História One - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Joe Jonas, Miley Cyrus, Nick Jonas, Selena Gomez, Wilmer Valderrama
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Joe Jonas, Lauren Jauregui, Miley Cyrus, Nick Jonas, Normani Hamilton, Selena Gomez, Wilmer Valderrama
Tags Camren, Diley, Fifth Harmony, Joe Jonas, Nick Jonas, Norminah, Wilmer Valderrama
Exibições 145
Palavras 2.755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá humanos,

Primeiramente queria me desculpar por esse tempo todo sem atualizar. Estava passando por alguns problemas na vida e tal, e eu precisava de um tempo para esfriar a cabeça.

Uma dica.. Minha família é homofóbica, mas eles não sabe que sou lésbica. Já deu para entender um pouco né?

Aí eu soube da pausa da Demi e eu fiquei triste, triste não, arrasada, acabada, destruída e arrombada.
Demi sempre me ajudou em todos os sentidos, e ainda me ajuda, assim como ajuda várias pessoas através da sua voz e música.
Não entendo esse ódio gratuito todo, até is meus pais não gostam dela! A criticam sempre, mas eles não sabem que essa mulher "horrível " me ajuda a superar o que eu passo na escola, na rua, até dentre de casa, eles não sabem pelo o que eu passo. Acho que virou modinha criticar ela né. Só de saber que ela está triste e magoada fico sem vontade para fazer nada, nada mesmo.

Mas não vou contar sobre a minha vida, odeio me sentir fraca e frágil.

Nesses dias eu fiz um cagada. Eu estava escrevendo o capítulo de pouco a pouco por que eu estava sem ideias e sem mínima vontade de fazer, mas já estava quase terminando. Escrevia pelo o meu computador já que eu estava sem o meu celular, só que o computador estava muito lento e a anta, burra vulgo eu apagou o histórico para ver se ele ficasse um pouco mais rápido, só que eu não salvei o capítulo e apagou tudo o que eu avia escrevido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk odeio a minha vida...

Cara eu sou muito burra! As vezes fico impressionada com a minha burrice sério.
Tive que reescrever o capítulo inteiro! Pô fiquei puta da vida.

Mas o capítulo está aí e espero que gostem, não vai ter muita coisa mas vai dar para entender o que vai acontecer mais para frente.

Ah e gostaram da nova capa? Foi eu que fiz! ( a vá).

Adoro vocês meus bolinhos <3

Capítulo 7 - Capítulo 6


2 semanas depois

POV Demi Lovato

Ja faz duas semanas desde do ocorrido no jardim da minha casa. Eu e Miley conversamos quase todos os dias pelo o telefone, ainda não dei uma "resposta" a ela, na verdade não sei o que dizer. Miley sempre quando tem oportunidade entra nesse assunto e eu sempre fujo dele. Não é que eu não queira falar sobre nós, é que eu estou muito confusa, meus sentimentos estão confusos, preciso de um tempo para pensar. Mas Miley não entende isso! Falo a ela que é melhor a gente conversar sobre isso pessoalmente, mas ela não espera, fica me jogando contra a parede, e isso já está me irritando. Fora isso estamos bem.

Eu e Wilmer ainda estamos juntos. Wilmer está mais carinhoso, quase sempre de bom humor, está presente e me ouve, resumindo, ele voltou a ser o homem pelo o qual eu me apaixonei. Mas agora eu não o amo, gosto muito dele e da sua companhia, mas amor? Acho que não é a palavra certa a usar quando se trata dele.

Meus pais e Maddie decidiram passar o mês inteiro aqui em casa, o que deixou eu e a Steven muito alegres.

A única coisa que não me agrada é o namoro da minha irmãzinha, sim, Maddie está namorando. Justin Bieber, esse é o nome dele. O garoto tem 17 anos mas com a mentalidade de 13 e ainda por cima é um tarado! Ficou dando em cima de mim na cara de pau e acho que fui a única a perceber isso porque mamãe e papai gostaram dele e Steven nem tanto. E olha que a cega aqui sou eu! Mas vou deixar eles namorar, não quero ser aquelas irmãs chatas. Espero que esse pirralho cuide bem da minha princesa.

Estava no meu quarto sentada na minha cama "lendo" um livro - claro um livro específico para deficientes visuais - quando ouvi batidas na porta do quarto e disse um "Entre ".

- Srta. Lovato, Miley está no telefone, deseja falar com ela? - Disse uma das minhas empregadas, pela a voz deve ser a Jolie. Eu tenho três empregadas Rosie, Jolie e Keyce; dois mordomos Calvin e Robbie; e os meus seguranças Alexandre - ou Alex -,  Collin, Raphael e a Christina. Aí vc se pergunta "pra que tudo isso?" Bom digamos que ser uma cega milionária e que já foi ameaçada por amantes de dinheiro é sempre bom ter alguém por perto.

