História Once upon a Time - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Exibições 149
Palavras 2.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


H E Y O N C E S 0/
E eu voltei! Uhuul :v
Sim eu voltei tarde hoje :v mas voltei, né?

GENTE EU PRECISO FALAR! Olha eu disperso um pouco do V das Twice e quando volto, encontro uma JUNGYEON LOIRA, uma NAYEON DE CABELO CURTO, uma SANA DE COSPLAY DE DAHYUN COM AQUELE CABELO COM MECHAS, eu uma própria DAHYUN RUIVA (Laranja) GENT QUE ISSO????? Olha to mesmo pasma, que come back seja fodaum \0/

Agora bora pro capítulo, que eu vim pra lascar :v nesse calor dos inferno!

Capítulo 14 - Chapter Fourteen


Chapter Fourteen: C'mon C'mon

Eu ainda estava tentando raciocinar toda a situação, eu me agarrava com Nayeon, mas ficava desesperada e me sentindo mal por causa de Mina. Porque estar tão confusa.

E agora para ajudar, tinha aquele ser lindo de conversinha com Mina, o que me deixava muito mais muito brava.

-' Chaeng, vamos! - Ouvi Mina me chamar e só então percebi que a menina Jihyo tinha ido embora.

O que ela fazia ali? Ainda?. Bom assim que Mina começou a me puxar oara fora de biblioteca, demos de cara com a mesma que tinha voltado para "devolver" um livro. Tsc... Eu não acredito que seja isso, aposto que...

-' Chaeyoung?  - Ouvi novamente a voz de Mina, e só então percebi que estava novamente viajando em meus pensamentos -' Chaeyoungie, você está bem? Estou começando a ficar mais preocupada!

-' A-ah... Eu estou bem, só estava pensando - Sorri meio nervosa

-' E eu posso saber no que pensava? - Perguntou parando em minha frente

-' Hm... Acho que sim - Sorri, logo recebendo um da mesma, tão lindo...

-' Então? O que seria? - Perguntou enquanto voltava a andar em minha frente, e eu a seguindo

-' Hm... Jihyo. Quem é ela? - Perguntei um pouco sem graça sentindo meu rosto esquentar

-' Hm? - Ouvi um pequeno risinho de Mina, antes da mesma se virar para mim derrepente -' Chaeng~ - Cantarolou rindo, fazendo meu rosto esquentar -' Que fofa! - Sorriu apertando minhas bochechas, com certeza elas deviam estar vermelhas -' Eu apenas conheci ela na biblioteca, não vai mudar nada, tudo bem? - Murmurou me abraçando e afagando meus cabelos

-' Tudo bem... - Murmurei ainda sentindo vergonha, então Mina tinha percebido meu pequeno ataque se ciúmes, porém nem tocara diretamente no assunto, como qualquer pessoa faria. Mina...

-' Agora vamos, antes que venham atrás de nós - Sorrii divertida antes de começar a me puxar para o fundo da escola

-' Mina... - Mumrmurei enquanto paravamos em frente ao muro dos fundos -' Você não está pensando em pular isso, está?

-' Estou - Sorriu -' Vamos Chaeng, não vai ser tão difícil! - Disse enquanto ajeitava sua bolsa nas costas -' Ou você está com medo? - Sorriu de canto

-' Claro que não! É só que...

-' Chaeng, é o único jeito - Disse ela me interrompendo e olhando para trás -' E acho melhor ser rápido - Falou apontando para o inspetor que passa ali perto

-' Ai meu deus! - Praticamente me dessesperei

-' Vai logo - Falou fazendo suporte com as mãos para que eu subisse

Confesso que não foi fácil, além de tudo eu era um pouco pesada para Mina suportar meu peso apenas com as mãos, mas a mesma não pareceu se importar,  assim que me ajeitei sobre o muro, estiquei a mão para Mina, que ainda estava lá em baixo.

-' EI VOCÊS DUAS! - Escutamos alguém gritar, preciso dizer quem era? Sim, o inspetor

-' Ai meu deus! Mina anda logo! - Pedi agarrando suas mãos

-' Pera ai, Chaeng não é tão fácil assim! - Murmurou ela enquanto tentava subir de forma rápida e desajeitada, o que era bem engraçado

-' VOCÊS DUAS! ESTÃO MUITO ENCRENCASAS MOCINHAS! - Gritou o inspetor se aproximando, e logo pulamos o muro

Claro que não foi uma boa idéia já que eu cai de bunda no chão, e agora a coitadinha estava doendo.

-' Chaeng, vamos logo! - Chamou Mina, enquanto segurava minha mão para me ajudar a levantar

Saímos dali de forma a pressada, nenhuma de nos queríamos arriscar dar de cara com o inspetor e logo em seguida com um diretor furioso.

