História One More Light - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Visualizações 153
Palavras 1.543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Sangue


Fanfic / Fanfiction One More Light - Capítulo 11 - Sangue

Karin chorava descontrolada no quarto ao lado, tinha posto protetores nos ouvidos de sua filha, que dormia tranquila em meio a tudo. Karin perdeu os sentidos por tanto nervosismo, quando os recobrou, estava com medo de entrar no quarto de Sasuke e ver o Uchiha morto.
Suas mãos tremiam, até que ela ouviu Sasuke chorando, entrou no quarto correndo, e viu Sakura no chão, com a cabeça sangrando. Ele atirou nela, na testa dela!!
Karin arregalou os olhos, seus joelhos tremiam, ela foi se arrastando até Sakura, a pegou nos braços, seus grandes olhos verdes abertos, ainda choravam, havia um buraco no meio de sua testa, a bala saiu pelo outro lado da cabeça, Karin estava com as mãos ensanguentadas e tremendo.
Karin: Sakura-chan... o que você fez, Sasuke-kun? - Karin o encarou. Estava aos prantos.
Sasuke: eu a amo... se ela não fosse minha, não seria de ninguém. Não aguentaria vê-la com outro. - Karin estava em choque.
Karin: você... você atirou nela... ela só queria ajudar...
Sasuke: eu amo a Sakura, eu amo... - ele repetia chorando, Karin ainda estava com o corpo de Sakura nos braços, ela a encarou e fechou os olhos da rosada. Sasuke apontou a arma para a Karin.
Karin: o... o que você tá fazendo, Sa... Sasuke-kun? - ela gaguejava.
Sasuke: agora é a sua vez, Karin. 
Karin: Sasuke-kun, pare!! - Karin ouviu um barulho de tiro e abriu os olhos. Ela respirava ofegante, olhou em volta e ela ainda estava em seu quarto, foi tudo uma alucinação dela, que tinha desmaiado, acordou com o estrondoso barulho de tiro.
Karin correu até o quarto ao lado com medo de seu sonho ter virado real.
Quando ela abriu a porta, Sasuke estava chorando nos braços de Sakura, eles sentados no chão, Sakura abraçando o rosto do moreno que estava com o ouvido em seu peito, ambos choravam, Karin olhou para a parede, tinha um buraco nela, o tiro foi na parede. A ruiva suspirou aliviada.
Karin: graças a Deus... - ela sussurrou, e por mais que achasse melhor deixá-los sozinhos, ela precisava cuidar dos dois. Karin cursava enfermagem, sabia primeiros socorros. - Sakura, eu preciso dar ponto nos seus pulsos. Já volto, vou pegar meu kit. - Karin pegou o kit no outro quarto e voltou, Sasuke foi o primeiro, Karin deu ponto em seus dois pulsos, que tinham cortes profundos. Depois fez o mesmo com Sakura. Sasuke estava mal, e desmaiou logo após os pontos que Sakura levou.
Ela e Karin pegaram Sasuke e o deitaram na cama.
Sakura: ele precisa ir pra um hospital...
Karin: precisa sim, ele tomou muitos remédios, e perdeu muito sangue. Você sabe dirigir?
Sakura: Sasuke-kun me ensinou mais ou menos, mas é uma emergência. Fique com a Sarada, eu vou levá-lo ao hospital.
Karin: mas... eu queria ir, Sakura. 
Sakura: olha, ligue para a Hinata, eu vou levando ele de frente, peça para ela vir aqui e ficar com a sua filha, ela não vai negar. Agora me ajude a levá-lo até o carro. - Karin assentiu. Juntas, as duas levaram o Uchiha até o carro dele, deitando-o no banco do carona. A ruiva colocou a mão na testa dele.
Karin: Sakura, corre. Ele tá gelado e suando, isso é péssimo. Vai!
Sakura: certo! - a rosada ligou o carro e correu até o hospital, estava muito nervosa, ela mal sabia dirigir, olhava para seu amado o tempo todo. Com muito esforço, chegou ao hospital.
Saiu do carro e correu até a recepção, explicou o acontecido, enfermeiros correram até o carro e levaram Sasuke para uma sala, Sakura não poderia acompanhá-lo por enquanto. Estava muito nervosa, se sentou em uma cadeira na sala de espera, e seu celular tocou. Era Karin.
Karin: Sakura, a Hinata tá vindo. Eu não contei o que houve... vocês são amigas, então, sei lá, achei melhor você contar.
Sakura: certo. Já cheguei ao hospital, Sasuke tá com os médicos, to esperando notícias. To tremendo de nervoso.
Karin: ele vai precisar de uma transfusão de sangue, depois da lavagem estomacal pra tirar os remédios. Conseguimos levá-lo a tempo.
Sakura: espero...
Karin: sim... Hinata chegou, to indo aí, tchau.
Sakura: tchau. - elas desligaram. Passou uns minutinhos e Karin chegou.
Karin: e aí, Sakura? Alguma notícia? - Sakura suspirou, negando com a cabeça. Karin também suspirou, se sentando ao lado dela. - Eu vou ter um treco, tenho que saber como Sasuke-kun tá!
Sakura: você... gosta mesmo dele, né?
