História One Night (Camila G!P) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Visualizações 414
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e uma boa leitura pra todos.

Capítulo 13 - Capitulo 13



POV Lauren




Depois que sairmos do banheiro Camila e eu fomos tomar um drink, pois estávamos muito quente e se continuamos naquela cabine esse lugar iria pegar fogo, estávamos rindo e conversando até que uma piriguete se aproxima dela para pedir um autógrafo até ai tudo bem, só que a vaca teve audácia de pedir para minha Camz autografar bem no meio de seus peitos com a desculpa esfarrapada que não tinha nenhum cd ou alguma coisa do tipo pra ser autografada, já estava quase me jogando no pescoço da vadia se Camila não tivesse intervido se negando a autografar onde ela queria e invés disso autografar a camiseta branca no ombro da piriguete.



Assim que a vaca sai de perto de nós Camila respira um pouco aliviada e diz perto do meu ouvido me fazendo esquecer do ocorrido.



-Me desculpe por isso Lolo, estamos bem? —Ela pergunta com receio.



Engulo em seco ao sentir o seu hálito quente bater na minha pele e com um sorriso no rosto feliz pelo o apelido carinhoso que acabei de ganhar lhe respondo, fazendo a minha voz mais rouca possível.




-Só se sairmos daqui e irmos para o meu apartamento. 




Aproveito que ela esta tão proxima de mim para aperta a sua coxa fazendo ela estremecer me olhando de um jeito que me faz acender rapidamente, é incrível como ela consegue me atrair de uma forma insana, mordendo o seu lábio inferior ela responde quase num sussurro.



-Só se formos agora. —Ela diz beijando carinhosamente o meu pescoço e um arrepio percorre o meu corpo.



-Vamos sim. —Falo sem hesitar.



-Então tá só vou falar com o meu irmão, tudo bem?



-Sim, claro vai lá.



-OK. —Ela fala pegando a sua carteira em sua jaqueta pagando as duas cervejas que havíamos consumido e sai pra falar com o seu simpático irmão para não dizer o contrário, tenho certeza que ele não vai com a minha cara de jeito nenhum por algum motivo que eu desconheço já que não fiz nada pra ele.




Ela demora alguns minutos pra voltar já que aquela garçonete folgada esta falando com Camila que rapidamente sorrir pra e vem em minha direção, sorriu irônica na sua direção ao ver a cara de tacho dela ao me ver, Camila me dar um selinho e me puxa pela mão me levando até a saída que por sorte tem um táxi desocupado.




Assim que adentramos o veiculo dou o meu endereço para o motorista que nos analisa olhando com uma cara de quem comeu e não gosto e sai com o carro com a cara amarrada, e fica nos olhando pelo retrovisor só par irritar-lo beijo Camila pois já não estava aguentando ficar longe de seus lábios que ela retribui imediatamente com certo receio.



Nos separamos com a freada brusca que o motorista dar se virando pra nós duas diz irritado.





-Olha aqui garotas o meu táxi não é motel não, se quiserem ficar se agarrando vão para um. —Camila imediatamente pedi desculpas pra ele.




-Me desculpe senhor não foi a nossa intenção ofender-lo.




-Camila eu não vou pedir desculpas só por ter te beijado, não estamos fazendo nada de errado, garanto se fosse um casal hétero ele não ia dizer nada! —Falo irritada encarando o motorista me encara também.




-Esta tudo bem tá não vamos criar caso com isso Lolo. —Camila fala carinhosamente segurando a minha mão e com a outra seguro o meu rosto acariciando me fazendo olhar-la.




-Tudo bem, não vou criar caso com isso. —Falo sentindo o meu coração errar todas as batidas com a intensidade que ela me olha.




-Podemos ir agora senhoritas? —O taxista mal educado pergunta.




-Sim vamos. —Ela diz calmamente.