Durante o caminho, notei que Mina ainda segurava minha mão, e não era de nenhuma forma incomodo. Sorri com isso, o que não passou despercebido por Mina.

-' O que foi? - Perguntou ela sorrindo

-' Nada - Sorri

-' Anda o que foi? - Perguntou desconfiada

-' Não é nada mesmo - Sorri recebendo um "hm" desconfiado.

Andamos por um bom momento sem rumo, até chegar-mos a um parque onde tinha um carrinho de sorvete.

-' Que tal um sorvete? - Perguntou Mina, apontando para o senhor do carrinho

-' Sério ótimo - Sorri e logo fomos em direção ao carrinhos

-' E o que as garotinhas estão aprontando, hm? - Perguntou o senhorzinho simpático -' A essa hora, crianças deviam estar na escola - Sorriu o senhor

-' Precisávamos de um descanso - Sorriu Mina

-' E nada melhor que um sorvete, não? - Sorriu o senhor, recebendo acenos positivos de nos duas -' E quais vão ser? - Perguntou

-' Morango

-' Maracujá - Sorri

-' Hm... Que mistura diferente - Sorriu o senho por um momento olhando nossas mãos enlaçadas -' Aqui está,  para a senhorita um de Morango e para a baixinha Maracujá

-' Aish... - Reclamei devido ao fato de ter sido chamada de baixinha, o que fez Mina e o senhorzinho rirem

-' Aqui está - Sorriu Mina ao pagar os sorvetes

-' Obrigada, voltem sempre!  - Sorriu o senhor simpático, voltando a atender a outras pessoas

Andamos pela praça até acharmos dois balanços livres, ao quais nos sentamos. Estavamos caladas, em silêncio, apenas saboreando de nossos sorvetes.

-' Chaengie?

-' Hm?

-' Me dá um pouco? - Pediu Mina fazendo biquinho. Meu deus...

-' Só um pouquinho - Sorri estendendo minha casquinha para que Mina pudesse provar. Sorri quando a mesma fez careta

-' Isso é azedo!

-' É de maracujá! - Respondi, rindo de sua cara

-' Oras sua Dongsaeng mau educada! - Disse levantando-se e indo para trás de mim

-' Mina? O que você vai fazer? - Perguntei me virando para ver o que a mesma iria fazer, porém só tive tempo de agarrar as corretes enquanto Mina me empurrava -' AISH! Mina! - Gritei, enquanto a ouvia rir -' Tá muito alto! Mina! Eu vou chorar! - Ameacei e logo a vi parar o balanço

-' Você é mesmo uma bebêzona - Riu enquanto bagunçava meus cabelos

-' Aish! - Reclamei -' Bom, vamos aonde agora?

- Que tal você começar a me mostrar a cudade? Hm? - Sugeriu divertida

-' Certo! - Sorri terminando minha casquinha, já que Mina já avia devorado a sua, coisa que lembrava muito Momo. -' Vamos então - Falei e logo senti suas mãos enlaçadas a minhas. Não pude evitar de sorrir

Andamos por um bom tempo, até chegarmos a um pontobde metro. Durante o mesmo eu indicava alguns lugares que talvez ela pudesse gostar, inumerando vários pontos, e um delea com toda certeza ela amaria.

A casa de jogos, já havia percebido o quanto Mina gostava de jogos, e seus pijamas eram as provas disso.

Decemos no ponto mais frequentado que era o centro, onde havia muitas lojas, mercados e essas coisas, claro que eu já sabia que Mina faria com que parássemos em cada café que houvesse ali, principalmente os de temáticas de animes.

Isso também nos causou boas sacolas para carregamos, era divertido ver Mina gastando tanto com essas coisinhas meio infantis, como ursinhos de pinguins.

Sim, assim que adentramos a casa de jogos, Mina quase pirou por um ursinhos daquelas máquinas do mal. Era engraçado as caras e bocas que ela fazia sempre ao perder a chance sa agarra agarrar o bichinho.

-' Aish! Isso é um roubo! - Reclamou sentando em um banquinho ali perto -' Que horas são?

-' Vai dar 12h.am - Disse enquanto olhava o celular, o que me espantara pelo tanto de mensagens, as quais eu iria ignorar

-' Vamos almoçar? - Pergunto pegando novamente minha mão e enlaçando nossos dedos, me fazendo ficar boba

-' Com certeza! - Concordei já sentindo meu estomago roncar

Caminhamos até uma das lanchonetes que havia por ali, e pedimos nossos lanches e sucos e comemos por ali mesmo, entre conversas aleatórias como as máquinas de bichinhos era uma farça e brincadeiras, como Mina me sujando de Katchup dizendo que eu fico bonita de vermelho. Sua cor favorita. Nem preciso dizer que quase fiquei vermelha de vergonha.

Assim que terminamos, demos mais algumas voltas pela cidade e logo resolvemos voltar para casa, talvez fossemos continuar com as outras meninas assim como haviamos combinados.

