História One Night - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias R5
Personagens Ellington Ratliff, Personagens Originais, Riker Lynch, Rocky Lynch, Ross Lynch, Rydel Lynch
Tags R5 Ross Lynch Rocky Lynch Riker Lynch
Exibições 11
Palavras 795
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii! Como vão? Boa leitura!

Capítulo 9 - Go, please!


Surpreendentemente liguei para Stormie, com o auxílio de Rocky para ir fazer minha visita, porque desde que Ross se "mexeu", todo cuidado é pouco, ele não pode passar por nada estressante e nem situações pseudoemocionais, segundo o médico que conversava comigo enquanto eu viajava no loiro deitado. Tive que ligar para conseguir entrar no leito. Mas enfim, lá estava eu. Com tudo literalmente pronto, malas lá na recepção e Rocky e Helena também.

Kate: Tudo bem Doutor

Médico: Vou deixar vocês

Ele saiu da sala.

Kate: Voltei, não tenho muita coisa pra falar hoje, só quero te ver...

Sem nenhum sinal, nem os bips. Ok, respira.

Kate: Eu não sei, mas seus pais me autorizam, essa última vez, então, quando você já tiver melhor e consciente, a gente pode se ver, se você quiser né, eu venho, não importa onde eu esteja, eu venho.

Ri e chorei ao mesmo tempo.

Kate: É uma visão totalmente romântica da coisa né? Eu te conheci nem tem tanto tempo assim, você me magoou e eu estou aqui. Espero que quando acorde olhe pra pelúcia e lembre. 

Beijei sua testa e saí. Stormie entrou logo depois de mim.

Stormie: Boa viagem - disse pegando no meu ombro.

Kate: Obrigada

Não dei muita importância, ela entrava junto com Courtney. Saí em direção a recepção, Rocky visitou Ross antes de mim. 

Kate: Vamos?

Eles assentiram. Ryland nos deixou no aeroporto e nosso vôo não demorou muito. Embarcados e eu respirei fundo, dali não tinha mais volta. Eu acabei dormindo, mesmo sem as pessoas do meu lado conseguirem calar a boca. Meu celular toca e uma aeromoça brota do chão mandando desligar o celular e Helena me olha como se tivesse tomado um susto.  Quando olho no visor, tinha escrito "Ross", O QUE? Minha vontade de atender era maior mas tomaram meu celular para desligar. E eu continuei estática.

Rocky: Tudo bem aí?

Helena:Kate?

Kate: Ross me ligou. - falei baixo e meio embolado

Helena: Que?

Kate: Ross me ligou...

Rocky tentou não rir e colocou a mão na minha testa.

Rocky: É não tá com febre. Será sono? O que você acha amor?

Helena: É sério, quem foi?

Kate: Ross, quer dizer, era o número dele.

Rocky: Não tem como Kate, o celular de Ross foi literalmente por água abaixo, até o chip eu dei pro Ryland, mas ele usa só o dele. E  digamos que Ross não está em condições de fazer uma ligação.

Kate: Eu não sei mas era o número dele.

Virei para o lado, Helena e Rocky ainda discutiam sobre a tal ligação. O resto do vôo eu não conseguia parar de pensar. Logo quando chegamos no aeroporto da França, eu liguei meu celular. Nada mas estava lá a prova da ligação retorne mas só chamou e ninguém atendeu, mas chamou.

Helena: Iai?

Neguei. Fomos para o hotel, chegamos de madrugada. Eu até dormir mais por cansaço, mas largar o telefone eu não conseguia. Quando eu cochilei, eu o soltei e ele se espatifou no chão. Xinguei um pouco alto. A tela rachou completamente, tentei ligar não foi, esperei um pouco e liguei de novo até ligou mas travou lá mesmo. Podia ser pior?

Pronto, meu sono foi pra Deus dará. Quando amanheceu, eu cochilei mas acordei com batidas na porta do quarto. Abri com uma das piores caras que tinha.

Rocky: Nossa, o que aconteceu chuchu? - ele dizia sorridente e se jogando na minha cama.

Cerrei os olhos.

Rocky: Vish

Helena: Ligaram de novo?

Abri a gaveta que meu resto de celular estava.

Rocky: O que foi isso?

Kate: Derrubei sem querer.

Rocky: Derrubar é diferente de jogar na parede com força, sabe né neném.

Kate: Helena, tira esse menino daqui ou eu vou dar na cara dele viu.

Helena Amor, shi...- ela pediu e ele ficou quieto.

Kate: Isso mesmo cachorrinho, shi...

Helena: Também não perturba.

Kate: Quando é ele você defende.

Rocky: Mas é claro.

Quieto Rocky! - falamos ao mesmo tempo.

Ele caiu da cama. Depois todo mundo riu.

Kate: Preciso ligar pro Ryland.

Helena: Pode pegar o meu.

Liguei e chamou, chamou, chamou, ninguém!

Rocky ligou pra todos e deu na mesma.

Rocky: alguma coisa tá acontecendo - ele não sabia fingir, desde aquela ligação quando toco no assunto Ross, ele fica estranho.

Kate: Rocky...

Rocky: O que é tampilha?

Kate: Me fala o que você sabe

Rocky: Pode falar? - Ele se referia a Helena.

Ela deu de ombros.

Rocky: K, o Ross, ele...

O celular tocou e no visor estava mais uma vez Ross. Eu atendi.

*K?*

*Ryland?*

*É, oi, desculpa ter te dado o susto de ligar desse número mas...*

*Deu um susto mesmo, e dos dos grandes*

*K...*

*Mas o que Ryland? Ta me assustando*

*O Ross abriu os olhos*

Ele apenas disse e eu quase dou um infarto e derrubo o celular de Helena, recupedo por Rocky.

Eles não pareciam surpresos.

Kate: Ross ele...

Eles ainda não pareciam interessados.

Kate: Vocês sabem!

Rocky: Sabem de que?

Helena revirou os olhos.

Kate: Não acredito.

Helena: Se a gente tivesse dito você não viria.

Rocky: É K, você precisava dar um tempo daquela situação toda.

Kate: Não acredito mesmo.

Saí do quarto.









Notas Finais


Pequeno de novo, so sorry. Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...