- Claro que sim. - Me entregou o telefone e em seguida ouvi a porta sendo fechado indicando que ela já saiu.

- Hey Smiley!

- Oi minha pequena. - Amo quando ela me chama de pequena, não gosto quando me chamam assim mas vindo dela é diferente. - Tudo bem?

- Sim e você?

- Também, só estou com saudades.

- Eu também estou baby. Sem você aqui fica tudo tão chato.

-Eu sei, você não vive sem mim.

- Ah ah ah ah engraçadinha.

- Como vão as coisas por aí? - Perguntou mudando de assunto.
- Bem. Tirando o namorado metido da Maddie, está tudo bem.

-Argh! Nem conheci ele ainda e já não gosto dele. Fica dando em cima da minha garota como se fosse a coisa mais normal o mundo. 

- Sua garota?

- Sim,  minha garota!  Pode anotar isso Demetria um dia você será minha.

- Tá bom. - Disse debochada.

- Eu estou falando sério. Demi, eu te amo como nunca amei ninguém antes. Faria qualquer coisa para tê-la ao meu lado, e vou fazer. Eu vou te tratar como você merece ser tratada, te tratarei como fosse a coisa mais preciosa para mim, poque você é. Você é tudo o que eu preciso, te farei se sentir amada, mas preciso que você deixe eu te amar como você merece.

Fiquei calada,  não sabia o que responder. Turbilhões de sentimentos sinto dentro de mim quando ela diz essas coisas, quando ela me diz que me ama. Ela me deixa confusa, odeio e amo quando Miley me faz sentir assim.

-Demi? Posso entrar? - Sai dos meus pensamentos quando ouvi a voz do Wilmer e duas batidas na porta.

- S-sim.

- Quem está aí? - Perguntou Miley no telefone.

- Wilmer.

- Wilmer. - "Imitou" a minha voz.

- Para de graça. - Senti o Wilmer sentar do meu lado e em seguida começou a beijar o meu pescoço. - Querido p-para. - Tentei me afastar dele.

- Ah não acredito! Sério mesmo Demi?!

- Miley não é o que você está pensando. - Se eu dizer que o Wilmer está me agarrando enquanto a gente conversa ela vai ficar puta da vida. - Wilmer para! - Sussurrei tampando o telefone na minha mão.

- Aham, tá bom.

- Me dá esse telefone aqui. - Disse Wilmer e em seguida pegou o telefone da minha mão. - Tchau Miley! - E encerrou a chamada. 

- Wilmer! Por quê você fez isso?!
- Eu só quero passar um tempo sozinho com a minha namorada.  - Fez questão de dar um ênfase no "minha".  Mas é um ciumento mesmo.

- Tá, mas precisava fazer isso?

- Ah amor me desculpa vai.

- Tudo bem, mas se você fizer isso de novo vamos fazer greve de sexo e ainda por cima corto o seu pênis! Estamos entendidos? - Disse autoritária.

-S-sim.

- Ótimo.

- Que tal esquecermos isso e aproveitar esse nosso tempo sozinhos? - Ele nem deixou eu responder e já vou me beijando e me deitando na cama ficando por cima de mim. Quando dei por mim já estávamos nus gemendo o nome de um e do outro.

POV Miley Cyrus

Não acredito que o Wilmer desligou na minha cara! Ele já está me irritando, primeiro a ameaça agora isso? Ele está passando dos limites.

- Miley! Miley! Miley! - Apareceu uma Megan louca pulando em cima de mim.

- Ai! Sai de cima de mim caralho! - A empurrei fazendo cair no chão.

- Nossa Miley, que bicho te mordeu?

- Me desculpa, é  que... Não é nada. - Ajudei a levantar e em seguida voltei a comer o meu pão de queijo. Isto é realmente bom. Estávamos no refeitório improvisado que fica fora da empresa Vogue Brazil. Estávamos numa praia, ótimo lugar para o ensaio fotográfico.

- É a Demi? - Perguntou sentando do meu lado e em seguida roubando um dos meus brigadeiros. Vadia...

- Sim... não, mais ou menos, esquece isso. Por que você está tão animada?

- Sabe a Daniela? A modelo gostosa? - Disse e eu assenti com a cabeça. - Então a gente meio que transamos na sala da Rihanna.

- E daí se vo... VOCÊS TRANSARAM NA SALA DA NOSSA CHE...

- Shiii quer me ferrar é? - Tampou a minha boca com a sua mão.

- Megan você é louca?

- Eu não tive culpa. Eu fui pegar o meu celular na sala da chefe que esqueci lá depois da reunião, aí a Daniela estava lá, ela ficou me provocando e eu não resisti.

