História Once Upon A Time - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Bela Adormecida, EXO
Personagens Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Tao
Tags Bottom!lay, Bottom!yixing, Fluffy, Hunlay, Não É Hunhan, Prince!sehun, Princess!yixing, Selay, Sexing, Sleeping Beauty!au, Top!sehun
Exibições 127
Palavras 1.187
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie <3, vim trazendo o último capítulo dessa fic (Ain, sim, é o último) e eu não acredito que passou tão rápido :'), obrigada pelos 115 favoritos <3 muito obrigada
Espero que gostem do capítulo, desculpem por algum erro ortográfico
Boa leitura!

Capítulo 15 - Once upon a time... Yixing and his happily ever after.


Fanfic / Fanfiction Once Upon A Time - Capítulo 15 - Once upon a time... Yixing and his happily ever after.

Capítulo 15 — Once upon a time... Yixing and his happily ever after.

~~ Um ano depois ~~

— E então o príncipe beijou Aurora, despertando-a de seu sono e os dois viveram felizes para sempre. — Yixing finalizou a história e as crianças suspiraram felizes pelo final feliz e ao mesmo tempo desanimadas por Yixing já ter terminado a história.

— Mas e depois? — Uma garotinha perguntou curiosa.

— Vocês podem decidir o depois com a imaginação de vocês. — Yixing sorriu fraco e as crianças concordaram.

Depois de Sehun o ter salvado e dado fim da maldição, ambos tiveram que sair às pressas da torre já que ela ameaçava desabar. Logo que saíram, Yixing foi muito abraçado pelos amigos chineses e agradeceu a todos por terem ido salva-lo.

— O que você está fazendo aqui? — Luhan perguntou observando Yixing guardar alguns livros. 

— Eu estou guardando livros. — Yixing disse confuso. — Sehun disse que ia almoçar e até agora não voltou, ele não voltou para trazer as minhas batatinhas e eu resolvi ajudar Yifan.

— Você esqueceu o nosso compromisso? — Zitao perguntou incrédulo. 

— O que? Que compromisso? — Yixing sorriu envergonhado e os amigos bufaram. 

— Nosso compromisso no shopping, passar a tarde toda comprando roupas e depois comer na praça de alimentação. — Zitao revirou os olhos.

— Ou passar a tarde toda comendo na praça de alimentação e depois comprar roupas. — Luhan sorriu fraco e Zitao o encarou. — O que?

— Mas e o Yifan? Ele vai ficar sozinho? — Yixing perguntou enquanto Luhan segurava uma de suas mãos e o puxava para fora da livraria. 

— Ele vai ficar sozinho, por enquanto, mas logo vai nos encontrar no shopping. — Luhan explicou.

— E o Sehun? Onde ele está? — Yixing perguntou curioso.

— Ele está almoçando, vamos logo. — Zitao disse rapidamente e desconversou.

— Eles acabaram de sair. — Yifan disse e Sehun se levantou, já estava cansado de ter que ficar agachado escondido no caixa. — O que eu tenho que fazer?

— Preciso de ajuda para arrumar a casa. — Sehun disse e o Yifan o encarou com uma sobrancelha arqueada. — Por favor, quero deixar tudo perfeito para Yixing. 

— A sua sorte é que hoje, o movimento na livraria está fraco.

— Não tem ninguém aqui, além de nós. — Sehun revirou os olhos.

— Quando Yixing estava aqui lendo aquela história, muitas pessoas estavam por aqui. — Yifan retrucou.

— Ele estava lendo a própria história, a voz dele é tão boa de escutar e o jeito que ele lê é tão...

— Chega, pode parando. — Yifan interrompeu Sehun. — Não vou ficar ouvindo você todo bobo falando do Yixing.

— Está bem, vamos logo. — Sehun resmungou.

. . . 

— Onde o Yifan vai? — Yixing perguntou curioso. 

Enquanto faziam algumas compras no shopping, Yifan havia rapidamente aparecido e ficado um pouco com os amigos. Mas logo precisou ir embora, já que Sehun ainda precisava de ajuda com algumas coisas.

— Resolver algumas coisas. — Luhan tentou desconversar. — Você está com fome?

— Sim. — Yixing sorriu fraco. 

— Depois de comprar mais algumas roupas, nós vamos até a praça de alimentação. — Zitao sorriu fraco.

— Você disse a mesma coisa três horas atrás. — Luhan revirou os olhos. — Vamos agora. 

— Já estamos aqui todo esse tempo? — Yixing perguntou surpreso. 

— E ficaremos um pouco mais. — Zitao respondeu baixinho. — Vamos até a praça de alimentação, já que Luhan não sabe esperar.

— Finalmente. — Luhan murmurou.

— Esperem, esperem. — Yixing parou os chineses assim que passaram por uma loja de bichos de pelúcia. — Vamos, entrar aqui antes.

— Em uma loja de bichos de pelúcia? — Luhan murmurou.

