História One Heart - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Exibições 44
Palavras 1.404
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


32 favoritos??? Muito obrigada gente sério

Capítulo 13 - I don't need nobody


Lauren Jauregui.

- Verônica você não vai atrás dela caralho - gritei. Mais era tarde para ela, ela bateu o pé e saiu correndo e Harry em seu encalço - Segura ela caralho!

Harry saiu correndo, e eu podia rir do seu jeito se não fosse o momento apropriado. Corri rapidamente pelas escadas, avistando os dois.

Escutei algumas batidas na porta fazendo Harry a segurar, e cheguei parando a porta.

- Verônica, para! - gritei a olhando. Sua maquiagem preta estava borrada e seus olhos vermelhos ela me fitou com raiva.

E em único minuto Camila abriu a porta com raiva voando para cima de Verônica.

- SUA IDIOTA O QUE VOCÊ FEZ! - Camila gritou fazendo Harry a segurar e eu segurar Verônica que avançava para entrar no lugar.

- Briga de lésbicas e eu tenho que ficar no meio porque...- ele disse puxando Camila que lhe deu um tapa obviamente sem querer em seu rosto e eu ri.

- Aí Harry desculpa - ela disse o olhando e ele fazendo um tanto de drama eu não consegui parar de rir 

Nesse momento Verônica entrou pela porta e corremos.

- Lucy...Amor - ela disse gritando para a garota meio sonolenta na cama.

- Não ouse Verônica - Lucy gritou dando um susto em todos nós - Não ouse me tocar, nunca mais!

- Você ouviu Vero, vai embora - eu disse chegando perto dela que me empurrou

- Lucy se quiser eu te levo para outro lugar...- Camila havia comentado

- Não precisa Mila - ela disse e Camila chegou mais perto - Mesmo.

Nós encaramos por uns minutos, fazendo Harry sair pela porta e Camila ainda com seu olhar perdido, sair também.

- Tem certeza...- eu segurei a fresta da porta e a Lucy assentiu.

Lucy Vives On.

N/A - Se preparem sério.

Eu estava com um nojo intenso sobre mim. E Verônica estava ali parada se aproximando para sentar ao meu lado, me curvei e levantei. 

Recusei seus toques.

- Lucy por favor...- ela disse tentando segurar minha mão.

- Não! - gritei - Chega! Eu não aguento mais. Eu não sou um pedaço de carne em sua mão Verônica. Toda admiração que sentia por você acabou! - ela me olhou e vi algumas farpas de lágrimas atingirem seu rosto, continuei - Lembra da primeira vez? Você disse que não estava preparada pra mim eu entendi. Aí você volta, e eu pensei que você me amava...

- Eu amo Lucia - ela disse com um fio de voz - Amo! Eu pude perceber isso de tanto que te machuquei eu não mereço seu amor, não mereço. Isso soa ridículo vindo de mim mais eu te amo Lucy, amo.

Aquelas palavras vinheram como um tiro pra mim, fazendo meu coração acelerar. Se fosse a algumas horas atrás, míseras horas eu estaria em seus braços. Mas não.

Eu não conseguia.

Era o fim pra mim e para Verônica.

- Não seja tola - eu disse em lágrimas - Olha o que você fez comigo Verônica!

Gritei aos quatro cantos, e me levantei lançando a blusa longe de mim, mostrando todas as marcas que as meninas não tinha visto.

Alguns roxos, algumas marcas de mordidas e cortes.

...- Não sou suas vagabundas para me tratar assim, não sou! - gritei. 

- Me desculpe - ela disse se ajoelhando - Lucy por favor...

- Não Verônica! - disse me desviando de seu abraço - Acabou o que nem começou...

Ela caiu no chão. E teve sim aquele resquício de dor. Minha mala estava no quarto de Camila pois logo assim que tudo aconteceu, a mesma trouxe para mim.

Ela sabia o que ia acontecer.

- Não vai, não faz isso - ela disse me puxando. Sai de seus braços e caminhei em direção a porta.

- Adeus Verônica - eu disse caminhando em direção a porta.

Eu não sei o que seria de mim, talvez eu iria para Califórnia tentar outra coisa.

Eu estava desistindo da minha faculdade da minha vida certinha, os cacos do meu coração estavam lá. A dor estava acabando comigo literalmente.

Verônica porque você fez isso? Porque não poderíamos ser aquele casal lindo da TV, com dois filhos. Talvez era esse o nosso futuro.

Passei pela porta encontrando Camila nos braços de Lauren, e Harry chorando.

Eles sabiam.

- Você tem certeza? - Lauren disse também aos plantos.

- Tenho Laur - eu disse caminhando junto a eles para fora da faculdade.

