História ᬉ❅ᤲᤱOne More Night - Min Yoongi❅ᤲᤱᬉ - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 90
Palavras 1.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong, queria dizer que essa é minha primeira fic, não reparem nos errinhos, por favor! Espero que gostem!

Capítulo 1 - • °ंMin Yoongiं ° • - "ABUSADINHO!"


Fanfic / Fanfiction ᬉ❅ᤲᤱOne More Night - Min Yoongi❅ᤲᤱᬉ - Capítulo 1 - • °ंMin Yoongiं ° • - "ABUSADINHO!"

•°(Ayaki On)°•

~Bom, assim foi mais um dia de aula entediante. Sem notas baixas, sem reclamações, sem amigos, e sem vida também. Eu nunca me adaptei a esse lugar por ser estranha. Ah, eu já ia me esquecendo, sou Ayaki Okatsu, muito prazer em conhecer você. Tenho quinze anos, vivo na Coréia do Sul, mais especificamente em Busan e moro com minha omma Makimi Okatsu e meu padrasto Sekai Okatsu. Eles são casados, por isso ele usa o mesmo sobrenome da minha mãe, e a verdade é que eu acho isso um saco. Meu pai era brasileiro e mora com a minha avó, assim acho eu. Voltando ao assunto, tenho pele um pouco pálida demais pra uma brasileira, olhos azuis, cabelos curtos e com tons roxo, que já era estranho e eu ainda inventei de raspar a lateral, mas me sinto satisfeita assim. Enquanto eu voltava pra casa de mais um dia no verdadeiro inferno, percebo que ia chover, o que só ia piorar minha situação. Coloco a alça de minha mochila nos dois ombros e corro pra casa segurando alguns livros na mão esquerda e com a mão direita, segurava aquela mini saia horrível que fazia parte do meu uniforme. Entro em casa sentindo algumas gotas caírem sobre minha cabeça e em meu rosto. Coloco a bolsa no canto da sala e encontro minha omma e meu padrasto odiado na mesa, talvez esperando por mim. Tinham uma expressão que me assustava um pouco, e aquele silêncio me incomodava. Dou um passo a frente e logo o silêncio é quebrado.~

Maki

-Filha, precisamos lhe dar um recado. ~ Percebo que seu olhar vai em algumas malas que estavam encostadas na parede.~

Ayaki

-O que houve, Omma? A senhora vai viajar? Está tudo bem? ~Falo com um timbre de voz que deixava minha preocupação bem clara. Ela me olha nos olhos e sorri, olhando aquele nojento que estava a segurar suas mãos entre as dele.~

Maki

-Temos algo pra te contar....Bom, contar não, avisar. ~Aquele momento, senti meu corpo estremecer, estava tudo muito estranho. Aquela calma me dava nos nervos.~

Sekai

-Filha, eu e sua m.... ~Reviro os olhos e logo o interrompi.~

Ayaki

-Já disse pra não me chamar assim, não sou sua filha e nunca serei. Está aí uma coisa que eu nunca desejarei ser. ~Senti um olhar de reprovação de minha mãe e logo Sekai abaixa a cabeça, mostrando sua decepção.~

Sekai

-Bom, Ayaki...~Ele me olha como se esperasse que eu não o deixasse prosseguir.~ Eu e sua mãe estávamos vendo o quanto você está infeliz aqui, e pensamos em lhe mandar para Seul. Sua mãe já arrumou suas malas e você irá pra lá no fim da tarde. Sua passagem está sobre a cama junto com a sua documentação, deixamos o único dinheiro que nos sobrou e sua roupa para ir está dentro do guarda roupa.

Ayaki

-Eu não tenho onde ficar, onde eu passarei a noite? ~Eu não queria partir, fechei meus olhos com força tentando acalmar a raiva e serrei os punhos. Abri os olhos novamente e o vejo sorrir.~

Sekai

-Vai ficar com meu filho, o Yoongi. ~Ele olha minha mãe e me dá uma piscadela, me fazendo bufar.~ Agora suba e vá se arrumar, teremos que estar na rodoviária daqui a duas horas.

