História On Our Way - Namjin - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Jikook, Namjin, Vhope, Yoonseok
Exibições 360
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <3
Música: On My Mind - Ellie Goulding

Capítulo 15 - Mais surpresas.


Namjoon e Jin foram promovidos no emprego novo depois de alguns meses. Jin era agora, um produtor de uma série de ação muito conhecida pelo estado e Namjoon ficou como cenografista, também na mesma série. Mas as vezes trabalhava em alguns documentários a parte. Suas semanas pareciam mais cheias do que antigamente, mas diferente do outro emprego, nesse eles realmente gostavam o que faziam, aliás, eles estudaram com esse intuito de emprego. Sem contar que o salário ajudava bastante na motivação. 

No começo, quando entraram, foi difícil. Era um ambiente totalmente novo e desconhecido, suas antigas experiências na área não chegavam ao pé daquela. Ninguém ali os conheciam, a não ser pelo chefe, que os aceitou e com toda certeza viu seus trabalhos antes que os aprovassem. Agora que conseguiram um espaço na empresa, tudo parece melhor. Conseguem trabalhar, participar dos projetos, promoções e reuniões como qualquer outro funcionário da empresa, coisa que antes não conseguiam.

A única coisa que ainda, era um problema. É que seu chefe era homofóbico. Não que ele tenha dito com essas palavras, mas, para alguém que disse "Por favor, lá fora vocês podem ser o que quiserem, mas na minha empresa, não funciona assim. Ninguém precisa saber, e ninguém vai saber que vocês estão juntos, ou seja lá o que, não me entendam mal, certo?".

Nada certo.

Namjoon estava em seu limite em escutar esse tipo de coisa, e faltava pouco para ele dizer ao Sr. Jones, dono da empresa e seu chefe, que ele era um hipócrita preconceituoso fingido e artificial. Jin apenas dizia para ele relaxar, que eles não precisavam dar atenção para quem não precisava, mas ainda sim, Sr. Jones, o deixava nos nervos. Porém aquele trabalho era importante para Seokjin e boa parte para ele também, e não estragaria tudo.

Seokjin havia pintado os cabelos de rosa, depois de apostar com Namjoon, que duvidou esse ato do marido, dizendo que não ficaria bom e não o deixaria bonito. E Seokjin não gosta de ser desafiado, ainda mais quando dizem que ele não ficaria bonito em algo.

Quando Jin saio do banho, já com o cabelo escovado e seco, e pintado com um rosa claro e levemente claro, Namjoon ficou de queixo caído. O tom de rosa ficou perfeitamente perfeito para Seokjin, sua pele parecia mais pálida e sua boca mais rosada, talvez pelo contraste das cores, mas o deixou ainda mais bonito, coisa que até então ninguém achava possível. Mas Seokjin tinha seus truques.

– Você ficou lindo com essa cor, já te disse isso? – Namjoon estava deitado e abraçado a Seokjin, fazendo carinho em sua cintura como de costume, enquanto sentia o corpo do outro bem colado ao seu. Estavam no quarto de hospedes do tios de Jin. Viajaram para passar o dia de Ação de Graças com eles.

– Sim, todos os dias, amor. – Respondeu rindo. 

Haviam acabado de chegar da longa viagem de carro, ao todo 326,2 km quase quatro horas de carro. Isso porque resolveram ir de madrugada, onde a rodovia ficava sem trânsito. 

Enquanto Namjoon e Jin descansavam da viajem e se preparavam para ajudar seus tios nos preparativos para o jantar, os outros do outro lado, decidiam o que iriam fazer. 

– Eu quero sair.  – Yoongi dizia do sofá, onde estava deitado com os pés no colo de Taehyung. As coisas entre eles já estavam bem, aliás, depois de tanta discussões acabaram descobrindo que a amizade dos dois é bem mais importante do que as outras coisas. 

Yoongi tinha terminado com Jake. Depois de alguns meses não deu mais certo e Yoongi já estava querendo "ser livre" novamente, assim como Jake também queria, o que deixou o término calmo. 

– Eu também.  – Taehyung dizia com tédio. Hoseok concordou do outro sofá.

