História One change - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Aborto Espontâneo, Bts, J-hope Hétero, Jimin, Jin, Mpreg, Namjin, Rap Monster, Suga, Taehyung, Vkook, Yoongi, Yoonmin, Yoonseok Bromance
Exibições 1.073
Palavras 2.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey kwaii!!

Gente, me perdoem pela demora na atualização! Meu santo GD, foram três semanas! Me desculpem de verdade! Eu tô meia ocupada na escola (final de ano, peguei recuperação no bimestre e foi aquela correria toda.. Para falar a verdade, ainda tá uma correria) e também tem minha outra fic (q eu tbm tô enrolada na att) e estou com um projeto de mais duas fics futuramente e uma One shot. Então aquietem o cu que logo as atts voltam semanalmente <3 Para felicidade dos shippers Vkook, esse cap é pra vocês! MAS VOCÊ QUE NÃO GOSTA, ESPERA! Esse cap vai ser bem importante para a história futuramente.Então, por favor, leiam *-* Amor vocês <3

Boa leitura^^

Ps: Obrigada pelos 725 favoritos e aos 373 comentários!!! Sério, muito obrigada!! <3

Capítulo 26 - Tragedy.


Fanfic / Fanfiction One change - Capítulo 26 - Tragedy.

Jungkook deu um suspiro aliviado quando o elevador parou no andar de seu apartamento, ele já não estava aguentando de tanto sono e cansaço que sentia. O trabalho no estúdio não foi tão pesado para ele reclamar, mas há dias seu corpo vem pedindo para que ele se sente ou deite a todo o momento. Taehyung, que estava passando um tempo consigo, o pediu para tirar férias, mas Jungkook negou falando que não era preciso.

Assim que entrou em seu apartamento arrancou os sapatos colocando-os ao lado da porta tirando a mochila das costas e a jogando ali mesmo. Seguiu até a cozinha por sentir um cheiro gostoso de carne, ao chegar ao cômodo encontrou Taehyung apenas de bermuda e um avental vermelho –e diga-se de passagem, ser da mãe de Jungkook –olhando para  o iPhone que estava sobre a mesa onde passava um vídeo que o menor achou ser de culinária.

-Agora eu tenho um chefe de cozinha particular em casa? –Jungkook disse chamando atenção de Taehyung que virou para si e sorriu abertamente.

-Essas são as vantagens de viver com Kim Taehyung. –gabou-se indo até o moreno e deixando um selar simples em seus lábios. –Como foi no trabalho hoje amor?

-Um pouco cansativo. Meu único desejo nesse momento e me jogar na cama e dormir por, pelo menos, duas semanas. –respondeu sentando sobre a cadeira enquanto Taehyung voltava sua atenção para a panela no fogo.

-Há dias você vem reclamando que está cansado... –Taehyung murmurou enquanto mexia o guisado de tomate que fazia para acompanhar o pato assado. –Quando fui visitar o Jimin, conversei um pouco com Yoongi e ele me disse que no começo da gravidez ele andava muito cansado também. –murmurou um pouco incerto sem saber como focar nesse assunto.

Há muito tempo Taehyung vem tentando falar isso com Jungkook da possibilidade dele estar grávido. Mas ele nunca prosseguia o assunto por medo de quê o mais novo surte com a possibilidade. Ele sabe muito bem que o moreno sempre quis formar uma família consigo, mas há poucos dias ambos conversaram e Jungkook revelou que não está totalmente preparado para ser pai. Por mais que ame muito crianças, ele alegou que quer arrumar um emprego melhor e quer que Taehyung resolva o problema da filial que ele quer abrir em Seul. Mas esse assunto não pode ser mais adiado...

-Você está insinuando que eu estou esperando um bebê? –Jungkook perguntou arqueando as sobrancelhas e rindo em seguida. –Impossível amor, todas as vezes que fizemos, nós nos prevenimos.

-Nem todas.. –disse desligando o fogo e tampando a panela em seguida. –Você lembra quando estávamos no Japão e brigamos, por algum motivo que não me lembro, mas você quis ir embora?

-Lembro, mas nós usamos camisinha. –respondeu ficando com o semblante sério. Jungkook olhou para a mesa e voltou no dia da briga em quê teve com Taehyung, ele tem certeza absoluta que Taehyung colocou a caminha. –Você colocou camisinha Tae, eu lembro.

-Não Jungkook-ah, eu não coloquei camisinha. –o mais velho disse sentando ao lado do moreno. –Estávamos no calor do momento que nem me lembrei disso. E eu achava que você estava tomando pílula. –murmurou.

-Que comentário machista Taehyung, eu não sou o único obrigado a me prevenir. –Jungkook exaltou-se e olhou para o ruivo.

-Eu não falei isso amor, você sabe muito bem que eu só faço sexo com camisinha... Mas naquele momento eu me esqueci. –assumiu retribuindo o olhar de Jungkook.

