História One Night (Camila G!P) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Visualizações 386
Palavras 1.874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e uma boa leitura pra todos.

Capítulo 12 - Capitulo 12



POV Lauren




Após tomar banho Camila chamou um táxi pra mim fez questão de me acompanhar até nele, e ao se despedir mim encheu o meu rosto de beijos e selinhos rápidos e quando o beijo estava esquentando entre nós o motorista do táxi fez questão de quebrar o nosso clima abusinando várias vezes com a maior cara feia só parou quando nos separamos, com um sorriso que mal cabia no meu rosto me sentindo esperançosa vou ter uma conversa muito séria com as minhas amigas que irão me ajudar.



Pois pretendo ficar mais um tempo aqui em Londres sem data para voltar pra casa, o problema maior será o meu pai o senhor Michael que não vai aceitar essa minha decisão de jeito nenhum, por isso vou precisa da ajuda das meninas que vão me dar cobertura com essa pequena mentirinha.




Assim que adentrei o veiculo dou o meu endereço para o taxista de mau humor, parece loucura mais já estou sentindo falta da minha Camz, me consolo sentindo o seu cheiro que esta empregnado em suas roupas que por sinal são muito cheirosas.




E com a promessa de ver-la novamente sinto o meu coração encher de esperanças e minha alma ficar mais leve, saio dos meus devaneios quando o motorista chato me avisa que chegamos ao meu endereço.



Assim que pago o taxista saio correndo praticamente de seu carro e vou direto falar com as meninas que estão aflitas me esperando, pois o nosso vôo vai sair daqui uma hora e já devíamos está lá no aeroporto uma hora dessas.




Assim que coloco os meus pés no apartamento Dinah e Alice me bombardeiam de perguntas, já que passei a noite toda fora com uma bela latina e por eu não esta usando as minhas roupas e sim as delas.



Conto pra elas a noite maravilhosa que tive e espero ter mais com Camila, e claro deixando alguns detalhes de lado já que Dinah estava me apressando para irmos logo para o aeroporto se não vamos perder o nosso vôo, foi neste momento que falei pra elas que vou ficar aqui mais um tempo para conhecer melhor a camila e vou precisar da ajuda delas para a minha desculpa que terei que contar para o meu pai por telefone, e elas vão confirmar tudo que eu disser.




-Lauren você sabe que seu pai não vai engoli essa sua história. —Dinah fala preocupada.




-Bom não posso fazer nada se ele não aceita, já sou maior de idade e madura o suficiente para tomar as minhas decisões.




-É e por isso vai inventar uma mentira. —Alice fala irônica.



-Se eu contar a verdade que quero ficar aqui por causa de uma garota, ele pega o primeiro vôo para Londres e não vai me deixar até eu voltar para casa.



-Eu sei que ele só que o seu bem, mas Lauren tem certeza que quer ficar aqui só por causa de uma garota que você conheceu em apenas uma noite? —Alice pergunta me encarando.



-Sim tenho absoluta.



-Nossa essa latina deve ser fogo na cama pra ter te deixado você assim com os quatro pneus arriados. —Dinah fala com um sorriso malicioso no rosto.



-Ela é demais, mas não é só sexo sabe é muito mais do que isso quando estou com ela.



-Ela é tão sexy, gentil, fofa, carinhosa, atenciosa, romântica e o jeito que ela me olha com aqueles lindos olhos me derreto toda.



-Nossa quem diria que eu viveria o bastante para presencia Lauren Jauregui apaixonada por uma garota.




-Nossa essa conversar está ficando muito gay daqui a pouco vou querer ficar com uma garota. —Alice fala engraçada nos fazendo rir.




-Garanto que você ficar assim como a Lauren.



-Não tem jeito eu sou hétero, mas mudando de assunto se não nos apressarmos vamos perder o nosso vôo. Alice fala olhando no visor de seu celular.



-Então posso contar com a ajuda de vocês duas? —Pergunto receosa, as duas fazem uma cara de suspense então responde em uníssono.




-Sim Lauren pode contar com a gente.



Nos despedimos e combinei a historia com elas que terei que ficar aqui mais um tempo porque resolvi me aprimorar mais em artes e vou começar um curso especializado que vai levar mais uns dois meses tempo suficiente para arranjar um emprego e me estabelecer aqui sem precisar que o meu pai pague as minhas despesas.



Um sorriso enorme brota em meu rosto só de lembrar dos momentos que passei com a minha Camz, e que irei passar com ela daqui algumas horas só de pensar nela dentro de mim sinto pontadas fortes nas minhas partes intimas e sem contar com uma quentura em meu corpo apesar de esta fazendo frio hoje.



Me jogo em minha cama sentindo o cheiro de Camila em meu corpo e assim peguei no sono, pois estava me sentindo um pouco exausta ela literalmente acabou comigo, mas tou doida pra senti os seus lábios nos meus, a sua pele junta a minha.



Como havia colocado o despertador do meu celular para me despertar acordo num pulo só quando vejo que já é mais de oito horas da noite e Camila já deve esta quase se apresentando com a sua banda, rapidamente corro para o banheiro me livrando de suas roupas e tomando uma ducha rápida.




Cinto minutos depois já estava pronta com uma saia de couro preta, botas pretas, uma blusa regata preta e claro a minha inseparável jaqueta, faço uma maquiagem básica combinando com o meu visual bad girl destacando os meus olhos e lábios.



