História Olhos verdes - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Yaoi
Exibições 3
Palavras 688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai, Orange, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


To animado pra escrever

Capítulo 1 - Um


Eu corria, naquela noite escura, eu torcia pra chegar em casa sem ser assaltado, digamos que o lugar que eu moro, bem, não é muito seguro.

Mas vocês devem estar pensando, quem é esse maluco, correndo de calça jeans e regata as duas e meia dá manhã.

Bem, meu nome é Victor, sou órfão de mãe, morei com meu pai até os quinze, não posso dizer que ja "amadureci" já que não passou nem um ano direito.

Apesar desse monte de merda que é minha vida, eu tenho uma melhor amiga, o nome dela é Yasmin, ela não é, exatamente, normal (*risos*).

Eu vou mudar de colégio, vou estudar numa escola até boazinha, tudo é bancado por meu pai, que é "rico"

Eu saí de casa por quê queria ter uma vida mais, livre, mas ele ganha muito dinheiro vendendo toneladas de sei-lá-o-quê.

Eu virei a esquina do meu apartamento, e esbaerei num homem de mais ou menos uns 28 anos, eu encarei ele nos olhos, e tudo que vejo são piscinas azuis.

Ai meu Deus, eu tô a dois minutos, adimirand... encarando ele.

- Precisa de ajuda?- eu levantei rápido e assustado - M-me desculpa - Ai meu Deus, eu ofereci ajuda pra um cara treze anos mais velho.

- Não precisa , obrigado - ele sorriu simpático.

Eu corri bem rápido pra casa, cheguei na porta do condomínio e o porteiro autorizou minha entrada, entrei elevador do meu prédio e apertei o 30, os oinúmeros estavam décadas, eu já estava mais que atrasado para dormir.

Depois de uns minutos eu FINALMENTE cheguei, abri a porta, entrei, fui direto para o banheiro, tomei um banho rápido, e fui dormir.

Eu acordei com o barulho da chuva, pulei assustado e corri pra me vestir, menos de dez minutos e eu já estava correndo para o colégio.

Eu cheguei suado lá, a escola era enorme, e tinha ar-condicionado por toda parte, Yasmin já me esperava na porta.

- VICTOOOOOOOR - ela correu e me abraçou.

- Oi Yasmin

- Nossa que oi seco.

- Mas tá chovendo - ela riu com uma risada escandalosa, típica dela.

- Mas enfim onde eu posso saber em que sala eu tô?

- Na mesma que eu! Primeiro C, mais um ano juntos aí vamos nozes- eu olhei torto pra ela.

- WTF?

Enquanto estávamos andando pelo corredor alguém acabou esbarrando em mim, eu olhei pra trás e vi ele, ele era alto tinha cabelos encaracolado ruivo, ele tinha olhos verdes e era musculoso... ( Notas dos autores: homão dá poha)

- Me desculpa - ele tinha voz de veludo (<3) - eu não tava olhando pro caminho.

- Que nada - segundo esbarro só hoje afe.

- Vamo logo Victor - a Yasmin falou.

- Ah aliás - essa voz de veludo dele - vocês sabem onde fica a sala do primeiro c?.

- Nois tamo indo pra lá agora cidadão - a Yasmin falou, grossa igual minha rol...

- Que bom - ele sorriu - posso ir com vocês? - que sorriso mais lindo (<3)

- Claro - eu disse.

- Que não - a Yasmin falou, vontade de esfaquear essa putiranha.

- Ah... Desculpa - ele disse, e o sorriso na cara dele se desfez.

Eu tampei a boca dá Yasmin, e segurei ela com raiva.

- Mentira dela, ela é só uma retardada - eu falei enquanto tentava sorrir - pode vir sim.

Ela mordeu minha mão e saiu.

- Tudo bem... - ele falou - mas afinal onde fica a sala?

- Yasmin sabe, ô Yasmin ué, cadê? - Eu olhei pro lugar dela e ela não estava mais lá.

- Ela ficou com raiva depois que você tapou a boca dela.

Nós rimos em coro.

- Vamo, a gente consegue achar sozinhos - eu fiz um sinal para que ele me seguisse.

Enquanto andávamos pela escola, conversávamos, conhecendo um ao outro.

- Então... Qual seu nome? - eu perguntei.

- Lucas, mas pode me chamar de Luca - ele retrucou - qual o seu?

- Vitor Ferreira - eu tinha vergonha do meu sobrenome.

- Olha lá! - ele apontou - a sala.

- Ever Dade

Eu abri a porta...

E dei de cara com ele eu poderia reconhecer aquelas piscinas azuis em qualquer lugar...

O cara que eu esbarrei, o empresário bonitão...

Ele vai ser meu professor?

Esse ano vai ser LOKO


Notas Finais


(^~^)
Se você gostou, comente, divulgue, deixa ai se quer que eu continue.
Beijunda
Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...