História One coffee and one love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Personagens Originais, V
Tags Bts, Hoseok, Jhope, Jihope, Jimin, Taehyung, Vmin
Visualizações 26
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


olha quem apareceu antes do previsto? eu mesma, pra alegria da nossa nação
peraq ndjejdj

fiquem felizes! aaaa pq eu tô :33

desculpem os erros se acontecer, boa leitura e até as notas finais ♥

Capítulo 7 - Chapter six


A tensão foi embora, vulgo Hoseok.

Mandei ele ir embora logo em seguida que ele mencionou ser meu namorado.

– Mas, Jimin, ele- – tentou falar.

– Vá embora – falei estridente. – Se eu perder o meu emprego por sua causa, eu não sei o que sou capaz de fazer.

Ele suspirou pesado e metralhou Taehyung com o olhar.

– Tudo bem. Eu volto mais tarde. – disse para mim.

– Vá logo.

Ele assentiu descontente e deu as costas.

Eu não sabia como encarar Taehyung. Não que eu tenha vergonha de ser quem eu sou, mas não é o tipo de coisa que eu espalho aos quatro ventos. Ainda mais depois do tanto de bullying que sofri a minha infância e adolescência inteira.

– Ciumento, ele, não? – Sorriu, entretido.

Senti um alívio na alma.

Ele não é preconceituoso.

– É, ele costuma ser. Desculpe por isso, não vai se repetir.

Ele assentiu e essa foi a minha brecha para sair dali, levando o seu pedido. Depois fui me encontrar com Jonas para o agradecer. O garoto disse que não precisava porque às vezes acontece mesmo (estresse entre o casal). Sorri e voltamos ao serviço.

Porém com nós dois não acontece "às vezes". É praticamente sempre. E de tanto que penso nisso, Taehyung foi embora e eu nem pude vê-lo andar até a porta para pelo menos observar enquanto o fazia.

Talvez não tenhamos que continuar com isso, eu e Hoseok, talvez não. Não é a primeira e nem a segunda vez que nos desentendemos, e também não sei se é a primeira vez que ele me trai. Não é como se ele não pudesse ter feito isso antes. Ele sorriu e acenou para mim sem remorso algum na expressão, ou em seus olhos que eu sempre jurei serem sinceros comigo, me fazendo ficar triste com isso, me fazendo ir além. Me fazendo querer saber quantas vezes ele fez sexo comigo pensando em outra pessoa. Quantas vezes ele me beijou com a saliva de outra pessoa nos lábios. Quantas vezes ele mentiu quando dizia me amar. E em quantas vezes ele sorriu lindo do seu jeito, quando na verdade havia sido chupado por uma garota em um beco qualquer.

Jung Hoseok me merece?

E eu? Eu mereço passar por isso?

Uma vez li em algum lugar que se você mais chora do que sorri não é amor. Então o que é? Tesão? Solidão? Tristeza? Tédio?

Ah, Jung... o que você fez comigo? 

Deixei a mesa de Taehyung para Jonas limpar, porque eu não queria ir até lá. Simplesmente queria distância por ora. Todavia vi quando Jonas foi até lá, passou o pano na mesa e pegou um papel dobrado ao meio, repousado sobre a mesma. Jonas abriu o pedaço de papel, leu e sorriu, ainda o encarando.

Fiquei triste: Taehyung havia deixado um recado para o Jonas? 

O meu dia não podia ficar pior.

Decidi fazer qualquer coisa que me fizesse esquecer o Jung, Taehyung, ou qualquer coisa relacionada a sexo, então colocando a palma de minha mão na mesa e começando a limpa-la com a mão livre. Mas de repente inclinei minha cabeça mais para baixo sentindo as lágrimas brotando, porque infelizmente meus sentimentos doem no peito. 

Senti alguém se aproximar e não deixei as lágrimas caírem na mesa, continuando de olhos fechados.

– Leia isso – disse Jonas cochichado, logo passando por mim e deixando-me sozinho de novo.

As lágrimas pararam de vir, pois a curiosidade me preencheu. E com ela veio o medo de Jonas querer me mostrar aquilo apenas para comentar, e não para aquele recado ser para mim.

Encarei a meia folha entreaberta em cima da mesa por alguns instantes, logo a agarrando e lendo as seguintes palavras:

"Se quiser conversar uma hora dessas, Jimin, Park Jimin, aqui está meu número: XX-XXXXX-XXXX

Kim Taehyung"


Notas Finais


agora vai :33

meu twitter se você quiser me mandar algo legal, ou não: @ e_yoonseok

comenta aí oq vc achou, é importante pra mim ♡

volto assim que der, um bjo e até 😉♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...