História Once Upon a Time - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik, Ziall, Ziall Holik
Visualizações 113
Palavras 2.130
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O plano de voltar uma vez por semana foi para o ralo, como perceberam.

Mas a att será muito, muito em breve e não é especulação de autora.

O capítulo já está escrito, apenas estou tentando encaixar mais algumas ideias.

Até breve, de verdade ❤

Capítulo 32 - Era um Último Pedido


Fanfic / Fanfiction Once Upon a Time - Capítulo 32 - Era um Último Pedido


Louis acordou, confuso, com as batidas na porta, como sempre acontecia nas segundas-feiras, dormia até o dia e a noite inteira. Quase voltou a fechar os olhos, porém como as batidas continuaram, resmungou e se levantou, olhou de relance para a janela e notou que o céu ja tinha escurecido, só por isso perdoou o intruso, tinha dormido o suficiente, mesmo seu corpo dizendo que não.

Ao abrir a porta e ver quem era o intruso, nunca poderia imaginar quem fosse, seu rosto ficou branco de choque, Harry sorria culpado para ele.

- Desculpa ser um stalker, e desculpa aparecer um dia antes do combinado.

- Você..._ Louis piscou, agora encantado, tentando raciocinar direito, mas estava difícil com Harry parado ali em sua porta._ Não tem que desculpar. Eu que peço desculpas por demorar, eu estava dormindo.

Louis então se deu conta de que tinha atendido a porta completamente desalinhado, cabelos bagunçados, roupas amassadas e olhos inchados.

- Eu sabia que tinha uma possibilidade de você estar dormindo, mas quis arriscar. Eu posso...?

- Ah!_ Louis corou envergonhado de sua falta de atenção, não havia convidado-o a entrar. Mas ao se lembrar dos pôsteres do artista colado em seu quarto, a vermelhidão não apenas atingiu suas bochechas, mas pescoço e orelhas._ Harry... É que...

Louis encostou um pouco a porta e usou o corpo para bloquear a visão do pequeno quarto.

- Está uma bagunça._ disse sorrindo amarelo.

- Não tem importância._ Harry disse sorrindo compreensivo._ A menos que você já esteja acompanhado ou esperando alguém, claro.

Louis gemeu em frustração e negou com a cabeça, abrindo a porta e fazendo sinal para ele entrar.

- Nem está tão bagunçado assim._ Harry comentou ao entrar no quarto e olhar para a cama com os lençóis bagunçados. Porém quando seus olhos foram da cama para as paredes e o guarda-roupa, abriu a boca surpreso._ Oh! Alguém aqui é meu fã.

Louis que estava encolhido contra a porta, se controlando para não fugir correndo, e começou, nervoso, a se justificar:

- Eu não sou um fã stalker, eu juro. Eu gosto do seu trabalho, dos seus filmes e músicas, e te acho lindo e perfeito, mas é só. Não estou te perseguindo ou algo assim.

Louis se calou e olhou para Harry, que não demonstrava emoção nenhuma em seu rosto, mas assim que ele começou a andar, lentamente, em sua direção, Louis recomeçou a falar:

- Me desculpa não te falar antes que eu era seu fã, é que fiquei com medo de te afugentar e você-

Louis foi calado com um beijo, atônito, não correspondeu, sua mente não parava de gritar que Harry estava lhe beijando apesar de tudo. Porém com os lábios macios do cacheado sobre os seus, deixou seus pensamentos se esvairem, e fechando os olhos, se entregou ao beijo.


-x-

- Então Harry pediu o telefone de Louis e não o número de celular?_ Niall perguntou animado. Ainda estavam deitados no sofá olhando para os prédios iluminados da capital inglesa. Desde o pôr do sol não tinham se levantado, ainda estavam abraçados olhando para a frente.

- Exatamente.

- Louis vai ter um ataque do coração. Eu pelo menos teria se Harry Styles aparecesse na minha porta.

- Ei!_ Zayn exclamou fingindo estar irritado, mas ao escutar a risada de Niall, não conseguiu evitar rir também.

- Eu quis dizer como ídolo. Você viu como eu fiquei na sexta e sábado.

- Eu sei._ Zayn disse beijando seus cabelos. Niall se virou para ele, sorrindo e Zayn beijou sua testa, seu nariz e seus lábios. Mas então seus olhos foram em direção à mão tatuada de Niall. Zayn sorriu e a beijou.

- Eu não acredito que você fez uma tatuagem de verdade. Achei que não quisesse fazer uma definitiva.

- Eu não queria, até conhecer você, até viver esse verão. Eu quero me lembrar dele sempre.

Zayn sorriu e o beijou, mas logo se afastou.

- Me mostre novamente, vi muito rapidamente na limousine. E por falar nisso, temos que limpar, suamos demais.