Respiro fundo me sentindo mais calma e aproveito para deitar a minha cabeça no ombro de camila e aproveitando o carinho que ela fazia em meu cabelo, estava quase pegando no sono quando chegamos em meu apartamento, rapidamente Camila abre a porta e me ajuda a sair ela paga o motorista mal humorado.




Só de provocação beijo Camila bem na frente dele antes de sair arrancando com o carro irritado, Camila se separa lentamente de mim, me dando vários selinhos e pergunta.




-O que foi isso? —Ela pergunta sorrindo.




-Eu não podia deixar barato quem ele pensar que é pra falar daquele jeito com a gente, como se estivessemos fazendo alguma coisa errada.




-Eu entendo você, mas não vamos nos rebaixar ao nivel dele apenas vamos ignorar-lo e fazermos coisas melhores invés de esquertamos a nossa cabeça.





-É realemnte você tem razão temos coisas melhores para fazer agora. —Falo dando uma pequena mordida em seu queixo fazendo ela ficar nervosa.





-Nossa realmente você é mais insaciável do que eu imaginava.




-Você não sabe o quanto. —Falo puxando ela pra dentro do elevador que não demorou muito pra parar no meu andar.




Abro a porta do meu apartamento puxando ela e falo em seu ouvido ao me lembrar que esta uma completa bagunça.




-Não repara na bagunça tá. —Ela me dar um selinho e olha ao redor com os olhos com um brilho incrível e diz.




-Não me diga que foi você que pintou todos esses quadros? —Ela pergunta entusisamada.




-Culpada fui eu. —Falo sorrindo feliz com a sua empolgação nunca vi ninguém olhar os meus quadros com tanta adoração nem os meus professores.



-Ah só são alguns rabiscos.



-Rabiscos? 



-Na verdade são os quadros mais lindo que já vi em toda a minha vida depois de você, mesmo não entendo muito sobre artes.




-Ah que isso Camila não são tão bonitos assim. —Falo envergonhada pelos os seus elogios.




-Não são tantos quanto você, sabe quando os meus olhos te encontraram vi uma áurea e uma sensibilidade vindas de você de um jeito que me comoveu de uma forma inexplicável.




-Nossa como você consegue? —Pergunto me apriximando dela que olhar pra mim do mesmo jeito da primeira vez que nossos olhares se encontraram.




-Consigo o que? —Ela pergunta confusa.




-Ser tão incrível assim.




-Eu incrível?



-Não você que é incrível ao desenhar essas obras e tudo em você é incrível Lauren, obrigada por ter ido atrás de mim, se dependesse de mim eu nunca teria me aproximado de você.




-Sério por que? —Pergunto curiosa.




-Ah por que você é tão linda e incrivelmente maravilhosa poderia ter quem você quisesse e invés disso esta comigo.




-Você fala como se isso fosse ruim. —Falo sem entender onde ela quer chegar.




-Você sabe que eu não sou como as outras garotas devido a minha condição e..... —Interrompo ela beijando os seus lábios pra ela parar de falar besteiras.




-E quem disse que eu quero que você seja como as outras garotas, você é perfeita do jeito que é pra mim e eu não mudaria nada em você.




-Sério? —Ela pergunta incrédula.




-Sim, eu sei que parece muito cedo pra falar isso, mas não posso evitar o que estou segundo por você, Camila eu estou completamente apaixonada por você e não quero que você  nunca mude esse seu jeito de ser.




-Nossa você me deixou sem palavras, eu nem sei o que dizer.




-Não precisa dizer nada agora eu só falei porque não estava aguentando mais guarda só pra mim.




-Nossa. —Ela fala neste momento beijos os seus lábios empurrado ela até o sofá fazendo ela cair sentada aproveito e sento em seu colo e abraço ela sentindo o seu corpo estremecer assim como o meu.

 


Notas Finais


Quero agradecer todos os favoritos e comentários estou muito feliz em saber que estão gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...