- Não esquece a gente ok? - Harry disse me abraçando.

- Nunca - sorri mesmo com uma expressão triste abraçando a Camila que se acabou ali.

- Fica bem por favor - ela disse sussurrando.

Assenti a abraçando forte.

- Me liga quando chegar por favor! - Lauren me abraçou forte e doeu ver eles assim tão triste.

O táxi dobrou a esquina e fui até ele parando.

- Manda um beijo para as meninas, diga que eu as amo - eu disse por fim.

Harry colocou minha mala dentro do porta mala. E o beijei no rosto

Camila abriu a porta e eu entrei. Ela se agarrou a Lauren e Harry acenou.

- Eu amo vocês - eu disse.

O motorista deu partida ao carro me levando para longe dali.

Normani Kordei.

Perfeito.

Foi o que aconteceu ali eu era um pouco mais experiente, pois Dinah havia tido sua primeira vez comigo.

- Você gostou porque sei lá sabe acho...- ela disse falando rápido demais.

- Foi perfeito amor - sorri sem jeito a beijando.

Eu me encontrava em seus braços. E um grande lençol que nos cobria ali. 

Ela me encarou. E eu sorri.

- Vamos tomar banho querida - ela disse me levantando mesmo ainda estando nuas - Ally daqui a pouco está aí e não quero um culto aqui.

Sorri e abraçei seu corpo por trás a fazendo a arrepiar que linda.

Narrador

Alguns dias depois...

Verônica havia se trancado em seu quarto e alguma vezes se encontrava em baladas ou festas com a cara cheia.

Ally sempre a ajudava e Verônica sempre chamará Lucy em seus porres.

Lauren e Camila haviam sido muito paciente com Verônica. 

Chris havia encontrado Allyson algumas vezes e contado sobre detalhes do casamento.

Dinah e Normani, estavam em um casal fofo e que não se desgrudava. Keana havia almoçado com as duas e ficaram feliz em sua presença. Lucy dera notícias para Harry que contará a outras, porém Verônica não soube nada sobre.

Harry estava saindo com um menino que era do quarto de Chris, seu nome era Antony e eram apenas amigos. Mesmo seu pensamento se encontrará em Louis Tomlinson.

Chris recebeu uma carta de sua mãe que foi dada a Allyson ao intuito de mostrar as outras.

Agora elas estavam ali sentadas todos em um lugar maravilhoso chamado Step's onde havia um ótimo lanche, uma boa bebida e uma boa conversa.

Keana não havia aparecido.

Ali estavam Dinah e Normani, junto a Camila e Lauren e Ally junto a Verônica. Harry estava com Antony.

A baixinha pegou a carta a abrindo fazendo todos os olhares irem à ela, sem perceber Lauren havia colocado sua mão sobre o colo de Camila que estava aflita.

Querido Christopher,

 Estávamos analisando o lugar do casamento de você junto a Camila,e percebendo o quão bom isso é. Alejandro preferiu que fosse em um lugar afastado de New York, mas seu pai preferiu em Miami. 

Está certo que o casamento de vocês será em Novembro ao término do ano de vocês. Estou animadíssima! Em agosto, estaremos analisando o vestido e o terno. As madrinhas e padrinhos. Mal posso esperar.

Converse com Lauren, mesmo estando decepcionada com a mesma. Eu a amo, e a quero aqui neste dia especial.

Com amor, Clara Jauregui.

O silêncio se fez presente.

E Camila resolveu não falar nada, e Lauren apenas entendeu seu momento.

A música de uma banda tocava ao fundo.

- Vocês já perceberam que o Harry parece aquele garoto enviadado dessa banda? - Dinah disse fazendo todos rirem.

- Parece, só que mais gay possível - Verônica disse pela primeira vez.

Lauren queria está feliz pelo divertimento da garota, mais ao saber que sua amada estaria casando a alguns meses a deixava um embrulho em seu estômago.

As brincadeiras continuaram fazendo todos rirem.

Era dia 28 de Abril faltando apenas 7 meses para o grande casamento.

(...)

28/11/2012

Um mês antes do casamento.

- Camila não faça isso. - Dinah disse quando viu o olhar triste da mesma à sua frente.

O que a menina poderia fazer? Ela estava em um um buraco sem volta.

...- Não termine com ela, você a ama. - ela disse tocando o ombro da sua amiga.

- Eu tenho que fazer isso, vou me casar daqui um mês - eu disse impaciente.

Duas batidas a porta e uma voz que ela reconhecerá imediatamente.

Era Lauren.

Era ela.

E ali era o fim de Camila e Lauren.

Talvez só na cabeça de Camila.


Notas Finais


Eu achei o meio paia e vocês?
Tá chegando!!!
Bjs chocolates


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...