História One Last Time - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 9
Palavras 1.566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um caaap pra vxs espero que gostem bjuu
- Ty 😘

Capítulo 15 - Help me...


Fanfic / Fanfiction One Last Time - Capítulo 15 - Help me...

     ~~~ P.O.V Anna On ~~~

O jogo estava ótimo, já estava no intervalo do mesmo, Kat estava demorando de mais, nem tinha sentido sua falta até aquela hora.

- Gente vocês viram a Kat? - pergunto 

- Ela foi no banheiro.. - Diz Paula pendurada no pescoço  de Tyler aquele gostoso.

- Tá, mas isso já faz muito tempo..E ela não tá atendendo.

- Ah então deve estar se pegando  com aquele thomas 

- Thomas? - pergunta  Tyler - Mas o thomas tá lá ó - diz apontando o dedo para o mesmo.

- Tá espera aí. - Digo indo até o garoto. - Com licença,  é  Thomas né?  Você por acaso viu a Kat? Ou estava com ela por agora?

- Kat? A garota do livro? Não a vejo desde quando  dei o livro a ela, aconteceu alguma coisa? - diz ele

- Não sei...Vou procula-la no banheiro, ela sumiu do nada.

- Espera..Eu vou junto

Fomos até o ginásio, eu, thomas e Stefanie, o ginásio era grande então nos separamos, eu fiquei com o banheiro, thomas com as arquibancadas e Stefanie com o resto...

             ~~~ P.O.V Anna OFF ~~~

          ~~~ P.O.V  Thomas On ~~~


Fui até as arquibancadas  e ela também não estava lá, então lembrei que tinha umas escadas que davam  para uma outra parte do ginásio,  fiquei andando por aqueles corredores e a vejo caminhando estranho com uma de suas mãos na barriga e se apoiando nas paredes para não cair.

- Kat..? O que..houve  - Ela me olha chorando e vou até ela a Abraçando - Quem fez isso?

- Ninguém... Só me deixa, e..eu tô bem.

- Não, não está, vem - a coloco apoiada em meu ombro e a ajudo a sair dali.

- Kat!! - Diz uma de suas amigas vindo correndo e a abraçando - O que houve?

- Nada...

- Ta..Vem,  vou te levar para o dormitório e lá você conta. - Diz a mesma.

- Não! Eu não posso! Não posso...

             ~~~ P.O.V KAT ON ~~~

Não podia estar acontecendo...Depois de tudo ele ainda me segue?

- O que tá fazendo aqui? Tá me seguindo?

- Seguindo? - ele rí, cinico - Não.. Acho que é você quem está...

- O que? Nem sabia que você estava aqui! Me deixa em paz. - Digo saindo.

- Você vai pagar pelo que fez com meu pai - ele diz e logo me segura pelo pulso e depois cintura começando a me arrastar para uma parte diferente do ginásio.

- Me solta!! - gritava 

- Cala sua boca! É  só  o  começo - me atirou no chão e segurou minhas mãos com uma de suas, e começou a tirar minha roupa com a outra, me estrupanão em seguida sem nenhuma pena, eu gritava, chorava... Mas ninguém  ouvia,  ninguém... estavam todos lá olhando o jogo.. Depois de um tempo ele parou - Se você ousar contar para alguém,  todos os seus amiguinhos já eram, desde James, Theo, Anna.. Até os novos.. Então,  vai contar ou não?

- N..não - Digo baixo

- Fala mais alto! - Diz chutando minha barriga.

- Não,  não vou contar..

- Ótimo, se não já sabe... - Ele sai me deixando lá atirada toda dolorida.

Passara-se  um tempo e eu continuava lá, decidi tentar levantar e vestir minha roupa, mal conseguia caminhar, quando aparece Thomas.

- Kat..? O que..houve  - Ela diz me olhando e logo me abraçando - Quem fez isso?

- Ninguém... Só me deixa, e..eu tô bem.

- Não, não está, vem - ele me coloca apoiada em seu ombro e me ajuda a sair dali.

- Kat!! - Diz Anna me abraçando - O que houve?

- Nada... - digo 

- Ta..Vem,  vou te levar para o dormitório e lá você conta. - Diz a mesma.

- Não! Eu não posso! Não posso..

- Porque  não?  Não me diz que foi o Simon? - Ela Diz olhando direto para meus olhos e começo  a chorar - Aquele filho da puta! - Diz ela se virando para procura-lo 

- Quem é  Simon, Eu vou quebrar a cara desse aí - diz thomas indignado sem entender

- Longa historia e você não vai fazer nada, se controla. - digo com um pouco de dificuldade - Anna! Não vai por favor,  não posso deixar  ele machucar vocês por minha causa.

- Tá.. Vamos sair daqui.. - saímos voltando para o dormitório até Thomas entrou o que eu achei que não era permitido. 

