História On The Jail - ( Larry Stylinson ) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Larry Stylinson, One Direction, Ziam Mayne
Exibições 82
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cuuutes! Nova fanfic.

- Outra?

Sim *^*


Eu não planejei exatamente nada pra fazer essa fanfic! Eu apenas fiquei inspirada com o vídeo Larry de uma fanfic que vi no YouTube ( Prisioner ), ( Eu não li a fanfic, porque acho que não é em português. ) e em OITNB ( Orange is the New Black ).

Então, eu vou me inspirar na prisão dessa série ( Exceto por ela ser masculina. ), e um pouco nesse vídeo que vi.


Avisinho, eu não planejei a fanfic, não planejei esse capítulo e não planejei absolutamente nada, mas, diferente das minhas outras fanfics que eu tento enviar capítulo algumas vezes na semana, eu só vou TENTAR postar uma vez na semana. Por que? Muita falta de tempo.


Tenho uma prova multidisciplinar semana que vem, algumas festinhas pra ir, e vou viajar nas férias, aí fica meio que difícil.


Lembrando que:

Plágio é crime! E eu não vou tolerar.

A fanfic vai ter muitas cenas hot's mais pra frente. Mesmo que seja uma das minhas primeiras experiências fazendo cenas mais picantes.

Capítulo 1 - " Eighteen. "


Fanfic / Fanfiction On The Jail - ( Larry Stylinson ) - Capítulo 1 - " Eighteen. "

         P.O.V  Louis Tomlinson 

 

Finalmente tinha completado dezoito anos, logo poderia ser considerado um adulto, ou coisa do tipo. Só talvez eu não gostasse muito desse título, eu não queria ter que crescer logo e deixar a casa dos meus pais, mesmo que minha mãe concordou que eu só vou sair de casa quando eu estiver pronto, eu tenho medo. 


Afinal, quem vai cuidar das minhas irmãs mais novas quando eu for embora? Tudo bem que tem meu padrasto e a minha mãe, mas mesmo assim, elas eram as coisas mais perfeitas do mundo para simplesmente terem pouca proteção. 


 Lottie resolveu tentar uma vida em New York, era justo, já que ela conseguiu uma bolsa numa academia de artes em uma faculdade da grande cidade, e esse era nada mais e nada menos que seu grande sonho de infância. Mas, há dois anos que ela não volta para casa, nem para o Natal que sempre foi uma data tão especial em nossa família. 


 Eu irei cursar uma faculdade de música de Londres mesmo, e minha família mostrou total apoio. Eu sempre tive muita confiança e orgulho da minha voz, tanto que quase participei de um programa de música famoso, mas desisti no último momento. 

Você pode pensar: "Mas você não disse que tem orgulho e confiança na sua voz? Por que desistiu então?". E a resposta é simples: Eu sou tímido, tipo, no nível extremo, e só de pensar que tantas pessoas estariam me olhando, me apavorou por completo. 

Afinal, eu disse que tenho orgulho e confiança na minha voz, e não na minha aparência. 


ENFIM, eu completei dezoito anos a uns dias atrás, e até agora continua por causa das festas de natal e ano novo.

 Acordei no primeiro dia do ano completamente sem vontade nenhuma de levantar da cama, estava com a impressão de que alguma coisa nada boa iria acontecer neste dia, mas faz parte, e eu tinha que levantar, não queria perder o café da manhã. Senti cheiro de bolo ontem a noite, e queria logo provar aquela gostosura que minha mãe deve ter preparado. 


 Me levantei e fui direto para o banheiro, eu não tomava banho a dois dias, exatamente: dois fucking dias! E eu conseguia sentir o cheiro da minha própria catinga, ew. 

Após o banho - Que chegou a ser relaxante -, coloquei uma roupa de sair e desci correndo para a cozinha, sentindo o cheiro delicioso de chá recém feito.


- Bom dia, boo. - Minha mãe sinplesmente parou com o que estava fazendo para vir me dar um beijo na testa de bom dia.

- Bom dia, mamãe. - Falei divertido ao que Jay quase deixou cair o bule de chá que seguraba em suas mãos. - Quer alguma ajuda com o café? 

