História On fire - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Totalmente Demais
Personagens Germano Monteiro, Liliane "Lili" de Bocaiuva Monteiro
Tags Gerlili
Exibições 109
Palavras 816
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Desafio


“Quando você quer provocar você sabe,não é mesmo?”

“Claro que não,germano!’’

“Como foi seu dia?”

“Bem cansativo!” colocou a cabeça para trás e suspirou “E o seu?”

“Tive muito trabalho também.”

“Que você acha de tomar um vinho lá em casa?”

“Só vinho?”

“Só!” exclamou

“Não sei se vou conseguir resistir!” sorriu

O trajeto da orla para casa da empresária era longo.

Ao chegarem na casa,Lili tirou seus sapatos e pediu para que o ex pegasse as taças e o vinho. Sentaram-se na beira da piscina e começaram a conversar. Até pareciam um casal,e eram. Só estavam magoados e confusos com seus sentimentos. A mágoa da herdeira da Bastille ainda persistia mas não era tanta.

“Você mudou bastante,Lili!”

“Não posso dizer o mesmo de você,continua o mesmo cafajeste!” ingeriu um pouco da bebida e sorriu

“Não vou levar em conta porque você está sob o efeito do vinho!”

“Estou muito consciente,tão consciente que quero te propor um desafio.” o lançou um olhar desafiador

“Adoro desafios!” pousou a taça sobre o chão

“É um jogo!”

“Jogo? Que tipo de jogo?

“Eu te faço perguntas sobre esses nossos 25 anos de casados.”

“E?”

“E se você perder, você faz o que eu determinar,e virse versa!”

“Gostei!”

“Podemos começar?”

“Quando você quiser,meu bem!”

“Olha lá em germano.” tomou um pouco de vinho “ Onde foi nosso primeiro beijo?”

“Foi em Angra, numa viagem de férias da faculdade!” lembrou nostálgico, arrancando uma enorme careta da ex que ficou insatisfeita por ele tê-lo acertado

“Para onde viajamos depois que casamos?”

“França!?”

“Claro que não,germano. Foi para Cancun, sempre foi meu sonho conhecer lá!”

“Verdade,como eu pude esquecer?” coçou a barba

“Minha cor favorita?”

“Preto!!” sorriu vitorioso

“Qual meu restaurante preferido?”

“Le pré Catelan!”

“Onde foi nosso primeiro encontro?”

“No cinema, nós fomos assistir “Titanic” e eu lembro você toda frágil,chorona…” gargalhou alto

“Não tem graça isso,germano!”

“Qual música tocava quando você me pediu em casamento?”

“Outra vez! É impossível esquecer,me lembro de cada detalhe daquele dia.”

“Quem se interessou primeiro um pelo o outro?” indagdou mais um pouco de vinho

“Você!”

“Não fui eu,você que se chegou até a mim!”

“Cheguei porque soube pela sua amiga que você tinha interesse por mim!”

“Que calúnia. Eu lembro que falei isso!”

“Posso te lembrar daquela mesma forma como fiz pra você confessar isso a mim quando estávamos a sós, naquele dia na Bastille,você quer?” a provocou

“É uma proposta tentadora,mas não quero!!”

Continuaram o jogo. Com perguntas ainda mais difíceis,porém o executivo estava tirando letra.

“Acho que eu ganhei,não é mesmo?” sussurrou em seu ouvido

“É,ganhou!”

“Posso pedir então?”

“Hum rum.”

“Eu quero…….” sussurrou no ouvido da mãe de Fabinho

“Nunca ouvi coisa tão absurda quanto essa!”

“Vai dá para trás agora,Lili.”

“Claro que não, trato é trato!”

“Vou pegar mais um pouco de vinho,você quer?”

“Você quer me embebedar para se aproveitar de mim.”

“Claro que não, meu amor!”

Deitados na beira da piscina eles ouviam “Como vai você”,embalados pela clima se beijaram. Um beijo feroz e cheio de vontades. As mãos do executivo tiravam as mechas de cabelo da mulher que estava caída,tinha necessidade de olhar para seus olhos. Sorriram. E mais uma vez repetiram a dose até lhes faltar ar. Com delicadeza ele já estava por cima dela. Suas pernas já estavam entrelaçadas na cintura dele,sua mãos habilidosamente já arrancou sua camisa que foi jogada ao chão. Olho no olho. Corpo no corpo.

“O desafio foi lançado por mim,você ganhou e eu to cumprindo o que você me pediu,porém quem manda na situação sou eu.” sussurrou em seu ouvindo rolando pelo chão e ficando por cima dele

Jogou seus cabelos para trás e os prendeu com um clip. Esticou as mãos  do ex até a altura da cabeça e deslizou consigo as suas. Seus lábios se conectaram e ela deixou uma mordida na parte inferior.

Bem lentamente as mãos do executivo tocou suas costelas,um toque tão suave que cada pelo do seu corpo começou eriçar. Já estavam completamente nús.

-Fiquei por cima do germano,suas mãos tocaram minha cintura e cada movimento de “vai e vem” suas mãos me apertavam mais,seu toque era tão bom que fechei os olhos para desfrutar do momento. Cada movimento eu sentia seu corpo mais unido ao meu,a sensação era prazerosa. Aquela posição era favorável a mim, sabia exatamente como o atiçar, mordi de leve seus lábios e o arranquei um beijo quente. Suas mãos invadiram meus cabelos os puxando para trás, gemi alto e ele abafou com um beijo. Meus movimentos aceleraram,germano começava a impulsionar por baixo,e o nosso prazer cada vez chegava mais perto.

Rapidamente ele inverteu as posições,segurou meus braços,um de cada lado. Impulsionando cada vez mais forte e rápido. Meu corpo tremeu com a avalanche que me consumiu,e com mais alguns movimentos germano me acompanhou na mesma sensação.

Ficaram em silêncio por algum tempo até adormecerem ali mesmo,nús e no chão frio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...