— Por favor. — Yixing pediu manhoso. — Por favor, por favorzinho. 

— Está bem, mas só por alguns minutos... — Zitao disse e Yixing caminhou rapidamente para dentro da loja.

O príncipe encarava os bichinhos de pelúcia com um largo sorriso no rosto, exibindo sua covinha e enquanto Yixing continuava distraído com os bichinhos, Zitao e Luhan conversavam baixinho sobre a surpresa que Sehun planejava fazer.

— Ele não contou nada pra você? — Zitao perguntou baixo. 

— Não, nada. — Luhan resmungou e bufou. — Disse que iriamos saber no dia seguinte. 

— É, muito tempo pra nós. — Zitao disse e Luhan concordou. — Eu já estou curioso. 

— Gente! — Yixing chamou os chineses. — Olha o que eu achei. 

— O que é isso? — Zitao franziu o cenho. 

— É um cachorrinho de pelúcia. — Yixing sorriu largo e segurou o bichinho de pelúcia com força, o esmagando em seus braços. — Fofinho, não é?

— Já dissemos que você combina com unicórnios e não cachorrinhos. — Luhan disse confuso. 

— Mas, não é pra mim. — Yixing balançou a cabeça negativamente. — É para o Sehunnie. 

— Acho que combina com ele. — Luhan sorriu e Zitao concordou. — Vai levar pra ele?

— Vou sim. — Yixing sorriu.

— Ele vai adorar, agora vamos, a praça de alimentação nos espera. — Zitao disse e Luhan rapidamente foi até a saída. — Vamos pagar pelo bichinho antes Yixing, não temos pressa.

. . . 

— Sehunnie? — Yixing chamou o coreano assim que abriu a porta de casa. 

O chinês logo estranhou o silêncio e largou as sacolas no sofá, ficando apenas com o cachorrinho de pelúcia em seus braços. O príncipe estranhou ao ver pétalas de rosas vermelhas no chão, e lentamente começou a segui-las passando por toda a sala e chegando a cozinha.

Yixing parou na frente do jardim, e involuntariamente sorriu quando viu um sorriso no rosto de Sehun. 

— Um cachorro de pelúcia? — Sehun riu fraco. — É um amigo do seu unicórnio.

— É para você. — Yixing se aproximou e deu o bichinho de pelúcia para Sehun. — Quando eu olhei, lembrei de você.

— Ele é bonito. — Sehun disse e Yixing riu, concordando. — Qual é o nome dele?

— Você escolhe. — O príncipe sorriu fraco e Sehun assentiu.

— Vivi, o nome dele vai ser Vivi. — Sehun disse depois de alguns minutos em silêncio. — O que você acha?

— É uma boa escolha, é fofinho como ele. — O chinês observou a roupa de Sehun e franziu o cenho, confuso. — Você está usando terno. 

— Ah sim. — O coreano sorriu um pouco envergonhado. — Deixe Vivi no balcão da cozinha e quando voltar, irei explicar tudo.

Assim que Yixing foi até a cozinha, Sehun suspirou nervoso. Havia passado a tarde toda ensaiando e Yifan havia o ajudado com a decoração, mas tinha medo da resposta do príncipe chinês.

— Então... — Yixing observou a mesa posta. — Estamos celebrando alguma coisa e eu esqueci?

— Não... Quero dizer, talvez podemos celebrar algo. — Sehun disse rapidamente. — Isso está sendo complicado. 

— O que foi, Sehunnie? Pode falar. — Yixing tentou encorajar o coreano.

— Sabe... Eu já perdi muito tempo e nem percebi, agora eu não irei perder mais. — Sehun disse e Yixing o encarou confuso, o chinês arregalou os olhos quando Sehun se ajoelhou. — Você aceita ser meu namorado?

— Sehunnie... — Yixing abriu a boca surpreso, e Sehun segurou suas mãos ansioso por sua resposta. — Claro que eu aceito, Sehunnie!

Apesar de ter certeza de que a resposta seria sim, Sehun tinha medo de que o príncipe chinês fosse dizer não. Mas, o príncipe não seria bobo de fazer aquilo com o homem que o amava e que havia o salvado da maldição.

— Eu te amo, Sehunnie. — Yixing disse e riu alto quando Sehun o segurou pelo cintura, o girou. 

— Eu te amo, Yixing. — Sehun sorriu largo e beijou rapidamente o outro. — Sempre amarei.

E eles viveram felizes para sempre. 


Notas Finais


Minhas outras Sexing:
https://spiritfanfics.com/historia/lose-control-8043743
https://spiritfanfics.com/historia/sweet-love-7482870
https://spiritfanfics.com/historia/i-want-your-bite-6715977
Minhas outras fics: https://spiritfanfics.com/perfil/zayniam/historias
Eu amei muito escrever essa fic e agradeço imensamente a todas as pessoas que comentaram, muito obrigada por terem acompanhado <3
Em breve, eu volto com mais fics Sexing sauhashuusa <3 <3
Beijos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...