Niall deu uma risadinha antes de se levantar, e já de pé, de frente a Zayn, ergueu a camisa, Zayn sorriu ao ver a tatuagem da famosa cabine vermelha dos telefones públicos de Londres, onde mais cedo, Niall tinha tirado foto em uma, a tatuagem era na costela, no lado direito.

- Me diga novamente o porquê de ter tatuado a cabine e não um dos outros dos pontos turísticos._ Zayn pediu, puxando Niall para seu colo.

- Porque eu adoro essas cabines, e não acho que ficaria legal tatuar a London Eye, ou o Big Bang tão pequeno, já a cabine, sim.

- Tem razão. E você devia ter me chamado, tatuagem na costela dói demais, na verdade é um dos locais que mais doem.

- Percebi, e me arrependi amargamente de não ter te chamado. Não sei como não chorei.

- Poor baby.

Zayn sorriu compreensivo e beijou seus lábios.

- Mais foi bom ter tatuado na costela, pois nunca vou esquecer essa dor, então sem chance de eu fazer outra.

- Eu comecei com esse discurso, e olha só como o meu corpo está agora._ Zayn disse divertido.

- E por falar em sua mania de cobrir o corpo inteiro com tinta, eu quase cai pra trás quando vi que também tinha uma nova tatuagem.

- Ah... Pois é. Eu quis tatuar algo para me lembrar de você também e desse verão, é claro.

- Me mostre novamente também?

- Você quer ver minha tatuagem pela milésima vez ou isso é uma desculpas para ver minhas pernas?

Niall revirou os olhos e escorregou para lado vazio do sofá; Zayn se levantou e ao desabotoar a calça, a desceu até os joelhos e levantou um pouco a boxer sobre a coxa.

Niall sorriu ao ver o trevo de quatro folhas sob o Insulfilm, levando os dedos com cuidado até o local.

- Por que você tatuou em um local tão cheios de segundas intenções?_ Niall perguntou corando, afastando o dedo.

Zayn ainda rindo, vestiu suas roupas e sentou ao seu lado, o trazendo novamente para si.

- Porque é um local sugestivo e revelador. Você me fez feliz de várias maneiras, principalmente dessa.

Niall corou novamente, escondendo o rosto em seu pescoço, e Zayn, para aliviar a vergonha do loiro, falou:

- Você podia me contar seu terceiro pedido. Mudei as regras e agora eles expiram à meia-noite.

- Por que não tomamos um banho primeiro e depois eu te conto?_ Niall sugeriu e Zayn concordou balançando a cabeça.

-x-

- Niall, quer que eu faça uma comida rápida ou pedimos pizza?_ Zayn perguntou ao sair do banheiro, onde secava e ajeitava os cabelos no espelho, enquanto o loiro, já vestido com suas roupas de dormir, por insistência do Zayn, terminava de arrumar sua mala e separava uma mala para sua partida no dia seguinte.

- Pizza.

Zayn sorriu, pediu a pizza pelo celular, e caminhou até sua cama, onde Niall estava sentado olhando desanimado para a mala bagunçada, tinha jogado todas as suas roupas lá dentro de qualquer jeito, e agora não achava uma meia limpa para usar amanhã.

- Deixe essa mala pra lá._ Zayn disse abraçando o loiro, beijando seu pescoço._ Depois damos um jeito.

Zayn distribuiu mais beijos em seu pescoço e deu um leve chupão no local.

- Sim, damos um jeito depois._ Niall sussurrou, suspirando fundo, quando as mãos de Zayn entraram embaixo da camisa do moreno, que vestia._ Acho melhor não me animar demais, daqui a pouco a pizza chega.

Zayn voltou a beijar seu pescoço e Niall se virou para ele. Zayn, sorrindo, o puxou para si e caiu de costas na cama, o beijando, enquanto suas mãos exploravam as costas e bunda do loiro.

- Eu adoro o verão._ Niall sussurrou passando as mãos em seu abdômen, Zayn riu e voltou a beijar sua boca.

- Eu adoro turistas irlandeses que frequentam minha boate no verão.

Niall gargalhou e quando seus beijos desceram para o pescoço moreno de Zayn, e os dois já começavam a ficar animados, a campanhia soou. Era a pizza.


-x-

- Pronto, agora que estamos cheios até o talo e já assistimos dois filmes, me diga logo qual é o terceiro e último pedido!_ Zayn pediu.

- Tudo bem._ Niall disse vencido, pois Zayn, de dez em dez minutos, lhe pedia para contar qual era o pedido._ Vamos só levar a caixa e os copos para a cozinha que eu já lhe conto.

- Niall!_ Zayn choramingou quando Niall se levantou._ Não me mate de curiosidade.

- Eu não vou, prometo. Agora me ajude._ Niall pegou apenas a caixa, e Zayn, contrariado, pegou os copos e a garrafa de refrigerante ainda pela metade.

