História Once A Week - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Mark, Youngjae
Tags Casamento, Choi Youngjae, Mark Tuan, Markjae
Visualizações 77
Palavras 708
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura

Capítulo 1 - 0.1


Mark estocou mais algumas vezes e logo depois se desfez dentro do loiro. Ele caiu ofegante ao lado de Youngjae e os dois ficaram sem saber o que dizer ou como agir e simplesmente olhavam pro teto.

Era sempre assim.

Mark não sabia dizer ao certo o que ele e Youngjae tinham. Muitos poderiam dizer que era um relacionamento, só que não era, até porque Mark era casado e muito bem casado com Dahyun. Os dois já estavam juntos a mais ou menos cinco anos, só que Mark nunca a amou.

Quando ele conheceu Youngjae, ele achou que o loiro pudesse ser a sua fuga. Youngjae era um jornalista, mas não era famoso. Ele simplesmente recebia o suficiente para pagar o aluguel e nada mais.

Conhece Mark transformou um pouco a vida do loiro, mais só um pouco mesmo. Sua rotina continuava a mesma e ele não podia muda-lá, afinal era essa rotina que fazia com que ele tivesse um teto sobre sua cabeça.

Quando o loiro conheceu Mark, ele achou que poderia ter algo sério com o moreno, mas aí ele descobriu que o mesmo era casado e não podia assumir sua sexualidade. Afinal, ser filho de um figura pública, como um apresentador de TV, fazia de Mark uma pessoa pública, por mais que ele odiasse tudo isso.

Só que isso não impediu o loiro de nutri um grande sentimento pelo mais velho. Youngjae não queria, ele lutou e como lutou. Mas no fim não adiantou. Ele se apaixonou por Mark e matinha isso em segredo. Ele não queria que Tuan sequer desconfiasse disso.

Eles dois pouco se viam. O encontro deles as escondidas era uma vez por semana, em um motel de quinta categoria e esse rotina já se estendia a dois anos. Toda semana, no mesmo horário e no mesmo dia, eles se encontravam no mesmo motel sujo e faziam sexo.

Não era nada mais que sexo.

Só que para Youngjae não era mais só sexo, era amor. Ele matinha uma briga interna entre acabar com isso e sofre ou continuar e sofre ainda mais. Era difícil para o loiro, porém ele se mantinha forte.

Mark era uma pessoa maravilhosa e isso Youngjae não podia negar. Por mais que a relação deles só fosse sexo, ele ainda era doce e carinhoso. Nunca era algo bruto, era sempre calmo e prazeroso para ambos.

Mark saiu de seu transe pós sexo, assim que escutou seu celular tocar. Ele se levantou um pouco zonzo ainda é pegou o celular no bolso de sua calça. Ele não olhou quem era é simplesmente atendeu.

Ele errou aí.

-Alô?

-Mark, aonde você está?- era Dahyun.

-Eu disse que estaria ocupado hoje meu amor...!

Youngjae fechou os olhos e respirou fundo. Ele não suportava mais isso. Toda vez que eles estavam juntos, ela ligava, ele atendia sem ver e o final o loiro era obrigado a ouvir ele a chamado de amor

Se ele disser que isso não era doloroso, seria uma baita mentira. Porque doía um pouco, afinal, ele o amava profundamente.

Youngjae voltou a realidade, quando ele sentiu o lado de sua cama afundar.

Aquele lugar era asqueroso e Youngjae o odiava, mas era nesse lugar nojento, que ele podia ter um pouco de Mark.

"Ele pediu pra eu ir pra casa!" falou Mark e o loiro assentiu.

Era muita sacanagem. Youngjae só o via uma vez por semana e no dia dele, ela tinha que ligar e estragar tudo. Era sempre assim, ele já devia estar acostumado, só que ele não estava.

"Tudo bem!" foi a única coisa que o loiro falou antes de se virar de costas para Mark e tentar ignora-lo.

"Eu não quero ir Youngjae!" falou Mark e o loiro sorriu de lado. Ele ainda tinha uma chance.

Mark se aproximou e puxou Youngjae pelo braço, o virando de frente pra si.

Eles se encaram por um longo tempo. Um silêncio se apoderou do quarto, mais não era algo constrangedor. Eles apenas se olhavam.

Youngjae reparou no sorriso maravilhoso do mais velho. Nos seus olhos penetrantes. Mark reparou que Youngjae era lindo de uma forma assustadora. Reparou que seus lábios era rosados e muito convidativos.

E foi ali, naquele quarto de motel, que ele se amaram mais uma vez.



Notas Finais


Oi.

Essa fanfic tem dois capítulos e ela é meu amorzinho. Eu espero que vocês gostem, de verdade.

Beijos e não se esqueçam que eu tenho mais duas fic markjae no meu perfil, deem uma chance a elas. São duas histórias curtinhas.

Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...