História One person (Bts) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Visualizações 21
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiin, mozins, Monamours!

Vim hoje trazer um lindo capítulo para vocês, depois de tanto, tanto e tanto tempo sem postar mais um desta fanfic!

Espero que gostem!

Amo muito vocês!💞♡

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction One person (Bts) - Capítulo 8 - Capítulo 8

Ele sai na marra, pareceu que ele não queria perder o ônibus, ou algo assim. Foi para casa e se trancou no quarto, retirou as roupas dela das malas e foi colocando no guarda – roupa.

/Continuando.../

~Parte Yasmine

Yasmine estava no colo de Jimin, assistindo a um filme qualquer que eles acharam. Ela se mexe um pouco no colo dele, por se sentir desconfortável. Park deu um gemido involuntariamente. A menina olha meio assustada para garoto.

-Eu te machuquei, bebê? – Pergunta Yasmine meio confusa

-“N-Não... Você só está me deixando louco por não ter deixar tocar!” – Diz ele, dando uma mordiscada no pescoço dela e dando beijinhos nos lugares. A menor começa a rebolar, lentamente, em seu colo – “Não consigo...”

O maior levanta ela, a vira, e a sentar no colo de novo, só que desta vez com ela virada para ele. Segura em sua cintura e faz ela rebolar lentamente sobre seu colo. Logo a morena sente algo a incomodar em baixo. Olha para lá, vê um volume em sua calça e levanta de seu colo.

-Eu não... Acredito no que estou fazendo isso com você, eu não posso, eu não posso mesmo, amor... Acho melhor eu ir! Antes que aconteça algo pior que isso!

-“Mas, amor, não é nada isso! Eu só... Não vá agora!” – Diz Jimin fazendo um bico fofo

-Desculpa, Chim Chim, tenho que ir mesmo

Ela deposita um selinho nos lábios dele, pega seu celular e vai para perto da porta. Ele ainda a continuava com o bico, e a menor deu um olhar triste para ele. Saiu e foi correndo para a casa do TaeHyung. Começa a chover e ela nem em chegar na casa dele. Para no sinal e fica vendo se não vem carro.

-Droga de chuva!

Ela cruza os braços e deixa alguns cabelos molhados por cima de seus olhos. Até que ela vê um carro parar em sua frente e abrir a porta para ela.

-“Entra aí, vou te levar para a sua casa!”

A morena ficou meio percebida, mas entrou do mesmo jeito, olha para o menino e vê que era o Jin. Na hora deu um alívio e ela suspirou aliviada.

-Pensei que era um sequestrador!

-“Nunca! Bom... Onde é sua casa?!”

-Sabe a casa do TaeHyung? – Pergunta ela, meio encolhida de tanto frio que sentia

-“Sei... Vai para lá, né? Bom... Fala pro Kim TaeHyung, que minha omma mandou um abraço para ele!”

-Eu sei que você é brigado com ele, não precisa disfarçar!

-“Tá... E como vai seu namoro com o Jimin?”

-Vai bem... Pera! Como você sabe sobre meu relacionamento com o Jimin?

Ele solto um riso nasal e dá uma pequena olhada para ela, seus olhos eram lindos, seu rosto eram perfeitos. A mesma parou de o olhar e ficou olhando seus pés.

-“Todos Nós Sabemos! Jimin contou para todos!”

-Como? Eu não vi ele saindo! – Falou ela meio preocupada

-“Ele mandou em mensagens... Estamos chegando na casa de Kim TaeHyung, senhorita Yasmine!”

A garota ri e retira seu cinto de segurança. Vê a casa de TaeHyung, suspira e desce do carro rapidamente. Vai para perto da porta, onde não estava chovendo e acena para Jin, o qual tinha já saído da frente da casa do outro.

A menina toca o interfone e espera alguém atender, o menino atende e solta o seu sorriso quadrado.

-“Você veio, pequena!” – Fala ele alegremente

-Claro que vim! Como combinei com você, trato é trato, Huh?