E assim que voltaram da cozinha, Niall olhou com interesse para a escada, e toda a sala. E mesmo envergonhado do pedido que faria, finalmente olhou para o moreno, que sorriu abertamente, sabendo que Niall lhe contaria.

- Vamos precisar de colchões e tirar algumas coisas de perto dessa escada.

- Tudo bem?_ Zayn disse confuso._ Mais algum pedido esquisito?

- Vamos deixar o sofá uns quatro longos passos de frente a escada, caso seu piso deslize muito.

- É só impressão minha ou essas exigências são estranhas demais?

O loiro, corado, sorriu amarelo e concordou, mas foi até uns vasos, finíssimos e elegantes, e pegou um, levando para o outro lado da sala. Zayn mesmo muito curioso e confuso, o ajudou mover suas coisas e por último arrastaram o pesado sofá para o local indicado por Niall.

- E você disse colchões?_ Zayn perguntou novamente, ainda intrigado, sem nenhuma ideia de qual era o último pedido do loiro.

- Isso, agora vamos subir._ Niall disse sorrindo, estava amando deixar Zayn curioso.

Quando Zayn recolheu alguns colchões das camas que tinham em sua cobertura e amontoou perto da escada, Niall pegou um e posicionou, na horizontal e sentou nele, jogando o peso do corpo para trás, olhando sugestivamente para Zayn.

- Não brinca._ Zayn disse boquiaberto, nunca imaginaria que esse seria o último pedido do loiro.

- Você não vem?_ Niall perguntou, ainda sorrindo.

- Você é realmente uma caixinha de surpresas. Na verdade é uma caixa enorme de várias surpresas.

- Eu só pareço ter 18 anos, mas lá fundo tenho sete ainda.

Zayn então sorriu e sentou com Niall no colchão, que se oscilava no começo da escada. Quando Niall estava acomodado no meio das pernas do moreno, os dois se inclinaram para frente, fazendo o colchão descer pela escada.

Zayn, e principalmente Niall, não conseguiram conter as gargalhadas que escaparam devido à pequena adrenalina.

Quando o colchão deslizou pela sala e bateu suavemente no sofá, Zayn virou Niall para si e lhe deu um beijo rápido.

- Vamos de novo?_ pediu.

- Claro._ Niall concordou sorrindo._ Por que acha que pedi todos os colchões da casa?

Os dois se levantaram, e deixaram o colchão que desceram num canto, e subiram animados as escadas.

E após usarem todos os colchões, os subiriam novamente e só pararam de descer quando todos os colchões estavam espalhados pela sala.

No último, os dois apenas se jogaram, cansados de tanto subir as escadas, de costas no colchão, ao lado um do outro.

- Você devia ter me deixado surfar de pé.

- Você podia ter se machucado.

- A rainha, avó da Anne Hathaway, surfou de pé e não se machucou._ Niall disse se deitando de lado, para poder olhar para Zayn, que fizera o mesmo.

- Tenho certeza que usaram um dublê de 20 anos que está acostumado a coisas muito piores. Então surfar de pé em cima de colchão em Diário de uma Princesa II, foi moleza. Sem contar que a Rainha Clarisse, avó da princesa Mia, não "surfou" pelas escadas e sim num escorregador gigante.

- Sério?

- Sério.

- Espere! Você assistiu esse filme?_ Niall perguntou abismado.

- Eu tenho três irmãs em casa, então sim. Qual a sua desculpa?

- Eu adorava a Disney e a Anne Hathaway, me julgue.

- Não julgo, adoro ambos. Só não conta para ninguém.

Os dois gargalharam novamente e Zayn, colocando a mão na cintura de Niall, o trouxe para mais perto, encostando sua testa na dele.

- Eu não sei quantas vezes disse isso, mas você é incrível._ Zayn sussurrou.

- Acho que umas centenas de vezes, mas pode dizer isso sempre, eu adoro ouvir essa frase de você._ Niall sorriu divertido, mas ao ver o sorriso triste de Zayn, beijou sua testa e se afastou para poder olhar para ele, sabia que Zayn tinha algo a falar, pela sua expressão.

- Niall, eu daria tudo para você ficar mais tempo comigo. Não tem nada que eu possa fazer para te impedir de ir amanhã?

- Zayn, você sabe que eu-

Niall foi interrompido quando Zayn deitou em cima dele e segurou suas mãos em cima de sua cabeça. Niall piscou nervoso, de antecipação, a tristeza nos olhos do moreno foi substituída por desejo, urgência.

Niall suspirou e entreabriu os lábios quando Zayn se aproximou o beijando lenta e profundamente, entrelaçando seus dedos com o do loiro.

E sabia que se dessa vez Zayn pedisse, nunca, nem em um milhão de anos, diria não.


(...)

Isso me leva do começo ao fim.

Quero que você fique,

Quero que você fique.

Stay - Rihanna



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...