Pego a minha bolsa verídico se esta tudo que eu preciso, chamo um táxi e vou direto para o pub onde a minha princesa vai tocar com a sua banda Havana, chegando lá o lugar esta mais cheio que ontem olho no visor do meu celular e vejo que faltam 15 minutos para as nove, neste momento sinto duas mãos se apossarem de minha cintura ao senti o seu cheiro um sorriso enorme toma conta do meu rosto, me viro com os olhos fechados atacando os seus deliciosos lábios.



Sinto um arrepio percorrer o meu corpo quando as nossas línguas se tocam em uma dança lentamente, ficamos assim até que o ar começa a nos faltar, ela encarte a sua testa com a minha e meio ofegante ela diz.




-Boa noite Lauren. —Sorrio entre seus lábios e respondo com a minha voz mais rouca possível.



-Boa noite Camila. —Abro os meus olhos vendo ela me fitar tão intensamente que sinto um frio em minha barriga, e as minhas pernas tremem nesta hora.



-Você me parece mais alegre hoje, o seu rosto esta radiante fazendo o meu coração bater mais apressado. —Ela diz com um lindo sorriso.



Sorrio pra ela sentindo o meu rosto esquentar então mordo o meu lábio inferior tentando me segurar pra não sair puxando ela para o banheiro coisa que eu pretendo fazer assim que eu tiver uma oportunidade.



-É e você me parece mais sexy usando essa calça apertando que estou doida para arrancar fora de você. —Falo apertando a sua bunda que faz ela se engasgar com a sua própria saliva.



-Nossa você é insaciável. —Ela fala super envergonhada olhando pro lados e mordendo o seu lábio inferior.



-Pra falar a verdade eu nunca foi assim, você é que me deixa assim. 




Falo abraçando ela e aproveito para roubar alguns selinhos, me irrito quando o seu irmão chato nos atrapalha chamando ela, Camila soube no pequeno palco enquanto algumas vadias gritam gostosa pra.



Sinto o meu sangue ferver e a minha mão coçando pra bater nessas vadias, mas me controlo pra não estragar o seu show arranjando brigas desnecessárias, ela podem até desejar-la mais é comigo com quem ela vai passar não só esta noites, mas todas possíveis.



Ela cantou várias músicas de seu repertório e me dedicava uma e como todas as outros músicas ela cantou olhando pra mim, e como a maioria das garotas que estavam interessada nela tiraram o cavalinho da chuva me olhando com raiva, apenas ignorei elas com um belo sorriso esperando Camila terminar se apresentar para eu arrastar ela para o banheiro, pois não estava mais aguentando ficar longe dela.



E foi o que eu fiz assim que desceu do pequeno palco alguns piriguetes tentam se aproximarem dela, mas como eu fui mais rápida nem tiveram tempo de falarem com a minha Camz, e puxei ela direto para o banheiro, enquanto ela me olhava um pouco assustada.




Assim que encontro uma cabine vazia empurrei ela pra dentro sem deixar-la falar alguma coisa ataquei os seus deliciosos lábios numa ferocidade que até eu me assustei com os meus atos, ela me retribui com a mesma intensidade no momento que o ar começou a nos faltar desci os meus lábios pelo seu pescoço espalhando beijos molhados e chupões fazendo ela se arrepiar, aproveito para pressando ela na porta e sinto o seu membro endurecido já de prontidão.



Levo as minhas mãos até a barra de sua calça tentando abrir-la quando sinto a mão de Camila me parar então ela fala.




-Laur... Lauren acho que aqui não é um bom lugar pra gente fazer isso. —Ela fala num fio de voz.




-Eu não tou me aguentando eu preciso de você agora e sei que você me quer tanto quanto eu te quero neste exato momento.



-É claro que e te quero, mas só que eu não estou acustomada em fazer sex.... —Nem deixo ela falar então aperto o seu membro sobre a sua calça fazendo ela gemer um pouco alto.




-Eu também não, mas não estou conseguindo me segurar e você também não pode negar que está.





-Ah não!




-Então me deixa cuidar disso. —Falo apertando de leve o seu membro que esta quase pulando de sua calça.



-Tudo bem faz o que você quiser.




Assim que ouvir essas palavras me afastem dela fechando a tampa do vaso fazendo ela se sentar em seguida sento em seu colo beijando os seus lábios com muito sede, aproveito para rebolar um pouco fazendo ela gemer entre os meus lábios.



-Oh como isso é bom.




Levo as minhas mãos até a sua calca desabotoando o botão e descendo o zíper com certa dificuldade me levanto um pouco sem quebrar o beijo puxando a minha calcinha e depois levo a minha mão novamente até o seu membro que já estava tão duro que batia em seu umbigo levando o mesmo até a minha entrada já echagada e começo a me movimentar lentamente para cima e para baixo,depois de alguns segundos começo a me movimentar mais rápido sentido as minhas paredes se fechando contra o seu membro endurecido enquanto Camila tenta bater os seus gemidos beijando o meu pescoço eu cravo as minhas unhas em suas costas tendo a certeza que deixei marcas bem visíveis, estava tendo orgasmos multiplos quando Camila sobe os seus lábios até o meu ouvido dizendo.




-Lauren eu não estou aguentando já vou gozar.




-Aguenta mais um pouquinho amor estou quase lá. 



Falo fitando os seus olhos que estão quase lacrimejando e em uma tonalidade de castanhos escuros como eu nunca tinha visto, alguns segundos depois nós duas gozemos juntas, sentia o meu corpo ferver assim como o de Camila.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...