História One Shot - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Bang Yongguk, Chanyeol, Daehyun, Himchan, Jongup, Rap Monster, Youngjae, Zelo
Tags Bap, Hetero, Soohyo
Exibições 16
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DEMOREI PRA CARAI MAIS TO AQUI

Capítulo 9 - Primeiro beijo


Fanfic / Fanfiction One Shot - Capítulo 9 - Primeiro beijo

Ele apenas me soltou e pude ver uma lágrima cair em seus olhos. Ele ficou calado e subiu pro seu quarto.
Dei um grito e voltei pra cozinha pega o sorvete perdido. Peguei mais sorvete e fui pra sala. Assim que eu terminei subir pro quarto.
::::::::::::::::::No dia Seguinte:::::::::::::::::
Acordei, fiz minha higiene matinal, tomei banho e vestir meu uniforme e desce.
-Bom dia-Falei descendo as escadas.
Yongguk nem me deu um bom dia, só pegou suas coisas e foi embora.
Tomei café e sair. Fechei a porta e sair correndo pra alcançar Yongguk.
-Me espera-Falei pegando ele pela camisa e o puxando o fazendo parar.
Ele tirou minha mão e saiu andando, dei um grito que eu acho que acordou o mundo todo. Continuei a correr e acabei caindo, me levantei e vi que eu tinha me machucado.
-Yongguk? Me ajuda aqui por favor-Falei indo até ele mancando.
-O que você quer, depois do que você falou ontem!-Disse ele alterando a voz.
-Eu estava com raiva e acabei descontando em você, desculpa. Eu falei sem pensar, eu estava triste e com raiva por causa de ontem porque eu estava sentindo falta do meu pai, eu estava chorando e fui comer sorvete que mim faz bem quando eu to triste e você vem e derruba meu  precioso e como eu tava com raiva acabei descontando em você, é coisa de mulher. Você me perdoa?-Falei sorrindo.
-Acho que eu te entendo, porque eu também sinto falta do meu pai as vezes. Então eu não te desculpo-Disse ele saindo andando.
-O-o que! Porque eu te pede desculpa como você não vai me desculpa? Se você não vai me desculpa, pelo menos você pode me ajudar eu me machuquei-Falei indo até ele.
Ele estava rindo.
-Tá rindo do que, sou palhaça por acaso?
-Só se for palhaça assassina né?
-Eu posso tá com a perna machucada mais eu posso te dar um chute.
-Calma, ai pedaço de fogo.
-Teu.....-Quando eu ia terminar de falar ele me calou com um beijo.
-Ele tá me beijando!!!!!!!!!!!!!!-Pensei.
Ele pediu passagem com a língua e eu cedi, o beijo dele era muito bom! O beijo foi suave e demorado, nós separamos por falta de ar. Ele parou e ficou me olhando.
-Y-Yongguk-Falei corando.
-Bora, e para de ficar corada. Vão pensar que está doente de tão vermelha que você está-Disse ele me carregando.
:::::::::::::Na enfermaria::::::::::
-Pronto-Disse a enfermeira terminado meu curativo.
-Obrigada-Disse eu e Bang nos curvando.
::::::::::::::::::::::Na sala:::::::::::::::::::
-Pensei que vocês não iam vim-Falou Junhong.
-Essa lerda, caiu e teve que ir pra enfermaria-Disse Yongguk.
Todos riram, ficamos conversando até a professora chegar e da aula. Como era aula de educação  física, fomos pra quadra. Jogamos basquete meninos contra meninas, e claro que os cavalos dos meninos ganharam.
Depois do jogo fomos pra o banheiro tomar banho, entre os 1 hora, voltamos pra sala. Teve aula de ciências, matemática, história, biologia, química e cidadania. Saímos da escola e fomos direto pra casa se arrumar pra volta a procura de noite.
::::::::::::::::3 horas depois:::::::::::
-Vou tomar banho depois eu desço.
-Ok.
Fui pra cozinha comer, peguei alguns salgadinhos e comecei a comer. Yongguk desce vestindo seu casaco.
-Nossa, pra quer isso tudo?
-Não te interessa.
-Ok, então. Desculpa ai tá-Falei subindo as escadas.
Subir e fui tomar banho, e vestir uma calça preta, uma blusa de manga xadrez ,uma jaqueta de couro preta, uma bota preta e uma bolsa. Desce e brincando com minha arma até o pessoal chegar.
Demorou uns 10 minutos e eles chegaram.
-Seus pais, não ficam preocupados quando vocês saem não?-Perguntei.
-A maioria aqui tem 19 anos Soohyo-Disse Junhong.
-Eu sou a única com 18, aqui?-Perguntei.
-Não, tem eu e Junhong-disse Minhye.
-Nossa que maluco-Falei.
Peguei minha arma e coloquei na bota, pegamos os carros e fomos no mesmo lugar.
.....................No lugar................
-Vamos nos separar ok?-Disse Youngjae.
-Ok.
Ficamos(Junhong, eu e Bang........Youngjae, Minhye e Himchan.............DaeHyun e Jongup)
Fomos pro fundo do local e encontramos duas pessoas amarradas nas barras de ferro.
-Meu Deus, que isso?-Perguntei assustada.
-Calma, vamos soltar essas pessoas-Disse Junhong.
-Essas pessoas estão desmaiadas-Disse Yongguk tocando nelas.
-Mesmo assim vamos soltar-Disse Junhong.
Tiramos as cordas das pessoas. E vimos que eram duas meninas.
-Vamos levar elas pro carro ,e depois voltamos-Falei.
Junhong  pegou uma e Bang pegou outra. Chegando no carro abri a porta de e colocamos elas no banco de trás. Depois voltamos.
Estávamos no caminho quando ouvimos um grito.
-Que quem foi esse grito?!
-Parece ser da Minhye-Falei.
Corremos até o som do grito e encontramos Daehhyun caído no chão sangrando e Minhye sendo amarrada por um homem.
-Solta minha irmã seu filho da puta!-Falou Yongguk dando um tiro na mão do cara.
Minhye saiu correndo pra ver Daehyun.
Corre até ela junto com Junhong, ele tinha levado um golpe na cabeça e estava desmaiado. Pegamos ele e levamos pra o carro pra leva-lo pro hospital o mais rápido possível. Encontramos com o resto e fomos pro hospital.
........................No hospital......................
DaeHyun entrou em uma sala que é cuidava os curativos. MinHye estava muito nervosa e tremendo e eu ficava tentando acalma-la.
Logo o médico chegou e disse que não foi muito grave, e que ele vai ficar bem.
-Ele tá bem, tá vendo Minhye?-Disse Jonghp.
-É melhor a gente ir pra casa e deixa ele descansar um pouco-Disse Himchan.
Saímos do hospital e fomos um pra suas casas.
……………………Em casa..................
Cheguei e fui logo tomar banho, desce e vi que Bang estava nervoso.
-Tudo bem?-Perguntei sentando ao seu lado.
-Não muito-Disse ele.
-Porque?
-Estamos indo pro caminho errado, porque aquele lugar que estamos indo está errado.
-Como assim?
-Porque, quando estávamos ajudando o Daehyun. Passou um carro que estava escrito “ Loing”.
-Uma loja de frutos do mar?
-Sim, amanhã vamos nessa loja. Pode ser?
-Pode ser.
-Boa Noite.
-Espera.....
Ele me puxou e me beijou.
-Yonghuk!
-Beijo de boa noite, boa noite esquentadinha-Disse ele subindo as escadas.
Dei um sorriso de leve e subir pra dormir.

 

 


Notas Finais


Até o proximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...