~Minha única reação foi começar a falar muita coisa em português, já que ambos não conheciam a língua. Assim que desabafo, subo para o meu quarto com a mochila em mãos e vejo o que ele havia me falado. Uma passagem, documentos e um envelope. Abro aquele pacote e conto o dinheiro, haviam KRW:50.000. Guardo as coisas na mochila, logo tirando o material escolar dali. Pego minha toalha, vou para o banheiro e tomo um belo banho.~

__°°Minutos se passam...°°__

~Saí do banheiro logo me secando e vou até meu guarda roupa, onde haviam peças de roupas novas que minha mãe deve ter comprado hoje quando saiu. Suspiro vendo o que eram e reviro meus olhos, demonstrando frustração. Visto uma lingerie preta de renda florida que estava ali e que era bem provocativa por sinal. Para que isso? Respiro fundo e me visto. Pego a roupa que estava separada e começo a colocar a mesma, lentamente. Um short jeans preto de cintura alta, que era muito curto pro meu gosto, em seguida um moletom preto escrito Normal People Scars Me em vermelho, como se fosse sangue, pelo menos minha mãe acertou nas cores e no moletom, já que eu amo essa série, e por último calço um converse high vermelho. Deixo meu cabelo solto e coloco uma toca cinza. Faço uma maquiagem preta um pouco forte, passo um batom roxo e coloco meu óculos que eu usava raramente. Pego minha mochila depois de ter guardado as coisas que usei e desço as escadas, ouvindo o suspiro surpreso de minha omma ao me ver. Me despeço da mesma e vou para o carro, entrando no mesmo e vendo Sekai dirigir para a rodoviária.~

_°°Após alguns longos minutos...°°_

~Ele se despede, e faço o mesmo por educação. Saio do carro, pego minhas duas malas e vou até o lugar que o ônibus estaria. Coloco meus fones e logo entro no veículo. Seria uma longa viajem.~

_•°(Seul-18h30min)°•_

~Havia chego na rodoviária e logo pego minha bagagem. Enquanto andava pelo lugar a procura de Yoongi, sinto pegaram minhas duas malas e uma mão tampar meus olhos e outra tampar minha boca. Ouço risadas de fundo e mordo a mão do responsável por aquela brincadeira. Ouço ele gritar de dor, me soltando e logo exclamando.~

???

-Pra quem tem quinze anos, a irmãzinha do Yoongi tem força e é estressada igual ele. ~Dou um tapa no rosto do garoto pelo susto e logo em seguida, sinto alguém segurar meus braços. Me viro para ver seu rosto e era meu irmão, ou meio irmão.~

Yoongi

-Jimin, você mereceu, não devia ter agarrado ela. Meu pai avisou que ela tem um temperamento agressivo. ~Percebo seu tom sério e frio.~

Jimin

-Me desculpe, Ayaki. Eu não devia ter feito isso. Deixe-me eu me apresentar de forma mais apropriada, meu nome é Park Jimin, mas pode me chamar de Jimin, de ou amor. ~Ouço seu tom com malícia e seu sorriso que mostrava o que queria dizer. Cruzo meus braços e dou uma risada sarcástica.~

Ayaki

-Que se foda você! Não ligo para quem é ou quem deixa de ser, mas te aviso uma coisa, se tocar em mim de novo, vai se arrepender, babaca. ~Eu podia ouvir os risos dos garotos com as minhas malas. Assim que olhei para trás, Yoongi também ria, de forma mais discreta, até que...~




Notas Finais


• °ंCapítulo meio curto pra começar. Se gostaram, me digam o que acharam nos comentários. Me digam também o que eu posso melhorar. Me dêem idéias pro novo capítulo, quem quiser meu número, é só pedir.ं ° •

Até mais! Beijos da Tia Horror Pumpkin! 💙💀👻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...