O combinado de antes era comemorar na casa de Jin e Namjoon, mas como eles tiveram que ver os tios de Jin, acabou que ficaram sem saber o que fazer no dia, já que ninguém estava disposto a fazer nada, a não ser sair para algum lugar onde tenha bebida e música, como nos velhos tempos. Jungkook e Jimin estavam na cozinha, que era aberta para ter visão da sala.

– Semana que vem já vamos viajar, então esse final de semana é para festejar antes de irmos.  – Jimin explicava, também já com tédio. 

– E ainda nem contamos para Namjoon e Jin.  – Completou Jungkook. 

– Contar o que? –  Yoongi perguntou, não entendo do que estavam falando. 

– Sabia que faltava contar para alguém. – Jimin disse olhando para Jungkook, que ontem o deixou seguro que tinham contados para todos. 

– Contar o que? – Yoongi novamente perguntou. 

– Fomos promovidos e vamos ir para uma exposições da minha linha em Milão!  – Jimin disse, deixando Yoongi alegre que os parabenizou pela conquista, que até então, era um grade sonho para ambos. 

– E quando Namjoon e Jin voltam?  – Hoseok perguntou. 

– Amanhã eu acho, eles tem que trabalhar então não podem ficar muito.  – Explicou Jungkook. 

Depois de mais algumas horas de conversa sobre a viajem de Milão, resolveram ficarem casa mesmo, já que estavam cansados o suficiente para não saírem  – coisa que até se parece impossível  – e apenas pediram comida mexicana e pizza. Ligaram para Namjoon e Jin para perguntar se estavam bem e contar sobre a novidade dos meninos, que ficaram muito felizes com a notícia.

XxX

Namjoon estava na cozinha ajudando Tia Hee enquanto Jin estava na sala conversando com seu tio, sobre sua caminhonete nova. 

  – Não querido, corte ao meio e depois repique. – Tia Hee explicava calmamente, então Namjoon segurou o tomate com firmeza sobre a tabua de madeira em cima da pia, cortou ao meio e cortou em cubinhos como tinha aprendido.

Tia Hee havia pintado os cabelos de loiro, parecia até mais nova. Tio Hee parecia o mesmo, mas bem mais feliz com sua nova caminhonete, cor de menta, bem diferente mas que agrava ao seu gosto e o de Tia Hee – até porque se ela não estivesse feliz, seu tio também não estava –. 

– Querida, largue o garoto um pouco. – Tio Hee gritou da sala. – Namjoon, rapaz, venha ver minha caminhonete!   

Tia Hee, pegou a faca da mão de Namjoon e o deixou ir ao marido, que com certeza alugaria o garoto por um bom tempo para mostrar tudo que pudesse em sua caminhonete. 

Jin então se levantou e foi ajudar sua tia com o que precisava, mesmo que ela soubesse se virar muito bem na cozinha. Tudo que Jin aprendeu, foi tudo com sua tia. Até hoje ele admira a forma como cozinha, a paixão que ela transfere a comida, o jeito que torna a cozinha um ambiente gostoso de se ficar, não só pela comida, mas sim pelo sentimento que ali passava. 

Tia Hee era uma grande mulher, e Jin tinha muito orgulha dela. 

Enquanto Namjoon escutava sobre o embreagem da caminhonete no quintal junto ao tio Hee, Jin temperava o peru ao lado de sua tia, lhe dando o que precisava. 

– Meu filho. – Como costumava chamar Seokjin.  – Eu preciso te contar uma coisa.  – Disse e Jin ia lhe passando o montinho de açafrão, mas parou ao ouvir sua tia. 

– Sim tia, pode falar. 

– Eu não tinha como te contar antes, também foi uma surpresa pra mim, mas. – Jin ouviu um barulho ao lado de fora e olhou para trás. Pela grande janela da cozinha viu um Honda parar em frente a casa. Tia Hee parou de falar para olhar também. 

A porta do carro se abriu, e as duas portas da frente foram abertas. De lá saíru um homem alto com traços orientais, de terno e grava e do outro lado uma mulher com os mesos traços de cabelo preso e saltos altos. 

Jin piscou, uma, duas, três vezes. Não podia acreditar.

Não consiga acreditar que aqueles eram seus pais. 


Notas Finais


Hey, espero que gostem!
Logo mais novidades
<3 amo vocês, obrigado de coração a cada voto e comentário <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...