História One Family and a Pack - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~AryaTargaryen

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Allison Argent, Breaden, Chris Argent, Claudia Stilinski, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Teen Wolf
Exibições 51
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo fresquinho pra vocês! Espero que gostem! <3

Capítulo 6 - Família Stilinski - Parte 4


Pov´s Arya

Estar com a cabeça latejando como se houvesse uma bomba dentro dela não é bom. É uma sensação horrível, principalmente depois que você desmaia e dá de cara no chão. Não existe maneira pior de acordar de um desmaio do que quando as pessoas ficam a sua volta te sufocando de perguntas, do tipo " você está bem?" " sua cabeça dói?" " como está se sentindo?". Eu acho que é meio óbvio que eu não estou bem, o próprio desmaio é um sintoma ruim, principalmente depois de tanta bizarrice acontecendo por aí, mais especificamente na minha vida.

- Você está legal?- Perguntou Stiles me ajudando a levantar com a ajuda do Scott, e me colocaram sentada na maca até eu reaprender a me equilibrar. Isso foi horrível. Desmaios sempre são horríveis. Mas no momento, esse é o menor dos meus problemas. Olhei em volta procurando me acalmar, mas todos pareciam ter as mesmas faces preocupadas. Isso não pode ser real. É só um terrível pesadelo e eu vou acordar em casa, na minha cama, tia Magie vai estar gritando para eu me levantar, vou para escola, vou ver a Lauren... Porque isso tudo é só um grande pesadelo.

-Será que ela está realmente bem? quer dizer, ela está muito quieta. - Ouvi Lydia dizer, mas nem me mexi.

- É, eu acho que no mínimo, o normal seria ela surtar um pouco.- Disse Kira.

- Acho que ela está em choque.- Continuou Stiles.

Senti alguém se aproximar de mim, mas continuei olhado para o chão.

- Arya? - Perguntou Stiles - Precisa falar com a gente.

- Eu não quero falar com nenhum de vocês. Por favor, me deixem em paz. - Respondi sem olhar para eles.

-Porque não quer falar conosco, o que fizemos? - Perguntou Stiles cauteloso.

- Isso não pode ser real. É um pesadelo. Isso não pode estar acontecendo comigo.- Respondi

Isso tudo é demais para mim, quer dizer, em que mundo eu iria acreditar em todas essas coisas bizarras se eu não tivesse visto com os meu próprios olhos? Sabe, eu não me arrependo de tentar achar meu irmão, também não me arrependo de ter conhecido ele, Mas as circunstâncias me fazem querer que isso só seja um pesadelo do qual eu logo vou acordar.

- Eu sei que é muito para digerir, mas não é sua imaginação, muito menos um mero pesadelo. Isso eu garanto. Somos bem reais.- Disse Scott.

Olhei para eles, até Stiles parecia preocupado.

- Isso é péssimo. - Eu respondi.

- Tudo vai ficar bem. Confie em nós, não vamos deixar ele te machucar, mas precisa se manter segura agora.- Disse Stiles seriamente olhando para mim em expectativa. Eu não tenho escolha a não ser confiar neles, se eles dizem que podem me proteger eu tenho que aceitar.

-Tudo bem.- Respondi e tentei dar um sorriso que saiu mais como uma careta.

Todos pareciam mais aliviados com a resposta.  Stiles se virou para Scott meio confuso.

- Para onde levaram o Alfa mesmo?- Perguntou ele ao Scott.

- Casa Eichen. Acho que é seguro deixa-lo lá. Mas vamos vigiar para que ele continue assim. - Respondeu ele e todos pareciam mais relaxados com isso.

- O que é Casa Eichen?-Perguntei confusa. Acho que eles esqueceram que eu não sou daqui.

- A Casa Eichen é onde são trancados criaturas sobrenaturais que tem problemas, que não se controlam, ou os que são totalmente sedentos por sangue. Mas a maioria das pessoas acha que lá é só um hospício comum.- Respondeu Stiles - É difícil sair de lá.

- Ah ! Isso é ótimo! Obrigada, Deus! - Disse feliz de verdade. Todos riram. Isso é uma ótima notícia, eu estou segura por enquanto.