Karin: mais do que qualquer coisa. Mas ele ama você... por mais que eu faça de tudo por ele. - Sakura começou a pensar, se sentia culpada por tudo, ela não devia ter deixado Sasuke e Gaara se verem, talvez isso tivesse sido evitado.
Sakura: é tudo minha culpa...
Karin: não diga isso. Não é verdade. Eu... eu vou me afastar dele, assim vocês podem reatar o relacionamento de vocês. Ele fica com a Sarada aos fins de semana, eu não vou mais incomodar. O que eu vi hoje, eu não quero ver nunca mais. - Karin abaixou a cabeça.
Sakura: eu não quero voltar com ele, Karin. - Karin a encarou, confusa. - Se eu quisesse, estaríamos juntos. Mas não quero.
Karin: mas... 
Sakura: eu o perdoei, mas não quero voltar. Karin, eu e o Sasuke-kun... não é saudável uma relação assim... se daqui há um tempo, eu quiser terminar de novo, ele vai se matar? É melhor ele me esquecer agora, vai ser melhor pra ele... melhor que reatarmos, fazendo ele só se apegar mais. E agora tem o Gaara-kun, que é um cara tão legal... - Sakura suspirou. - Não posso ficar com o Sasuke-kun assim...
Karin: mas você o ama, não?
Sakura: sim, e por isso vou me afastar. Eu quero que ele seja feliz e que fique bem. - Karin encarou o chão, nunca pensou dessa forma, seu amor por Sasuke sempre foi possessivo.
O médico chegou perto delas, era o mesmo ruivo que já tinha atendido Sakura no dia que perdeu seu bebê.
Nagato: vocês que estão com Uchiha Sasuke? - as duas assentiram. - Alguma das duas sabe o tipo sanguíneo dele?
Sakura: O-, o Sasuke-kun é doador universal.
Nagato: era o que eu temia. Esse tipo sanguíneo é bem raro, estamos em falta dele. O senhor Uchiha perdeu muito sangue e precisa de uma transfusão urgente, se não... - ele não terminou a frase, vendo a expressão delas. - Com licença, senhoritas.
Gaara chegou no hospital, indo até Sakura.
Gaara: Sakura-chan, como o Sasuke tá? O que aconteceu?
Sakura: Sasuke-kun cortou os pulsos e perdeu muito sangue. Agora precisa de transfusão...
Gaara: mas por quê?
Karin: ele repetia o tempo todo a frase "Gaara disse que eles...", então talvez você saiba o porquê.
Sakura: o que você disse, Gaara-kun?
Gaara: eu? Nada. Ou pelo menos nada demais. Qual o tipo sanguíneo Sasuke precisa?
Sakura: O-, mas não tem esse tipo de sangue aqui, tá em falta. - Sakura respondeu, cabisbaixa.
Gaara: eu já volto. - ele disse se afastando.
O ruivo queria sim o Uchiha longe, mas não o desejava mal algum. Ele não queria isso para o Sasuke.
Ele sabia que foi porquê ele disse que transou com a Sakura. Para um homem realmente apaixonado, isso é pior que a morte, a mulher que ama sendo de outro cara. Gaara disse aquilo para ele deixá-los em paz, não para ele tentar se matar. Ele se sentia culpado, seu coração estava pesado com aquilo, se Sasuke morresse, ele teria um remorso para sempre.
Gaara foi até a recepção do hospital.
Recepcionista: em que posso ajudar, Senhor?
Gaara: eu queria doar sangue a um paciente que tá precisando, é meu amigo, Uchiha Sasuke. Meu tipo sanguíneo é O-, igual ao dele.
Recepcionista: isso é ótimo, Senhor, vai ajudar muito. Vou chamar o dr. Nagato. - Gaara assentiu e foi até a sala de espera, se juntando as duas moças, o médico foi até eles.
Nagato: qual de vocês é de sangue O-? - Karin e Sakura se olharam.
Gaara: eu sou. - as duas sorriram.
Sakura: Gaara-kun, que ótimo!! Fico tão feliz.
Nagato: não fique tão feliz, senhorita. O Senhor Uchiha perdeu muito sangue, ele vai precisar de uma longa transfusão e em várias sessões em curto período de tempo. Ele perdeu quase todo o sangue do corpo, nossos exames apontaram a perda de 3,5 litros, ele continua vivo por um milagre. Aqui temos um protocolo a ser seguido, eu e qualquer um dos médicos só podemos retirar 450 ml de sangue de um doador, pois podemos prejudicar o doador. Então eu precisaria quebrar o protocolo pra salvar uma vida, tiraria 500 ml, em 6 sessões com curto intervalo, é muito arriscado, é uma perda considerável de sangue e pouco tempo pro seu corpo se recuperar. Você pode entrar em choque. Se você ainda quiser tentar, assinaremos uma permissão, onde você se diz ciente de tudo que falei.
Karin: o corpo de um ser humano tem, em média, 5 litros de sangue... já era pro Sasuke-kun estar morto... - lágrimas caíram dos olhos dela.
Nagato: eu preciso saber se você vai ajudar o seu amigo, Senhor. - Sakura o olhava esperançosa, Karin chorava, os olhos de ambas suplicavam ajuda.
Gaara: eu... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...