- Você é doida. Se a Rihanna descobrir você vai esta ferrada.

-Ela não vai.

- Miles! - Disse Ariana pulando nas minhas costas. Acho que todo mundo resolveu pular em mim hoje. Ariana é uma das nossas melhores maquiadoras, acompanha a gente em toda viaja. Conversamos bastante, mas não nos vimos muito fora do trabalho. Ela pra mim é como a minha melhor amiga da empressa, já que eu e Megan nos vemos quase todo dia, Megan é como a minha irmã de outra mãe.

- Ari você está me machucando.
- Desculpa. - Deu um beijo em minha bochecha e saiu de cima das minhas costas. - Oi Megan.

- Fala ariana.  - Educada não?

-Gente vocês já estão sabendo que talvez vamos ter só essa semana de ensaio fotográfico? - Disse Ariana.

- Não

- Parece que já escolheram algumas fotos para a revista, só tem essa semana para escolher o resto. 

- Ah eu ouvi a Rihanna conversando sobre isso com uma das editoras da revista. -  Falou Megan.

- Ótimo, olha eu amo o meu trabalho mas ficar um mês inteiro tirando fotos é cansativo. - Disse.

- Ou você não ver a hora de se jogar nos braços da gostosa da Lovato?

- Cala a boca Megan.

- Quem é essa Lova. .. Espera, Vocês estão falando da Demi Lovato?  A dona da linha de produtos de beleza Devonne by Demi?

- Sim. - Eu nunca falei sobre a Demi para Ariana, não acho necessário e também ela nunca perguntou nada.

- A própria, e também a mulher no qual considera a Miley como a melhor amiga, mas a Miley a considera como a sua futura esposa.

- Megan vai se fuder, que saco.

- Pessoal um minuto de atenção por favor. - Disse Rihanna atraindo a atenção de todos. - Eu estava conversando com a editora da revista Vogue Brazil sobre o trabalho impecáveis de vocês esse ano,  e decidimos já escolher as fotos que vão para revista e dar uma folga a vocês o resto do ano. Vocês vão só ter essa semana para terminar a ensaio, então, voltem ao trabalho por que tem muitas coisas para fazer ainda. - Terminou de falar e saiu andando, mas parou no caminho e virou olhando em nossa direção, ou melhor,  em direção a Megan. - Da próxima vez que for fazer sexo com uma das modelos em minha sala, verifica se a porta está trancada e geme baixo. Não quero apreciar e ouvir aquilo de novo, estamos entendidas Fox?

-S-sim Riha.. Chefe. - Ela estava tremendo que nem a uma vara, uma cena muito engraçada, mas tenho que segurar a risada se não sobra para mim.

- Ótimo, volte ao trabalho se não eu te demito aqui e agora! - Saiu sem deixar a ela responder.

Megan se levantou pegando a sua câmera. - Vamos? - Perguntou olhando para mim e para a Ariana. Ela está tremendo muito, só de olhá-la dava pena. Só que não.

- Vamos. - Disse rindo e Ariana me acompanhou.

- Parem de rir! Não foram vocês que quase perderam o emprego.

- Ninguém mandou você transar com a Daniela na sala da Rihanna. - Disse enquanto andávamos em direção às modelos.

- Como assim você transou com a Dani na sala da chefe? - Perguntou Ariana.

- Em minha defesa ela me provocou. Agora vamos esquecer isso, tá bom?

- Ok. - Chegamos no local aonde iria ocorrer a sessão de fotos, as modelos já estavam em seu devido lugares. Peguei a minha câmera direcionei até o meu rosto o ajeitando e comecei a tirar as fotos.

A empresa onde eu trabalho é como uma escola, todos os fotógrafos tiram fotos de todas as modelos, no final, Rihanna escolhe as melhores fotos para a revista e da uma chance ao fotógrafo de crescer na área de fotografia, o levando para grandes eventos importantes. E os fotógrafos que tiraram as fotos que não foram selecionadas, iram ter uma aula extra no curso de fotografia e a chance de saber mais sobre a área que você trabalha. É a mesma coisa com os maquiadores. Espero que as minhas fotos saiam na revista esse mês.

POV Demi Lovato

Acordei assim que senti alguém me abraçando por trás, lembrei da tarde que eu tive com Wilmer quando senti o seu corpo nu colado ao meu, que também estava nu. Abri os olhos e como sempre a escuridão toma conta da minha visão.

Eu nasci com uma doença chamada glaucoma. Aos seis anos eu estava perdendo a minha visão, pouco a pouco. Eu não contei aos meus pais por que eu não sabia o que fazer, na verdade eu não tinha ideia o que estava acontecendo, eu era apenas uma criança, uma criança que tinha um pequeno problema de visão. Mas aos sete anos perdi completamente a minha visão.

