História Once In a Lifetime - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Colin O'Donoghue, Ginnifer Goodwin, Jennifer Morrison, Josh Dallas, Lana Parrilla, Once Upon a Time, Sean Maguire
Personagens Colin O'Donoghue, Ginnifer Goodwin, Jennifer Morrison, Josh Dallas, Lana Parrilla, Sean Maguire
Tags Amizade, Captain Swan, Captainswan, Colifer, Drama, Gosh, Romance, Seana
Exibições 119
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Gente
Novo capitulo
Espero que goste
Beijos

Capítulo 11 - Você me conhece?


Narrador

Finalmente Começou O Grande Dia, Primeiro dia de faculdade e dias de grandes mudanças, afinal a Vida é assim, somente uma atitude, pode muda totalmente seu destino, por isso o Futuro é incerto.

- Bom dia Meninas- Falou Helen entrando na cozinha dano de Cara com a Rose cozinhado e a Jennifer arrumado a mesa.

- Bom dia- Falaram ela em coro afinado, Helen mal sentou na cadeira, Quando Ashley aparecendo correndo sentando na cadeira.

-Já acordei- disse olhando para Rose, Rose e Jen sentaram na cadeira, Logo todas começaram a comer.

-Então como vai ser?-perguntou Ashley curiosa

-O que?-perguntou Jennifer

-Sabe de você conquista o namorado da Helen- falou Ashley

-Sabe- começou fala Jennifer percebendo um detalhe- Eu nunca soube o nome do tal namorado da Helen, como é nome?-perguntou curiosa

Helen abriu a boca para fala o nome, mas Rose foi mais rápido e colocou a mão na boca da amiga.

-Não - falou Ashley balançado a cabeça negativamente - É importante manter o mistério pelo menos até chega à faculdade- falou Ashley e Rose concordou, a presa de não está gostado muito da ideia da meninas, mas não iria interferir, ela daria boas risadas isso sim.

- Tudo bem então- disse Jennifer, Rose tirou a mão da boca da amiga.

-Mas então digo uma coisinha disse- Helen e Jen olharam para amiga- Ele é Lindo

-Tipo de olha nos olhos e tira o fôlego?-pergunto Jennifer curiosa e Helen assentiu

-Bom menos eu mim- falou Helen rindo- Mas sim, ele olha para você e tirar todo fôlego, é sincero, Super Talentoso, Tem Voz- Helen começou fala sem parar, quando Rose belisca o braço da Loira.

-Ai Rose- reclamou Helen passando mão no braço

-Falou demais- Reaprendeu

Helen revirou os olhos

-Gostei- disse Jen parando de bebe seu café

-Do Café ou do Namorado da Helen?-perguntou Rose provocando

-Dos Dois- disse

Mas Logo o assunto delas mudou depois que terminar de toma café, cada uma foi por seu quarto se arrumar.

(...)

Todas Terminaram de ser arrumar, Helen pegou a chave do carro ,todas entraram e foram em direção à faculdade,cantando,rindo,fazendo bobeiras e tal. Quando chegaram à faculdade, elas desceram do carro. Jennifer foi logo ver em que sala era sua Primeira aula, Porque ainda estava meio perdidas, Helen, Rose e Ashley até tentaram ajuda, mas ela negou dizendo que queria conhece a faculdade sozinha e quem sabe encontra um amigo, as meninas riram, Porém concordam.

A Loira Passava Pelos corredores da faculdade, quando viu alguém grita.

-JENNIFER- gritou, ela parou viu aquele Mesmo Rosto.

-Arthur- falou e o Rapaz se aproximou- espera como sabe meu nome?-perguntou confusa

-Tenho Meus Contratos- disse rindo e Loira encarou ele seria- Tudo Bem, conheço Um cara que conhece outro cara que amigo daquela sua amiga- ele fez cara pensativa- Hilary?-perguntou

- Helen- Falou Jennifer

-Isso, então ele um dia ouviu quem uma amiga delas está voltada de Viagem e ouviu falando seu nome, eu fui para Diretor dizendo que está muito afim de você e pedi pelo amor de Zeus, que me desse seu Email, Prometi limpa a Lanchonete por Um Mês, Porém eu consegui- a Loira riu.

-Por que tanta insistência?-perguntou franzido a testa

- Não sei- Arthur disse sincero- Mas sinto que você vai ser uma Álibi

-Álibi?-perguntou confusa- Você é um Bandido por acaso?-perguntou assustada

-Não, sou somente um cara que gosta de diversão- sorriu brincalhão- Então procurando algo?-perguntou

-Sim- confirmou- a Sala de Dramaturgia- disse

-Ah Fácil- disse Arthur- Segue reto e vira a Esquerda, terceira a porta do lado de Car.- falou apontado- é a Porta, você entra e tem linda aula- falou- Boa Sorte Novata- disse, Jennifer deu um sorriso sem graça e seguiu onde o "amigo" falou.