-Ok, ok nós dois temos culpa nisso –Jungkook disse por fim olhando para a mesa novamente. –Mas não acho que eu esteja esperando um bebê ou eu iria desconfiar.

-Pense comigo Tae, você vem sentindo um cansaço incomum esse dias e você vomitou também. Liga os pontos amor! –Taehyung colocou sua mão por cima da do mais novo que descasava sobre a mesa. –Há uma grande possibilidade de você estar grávido.

Jungkook mordeu o lábio inferior e olhou para cima, tudo que Taehyung falou era verdade. Sua vontade de dormir aumentou e de comer também... Mas isso não podia acontecer. Não agora! Seu sonho é sim construir uma família com Taehyung, mas ele quer planejar tudo antes. As coisas não podem ser... dessa forma.

Mas se ele estiver realmente grávido irá aceitar a criança com todo amor. Obvio. Levou o dedo mindinho até a boca e começou a mordê-lo, velha mania sua de quanto está nervoso. E agora? Ele fazia o teste de farmácia ou ia tirar um exame de sangue para ter certeza de tudo?

-Amor? Você está bem? –Taehyung perguntou incerto, os grandes olhos amendoados de Jungkook recaíram sobre ele e assentiu meio incerto. –Tem certeza?

-Podemos conversar melhor sobre isso depois amor? –pediu com uma carinha de cachorro pidão e Taehyung assentiu dando um pequeno selar nos fios escuros de Jungkook. –A comida já está pronta?

-Mais alguns minutinhos e o pato está no ponto para comer... –disse abrindo o forno minimamente e olhando a ave. –Se você quiser ir tomar banho.. –sugeriu e Jungkook assentiu saindo do cômodo em seguida.

Fechou os olhos e massageou o próprio ombro enquanto se dirigia ao quarto, a tensão que emanava de si era quase apalpável. Pegou a toalha que estava estendida na janela e foi para o banheiro deixado à porta aberta, tirou a roupa rapidamente e logo já estava debaixo do chuveiro sentindo a água morna atingindo seu corpo.

Se ele realmente estiver grávido, terá que começar a pensar em sua vida com um bebê. Terá que se afastar do trabalho e Taehyung virá morar consigo, Jungkook sabe que é cedo demais para pensar nisso, talvez ele nem esteja realmente grávido, mas as coisas que Taehyung falou fazem sentindo e as possibilidades disso estar acontecendo são grandes.

Fechou os olhos ao sentir uma dor pontiaguda abaixo de seu abdômen e, mecanicamente, levou sua mão até a barriga. Escarou-se na parede ao sentir uma tontura e se perguntou o quê estava acontecendo com seu corpo. Sentiu a pontada novamente só que agora mais forte, suas pernas cederam até ele atingir o chão.

-TAEHYUNG! TAEHYUNG! –gritou desesperado ao sentir a dor aumentando. Taehyung que estava tirando o pato do forno saiu correndo pelo corredor até entrar no banheiro do quarto e se deparar com Jungkook agonizando no chão do banheiro.

-O quê você tem amor? –perguntou fechando o registro do chuveiro e se abaixando na frente de Jungkook que segurava fortemente sua barriga.

-A m-minha barriga.. Ah! Tá doendo! –gritou e Taehyung já iria levantar para leva-lo ao hospital quando viu algo no chão que ele preferiria não ter visto. Sangue.

-Se acalma Jungkook.. –Taehyung pediu ainda olhando o sangue. –Vou te levar ao hospital.

Taehyung saiu mais que depressa do quarto e vestiu uma blusa qualquer e pegou um lençol voltando para o banheiro enrolar o corpo nu de Jungkook. O mais velho estava mais que nervoso ao ver aquela quantidade de sangue no chão e Jungkook agonizando de dor. Ele não sabia ao certo o quê estava acontecendo e tinha medo de descobrir.

Jungkook revirava os olhos de tanta dor que sentia na barriga, seu desespero aumentou quando Taehyung o carregou do banheiro e ele viu seu próprio sangue no chão. O moreno ao menos percebeu quando começou a chorar e pedir que nada muito grave acontecesse consigo.

Quando já estavam no carro a caminho do hospital, Taehyung dirigia com pressa. Jungkook ainda reclamava de dor, mas o sangramento anal havia sessado, algo que acalmou ambos os rapazes.

Quando chegaram ao hospital, Jungkook foi colocado sobre a maca e o levaram. Taehyung até tentou ir com o amado, mas a enfermeira o parou falando que aquela ala era proibido acompanhante. Taehyung sentou em uma das cadeiras da sala de espera e puxou os cabelos para ver se o sentimento de agonia e frustração passava.

O ruivo estava totalmente no escuro, nada coerente passava por sua cabeça. Ele não sabia o quê poderia ter causando aquela dor e o sangramento no mais novo. Resolveu respirar fundo e se acalmar, entrar em desespero não iria resolver nada no momento e se remoer igual louco também não iria ajudar em nada.