Todos pareciam melhores com a minha aceitação em relação a tudo isso. Mas uma coisa que me deixou curiosa é que Stiles disse que só soube de mim a pouco tempo também, então como será que ele descobriu que eu sou irmã dele?

-Stiles, como você soube que eu  sou sua irmã?- Perguntei realmente curiosa.

- Bem nos achamos a sua mochila no caminho para cá e não sabíamos quem você era, então demos uma olhada para ver se achávamos algo de útil e encontrei seus documentos. - Não acredito que eles fuçaram na minha mochila.- Eu vi seu sobrenome e a sua idade e me lembrei de quando meu pai contou que minha irmã havia morrido. Eu só juntei as peças.

- Serio?- Não acredito nisso.

- Sim.- Disse ele rindo.- Mas eu acho que já passa da hora de você conhecer alguém. Vamos? - Perguntou ele sorrindo.

Espera será que... ele quer me levar até o meu pai? Só pode ser isso.

- Espera, você quer ...-

-Sim - Disse me interrompendo.- Já passou da hora de conhece-lo.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Stiles estava sentado no banco do motorista e eu ao lado dele. Todos os outros foram para casa depois que tudo se acalmou na clínica. A Ansiedade é algo que nunca me deixa, o medo e o nervosismo também. A vontade de saber tudo o que aconteceu é muito grande, quero conhece-lo, sempre existe aquela apreensão. Agora não acredito que estou prestes  a fazer isso. O jipe parou no estacionamento da delegacia e todos os meus sentimentos se triplicaram. Respirei o mais fundo que pude.

- Está pronta?- Ele perguntou

-Não. - Respondi com sinceridade e ele riu. - Mas eu não posso adiar isso mais ainda. Vamos lá.

Abri a porta e entramos passamos pelos corredores. Stiles cumprimentava a maioria dos policiais que via passando, ele parecia conhecer muita gente ali. Continuamos a caminhar, as pessoas me olhavam. De repente eu notei alguém vindo na nossa direção, ele me era familiar, e parecia novo demais para ser policial.

- Oi como estão? Está tudo bem? - Perguntou ele ao Stiles olhando nos dois.

- Sim, pelo menos agora.- respondeu. Stiles se virou para mim - Lembra dele Arya? Ele estava lá, é um de nos.

- Oi, meu nome é Arya.- Cumprimentei com um sorriso.

- Sou Jordan Parrish.- Apertamos as mãos. - Espero que esteja tudo bem.

- Na medida do possível? Sim. - Respondi ainda meio sem jeito.

- Como assim?- Ele olhou para nos dois.

- Bem, o Alfa acabou mordendo ela, então... Agora ela é uma loba. - Respondeu Stiles.

Parrish assentiu depois sorriu para nos tranquilizador.

-Okay. O que vieram fazer aqui? - Perguntou.

- Viemos ver meu pai.- Respondeu Stiles e eu comecei a sentir um frio na barriga.

-Claro. Ele está na sala dele. Pode ir até lá.- Respondeu ele indicando o caminho

-Tudo bem. Temos que ir Parrish.- disse Stiles.

- Tchau pessoal.- Disse ele continuando a andar na direção oposta a nossa.

-Okay, vamos lá Arya.- Disse Stiles.

Eu quase não respirava direito de expectativa. Stiles entrou antes de mim, disse que ia explicar algumas coisas e prepara-lo. Fiquei uns dois minutos andando na frente da porta. Eu não duvido que eu possa ter um ataque cardíaco aqui mesmo. Foi pensando nisso que a porta se abriu e Stiles saiu de lá sorrindo para mim.

- Quer entrar?- perguntou e eu apenas sorri  e assenti.

Então eu entrei. Só havia mais uma pessoa naquele cômodo. Ele sorriu para mim e esse sorriso me trouxe paz. Uma paz incrível e inexplicável.

- A-arya?

Tudo que eu pude fazer foi correr e abraça-lo . Ele  retribuiu  o abraço e beijou minha testa e ficamos assim. É incrível os sentimentos que passam por nós nessas horas. Segurança, paz, amor... até que eu notei Stiles num canto sorrindo e puxei ele para junto de nós, e assim ficamos. Abraçados. Um família. Minha família.


Notas Finais


O Que acharam? Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...