Por Jennifer

Assim que cheguei à Porta, respirei fundo, Coloquei mão na maçaneta.

-NÃO ABRE- ouvi alguém grita- É Novata, Né?-perguntou uma Voz Rouca – Que Pergunta Idiota é Lógico que é- falou- Mas é serio se não quiser passa horas fazendo coisas idiotas por causa de Trotes é melhor não abrir essa porta.

Trote? Ah Claro que mundo você Vive Jennifer- Pensei comigo mesma

-Obrigado- disse finalmente, me virei divaga para encarar o meu Salvador.

Sabe quando existem aqueles Momentos que mundo Parar e você não sabem se fica ali ou sair correndo, exatamente o que estou sentido, eu reconhecia aqueles olhos azuis, aquela boca, aquele sorriso de qualquer lugar do mundo...

Respirei fundo, tinha que começar fazer algo, começou desabotoar a camisa do Colin.

-O... Que... está..fa..zendo?-perguntou divaga corando

-Calado- afirmei- deixa eu cuida de você- falou e ele tentou sorrir, mas não conseguiu, eu olhei nos seus olhos por um minuto e vi que ele olhava nos meus, eu tinha vontade de tirar toda a dor que ele sentia, mas sabe que não era possível. Eu desvie o olhar e olhei por chão, tirei sua camisa... Meu deus santo Pai, ele é muito Gostoso. Peguei uma garrafa de água que tinha, peguei algodão e comecei passar pelas feridas dele, depois passei álcool e pomada na ferida.

-Você... Sabe... que...tá...fazen..do?-perguntou

-Acho que sim- falei na duvida e ele me olhou com medo- tá, eu nunca fiz isso, mas eu vi umas vezes minha mãe fazendo isso com meus irmãos- ele não falou nada.

-Não reclame seu mal agradecido- falei- se não fosse por mim, você estaria ainda Lá apanhado ou morto nas piores da Hipótese.

-Obri... Gado- sussurrou e sorriu

-Colin- disse seca

-Me Conhece?-perguntou sorrindo divertido- Vem senão vão percebe que te salvei e vai pega mal para mim- disse rindo divertido

Ele tocou no meu braço, mas me afastei meu braço rápido.

-Tudo Bem- disse- Vem comigo- Pediu, ele foi andando,mas parou- Ou fica ai até o próximo trote- disse,revirei os olhos, Porém resolvi seguir.

-Porque véu hoje a manhã toda é de trote- disse

-Não te interessa- falei curta e grossa

-Nossa alguém acordou com Pé Esquerdo- brincou

Revirei os olhos e continue andando, até saímos da Faculdade, ele abriu a mochila e pegou uma tinta se aproximado do meu rosto, mas eu o empurrei um pouco para longe de mim.

-VOCÊ ESTÁ MALUCO- gritei revoltada, mas minha vontade é de muitos murros na cara dele para ver ser ele acorda para vida.

-Calma- disse – é só iria passa tinta para não desconfia que você não foi pega no Trote e também tenta pegarem você- disse

-Me dar isso- puxei a tinta dele e passei pelo meu rosto e pelo meu braço- Agora Posso ir- disse saindo, mas ele puxa meu braço.

-Você está bem mesmo?-perguntou preocupado

-Estou- afirmei- BEM LONGE DE VOCÊ- gritei

Se controlar Jennifer- pensei

Mas não consegui um lado de mim que não gosto nada se ativar com a presença desse ser

-Eu te fiz algo?-perguntou um pouco bravo- Que dizer eu fiz te salvei de um trote

-Não fez mais nada que sua obrigação- falei revirando os olhos e ele me encarou firme

-Você me conhece?- perguntou confuso

Dei Um sorriso

-Não se Lembrar de mim?-perguntou- Estou Decepcionado Nerd- disse Debochado- Sabe achava que o ser tipo de pessoa, mas tinha uma ótima memória, mas também é de espera... Agora me fez favor, Me deixa em paz e fica longe de mim pelo menos pelos Próximos 500 anos- me afastei dele e fui andando.

Não sei exatamente o que estou sentido, não sei é a Palavra que me definir nesse momento, mas vou esquece esse momento e só me forca no presente e me forca que preciso conquista o namorado da minha melhor amiga.

Todos têm um amor mal resolvido, uma saudade que não passa um desejo difícil de ser explicado, muito mais difícil de ser entendido.
Todos nós temos um amor mal resolvido, que foi embora sem o nosso consentimento, que se acabou antes do tempo, que se fez ausente, mas permaneceu na cabeça.
Todos temos um abraço que marcou o corpo, marcou a alma, uma música que resume a história da nossa vida, um cheiro, um lugar que nos lembra de alguém.
E no fundo todos nós temos aquela história que nos acompanha em cada suspiro e que gostaríamos de esquecer, ou voltar pra fazer diferente

Imelda Stitole

 


Notas Finais


O que acharam??
Até a Próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...