Derek- Isso pergunto eu, estás tão distante que acabaste por topar fazer sexo comigo aqui no sofá.

Lydia- Desculpa.

Derek- Não tens que te desculpar apenas fala comigo diz me o que se passa.

Lydia- Não é nada.

Derek- Não me mintas estás preocupada porque a Laura foi contar ao teu irmão sobre estar grávida.

Lydia- Também, mas não é só isso. É que hoje voltei a ver alguém que eu conheci no passado e de quem gostei bastante, e mexeu comigo.

Derek- Cero e pela tua cara é um homem, ex namorado, acertei, vocês falaram?

Lydia- Não, ele não se lembra de mim, estou um bocado diferente, mudei bastante desde o acampamento de verão onde o conheci.

Derek- Sério? Então ele é um cromo tu és inesquecível.

Lydia- Acredita não sou, imagina-me com mais trinta quilos, óculos, aparelho e cheia de borbulhas.

Fiquei parvo só de imaginar aquela mulher ruiva linda e deslumbrante ter sido um dia assim.

Derek- Só posso te dizer que o tempo fora bastante justo para ti. Mas deixa me adivinhar o resto da história, ele era apenas uma paixão platónica e nem sabia que tu existias acertei?

Lydia abanou a cabeça confirmando as minhas suspeitas, ia falar, mas fomos interrompidos por alguém batendo na porta, então dirigi-me á mesma sendo surpreendido por Stiles.

Derek- Stiles tu aqui?

Stiles- Eu sei, mas não sabia mais para onde ir, desculpa posso entrar.

 

Stiles (momentos antes)

Depois de alguns minutos tomei coragem e finalmente bati, pedi para entrar, mas assim que avistei aquela cabeleira ruiva, a raiva tomou conta de mim.

Stiles- Já vi que estou a incomodar, foi um erro ter vindo adeus.

Derek- Espera Stiles fica.

Derek

Ele nem me deu a chance de dizer mais nada.

Lydia- O que estás á espera vai atrás dele.

Desculpei me com Lydia e corri á procura de Stiles, ele já estava chegando ao carro, então gritei seu nome e ele parou.  

Stiles- Diz?

Derek- Tu é que tens algo a dizer viste até á minha casa a esta hora, por isso diz me como estás o que se passa?

Stiles- Não se passa nada podes voltar para a tua falsa namorada ou talvez nem tanto.

Derek- Podes deixar de ser otário e diz-me o que se passa.

Stiles- Já disse que não se passa nada, volta lá para a aquela ruiva vadia que pagas para ser tua namorada, ela leva muito caro para transar.

Eu fiquei irritado e agarrei-lhe pela camisola.

Derek- Lava a tua boca para falares da Lydia, ouviste, e digo te mais acho que apenas tens ciúmes, pois vez que estou bem e feliz e sabes que sentes o mesmo por mim e estás doido para que eu te beije, não é mesmo.

Stiles- Tu estás louco.

Derek aproximei mais o meu corpo do dele.

Derek- Estás sim, eu vejo a forma como me olhas tu me desejas sim, e queres saber como eu beijo, queres provar os meus lábios confessa.

Stiles- Já te disse nem te atrevas.

Aproximei me ainda mais o meu corpo do dele, sentia que ambos desejávamos o mesmo, mas então o soltei.

Derek- Não te preocupes, eu não vou fazer isso, não iria te dar essa pequena vitória, se quiseres vem tu mesmo atrás de mim.

Stiles- Tu metes me nojo.

Derek- Talvez até te sintas enojado por mim, mas no fundo a tua maior revolta é porque sentes aquilo que eu sinto, adeus.

Virei costas sem escutar mais nada do que ele dizia, só escutei ele entrando no carro e arrancando.

 

Stiles

Como ele podia dizer tal coisa, que disparate, eu sentir ciúmes, que raiva, entrei no carro e passei a conduzir que nem um louco, estava na altura o Derek tinha que sair da minha vida de vez por todas, por isso apesar de todos os meus problemas e as minhas suspeitas, assim que amanheceu, eu já estava junto ao escritório para falar com o Peter.

Peter- Bom dia Stiles, os meus sentimentos, lamento o que aconteceu ao teu pai.

