História One Less Lonely Gril 2 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Romance
Exibições 57
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas! Bom aí vai a atualização dessa semana. Tô fazendo provas tá tudo muito corrido bpor isso peço perdão se tiver ficado ruim e tbm pelos erros.
Muito obrigada por estarem aqui dando uma chance para a história...
Boa leitura!

Capítulo 2 - Fui vendida?


Fanfic / Fanfiction One Less Lonely Gril 2 - Capítulo 2 - Fui vendida?

-com quem você tá falando?-

 

-L-Leigh?- ele arregalou os olhos ao me ver

 

-como quem você tá falando?- repeti a pergunta sem paciência

 

-ah... Er... Com um amigo meu de Nova York, talvez nós vamos ficar na casa dele- ele disse meio enrolado. 

 

- que amigo?-

 

-um amigo meu de infância- ele respondeu-meu pai era de Nova York 

 

-ahh! Eu ainda acho que você deveria vender essa cada primeiro antes de irmos- ninguém merece ter

que ficar em um hotel. 

 

- confia em mim vai da tudo certo!- ele tocou meu rosto com a mão meio trêmula. Ele estava mudando e isso era a única coisa que me deixava feliz no momento.

 

-tudo bem- -sorri sem mostrar os dentes

 

Justin Bieber Pov's:

 

-não da mais pra esperar eu vou atrás dela, com ou sem vocês-estava vestindo minha blusa 

 

-eu vou com você-Ryan disse 

 

-nós vamos com você- Chaz se pronunciou. Caminhamos até a garagem.  Entrei no meu carro e dirigi pra casa da Leigh. Eu sou Justin Bieber e Justin Bieber nunca desiste.

Estacionei o carro na frente da casa dela. Assim que sai do carro gritei ela umas 5 vezes e pro meu fracasso quem apareceu foi o pau no cu do pai dela . Desgraçado. 

 

-Ela não quer te ver vai embora-ele disse no maior sinismo como se ele fosse o pai do ano 

 

-eu só vou embora quando eu ouvir isso dela- eu queria estourar a cabeça daquele velho. Ele saiu da janela e minutos depois abriu a porta e veio caminhando em direção a mim.

 

-Eu já disse pra você ficar  longe dela- ele apontou o dedo na minha cara

 

-E se eu disser que não- bati a mão com toda força no dedo dele

 

-Eu já te dei o aviso. Cai fora!- eu não iria sair enquanto não pudesse explicar pra ela oque realmente aconteceu.

 

-NÃO! já disse que não vou sair daqui enquanto não falar com ela-Eu falei irredutível. Ele me pegou pela camisa. Os garotos interviram dei um solavanco me soltando.

 

-ela nao quer te ver! Some daqui- ele disse e entrou pra dentro. Eu não ia sair dali. Nem que eu ficasse a noite toda, o outro dia todo eu não iria sair tão cedo.

 

Leigh Anne Pov's:

 

- quem era- perguntei quando ele entrou

 

-ah....ni-ninguen era engano-ele disse meio nervoso-ta com fome?-

 

-er...to-respondi meio confusa

 

-entao vamos comer alguma coisa-ele beijou minha testa. Segui pra cozinha sem entender nada.

 

Justin Bieber Pov's:

 

-Justin vamos embora você já ficou aí a noite toda-Chris como sempre enchendo a paciência

 

-nao vou sair daqui! Podem ir se quiserem- falei firme

 

-Justin vamos cara. Ela não vai falar com voce-Chaz disse

 

-EU NAO VOU SAIR DAQUI CARALHO!-dei um berro fazendo eles arregalarem os olhos 

 

-ja chega eu tô com fome!- Chaz disse entrando no carro

 

-Justin vamos embora,ela não vai sair tão cedo-Ryan tentava me convencer, mais eu não iria ceder assim tão fácil. Vi o pai dela aparecer na janela, ele fez uma cara de "porra você ainda ta ai moleque?!" Ele saiu da janela e minutos depois apareceu na porta e tirou uma arma da cintura. Ryan rapidamente entrou na frente

 

-ja disse pra você sair daqui!-ele continuo apontando a arma pra mim

 

-ououou! Não prescisa disso cara. Nós já estamos indo- Ryan disse tentando acalmar ele

 

-nao Ryan deixa! Eu quero vê se ele vai ter coragem-chaz e Chris se alvoroçaram  

 

-Justin vamos logo porra!-Ryan me puxou pra dentro  do carro

 

-voces são 3 filhos da puta- -bufei irritado. Eu ainda pego esse velho. Peguei meu celular é comecei a procurar o número do Alfredo... Eu tenho meus contatos.

 

Leigh Anne Pov's:

 

A noite foi bem longa, estava ansiosa pra viajar e além disso, não conseguia esquecer de Justin um só segundo. Eu sentia tanta saudade do perfume,do sorriso dele mais eu tinha que deixar de ser trouxa e esquecer. Ele nem veio me procurar, nem me ligou,nem veio me dizer o porque disso tudo... Nada disso importa mais, eu estava determinada a  esquecer essa peste.

 

- Tá pronta?- meu pai apareceu na porta.

 

-sim peguei minha mala e caminhei passando a mão pelos móveis. Aqui foi aonde eu cresci com minha mãe, ela adorava essa casa senti uma lágrima contornar meu rosto. É difícil dar adeus a coisas que nos apegamos. Meu peito estava tão apertado, devia ser por causa da casa, apesar de ter sofrido muito aqui eu também tenho boas lembranças. Fechei a porta do meu quarto e desci as escadas meio cabisbaixa. Entramos no táxi e seguimos rumo ao aeroporto.  A viagem não foi muito longa já que fomos de avião. Meu pai ficou calado o caminho todo. Assim que pegamos o táxi ele deu um endereço que estava nos levando para um lugar bem estranho mas a princípio achei que era caminho do hotel . O trauma começou quando decemos no meio do nada ainda bem que estava de dia.

-aonde estamos?- ele simplesmente ignorou minha pergunta. Aquilo estava começando a me assustar

 

-pai?!-chamei mais não adiantou muito. Congelei ao ver 2 caras parados um pouco mais a frente.-quem são eles? Pai responde?!responde-eu estava morrendo de medo. Eu tentei parar e voltar pra trás mais meu pai me puxou 

 

-nossa essa morena vai dar muito lucro-um dos caras disse com um ar de malicia

 

-que lucro? Pai oque eles estão fazendo-senti um desespero tomar conta de mim assim que vi eles entregando um bolo de notas para ele.-V-voce me vendeu?-ele me olhou com os olhos piedosos e deu as costas-ESPERA! NAO FAZ ISSO COMIGO! VOCÊ NÃO PODE!VOLTA AQUI!!- disse aos prantos

 

-entra logo nesse carro vadia-um dos caras puxou meu cabelo. Sem pensar duas vezes -mordi o braço de um deles é infiei no meio daquele mato. Sair correndo o mais rápido que eu podia.

 

-VOLTA AQUI SUA PUTA!- eles gritavam e a cada grito eu corria mais. Eu estava totalmente perdida, e nada fazia sentido, mas eu preferia morrer do que virar escrava sexual.  Assim que alcancei a pista acenei para um carro,eu precisava sair dali o mais rápido. Por sorte o carro parou. Tinham 3 garotas que apresentavam a minha idade.

 

-por favor, presciso sair daqui -falei completamente ofegante

 

-entra aí garota!- 


Notas Finais


Bjs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...