História One in a million - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Matt Sorum, Personagens Originais, Slash, Steven Adler
Tags Slaxl
Visualizações 19
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Patience


Pov Slash:

Sério que cara mais bipolar. Mas concerteza a noite de ontem vai se repetir, não pode ser de outro jeito. Ele é complicado, mas eu posso ser mais ainda, o William não me escapa.

Levantei-me um pouco frustrado porque eu realmente acreditava numa segunda ronda pela manhã, mas pelo humor do ruivo não vai ser tão cedo. Depois de um longo banho e de arrumar a minha mala, visto que hoje voltavamos para Los Angeles saí do quarto e acabei encontrando Duff pelo caminho.

Duff: Hey Slash, pronto para ir embora?

Slash: não vejo a hora de chegar, preciso de descarregar as minhas energias numa saída ao troubadour

Duff: Sim Verdade...o Axl passou  melhor?

Slash: ah? Como assim

Duff: ele saiu da festa porque se estava a sentir mal, certo?

Slash: ah claro sim, acho que depois de se ter deitado ele ficou melhor

Acho que o Duff me achou um pouco estranho, realmente slash uma boa hora para ficar nervoso.

Assim que descemos os outros já nos esperavam. Steven e Izzy estavam entretidos com alguma coisa e o ruivo estava me encarando com os seus hipnotizantes olhos verdes, não consegui decifrar se transmitiam raiva, desejo ou carinho. Simplesmemte não sabia no que ele poderia estar a pensar. 

Aproximei- me do ruivo e sem que ninguém reparasse lhe dei um leve apertão na bunda. Fazendo com que automaticamente ele me olhasse com raiva.

Axl: Porra Slash, eloqueceu. E se alguém visse?( O ruivo ainda me encarava com raiva)

Slash: Você fica muito sexy irritadinho, sabia( falei me aproximando ainda mais do rapaz, para lhe lançar um sorriso sacana)

Axl: Puta merda slash( Rose bufou colocando as mãos na cintura, como um gesto de impaciência, para depois verificar se alguém os ouvia e prosseguir) eu a noite passada não estava pensando direito tá, o que aconteceu é para esquecer Slash, eu não vou ser sua vadia não.

Slash: ah fala sério, foi tão bom o nosso sexo. Não vejo problema sexo é sexo.

Axl: Ah cala a boca, você esgotou minha paciência.(então o ruivo se afastou de mim para se ir sentar numa das cadeiras do balcão, mas se eu fosse a ele não me sentaria)

Axl: ah minha bunda( o ruivo gemeu mais alto do que devia, fazendo com que todos olhassem para ele, inclusive eu que acabei rindo logo de seguida)

Izzy: Porque você está com a bunda dolorida e o Slash tá rindo?( O moreno perguntou desconfiado nos encarando)

Slash: hahah isso é porque ele caiu ontem de bunda no chão.( Menti) a queda foi um pouco bruta não foi Axl?

Axl: hm sim foi( o ruivo já se tinha levantado )

Duff: Cá para mim foi por outro motivo( loiro se entrometeu rindo)

Axl: Muito engraçado ( ironizou o vocalista revirando os olhos)

Slash: Eu avisei para você fazer menos barulho senão eles iriam acabar descobrindo.( Falei brincando, fazendo todos rirem com exceção do ruivo)

Axl: Vocês são todos uns filhos da puta

Steven: Sempre doce o Ruivão


Depois de uma longa viagem em que nada especial aconteceu a não ser as histórias que o steven decidiu contar por alguma razão, finalmente estavamos em casa, os garotos tinham saído e o ruivo tinha se trancado no quarto provavelmente estaria  a compor alguma música. 

Depois de três horas seguidas a tocar guitarra, desci até às cozinha para comer qualquer coisa. Quase sete horas e os garotos ainda não tinham chegado assim como o Axl que ainda não saiu daquele quarto desde que chegou. Então decidi ir atormentá lo um pouco. Mas antes peguei meu violão para o acompanhar, visto que o ruivo cantava Patience.

Bati levemente na porta depos de sua permissão entrei.

Slash: Posso acompanhar você?( Perguntei lhe mostrando o violão)

Axl: Pode( o ruivo deu um leve sorriso, ao qual eu retribui)

Seitei-me junto ao ruivo e comecei a tocar os primeiros acordes. Eu adorava ouvir o Axl a cantar Patience, a sua voz suava como uma anjo. Os seus cabelos estavam ligeiramente bagunçados e os seus olhos estavam mais brilhantes do que o normal e foi neles que eu me perdi. Deixei de tocar e ele deixou de cantar e assim passamos a nos olhar fixamente, nos encaravamos profundamente como se não existisse mais nada. Pousei o meu violão para me aproximar do ruivo e tomar os seus lábios. Não era um beijo bruto e selvagem mas sim um beijo doce e com... sentimento.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...