História One More - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Lee Jihun "Woozi", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi"
Tags Coupzi, Hozi, Jicheol, Jicheolsoon, Leader Line, Políamor, Romance, Seventeen, Sooncheol, Sooncheolhoon, Soonhoon, Soonhooncheol
Exibições 97
Palavras 990
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie, olha eu aqui de novo.

Não tenho muito o que falar, só quero agradecer aos favoritos, muito obrigada mesmo. <3

Boa leitura!

Capítulo 3 - Segundo


SEGUNDA-FEIRA, 14 DE NOVEMBRO DE 2016

Jihoon e Soonyoung acabaram acordando atrasados para a faculdade. Tinham caído num sono profundo ontem depois de toda a zoação que os meninos mais novos fizeram. Eles ficaram meio estranhos por um tempo, mas com a habilidade sociais de Soonyoung, voltaram a se falar como se nada tivesse acontecido e não deixando mais uma vez que aquela chama no coração deles queimasse.

— Parece que alguém terá mais uma punição hoje — O menino de cabelos rosados cantarolou quando entraram no carro de Soonyoung que bateu o pé como uma criança em super mercado.

— O que eu fiz agora? — Kwon fazendo cara de birrento perguntou enquanto ligava o carro.

— Eu pedi ontem para você me acordar cedo, pois preciso ir à biblioteca antes da faculdade, e além de perder a hora você não me acordou como eu esperava.

— Ah, eu já pedi desculpas - Soonyoung fazia um bico de manha, e Jihoon ficou uns segundos a mais olhando aquela região, até perceber o que estava fazendo e voltar a si.

— E eu já te desculpei, mas uma pequena punição nunca matou ninguém. — Lee voltou com seu sorriso cínico e fez o amigo suspirar em derrota.

— O que você quer que eu faça? — Já estava no inferno mesmo, então era melhor seguir as ordens de satã, que no momento era um cara de 1,65 de altura, com olhos de gato e cabelo rosado. Estacionando o carro, Soonyoung aguardava pelo que vinha.

— É uma coisa bem simples. — Quando desceram do carro, Jihoon começou a puxar Soonyoung pelo braço. — Você vai à biblioteca comigo.

— Só isso? — O de cabelos azuis perguntou surpreso.

— Por enquanto. — Jihoon sorriu de maneira cínica mais uma vez e Kwon só sentiu um arrepio subir em suas costas.

E como sempre, Kwon Soonyoung não deveria ter contado vitória antes da hora.

Jihoon simplesmente pediu para Soonyoung carregar vários livros para ele até a sua sala na faculdade, e não eram livros pequenos, era um mais grosso que o outro.

— Por que você é tão malvado? — Soonyoung perguntou para o amigo, fazendo um esforço enorme para não derrubar os livros.

— Eu não sou malvado, você que é bom demais. — Jihoon continuou andando e foi olhar que horas eram e só nesses poucos segundos de distração ele acabou parando quando deu com a cara no tronco de alguém. E assim um pequeno efeito dominó foi feito, pois quando ele parou, Soonyoung, que estava distraído tentando equilibrar os livros acabou tropeçando no amigo e derrubando todos os livros no processo.

Os amigos tentaram pegar os objetos caídos no chão rapidamente para que não amassassem mais do que estavam.

— Porra Jihoon, olha por onde anda — Soonyoung resmungou montando a pilha de livro novamente.

— Mas eu só me distrai, literalmente, por um segundo. Olhasse você também por onde anda, olha só o que aconteceu com os livros. — E claro que Lee Jihoon não iria ficar quieto. O único problema é que os dois amigos esqueceram-se da terceira pessoa que havia ajudado a causar o acidente e esta só pigarreou para chamar atenção dos outros dois rapazes, que quando perceberam que não estavam sozinhos, olharam para cima e viram um homem em pé um tanto musculoso, com um sorriso envergonhado, cabelos pretos, olhos grandes que chegavam a deixar o rosto do mesmo bem fofo.

— Na verdade a culpa foi minha, me distrai mexendo na mochila. Eu peço desculpas — Os outros dois rapazes estavam de boca aberta e não era só pela cabeça estar para cima. Os dois acordaram do devaneio juntos, olharam um para o outro ainda no chão e depois para o rapaz que agora abaixava para ajudar os amigos a levantarem.

— Ah, magina, não foi nada, né, Soonyoung? — Jihoon quando abriu a boca para falar sentiu que poderia começar a gaguejar de nervoso.

— Claro, estamos vivos, sem nenhum machucado. — Kwon concordou com a cabeça igual ao um cachorrinho. O homem desconhecido riu da reação dos dois.

— Que bom, eu iria me sentir mais culpado ainda se tivessem se machucado. — O rapaz deu um sorriso para os dois amigos e pegou a pilha de livros e esperou levantarem, o que demorou alguns segundos para acontecer, já que os dois pareciam estar em estado de transe.

— Não precisa se sentir culpado, foi só um acidente bobo — Soonyoung confirmou mais uma vez enquanto finalmente levantava e pegava os livros das mãos do desconhecido.

Jihoon finalmente levantou, e quase caiu de novo com o sorriso que o rapaz deu para o que Soonyoung falou.

— Eu me chamo Choi Seungcheol e vocês?

— Lee Jihoon — Jihoon apertou a mão de Seungcheol, e só conseguiu pensar como a mão dele era enorme.

— Kwon Soonyoung. — O menino de cabelos azuis se apresentou sorrindo de um jeito que todos falavam que parecia um hamster fofo. — Eu até apertaria a sua mão, mas... — Apontou a cabeça para os livros em seus braços.

— Tudo bem, deixa para uma próxima — Choi assegurou e olhou em seu relógio de pulso. — Meu Deus, eu estou muito atrasado. — O rapaz deu uns tapinhas nas costas dos dois amigos e continuou — Soonyoung e Jihoon peço desculpas novamente, espero de verdade poder ver vocês de novo, até mais. — E assim ele saiu correndo na direção contrária pela qual os amigos estavam indo, nem dando tempo deles responderem,

— Ele falou que quer ver a gente de novo ou eu viajei legal? — Soonyoung perguntou olhando na direção que o moreno havia corrido.

— Sim, ele falou. — Jihoon concordou, e virou o rosto para o amigo e assim ficaram se olhando mais uma vez.

— Acho melhor irmos, senão quem vai se atrasar mais ainda somos nós. — Soonyoung comentou mordendo os lábios e intercalando a cabeça entre olhar nos olhos de Jihoon e para onde Choi foi.

— Sim, é melhor.  — Jihoon concordou e finalmente foram para a faculdade sem mais interrupções, e com as cabeças confusas pelo que havia acontecido, mas dessa vez Lee ajudou o amigo a carregar os livros.


Notas Finais


O DITO CUJO APARECEU, AMÉM? ASIUDGW7IED

Ficou curtinho de novo, mas agora é que as coisas começam a ficar boas.

Espero que tenham gostado. Se quiserem, comentem/favoritem, serão muito bem vindos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...