História Olhares Alheios - Capítulo 4


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, CL (Chaelin Lee), EXO, Girls' Generation, Got7, Monsta X
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lee Chaelin "CL", Lu Han, Min Hyuk, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Taeyang, Taeyeon, Tao, V, Xiumin
Tags Espionagem, Romance
Exibições 43
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


— AVISOS —
— Capítulos novos, só quinta e sexta.

Boa Leitura <3

Capítulo 4 - We need to talk


Fanfic / Fanfiction Olhares Alheios - Capítulo 4 - We need to talk

Não dormi a noite inteira pensando em Min Hyuk Oppa, eu sei, era para deixar esse assunto para hoje, mais enfim... Eu não consegui, estou com olheiras enormes, e não sei quantas vezes fui ao quarto de Kai para perguntar coisas sobre garotos, comportamentos estranhos, e sabe o que aquele doido disse, que meu Oppa poderia está com outra, se isso doeu, doeu muito, cheguei a engolir seco quando o mesmo falou isso, será? Não, não pode ser, porém... Min Hyuk teria motivos, vivo viajando e nosso namoro nunca passou de umas mãozinhas bobas, às vezes ele enjoo disso e não me quer mais, achou alguém melhor, ah não quero perder meu Oppazinho.

Nesse momento estou no terraço da escola, sim eu vim, porém não assisti aula nenhuma e nem estou afim, e como eu cheguei cedo ninguém percebeu minha presença, eu queria ficar em casa, mais o chato do Kai não deixou, ele e o Sehun ficaram até uma da manhã jogando e rindo, depois Sehun foi embora, e Kai foi até meu quarto, acho que é costume, só que dessa vez acabou me encontrando acordada, ele não disse nada apenas deu um leve aceno e foi para o quarto dele, Kai sabe quando estou chateada e prefere não dialogar comigo pois sou muito frágil e choro por tudo, mais acabou que quem foi falar com ele foi eu, e acabei recebendo essa resposta que está matutando em minha mente, odeio ficar na dúvida, anda logo bate esse sino, preciso tirar satisfações com um certo mocinho.

{...}

Demorou mais foi, é agora que irei descobrir o que se passa com Min Hyuk, mais primeiro preciso saber se ele veio.

Desço as escadas na velocidade da luz, e esbarro em vários alunos, esse povo do colégio é alto, e eu sou uma pessoa tão miudinha que dá dó, consigo chegar ao refeitório, dou uma olhada por lá, ui o cheiro está bom, deu até vontade de comer, foca Angel você precisa achar seu alvo, dou mais uma olhada e vejo os amigos de Min Hyuk em uma mesa, Yris também está lá, me aproximo e eles erguem o olhar para mim, Yris parece espantada ao me vê.

- Eu sei, minhas olheiras estão enormes. — Digo revirando os olhos.

- Não precisei nem falar, o que houve? Vamos passar uma massa nisso aí, parece um cadáver. — Ela diz e dá um leve sorriso, mais como a conheço bem seu tom é de preocupada.

Me sento ao seu lado e suspiro, cumprimento os outros com um aceno e eles retribuem e voltam a conversar.

- Viu Min Hyuk? — Pergunto a Yris, e ela solta um ah, que quer dizer entendi tudo.

- Sim, o que houve? Vocês brigaram? 

- Prefiro falar disso em outro lugar, cadê a Mimi? — Ainda não a vi, será que faltou?

- Ela não veio hoje, está cuidando de sua irmã, a garota pegou uma gripe e sobrou para nossa Mimi, vamos para outro lugar, mais reservado. — Yris diz e se levanta, e eu a acompanho.

- Até mais garotos. — Digo por educação, pois hoje estou sem vontade nenhuma de ser amorzinho, eles apenas sorriem.

- A onde vocês vão? — Um deles se pronuncia.

- No jardim. — Yris responde rapidamente.

- Posso ir junto? — Ele sorri todo meigo, eu não sei bem o nome dos amigos de Min Hyuk Oppa, não convivo com eles, apesar de serem amigos do meu namorado.

- Ixi Kihyun, não me acompanha, que eu não sou novela. — Yris é uma boba, tadinho ele até murchou.

- Você é tão má comigo, eu te gosto tanto. — Que gracinha, mais só shippo a Yris com o Kai, então mete o pé.

- Não é à toa que me chamam de malévola, mais enfim, na próxima você vem ta, hoje não. — O menino, no caso Kihyun volta a estampar um sorriso meigo no rosto novamente.

Eu e Yris saímos do refeitório e fomos para o terraço, mais para minha surpresa Min Hyuk estava lá e não estava sozinho, havia uma garota com ele, nunca a tinha visto no colégio, mais o que será que eles fazem aqui?

Eu e Yris fomos de fininho vê o que estava acontecendo, ficamos quietas e ouvimos a conversa dos dois.

- E aí Min Hyuk, qual vai ser, você vai contar para sua namoradinha o que houve entre a gente, ou eu mesma vou ter que contar? — Ela fala em tom de sarcasmo.

Me contar o quê? Entre eles? Eu tentei levantar de onde estava e ir tirar satisfações, mais Yris me parou e pediu silêncio.

- Não aconteceu nada entre a gente garota, a bebida fez aquilo, eu jamais trairia minha namorada com você uma garota qualquer, na verdade não a trairia com nenhuma garota, e quem você pensa que é para me ameaçar? — Ele diz em tom firme e parece estar extremamente irritado.

- É o seguinte, se você não largar dela e ficar comigo, eu vou contar tudo o que você fez enquanto ela estava viajando, tipo sobre sua viagem para o Havaí com seus amigos, eu tenho fotos suas comprometedoras com algumas garotas, ah e tem mais... — Ela para de falar, e me aproximo, vejo Min Hyuk prensar a garota na parede e segurar em seu pescoço com força.

- Não ouse contar nada disso à Angel, ou você sabe o que te acontecerá gracinha, você quer ter seu belo rostinho machucado? — Ela nega com a cabeça, ele aperta o pescoço dela com mais força, ele está sufocando a garota.

Então ele a solta e a mesma coloca a mão no pescoço tentando respirar, eu e Yris estamos de boca aberta, e eu não consigo acreditar no que acabei de vê, estou em transe e espero que quando eu sair, tudo isso seja um sonho.

- Agora saia daqui, e nunca mais volte a me ameaçar. — Ele a encara como se fosse matá-la, é um olhar mortal.

A garota sai correndo e encontra eu e Yris escondidas, ela fica espantada, e corre ainda mais, eu queria pará-la e lhe pedir explicações, mais meu assunto ainda não é com ela e sim com Min Hyuk, eu decido ir falar com ele, Yris tentou me impedir, mais preciso saber que merda está acontecendo aqui.

- Min Hyuk? — Digo seu nome em um tom firme, o mesmo se vira surpreso e abre um sorriso, como pode ser tão falso?

- Angel, não sabia que tinha vindo, não a vi. — Ele ia me abraçar, mais o distanciei com minhas mãos, o mesmo me encarou confuso.

Eu continuo séria, e o mesmo também fica.

- O que houve Jagiya? — Ele pergunta em um tom tão calmo, que nem parece o mesmo Min Hyuk que agora a pouco estava sufocando uma garota, quase a matando.

- Nós precisamos conversar.

                                                                                                       ...

 


Notas Finais


Espero que estejam gostando, até amanhã <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...