Com toda esta confusão, com a Melissa e depois com o Derek, que acho que uma parte de mim havia esquecido que já não tinha pai.

Stiles- Obrigado.

Peter- Mas o que estás aqui a fazer, devias de ficar em casa, tirar uns dias, não te preocupes com a corrida para o lugar de sócio, tenho a certeza que irás ganhar.

Stiles- Também tenho a certeza disso, e sim eu irei tirar uns dias, mas preciso primeiro de falar consigo, sobre o Derek.

Peter- Pela tua cara parece ser importante, ele está bem.

Stiles- Penso que sim, não é fácil para mim ter esta conversa consigo, você sabe que o Derek é o meu melhor amigo, ou pelo menos era.

Peter- Mas o que é que se passou entre vocês, eu reparei que já não costumam andar juntos, teve haver com a competição.

Stiles- Não, antes fosse, não tem nada haver com a competição, mas com as suas regras na empresa.

Peter- Como assim, o Derek quebrou alguma regra.

Stiles- Peter você sabe que a sua empresa é a minha vida, eu vivo para aquilo, para ser um dos melhores, para crescer, eu sempre fui fiel a si, e a todas as regras, e eu não posso admitir, que aja uma pessoa sendo desleal consigo.

Peter- O que se passa em que é que o Derek foi desleal comigo?

Stiles- Eu descobri que o Derek é gay.

O silêncio que se seguiu, foi assustador, uma parte de mim acha que era errado estar fazendo aquilo, mas mesmo assim continuei, tinha que o afastar da minha vida.

Peter- Mas o que te leva a pensar que o Derek, gosta de homens, não pode ser.

Stiles- Eu houve uma noite dessas que vi o Derek, com um pessoal muito esquisito.

Peter- Com gays?

Stiles- Sim eram gays tinham todo o ar de gays, e o pior é que ele estava abraçado a um deles, como se fossem um casal, pois pareciam bastante íntimos, foi por esse motivo que me afastei do Derek, não me vou dar com homens que gostam de gajos.

Peter- Eu entendo isso.

Stiles- E quer dizer que se ele é gay, significa que nos mentiu a todos, e pior que ele gostar de homens é ser mentiroso e nos envolver a todos nesta grande mentira.

Peter- Eu agradeço te por me teres contado isso, sei que não deve ter sido fácil, eu irei tomar providências.

Stiles- O que é que vai fazer?

Peter- Eu irei ter uma conversa muito séria com ele, e se houver um fundo de verdade no que estás a dizer, ele vai para o olho da rua imediatamente, e não voltará nunca mais a advogar.

Não me sentia mais aliviado depois de ter contado ao Peter, mas tenho a certeza que foi a decisão certa.

Algum tempo depois cruzei me com Kira a secretária do Peter, que me chamou á parte.

Stiles- Diz?

Kira- O que se passa com o Derek?

Stiles- Porque perguntas?

Kira- Porque depois da tua conversa com Peter, ele pediu para eu ligar a um detetive e pedir para investigar o Derek, o que foi que tu fizeste, ele é teu amigo.

Stiles- Não te metas e faz o teu trabalho.

Kira- Nunca gostei de ti, sabes sempre com a mania que és o maior, mas não passas de um frango assustado, porque sabes que ele é dez vezes, mais homem e melhor profissional do que tu, não tens coração.

Stiles- Ele mais homem do que eu, ele é gay, não tens chance nenhuma.

Kira- Eu sei que ele é gay, mas isso não o faz menos homem do que tu, pois ele tem algo que tu talvez nunca venhas a ter, algo que se chama carater, e acredita quando ele souber aquilo que tu fizeste, nunca mais irá olhar na tua cara, seu idiota.


Notas Finais


Então o que acharam o pai de Stiles morreu, quem terá sido o culpado?
Stiles confronta Melissa, o que ele irá fazer daqui para a frente?
Stiles fica morrendo de ciumes de Derek, e acaba fazendo merda.
O que Peter ira fazer a Derek?
E quem amou Kira lacradora não confrontando o Stiles?
Não deixem de comentar e favoritar.
Bjs e Abraços


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...