- Eu..Vou tomar um banho - peguei meu pijama e fui, fiquei quase 20 minutos lá, minhas lágrimas já se misturavam com a água do chuveiro, saí  e estavam todos lá esperando até Paula.

- O que está fazendo aqui ainda - olho para Thomas - Você não tem que jogar?

- Eu ia jogar só no primeiro tempo então  não tem problema.

- Eu contei a eles tudo bem? - diz Anna 

- Eles iam descobrir de qualquer jeito. - Digo me jogando em minha cama onde estava sentado Thomas e Anna.

- Ele te... - diz Stefanie não completando toda a frase eu apenas assenti.

- Só.. Não falem nada sobre isso com ninguém tá? Eu sei do que ele é capaz, e se acontecer alguma coisa a vocês eu vou me sentir mais culpada.

- Você não tem culpa - diz ele passando sua mão em minha cabeça  me fazendo  dormir  pouco tempo depois.

Acordo de manhã e todas  já se acordaram, não estavam no quarto então coloquei uma legging, uma blusa maior que eu e tênis, decidi sair para andar já que não tinha nada para fazer naquele maldito dormitório. Não vi nenhuma das meninas, e não tinha muitas pessoas no dormitório inteiro.

          ~~~ P.O.V  Thomas On ~~~

Acordei e Scott queria falar com todos na garagem cheguei e já estavam todos lá, e um cara diferente

- Bom, esse é  o  cara que eu disse ele entrou a um tempo e entrou hoje no nosso grupo.

- E ai blz? - diz Kevin.

- Blz.

- Mas e aí, afinal qual é  seu  nome? - pergunto.

- Simon.

- E ai tá pegando alguém já? - diz Kevin rindo.

- Digamos que tô,  peguei uma aí ontem.

- Aé? Quem? - Pergunta Kevin 

- Uma novata aí,  é  gostosinha  até mas é uma puta de uma vadia, só sei que peguei ela de jeito ontem  - diz ele e eu estava queimando de tanta raiva.

- Estrupando ela? Seu filho de uma  puta -  digo socando sua cara enquanto os outros não faziam nada.

 Começou a amontoar gente em volta e logo apareceram as amigas da Kat,  e não muito tempo depois Kat também. Ela empurrou Simon que me batia e parou na minha frente  pedindo que a matasse logo e  que não machucasse nenhum de seus amigos quando ele sacara  uma faca.

- Acha que vai ser fácil assim?  Antes eu quero ver você sofrer, vendo seus amigos morrer um a um. - diz Simon a empurrando e indo para cima de mim, quando ela volta tentando tirar  a faca de suas mão, não consegue e dar um soco nele, foi tudo muito rápido, a vi sorrir e dizer;

- Não... vai  conseguir  o que queria- diz colocando sua  mão na barriga, ele tinha esfaqueado ela, logo a polícia chega o impedindo de me esfaquear também. Ela cai e a seguro antes disso, ela perdeu muito sangue...Precisa de ajuda..

        ~~~ P.O.V Thomas OFF ~~~

              ~~~ P.O.V KAT ON ~~~

Saindo do dormitório fui seguindo para a garagem, pois tinha muitas pessoas indo para lá  e resolvi seguir chegando havia alguém brigando dentro de uma rodinha de gente, nem dei bola só me virei para sair quando pude escutar no meio de todos os gritos e conversas.

 - " Isso não é nem a metade que ela merece " - Eu parei  me virei novamente me enfiando pelo meio das pessoas chegando ao centro  Onde estavam o Simon e Thomas, Simon estava em cima dele quando eu o empurro e ele me encara enquanto ajudo Thomas a levantar.

- O que eu falei?! Sobre não contar para ninguém? - ficaram todos em silêncio escutando. -  Você que pediu isso, então vou ter que começar por esse aqui... - ele saca uma faca  indo para cima de Thomas. Quando paro em sua frente.

- Não ! Me mata de uma vez! Mas não machuca eles, que não têm culpa de nada - digo

- Acha que vai ser fácil assim?  Antes eu quero ver você sofrer, vendo seus amigos morrer um a um.. - Ele diz me empurrando  para o lado e indo para cima de Thomas de novo que lhe dá outro soco, nisso eu vou para cima dele tentando tirar a faca de  suas mãos, não  consigo então  dou um soco em seu rosto quando sinto uma coisa em minha barriga, e sorrio.

- Não... vai  conseguir  o que queria - continuo sorrindo e coloco uma das mãos em minha barriga que estara ensanguentada.

- Não, Não  você ainda vai sofrer, não vai morrer agora. - Ele diz indo para cima de Thomas que estava paralisado, todos estavam... A polícia chega e o para antes, estava tudo ficando escuro...

Será que a morte  é  mesmo como todos dizem? Uma coisa horrível? A morte parecia algo calmo, tranquilo não como  dizem,  não sei... Só  sinto alguém me segurando quando caio, e...Mais nada.


Notas Finais


Foiii isso, até o próximo episódio amoores ..
- Ty 😙👽💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...