Dahyun, Somi, Tzuyu, Sana e Momo, haviam concordo e até achado uma boa idéia "passearmos" pela cidade, porém não tenho certeza se todas iam mesmo, isso me referindo a Sana e Tzuyu que estavam ni maior segredo desde a festa.

Chegamos em casa, e logo fui ajudar Mina a ajeitar suas coisas,  já que uns dias passados havia liberado alguns espaços para que Mina pudesse acomodar suas coisas.

Claro que não deixei de rir ao perceber minha cama quase lotada de bichinhos, a maioria bichinhos aquáticos. Mina não parecia muito esse tipo de menina, mais isso não deixa de ser super fofo.

Assim que terminamos fui tomar um banho, e logo em seguida Mina.

Enquanto Mina tomava banho, a unica coisa boa que eu encontrei pra fazer foi ver alguns documentarios sobre assassinatos que passavam na Tv. Sim, eu sou esse tipo de pessoa que se interte vendo documentarios desse tipo.

Estava bem concentrada,  que mal notei Mina me chamando.

-' Chaengie! Você está me escutando? - Ouvi-a praticamente gritar, e vir em minha direção

Sentir meu rosto ferver ao notar o que a mesma usava. Apenas uma blusa um pouco curta, bom cobria boa parte de seu corpo porém as pernas estavam bem exibidas. Tombei minha cabeça para cima evitando que a mesma me visse corar, meu rosto estava muito quente.

-' Chaengie? Você está bem? - Ouvia me chamar, e aproximar seu rosto sobre o meu, chamando minha atenção

-' A-ah... Estou bem sim - Sorri levantando-me um pouco, para então perceber que Mina estava sobre meu colo -' Mi-Mi-Mina - Gaguejei miseravelmente, sentindo meu rosto ainda mais corado

Já que agora eu tinha total visão de auas pernas, e podia ver que sua calcinha era vermelha. Aish, Mina e seu vermelho...

Quase tive um infarto ao vê-la sorrir de canto, enquanto apoiava suas mãos sobre meu ombro e me empurrava contra o encosto do sofá.

Desculpe qualquer ser poderoso, porém eu não pude evitar, eu já queria isso e com Mina provocando não seria possível me aguentar.

Simplesmente soltei-me de qualquer dúvida ou preocupação e puxei a gola da blusa de Mina colando nossos lábios.

Seeia mentira dizer que não senti aquele choque de começo, como quando você beija pela primeira vez. Os lábios de Mina eram tão macios quando da vez de nosso peuqeno incidente.

Senti seus braços enlaçarem meu pescoço e assim fiz com sua cintura, a apertando um pouco mais.

O início do beijo fora apenas um contato simples de lábios, que pra mim não fora o suficiente o que me levou a puxala mais contra mim e pedir passagem com a língua.

Nunca senti tantas coisas em um único beijo, Mina tinha seus dedos enroscados em meus cabelos, enquanto minhas mãos apertavam sua cintura e puxava-a ainda mais contra mim.

Seperamos o beijo pelo o mesmo motivo de qualquer outro, falta de ar. Senti meu rosto esquentar assim que abri os olhos e encontrei um Mina ofegante e com um sorriso lindo nos lábios. Impossível resistir.

Senti Mina puxar de leve meus cabelos, enquanto descias suas mãos por meus  ombros até os botões de minha camisa, liberando os seis primeiros botões. Sorri, assim que Mina afastou um pouco o tecido e deceu seus lábios até a curva de meu pescoço.

Suspirei com aprimeira mordida seguida de um lambida e claro o famoso sofá, murmurei algo que ao mesnos sei o que foi, apenas me conceitrei nas sensações que os lábios de Mina espalhavam por meu corpo.

Mina traçou uma linha de beijos por meu pescoço, maxilar e lóbulo parando ali para brincar com meu auto controle.

-' Chaengie... - Sussurrou rente ao meu ouvido, mordendo meu lóbulo.

Sorri, isso era a deixa. Desci minhas mãos por sua cintura até minhas mãos apalparem sua bunda. E que bunda. Aperteia-a sem dó, arrancando um pequeno gemido seguido de uma pequena risada de Mina.

Puxei-a mais contra mim, tomando novamente seus lábios, invadindo a mesma sem ao menos ter permissão, o beijo não estava mais calmo, e sim mais quente e necessitado. Minhas mãos subiram para a barra de sua camisa...

-' Cheguei! - Ouvimos alguem gritar da porta


Notas Finais


YE YE YE :v
SIM EU FIZ ISSO SHAHAHAHAH
Bom gente espero que gostem :v e quem estivee acordado ai :v tenham uma boa noite ahahshshhshs e se tiver calor ai, que tenham uma Boa noite duas vezes mais, porque tá difícil :v

Xoxo, Bejos da Jang ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...