-“Claro” – Ele se afasta um pouco da porta, a deixando passar – “Entre, omma Está fazendo um jantar delicioso para a gente!”

O mesmo fecha a porta. A abraça por trás e começa a dar beijinhos pela extensão de seu pescoço.

-T-Tae... Para, eu tenho namorado, agora! – Fala ela se soltando do abraço e de seus toques, e o mesmo fica meio triste. A mesma se aproxima dele e começa a acariciar seus cabelos – Eu sei que você gosta muito de mim, mas... Não agora, tá?!

-“Está bem, baixinha!”

-Eu não sou baixinha! Eu só tenho problema de crescimento, tá?

-“Sei! Você é baixinha, para que eu não me sinta humilhado! Já pensou se você fosse maior que eu?”

-Você só tem 1.78! Um dia, um dia! Porque vai lá saber se esse dia vai acontecer, deu chegar no seu tamanho!

-“Continue sonhando assim, você vai muito além!” – Ele começa a rir e a menor dá um leve tapa em seu braço – “Aí!”

-Isso é abuso verbal! Seu abusado, Idiota, medíocre!

-“Que diabos é medíocre?”

-E A LÁ EU VOU SABER! PERGUNTOU PARA A PESSOA CERTA!

-“Calma!” – Ri – “Só perguntei!”

-Uai! Você perguntou e eu respondi! Simples assim, não?

-Aff!

Os dois subiram para o quarto, a outra viu que tinha uma cama de casal, antes era cama de solteiro. A menor ficou surpresa, foi correndo até a cama e pulou nela.

-“Não quebra a cama, comprei ontem, Idiota baixa!”

-Medíocre!

-Você gostou dessa palavra nova que você acabou de inventar, “Medíocre”! – Os dois riram e o maior foi até a outra, se deita ao lado dela e fica a olhando – “Sabia que você tem olhos lindos?”

-Hm... Não!

-“Sabia que você tem um rosto lindo?” – Ele pergunta, a olhando cada parte de seu rosto – “Sabia que você tem lábios lindos também?”

-Ahn... Não! – Ri. Vê que o outrem se aproxima dela e cora – Tae, o que está fazendo?

Se aproxima mais ainda dela e sela seus lábios num Beijo calmo e necessitado. Fica com os olhos abertos e não cede. Uns segundos ela começa a movimentar seus lábios, mas para logo em seguinte, lembrando de Park Jimin.

-Desculpa, TaeTae, eu não posso mesmo. Eu já tenho namorado e isso seria traição com ele e...

-“Então você não sabe nem metade de Jimin, Winks!”

-Metade...? Como assim, TaeHyung?

-“Bom, quando o relacionamento está indo bem, o Jimin sempre quer algo a mais, tipo... Como posso dizer isso gentilmente? Sexo? Sim! Ele sempre quer sexo! Não importa na ocasião, se está só dois dias, uma semana ou três semanas. Ele sempre quer isso. Mesmo ele falando que te ama, que vai te proteger!”

-E como sabe disso tudo?

-“Meninas que já namoraram Park, eu falava com elas, e me disseram isso, todas que já namoraram com ele. Disseram que ele as usou, como um brinquedo!” – Ele diz se levantando – “Agora, responda minha pergunta, que eu farei para você... Ele queria fazer isso com você?”

-Bom... Queria, mas eu não deixei, e ele aceitou, muito calmo!

-“Ótimo! Melhor assim!”

O maior põe uma música calma, levanta a mesma e põe os braços dela envolta de seu pescoço, enquanto ele põe seus Braços em volta de sua cintura.

-Eu... Não sei dançar, TaeTae!

-“Não importa, é uma música calma e não agitada!” – Ele diz e eles começam a dançar lentamente, no ritmo da música.

Os dois ficaram lá um tempo, Yasmine encosta sua cabeça no peito de Kim TaeHyung e fecha seus olhos.

/Continua. . . /


Notas Finais


Obrigada, por lerem! Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...