Meus pais me levaram ao oftalmologista, foi aí que eles descobriram sobre a doença. O oftalmologista disse que não tem cura, mas tem tratamento,mas chegamos muito tarde pois a doença já tomou conta da minha visão. A escuridão já tinha tomado a minha vida, não tinha mais chances, a sensação de viver sem um dos maiores sentidos da vida é torturador. Eu tinha que aprender a viver com isso.

Senti uma lagrima rolar na minha bochecha. Eu chorava em silêncio, a dor por saber que não vai enxergar mais é horrível.

- Demi está tudo bem? - Perguntou Wilmer me tirando dos meus pensamentos.

- Sim. - Limpei o meu rosto e dei um sorriso confortável a ele. - Vamos descer, meus pais daqui a pouco vão subir para saber por que de tanta demora e não quero que eles nos veja assim.

- Tudo bem. - Me deu um selinho. - Vamos tomar um banho?

- Vamos, mas só banho ok?

- Ok.

Tomamos banho juntos, só banho nada mais,nos vestimos e descemos até o primeiro andar.

- Olá pessoal. -  Disse Wilmer assim que chegamos na sala.

- Finalmente vocês saíram daquele quarto. - Disse mamãe.

- Eu nem quero imaginar o que vocês estavam fazendo. - Ouvi a voz da Marissa. Espera, Marissa?!

- Marissa?

- Não vai me dar um abraço não?

- Meu Deus! Marissa que saudades. -  Disse assim que senti o seu corpo se chocar com o meu. Marissa é a minha melhor amiga desde sempre, assim como a Miley. Éramos inseparáveis, mas Marissa teve que se mudar para NY para fazer a faculdade de direitos, Marissa sempre quis ser delegada. Quando ela se mudou não fiquei triste, e sim feliz pois esse era o sonho dela, mas isso não quer dizer que eu não sinta a sua falta.

- Também estava baixinha. Cadê a louca da Miley? - Perguntou assim que separamos o abraço.

- Ela está no Brazil, está fotografando modelos para a revista Vogue.

- Que pena, estou com saudades das suas louquices.

- Acredite, ela amadureceu bastante nesses últimos anos. - Disse papai.

- Então parece que...

- Família cheguei!! - Ouvi a voz da Maddie interrompendo a Marissa. - Marissa!! - Ouvi passos rápidos.

- Oi Maddie! Ma-maddie você está me a-apertando.

- Desculpa, é a saudades.

- Desde quando você ficou tão forte?... E que é  ele?

- Ah esse é o Justin meu namorado, Justin essa é a Marissa. - Disse e eu revirei os olhos.

- Oi.

- Justin... Eu já vi esse seu rostinho em algum lugar.

- D-deve ser por que eu sou primo do Joe. Maddie já falou dele para mim.

- Espera, o Joe Jonas? - Perguntei. Ele não pode ser primo do meu ex, isso já é demais!

- Sim. Além do mais ele foi um cara de muita sorte. - Que canalha, da em cima de mim na cara de pau!

- Olha aqui seu...

- Que coincidência! Deve ser por isso mesmo, sabia que vi você em algum lugar. - Disse Marissa  me interrompendo, ela sabe que se deixar eu discutir com ele vai dar em briga.

- Então Marissa, você não me contou por que veio para cá. - Disse Steven.

- Ah é, eu e minha equipe estamos em busca de uma pequena gangue que está trazendo muito trabalho nas cidades. Descobrimos que eles estão em Los Angeles, então aproveitei para fazer uma surpresa para vocês e matar a saudade.

- Tomara que predam eles logo.

- E a gente vai.

- Com licença, o jantar já está na mesa. - Ouvi a voz da minha empregada Keyce.

- Obrigada Keyce, bom, vamos comer? - Perguntei e todos concordaram. Jantamos entre conversar e risadas, faz tempo que não vejo a casa tão cheia, é tão bom ter a presença de todos aqui, quase todos né.

Depois do jantar eu e Marissa ficamos conversando no meu quarto, contei tudo a ela, sobre a Miley, o Wilmer sobre tudo mesmo. E ela me disse que se a Miley realmente me ama, é bom dar uma chance a ela. Mas não sei, eu realmente estou confusa.

Depois de conversarmos bastante resolvemos dormir. Marissa vai dormir aqui em casa no meu quarto junto comigo, sempre foi assim, é não é agora que isso vai mudar né.

- Boa noite baixinha. - Disse Marissa assim que deitamos na cama.

- Boa noite cupcake. - Disse bocejando. Fechei os olhos e de repente meus pensamentos foram diretos para Miley.


Notas Finais


Eu ia fazer um hot Dilmer, mas como eu sou boazinha (sqn) resolvi não fazer.

Parece que Miley vai voltar mais cedo! Ainda bem né.

Me desculpa por qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...