História Olhos de sangue - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance, Vampiros
Exibições 12
Palavras 893
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 11 - Foi a escolha certa?


Fanfic / Fanfiction Olhos de sangue - Capítulo 11 - Foi a escolha certa?

Então Zen foi para o Japão,15 anos,em uma terra desconhecida para ele,com alfabeto desconhecido,com falas desconhecidas.

     Ele entrou em uma escola,fez cursos de japones,estudou ,estudou,estudou,concluiu  o segundo grau,fez faculdade,e no final se tornou policial militar,então 10 anos haviam se passado.

Ele erá muito habilidoso no que fazia ,erá o capitão e investigador tambem,e aos poucos foi crescendo e se torno um adulto.

Conheceu varias pessoas,fez amizades com muitas,mas mesmo depois de 10 anos,ela continuava em sua memoria.

Na época ainda erá muito jovem para entender o que acontecia dentro de sua cabeça,afinal tinha apenas 15 anos ,erá imaturo.

   Então agora,um adulto de 25 anos,pode entender o que ela significava para ele,só que erá tarde de mais.Erá tarde de mais para pedir desculpas e voltar.

   Zen sabia que mesmo se olhasse para trás,aquele tempo não iria voltar,e as coisas não seriam as mesmas que já foram um dia.

 

-Bom dia  criança!- disse o senhor young,um velho senhor que quando viu Zen ainda com 15 anos vagando pela rua sem dinheiro ou casa,o criou como filho.

-OI pai-Zen responde. Como o senhor young o tratou como um filho,ele passou a chama-lo de ''pai''

-Como foi o trabalho hoje?

-Foi bem extressante,mais mortes aterrorizantes.

-Tipo?

 

-Pegaram um homem e amarram suas mãos,e cortaram sua boca de orelha a orelha.

-Nossa,e essas crianças insistem em correr por ai.

-Sim realmente  é muito perigoso.se bem que lá no brasil tambem erá assim na época em que morava lá,ainda me lembro disto.

-Realmente o mundo está perdido...

-As pessoas estão...

 

(Amy onn)

 

Então se passou 10 anos desde aquele telefonema onde eu nunca pensei ouvir aquelas coisas vindo dele.

Se ele ainda continua vivo....ele deve ser um adulto agora...um adulto de 25 anos,que será aconteceu a ele?será que esta morto?ele não tinha ninguem que conhecesse la...

-Senhora,eu sei que está pensando nisso.

-Eu sempre estou.

-Já se passaram 10 anos,não deixe isso te dominar a cabeça,ele foi apenas um fase de sua vida,passou.Eu tenho 800 anos,sabe quantas vezes isso aconteceu comigo?

-Mas mesmo assim...ele erá meu melhor amigo sabe..

-'' amigo"?

-O que quer dizer?

-Você ainda gosta muito dele não é?

- O que está dizendo?eu tenho o Edie agora.

-Consegue mesmo compara-los ?

-Edie me ajudou a viver depois daquilo,ele se tornou meu porto seguro ,entende?

-Entendo,mas você prefere seu porto seguro do que uma fase?

-Chega de falar isso,daqui a pouco ele chega e te pega falando nisso...

-Sim tem razão.Mas eu tenho que fazer uma pergunta..

-O que foi Mizuki?

-A senhora sabe para onde ele foi?

-Ele só falou que estava indo,e tambem está no passado.

-Sei...

 

(Zen onn)

-Quando você vai arrumar uma namorada ?

-Me deixa hanji

-Ue ,você está ficando encalhado.

-Cada um tem seu tempo sabia.

-Não pode ser,você tem alguem e não me falou ainda não é?

-HANJI

-Ok,irei parar..

-Que coisa..

 

Realmente eu não gosto de lembras de Amy,lembrar dela doi,me faz lembrar da época que eu ficava na quela cama de hospital ,sozinho.E nas poucas vezes que Amy vinha me visitar então logo parou de ir.Na época eu não sabia e ainda hoje não sei se a minha decisão foi a certa.

Eu deveria ter continuado naquela cama e ao lado de Amy?

Eu deveria mesmo ter aceitado e recomeçado minha vida longe dela?

Essas são perguntas que me faço frequentemente,mas pensar nisso me faz achar que estou sendo ingrato de todo o esforço que meu pai,o senhor young,fez por mim.

Amy...doi pensar em você,lembrar dos dias de tristeza agora é estranho para mim,

eu podia te ver,depois eu não pude mais,só que ainda eu podia ouvir sua voz,então realmente foi como você falou

'' se você voltar a enxergar,a unica coisa que não ira ver,será eu''

Você falou,e isso está acontecendo ...eu sei que foi escolha minha,acredite ,se eu pudesse voltar no tempo eu...

-Zen,a um caso de perseguisão na rua nove.

-Estou indo!

(Amy onn)

-Você anda muito pensativa ultimamente.É aquilo?

-Edie ,eu amo você ,mas tu sabes que eu não conseguiria....

-Sim eu sei...mas não pense nisto em quanto está comigo

-Ta bom...amanha eu irei viajar

-VAI?

-É uma viajem de negocios.

-Para onde ?

-Japão

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Então Amy embarcou em seu voo,a viajem durou 2 dias.chegando lá ela ficou em hotel,na manha seguinte,resolveu ir para uma praia que tinha ali perto.

-Esta um dia lindo hoje

 um homem estranho começou a segui-la,ela notou e foi acelerando seus passos.

Mas o homem estava de moto,e foi mais rapido.Ele chegou ao lado dela e disse

-Me passa sua bolsa ou eu atiro em você-O homem disse apontando uma arma para ela

-Ok....-Amy disse entregando sua bolsa .

O homem foi embora.mas por sua sorte havia uma delegacia ali perto.

Ela entrou e deu queixa

-Descreva como esse homem erá 

-Ele estava em uma moto ,parecia ser baixinho e...

Ela o descreveu.

-Chamem o capitão imediatamente

-Capitão? 

-Sim,ele é um otimo policial,eu te garanto que hoje mesmo ele recupera sua bolsa.

-SIm..

-Mandou me chamar che...-Fala Zen entrando na sala , mas após ver aquela moça que lembrava muito Amy para ele,apesar de não se lembrar muito,ele mal conseguiu terminar sua frase.

-Zen o caso é de um assalto

-Zen?-perguntou Amy

-Amy?-Perguntou Zen

 

Apesar que os dois não tivessem certeza de quem eram,se acharam muito familiares.

Embora que um mudou drasticamente e o outro absolutamente nada.


Notas Finais


Até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...