Poucas horas depois o doutor entrou na sala de espera procurando os responsáveis por Jeon Jeongguk, Taehyung levantou mais que depressa e o doutor pediu para que ele o seguisse até o quarto em que Jungkook repousava.

-Aconteceu algo sério com ele doutor? –Taehyung perguntou enquanto olhava Jungkook que dormia tranquilamente sobre a cama com uma agulha enfiada em seu braço. O ruivo passou a mão pelo cabelo do mais novo e desviou seus olhos de Jungkook fitando o doutor que olhava algo na prancheta em mãos.

-Você é o quê do senhor Jeon? –o doutor perguntou desviando seus olhos da prancheta e fitando Taehyung que franziu o cenho.

-Namorado, por quê? –o doutor suspirou e sussurrou algo que o outro não conseguiu ouvir.

-A noticia que eu vou dar agora é um pouco triste –Taehyung já entrou em pânico pensando no pior. –Jeongguk estava grávido e sofreu um aborto espontâneo, sinto muito. –o mundo escureceu um volta de Taehyung. Isso não pode ser real, justo hoje que ele tocou no assunto de gravidez com Jungkook ele sofre de um aborto?

Suspirou fundo e fechou os olhos tentando impedir que as lágrimas descessem, ele teria que ser forte agora por Jungkook. Mesmo o moreno ainda estando dormindo e alheio da descoberta, Taehyung sabe muito bem como ele vai sofrer com isso.

-Como isso aconteceu doutor? –perguntou engolindo aquele nó que se formava em sua garganta.

-O senhor Jeon já estava entrando na décima semana de gestação, mas ele está com uma anomalia uterina que impediu o desenvolvimento correto do feto que, infelizmente, acabou falecendo e afetou o útero do paciente.

-Como assim doutor? Tem tratamento? –perguntou apavorado. –Pode trazer sequelas permanentes?

-Tratamento lhe garanto que tem e ele não irá ganhar nenhuma sequela no corpo que pode o prejudicar de alguma maneira. –Taehyung soltou um suspiro aliviado. –Mas prevejo que ele não vai mais poder engravidar.

-Jeongguk não vai mais poder engravidar? –Taehyung perguntou apenas para ter certeza e sentiu aquele aperto em seu interior aumentar quando o doutor murmurou um “sinto muito.”

-Tirando isso, senhor Jeon não terá danos sérios. Você prefere informar a ele ou quer que o hospital o informe e explique tudo que aconteceu? –indagou-o e Taehyung desviou seus olhos do doutor fitando Jungkook por menos segundos depois voltando para o senhor de meia idade.

-Eu dou a ele a noticia... –murmurou ainda não acreditando no que acabará de descobrir.

-Ok, quando Jeongguk acordar alguma enfermeira irá vir olha-lo para explica-lo algumas coisas e oferecer o tratamento com psicólogo do hospital, creio que ele irá precisar. –o doutor soltou um suspiro triste. –Se me der licença, tenho outros pacientes para atender. Novamente, sinto muito e fique à vontade. –Taehyung confirmou com a cabeça e o doutor saiu do cômodo.

Taehyung arrastou uma cadeira até ao lado da cama de Jungkook, abaixou a cabeça e deixou cair às lágrimas que ele estava segurando desde que saiu de casa com o menor no colo. Seu autocontrole pedia que ele se acalmasse e pensasse algo coerente para fazer, mas a única coisa que lhe parecia certa no momento era chorar. Chorar de tristeza, frustração, por Jungkook quando souber disso tudo. Ele só queria chorar.

Pegou a mão de Jungkook e ainda de cabeça baixa continuou a deixar as lágrimas descerem e se perguntava como daria essa noticia para Jungkook. Sua maior preocupação era Jungkook que sempre sonhou em ter filhos e agora... Não vai poder mais realizar o sonho de criança.

Taehyung não sabe por quanto tempo ficou assim, seu peito ainda doía pela sensação de perder um filho que só tinha desconfianças e por tudo que ele sabe que terá que passar pela frente. Agora terá que ser forte como nunca e não sair ao lado de Jungkook que vai precisar de todo o seu apoio.

-Amor? –ouviu a voz rouca de Jungkook e imediatamente levantou a cabeça avistando seu amado que parecia não saber onde estava só depois que viu a bolsa de soro ligada a seu braço a ficha caiu que estava no hospital. –Por que está chorando? Estou com algo muito sério?


Notas Finais


Não me matem! Pelo amor de todos os santos kpoppers <3 Eu amo vocês, não se esqueçam disso *-*
O cap foi bem tristezinho e decepcionei algumas pessoas com ele, me perdoem! Mas como falei, é para história fluir... Não se esqueçam de comentarem! Os comentários são bem importantes para mim! :)

chu~

Ps: Feliz dias das crianças para todos que tem um criança dentro de vocês :) E PARABÉNS AO MEU CHIMCHIM.. AI FEELS, MINHAS CRIANÇAS ESTÃO CRESCENDO TÃO RÁPIDO!! :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...