- Não, bebê. Só... sirva-se e tome seu café, mas deixe o bastante para suas irmãs! - Avisou, me fazendo dar gargalhadas. 


 Me servi com algumas torradas com manteiga, uma xícara de chá e algumas uvas, muitas uvas. Eu simplesmente amo essas bolinhas roxas doces, o bastante para ficar de barriga cheia para as próximas três horas. 

 Quando estava quase terminando de comer, garotas mais baixas que eu invadiram a mesa do café entre risadas escandalosas que eu não sabia o motivo


- Lou! Você vai sair hoje, não vai? Você está todo arrumado desse jeito. - Phoebe perguntou de boca cheia, recebendo uma bronca da minha mãe. 

- Vou sim. - Respondi entre goles da xícara de chá. 

- Posso ir junto? Eu também quero passear! - Ela pediu com aqueles olhos de cachorro pidão, mas eu tive que negar. 

- Não. Eu não vou sair para passear, tenho que procurar algum lugar para ganhar dinheiro, um emprego meio período e.. - Fui interrompido pela voz grossa de Mark. 

- Já não dissemos que estamos dispostos a te ajudar messas coisas, Louis? 

- Pai, - Mark era como um pai para mim, e ninguém via problema nenhum em chama-lo deste jeito. - Sabe que não quero ficar dependendo dos meus pais para sempre, né? 


 Depois do café e da longa conversa que minha alegre família teve, saí de casa disposto a achar um emprego para mim, eu não precisava, mas futuramente poderia acontecer de precisar. 

O problema era que as ruas estavam vazias, a não ser por alguns... Sons estranhos vindo de um beco por perto. Mas por que Louis William Tomlinson tinha que ser tão curioso?? Eu tive que ir lá ver o que era que emitia aqueles sons.


No final, era apenas um gato miando, eu ri de mim mesmo por aquilo, eu era tão bobo as vezes. Enfim, voltei a andar pelas ruas de Doncaster, até que.. Mais sons. Mas daquela vez eu sabia que sons eram, viaturas?

Eu conseguia enxerga-las de longe, e se aproximavam, igual a um homem com um saco plástico com algum conteúdo em pó branco, ele passou por mim e simplesmente ME ENTREGOU AQUILO! O que diabos?? 


 Diferente do homem que seguiu correndo, a viatura parou, em minha frente. E isso chegou a me assustar, então assim que um policial saiu do carro, eu larguei aquele plástico que segurava por conta do homem.

O policial veio até mim com uma arma apontada para a minha cabeça, quão assustador aquilo poderia ser? 


- Então é você o marginalzinho que anda comprando cocaína para vender para drogados, huh?! - O policial parecia contente enquanto falava. 

- N-não! De jeito nenhum, eu só estava passando por aqui e... - Ele me interrompeu.

- Qual seu nome? 

- Louis William Tomlinson, então, eu só estava pa..- Novamentd interrompido. Que policial mal educado. 

- Vire-se Sr. Tomlinson, está detido por Market Impróprio! 


O que? Eu não poderia ser preso nem em um milhão de anos! EU NÃO FIZ NADA! Eles poderiam pesquisar meu nome na internet e veriam o quanto sou limpo. 

Foi tudo que eu disse a eles mais de duas vezes, em um tom de voz alterado que somente deu motivos para eles me prenderem, com a louca ideia de que eu era louco. 


Foi a pior sensação ver o olhar de decepção dos meus pais. Partiu meu coração. Eu estava com medo. Eles me deram 24 meses de prisão sem nem terem provas que eu era mesmo aquele marginal que achavam que eu era. Eu estava com medo. 


- Acorde Tomlinson, hora de ir para sua nova e futura casa, você com certeza não vai gostar de estar lá. Cadeia Masculina de Londres. 


Eu estava aterrorizado. 


Notas Finais


Eu demorei pra postar porque estava com preguicinha de escrever. Mas eu acho que ficou bom esse primeiro capítulo.


Enfim, cutes, espero que gostem dessa nova fanfic! E por favor, comentem o que acharam, é muito bom saber a opinião de todos!


LARRY IS REAL


~Ju


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...